História Boys Like Boys - MITW - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias TazerCraft
Personagens Mike, Pac
Tags Mitw
Visualizações 191
Palavras 1.474
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente essa One tá fofa, me deem uma chance :3


Inspirada em > Girls Like Girls (música)

Capítulo 1 - Capítulo Único


   Visão Mike

Eu gosto tanto dele, mas infelizmente não é recíproco, somos melhores amigos, fazemos tudo juntos, deis de uma saida escondida até uma festa, estou indo para sua casa, visita - lo como de costume, todos dias, ou sou eu em sua casa, ou é ele na minha. Eu sempre demonstrei sentir algo pelo mesmo, ele parecer perceber mas sempre finge que não viu, as vezes eu percebo que ele gosta de minhas carícias, mas tudo acaba quando sua namorada aparece, ela não gosta muito de nossa aproximação, ela acha isso estranho para dois homens. Eu simplesmente não importo. Ela gosta de mim, só não gosta do meu jeito com ele. Mas como eu disse, eu não me importo. As vezes quando vamos sair ele pede ajuda para escolher sua roupa, ele me deixa o arruma - lo, ele me abraça quando está com medo. Eu o abraço quando estou com medo... Eu simplesmente o amo. 

Chego em sua casa batendo na porta, a porta se abre, era ele, ele estava lindo, ao me ver um enorme sorriso é implantado em seu belo rosto, ele me abraça, eu retribuo. Ele me da passagem para entrar, sua namorada estava lá, ela me vê e sorri, eu com pouca força acabo retribuindo. Ele me chama para irmos até seu quarto, sua namorada nos olha meio estranho, ela o repreende, fomos até seu quarto. 

- Quero sua ajuda. - Ele diz fechando a porta do quarto e se sentando na cama

- Pode dizer. - Eu digo sorrindo, ele retribui, tão adorável...

- Eu estava pensando em fazer uma festa. - Ele diz com um brilho no olhar

- Algum motivo especial para a festa? - Eu pergunto

- Não, apenas sei lá, meu deu vontade - Ele diz se deitando na cama e me puxando para deitar junto, ficamos um na frente do outro nos encarando, ele é... Tão lindo, eu gostaria tanto de beija - lo... Percebo ele ficar meio sem graça com essa nossa proximidade e essas trocas de olhares.

- Eu te ajudo no que você quiser. - Eu digo ele sorri, ele começa a passar uma de suas mãos pelo meu rosto alisando o mesmo, eu olho para o mesmo que sorri fraco

- Você é a melhor pessoa que eu conheço. - Ele diz, eu acabo sorrindo de uma forma boba com suas palavras, logo ele se levanta e começa a pegar algumas roupas, eu o encaro confuso

- São pra que essas roupas? - Eu digo, ele coloca todas sobre a cama

- Você vai me ajudar a escolher minha roupa para a festa. - Ele diz eu acabo rindo

- Hey, a gente nem organizou a festa. - Eu digo, ele faz um bico

- Mas mesmo assim, me ajuda Mike, por favor - Ele diz suplicando, ei, vai com calma se não eu me apaixono mais ainda

- Tudo bem. Por onde começamos? - Eu digo me levantando e olhando para essa pilha de roupa

- Hm, deixa eu ver, vamos mexendo aqui até encontrarmos alguma - Pac diz sorrindo, talvez fosse uma ideia boa, começamos a revirar tudo aquilo, as vezes eu dizia coisas engraçadas que Pac soltava uma risada que me encantava.

- Tarik, você sabe que você fica lindo com qualquer roupa né? - Eu digo, ele pareceu ficar meio sem graça, mas eu apenas disse a verdade

- E você Mike, sabia que você adora me deixar corado? - Ele diz se aproximando de mim, eu acabo rindo

- Não tenho culpa se você é lindo - Eu digo, antes que ele responda algo a porta do quarto é aberta, era a Clara (NAMORADA DE PAC). Ele nos vê e fica de boca aberta, talvez por conta da bagunça

- Meu. Deus. Oque vocês fizeram aqui? - Ela diz entrando no quarto 

- Clara, Mike está me ajudando a escolher uma roupa - Pac diz olhando para mim e sorrindo

- Tá mas precisava disso tudo? E porque você não pediu pra mim? Eu sou sua namorada. Não ele - Ela diz, eu apenas abaixo a cabeça envergonhado e saio do quarto... Escuto alguns gritos dos dois. Minha última intenção era estragar a felicidade Pac, se ele não me ama, eu irei respeitar. 

