História Boys Meets Evil (Jikook) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Alfa, Amor, Jikook, Ódio, Ômega
Exibições 62
Palavras 1.044
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Luta, Orange, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Today you will be mine, little omega!


Fanfic / Fanfiction Boys Meets Evil (Jikook) - Capítulo 3 - Today you will be mine, little omega!

-Fazer um trabalho com Jeon Jungkook? Tá de brincadeira né?-Hoseok perguntava surpreso.

-Falo a mais pura verdade!-Jimin se explicava para os amigos,de cabeça baixa.

-E vai aceitar isso de boca fechada?-Yoongi perguntou um pouco bravo para Jimin. O pequeno apenas concordou levemente com a cabeça-Porra Jimin! E se ele lhe machucar?

-Ele não vai me machucar-Jimin falou calmamente-Alías,ele disse que se machucasse,deixava vocês darem um soco nele.

-Mas Jimin,isso foi só hoje!-Hoseok passou a mão na cabeça,já perdendo a paciência-Acha mesmo que ele vai levar essa promessa ao resto da vida?

-Na verdade,ele nem prometeu!-Yoongi mexia no celular,era mensagem de sua mãe-Hey Hoseok! Não vi dar de ir no luau semanal hoje com você!

-Ah,to sabendo!-O ruivo concordava com a cabeça-Quer ir comigo Jimin?

- E-eu não posso-Jimin abaixou a cabeça e coçou a nuca-Não sei se meu padrasto vai deixar...

Jimin pensou bem nas palavras que disse e arrependeu de ter aberto a boca. Quando levantou a cabeça,viu o olhares assustados direcionando a ele,Jimin apenas levantou as mãos em permissão de paz.

-Como assim...Padrasto?-Hoseok perguntou confuso-Pensei que morasse sozinho!

-Isso deve ser uma desculpa pra não ir com você!-Yoongi riu-Você é chato até pra isso!

-Ah,cala a boca!-Hoseok foi até o amigo e deu um tapa forte em seu braço-Bom Jimin,fica pra próxima!

-O sinal irá bater em dois segundos-Jimin comentou,já pegando sua mochila.

-Como assim?-Yoongi perguntou. No mesmo tempo,o sinal bateu,deixando um sorriso impressionado no rosto de Hoseok.

-É vidente,Jimin?-Hoseok perguntava enquanto entrelaçou seu braço em volta dos ombros fracos de Jimin.

Hoseok sempre era fascinado por sse tipo de coisa. Conspirações,videntismo e outras mais. Mas Jimin não fazia parte desse grupo:

-Não-Jimin deixou escapar um sorriso-Eu só sou pontual!

Eles assistiram a aula tranquilamente,bom,menos Jeon. Jungkook estava perturbado com a notícia de fazer trabalho com Jimin, e se não fosse por causa de suas notas,ele estaria livre. Mas o dedurou pro diretor e quem fosse o traidor,iria pagar caro,bem caro!

Jimin depois das aulas,foi até o portão,esperar seu padrasto. Enquanto isso,ficava cantarolando uma música que fizera. Adorava compor e cantar.  Mas uma de suas paixões e de passar o tempo,ms forma em questão disso,como ganharia dinheiro agora que mora com seu padrasto?

Park pensou,agora que está morando com Geong,não precisa mais frequentar aquele inferno que vivia todas as noites. Ele levantou as mãos para o céu em forma de glória e logo depois elas caíram com tudo em suas coxas,estranhamente grossas. Jimin era um pedaço de mal caminho,praticamente. Coxas grossas,glúteos grandes,abdômen quase definido por causa da fome,um "eye smile" estranhamente fofo e sexy,bom,não precisava mais daqueles artifícios para seduzir alguém.

