História Boys Like Boys - VKook - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, CL (Chaelin Lee), EXO, UP10TION
Personagens Baekhyun, Chanyeol, G-Dragon, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lee Chaelin "CL", Personagens Originais, Rap Monster, Suga, Sunyoul, T.O.P, V
Tags Abo, Alfa! Jungkook, Homossexualidade, Hoseok, Jimin, Jin!fem, Kooktae, Kookv, Namjin, Omega!taehyung, Taekook, Vkook, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 987
Palavras 1.012
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeiramente... Eu juro que não demoro mais. Sério, gente, tô tendo um monte de coisas pra fazer e tá osso, mas eu tô me esforçando o máximo que posso, até porque pretendo trazer mais uma att até o fim de semana (domingo 00:00)
Segundamente... PARA TUDO E FOCA NESSA IMAGEM AQUI DEBAIXO AAAAAAAAA
AGRADEÇAM MUITO A @thejoy866, sério deem muito amor a ela, inclusive, tenho um recadinho que tem muito haver com ela, mas vou deixar pra falar lá em baixo.

Boa leitura! ❤

Capítulo 7 - Sente-se, agora.


Fanfic / Fanfiction Boys Like Boys - VKook - Capítulo 7 - Sente-se, agora.

Capítulo sete - Sente-se, agora. 

02/02/2003 Coreia Do Sul - Daegu

Foi um choque saber daquilo. 

Na hora não consegui nem mesmo falar. Jimin fez um carinho em minha cabeça e saiu de fininho, dizendo apenas que faria o que fosse preciso.

E eu sabia que ele não estava mentindo. Jimin se esforçava quando o assunto era a nossa família. As vezes, eu imaginava uma outra realidade na qual eu e Jimin éramos primos de segundo ou até terceiro gral, o que -imaginava eu- explicaria essa proximidade. 

Eu com certeza confiava nele. Eu sempre confiei, e com todo o resquicio de certeza que tinha, sabia que sempre confiaria. 

Mas mesmo assim, sabendo que Jimin estaria lá com ela, eu não consegui comer novamente. Pensando nas possibilidades inúmeras daquela situação.

Minha cabeça as vezes -só as vezes- era estritamente confusa, tanto que as vezes nem eu a entendia. Essa minha qualidade/defeito (ainda não decidi se acho bom ou ruim), as vezes me fazia pensar que era louco. Completamente louco. 

Omma era exatamente uma das únicas personificação de amor que eu conhecia. Aquele amor mais puro, eu realmente me perderia caso algo acontecesse consigo.

Passei o dia deitado em minha cama, sem ânimo pra ler um livro, sem paciência pra mexer em meu celular, triste o bastante pra não ir ao jardim... Acabado o bastante pra qualquer coisa.

Foi um dia melancólico, anormal em minha percepção. 

Fiquei atentado a sair, à ir até onde omma estava, para vê-la, abraça-la, sentir seus braços quentes e seu beijinho solene de boa noite.  

Esperei Park Jimin aparecer, às cinco da tarde, então eu sorri com pesar e fui até a janela, estranhando ao ver uma sombra aparecer no jardim. Dei alguns passos para trás e logo vi Jungkook dentro de meu quarto.

-Taehyung? -Ele chamou, à essa altura eu já estava na janela, sentando no parapeito. -Taehyung onde vai?

-Ver minha mãe. -Respondi, enquanto respirava fundo.

-Não. -Ele me puxou e me pegou no colo, nesse momento eu notei que ele era realmente maior do que eu, consequentemente era mais forte.

-Jungkook me solta! -Eu debati-me em seus braços, logo sentindo-o me colocar na cama. 

-Taehyung, será que dá pra se acalmar? -Ele pediu segurando meus braços. 

-Como você quer que eu me acalme se minha mãe está em um hospital? -Eu já passei a sentir algumas lágrimas descerem em meu rosto. Aquilo era informação demais pra mim. 

-Eu fui vê-la hoje.

-O que? 

-Fui vê-la hoje. -Ele soltou meus braços e sentou do meu lado. 

-Por que? -Eu perguntei virando-me pra ele. -Como ela está? E appa? 

-Estão bem, parece que sua mãe está com uma pneumonia bem forte, o que não muito fácil de cuidar... Seu appa está bem... Preocupado com Jin, mas bem. Ele está se esforçando pra cuidar dela. -Ele disse, pegando em minha mão. 