- Mike tá tudo bem? Não liga pra ela não. - Escuto a voz de Pac

- Eu só quero que você tenha que se dividir entre nós dois. - Eu digo

- Mas eu não vou me dividir, eu escolho você Mike - Pac diz abraçando meu braço, eu acabo ficando sem jeito, eu sei que ele me escolhe por sermos amigos... Não por amor. - Vamos esquecer aquelas roupas... Você quer dançar? - Ele pergunta eu o encaro confuso

- Dançar? - Eu pergunto rindo fraco

- Sim. Vamos? - Ele diz me puxando até a sala, eu me sento no sofá, ele põe uma música, eu apenas fico o observando, cada detalhe nele, me chamava cada vez mais a atenção, o jeito como ele dança, tudo aquilo me cativava, em meio a sua dança ele me olhava e sorria. Isso era o suficiente para me deixar feliz o resto do dia. Eu tentava ao máximo não o olhar tanto pois sua namorada estava proxima de nós, mas não dava, era mais forte que eu, eu preciso tanto dele. Clara havia nos avisados que logo alguns amigos dela chegariam aqui. Pac e eu não demos tanta bola assim. 

- Tarik chega, meus amigos chegaram - Clara diz desligando a música, Tarik pareceu ficar meio triste e se sentou ao meu lado, eu o abracei 

- Não fica assim não, você estava ótimo - Eu digo, ele sorri 

- Obrigado Mike. - Ele diz deitando sua cabeça em meu ombro, logo algumas pessoas entram umas cinco para ser mais exato

- Galera te bebida na cozinha, quem quiser é só ir pegar - Clara diz enquanto colocava um música bem alto, Pac e eu não dizíamos nada, apenas ficamos nos encarando algumas vezes nós riamos apesar de nenhum dos dois falar nada

- Você é bem bonito - Eu digo baixinho para Pac, ele cora e sorri como resposta

- Amor, vem dançar comigo - Clara diz puxando Pac pela mão, eu apenas desviei meu olhar meio decepcionado, Pac começo a rir um pouco junto a Clara ele pareceu estar se divertindo, mas logo ele olha para e se solta dela e se sentando junto a mim de novo, as pessoas estavam ficando bêbadas, tinha gente se pegando em todos os cantos. Pac se levanta sem falar nada e vai em direção ao seu quarto. Eu até iria atrás dele se Clara não tivesse ido antes. Confesso que estou ficando um pouco incomodado com tudo isso, com essas pessoas. Me levanto e começo a andar pela casa, olhar cada canto da mesma, vou em direção as piscina me sentando na beira dela, retiro meu tênis deixando meus pés molharem

- Mike, eu estava te procurando - Ouço a voz de Pac, eu acabo sorrindo, ele se senta ao meu lado, ficamos observando a água que brilhava por conta do sol

- Pac - Eu o chamo ele me olha - Você já imaginou sua vida com outra pessoa que não fosse a Clara? 

- De verdade? Sim - Ele responde deitando sua cabeça em meu ombro. - Mike, pensando bem, eu não quero mais fazer aquela festa, eu prefiro ficar com você. - Ele diz 

- Você trocaria a festa por mim? 

- Eu trocaria qualquer coisa por você...- Ele diz mas agora me olhando, sinto uma proximidade entre nossos rostos, Pac estava se aproximando de mim para um selar de lábios

- OQUE É ISSO? - Escutamos a voz de Clara, ela estava atrás de nós, nos levantamos- COMO VOCÊ TEM CORAGEM MIKE? DE VIR NA MINHA CASA E QUERER BEIJAR MEU NAMORADO? VOCÊ FICOU LOUCO TARIK? - Ela diz vindo até mim e dando um soco no rosto, sinto sangrar, olho para frente e apenas vejo ela ir pra cima de Pac e agarrar em seu braço com força, ela estava gritando com ele, eu me aproximo dela a empurrando

- Nunca mais toque nele - Eu digo indo para cima dela para bater na mesma, mas Pac segura eu meu braço, ele estava chorando

- N-não faz isso - Ele diz chorando e me puxando para um abraço, ele coloca a mão sobre meu machucado. - Você, ela te machucou...

- Tá tudo bem. - Eu digo, ele separa nossa distância por um beijo, um beijo calmo e lento, mas cheio de paixão. Ele logo nos separa e começa a passar suas mãos sobre meu rosto

- Eu sempre imaginei minha vida com você! 

 

Garotos gostam de garotos, assim como as garotas gostam, nada de novo.


Notas Finais


ENTÃO FOI ISSO.

COMENTEM OQUE ACHARAM, EU FICAREI MUITO FELIZ :,)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...