{...}

Jimin praticamente ficou sozinho a noite toda,seu padrasto sumiu depois de ter o buscado para a escola. Ele estava mais animado no fato de ter que fazer o trabalho na casa de Jeon. Mais também estava com medo,pois não sabia o que Jeon poderia fazer com ele depois do trabalho,mas de jeito ou de outro,era obrigado a aceitar o fato de ser fraco o bastante para se defender. Então se acalmou e deitou-se, logo adormecendo.

Quando acordou pontualmente as 06:00,percebeu que era sábado. Ótimo dia pra escolher esse trabalho,Jungkook.... ele pensou,depois bufou só de pensar em rever o rosto daquele ser desprezível outra vez. Gozado! Antes estava todo animado para isso,agora estava com ódio? Jimin era bipolar!

Resolveu dormir até mais tarde,quando acordou novamente,era mais de 10 horas. Ainda dava tempo de fazer algo,né?

Pegou seu caderno cheio de canções suas e sua caneta. Pousou ela sobre o papel branco,e logo foi preenchida por palavras vindas da mente de Jimin.

"Vamos andar apenas nos trilhos de flores
Eu não consigo dizer aquilo
Vamos ver apenas coisas boas
Eu não consigo dizer isso também
Dizer que lá apenas haverá coisas boas a partir de agora
Dizer que você não vai se machucar
Eu não consigo dizer isso

Eu não consigo mentir assim"

Era o que Jimin pensava de si mesmo,ou pensava das pessoas que sofriam. Ele nem parecia que tinha emoção. Ficou um tempo lendo apenas o que escreveu. Quando viu que era tarde,resolveu tomar café da manhã,ou almoçar,pois já eram 12:00. Estar no mesmo ambiente que Jeon Jungkook todos os dias,já era uma desgraça,agora vê-lo em pleno sábado,já era pedir demais.

O problema seria em como falaria com o padrasto que sairia para ir na casa de um menino...

Pensando no bendito,Geong chegou na casa abrindo a porta com tudo. Jimin se assustou e quase engasgou-se com a comida. Geong estava com uma garrafa de bebida que Jimin sabia muito bem o que era: Whisky. Estava em estado deplorável de se ver e Jimin estava mais assustado com isso. Quando Geong pousou os olhos em Park,deu um sorriso malicioso o suficiente para Jimin saber o que se passava na cabeça do padrasto naquele momento.

Fudeu...  Jimin pensou quando Geong se aproximava de Jimin a cada passo longo e pesado. Ele pensou em recuar,mas isso em vão porque Geong pegou fortemente no braço de Jimin.

-Ah Jiminie...-Geong olhava Jimin de cima a baixo,mordendo o lábio inferior-Achou que podia escapar?-Geong pegou fortemente o glúteo de Jimin-Hoje você será somente meu,pequeno ômega!

{...}

-Cadê aquele imprestável?-Jungkook perguntou-se sozinho. Já estava sem paciência para esperar Jimin. Já havia passado duas horas depois do horário combinado,e ele estava cansado de esperar tanto.

Jeon foi até a porta de sua casa e a abriu,logo bufando,olhando para a vizinhança que morava. Era bonita,mais também era chata para Jungkook. Não ligava pra quem era seu vizinho ou coisas do tipo,apenas ficava na sua.

Ele iria voltar para dentro,desistindo de esperar Jimin. Iria...Se não fosse por um grito de dor chamando seu nome. Quando se virou,era Jimin. Park estava com as roupas rasgadas,sua boca e rosto sangrando e estava mancando de gemendo de dor. Seus pés estavas arranhados e ele continha um grande corte nos dois braços.

Jeon olhou aquilo sem entender,afinal,por que diabos Jimin estava assim?

Park sem mais forças para andar,caiu no chão,desmaiando. Jeon pensou em deixá-lo ali,mas quando viu que os braços de Jimin escorriam sangue,sua mente foi parar no passado. No seu triste passado,onde só via sangue o tempo todo. Correu até Jimin,onde o pegou no colo o levando para sua casa. Não queria saber se Jimin era ômega,beta...Só não queria relembrar do passado novamente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...