-Eu quero vê-la, abraça-la... A appa também... Eu já estou com saudade. -Fiz bico. 

-Não faça isso agora... Fique tranquilo... Se algo acontecer, eu mesmo te ajudo a sair daqui e ir pra lá...  Okay? -Ele pediu, acariciando meus fios, parecia tentar entender minha cabeça. 

-Se acontecer algo a ela... Eu não sei o que será de mim. -Forcei meus olhos e segurei o choro. 

-Taetae, me diz algo... Você comeu algo agora pouco, no jantar? -Jungkook perguntou, me fazendo olha-lo finamente. 

Eu neguei com a cabeça. 

-Desde quando não come nada? -Segurou a minha mão com mais força.

 -Desde ontem. 

-Taehyung, você vai sentar nessa cama enquanto eu vou lá fora. Em quinze minutos no máximo eu volto. -Ele disse em um tom autoritário, e sem nem mesmo esperar minha resposta ele foi embora. 

Eu deitei na cama e passei a fuçar em meu celular, olhando alguns jogos novos para computador, jogos on-line. 

Passaram-se exatamente quatorze minutos, para eu vê-lo novamente entrar pela minha janela com pelo-menos cinco sacolas brancas que emanavam cheiros absolutamente incriveis. 

-Tae, pode me ajudar com as sacolas? -Jungkook pediu. Eu passei alguns minutos tentando recarregar minha mente, quando consegui levantei-me e peguei três, enquanto ele entrava com as outras. 

-O que é isso? -Perguntei tentando olhar o conteúdo das sacolas. 

-Seu jantar. -Ele disse simplista, fechando a janela e colocando as sacolas brancas em cima da cama. 

-Meu... O que? -Me acheguei, vendo-o abrir as sacolas e tirar embalagens de comida e uma garrafa de suco de laranja natural. 

-Sente-se, agora. -Jeon me manda sentar ao seu lado, enquanto separava uma das embalagens fartas de comida. 

Foi bem divertido. Kook me fez rir horrores aquela noite. Eu o contei que iria passar o dia só e ele simplesmente disse depois do meio dia, eu apareço. 

Confesso ter dado risada com isso, afinal, Jungkook devia ter as próprias tarefas, não? 

Logo depois que eu comi, Jeon juntou as coisas e me pediu pra jogar os lixos fora, eu o fiz discretamente, rezando para Jimin não ver o que eu estava fazendo. 

Quando retornei ao meu quarto, Jungkook estava com os olhos fechados, em um sono lindo, com a sua boca rosada levemente aberta e os dentes aparecendo levemente também. 

Eu sorri, tranquei a porta com bastante zelo, sorrindo também ao lembrar de ter escondido a chave de Jimin em baixo do assento do sofá.

Eu fui até a cama, deitando ao lado de Kook e desligando a teve,  cobrindo nós dois e me achegando em seus braços. 

Era delicioso dormir assim, principalmente quando era com ele. 

 

... 03/02/2003 Coreia Do Sul - Daegu

Eu sonhei com omma naquela noite, sonhei com ela levando-me à um parque todo verde e aberto, com algumas flores em sua cabeça e um vestido branco, que destacava a fita de cetim que rodeava sua cintura. 

Ela estava tão deslumbrante, tão perfeita, tão minha omma, que enquanto estava naquele sonho eu pude sentir aquele sentimento de paz que eu só sentia com ela. 

Novamente me deparei com Jimin tentando me acordar as oito da manhã. 

Quase o mandei catar açai na floresta amazônica. 

Jimin hyung, te adoro *fazendo coração com os dedos*.

Mas ele não me trouxe notícias boas. 

 

 

 


Notas Finais


OPAAAAAA
Turo bom?
Então, o meu recadinho é pra panfletar uma obra minha e da minha dongsaeng @thejoy866, chamada Save You, uma história original, que aborda um assunto polémico e aborda também algumas outras coisinhas bem legais.
Ela já está terminada, mas eu adoraria que vocês fossem lá dar uma olhada nela também, é meu nenezinho também.
Valeu gente, kisses, amo vocês.
Ah, e gente...
OBRIGADA PELOS QUASE 70 FAVS!!!
AAAAAAAA
EU GRITEI MUITOOOOO
❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...