História Boys Over Flowers - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Anko Mitarashi, Chouji Akimichi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kurenai Yuuhi, Mito Uzumaki, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shion, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Toneri Otsutsuki, Tsunade Senju, Yamato
Tags Colegial, Comedia, Drama, Hinata, Kiba, Naruhina, Naruhinasasu, Naruto, Neji, Nejiten, Paixões, Revolução Naruhina, Romance, Sakura, Sasuhina, Sasukarin, Sasuke, Sasusaku, Tonehina
Exibições 690
Palavras 4.723
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Nem vão ter notas iniciais que eu quero ver logo o circo pegar fogo!

Capítulo 15 - Decepção.


Fanfic / Fanfiction Boys Over Flowers - Capítulo 15 - Decepção.

Hinata

Acordei sentindo um peso em meu corpo,pisquei algumas vezes tentando reconhecer o ambiente,meu pescoço doía pelo mau jeito que dormi. Senti fios fazendo leves cócegas em minha nuca,o que me despertou definitivamente.

Naruto dormia em meu ombro serenamente e tinha uma de suas mãos atravessada em minha cintura. Corei ao sentir seu aperto.

-E-Ei!-Chamei cutucando levemente seu rosto.Naruto aconchegou-se mais a mim,murmurando algumas coisas aleatórias. Seu hálito em meu pescoço me arrepiou,num reflexo o empurrei.

Naruto caiu do banco e se levantou assustado,tentei disfarçar meu rosto rubro,mas não tive muito sucesso. Ele me olhava um pouco surpreso,sua boca estava aberta e seus olhos arregalados.

-Sua louca!!-Ele gritou.

Não pude fazer cara feia pois acabei por cair na gargalhada,ele estava muito engraçado com todos os meus casacos em cima dele.

Ele se levantou devagar se livrando aos poucos das peças extras,e no final só sobrara meu cachecol.

Quando deixamos o bondinho percebemos o clima que não estava mais tão frio,a neve cessou e o sol se abria,deixando o clima mais quente.

Empurrei o loiro de leve quando ele voltou a fazer piadinhas sobre meu pijama. Acordamos por volta de umas seis horas e tivemos que esperar até que o estabelecimento fosse aberto para sermos finalmente liberados. 

Os minutos pareceram se arrastar até iniciarmos uma "conversa" que consistia em uma troca de palavras "amorosas" como "retardado" e "girafa anã".

-Me devolva por favor.-Pedi,apontando o cachecol para ele enquanto dobrava os casacos,faria o mesmo com o cachecol.

-O que? Isso?-Ele disse tocando o pano vermelho.-Nem pensar!-Ele fez um não frenético com a cabeça.

O olhei incrédula.

-Pare de graça Naruto!-Pedi mais autoritária.

Ele mostrou a língua.

-Primeiro:Pra você é Naruto-kun. Segundo:Não devolvo! Foi a primeira coisa que você me deu,não vou me desfazer disso nunca.

Arregalei os olhos. Ele não iria se desfazer porque eu o dei?

Tudo bem que eu não lhe dei nada,apenas emprestei para que ele não ficasse com frio,mas ainda sim não tirava o impacto daquela frase.

Fitei Naruto,que brincava com a lã escalarte como se fosse a coisa mais interessante do mundo,sem saber o que falar.

Ele levantou os olhos e os focou em mim (que ainda estava completamente embasbacada) e deu um sorriso.

-Obrigado,Hinata.

•••

A temperatura já começava a aumentar quando um segurança nos achou e nos tirou de lá fazendo alguns comentários maliciosos e dizendo que em seu tempo as pessoas tinham que esperar até o casamento e não ficar procurando qualquer canto para realizar seus fetiches. Claro que eu fiquei roxa de vergonha e ainda tive que impedir Naruto de xingar o segurança.

Naruto parou em um telefone público para fazer uma ligação,falou algumas palavras e logo desligou,aproveitei para me despedir,ele puxou minha mão.

-Espere aqui. Kakashi já vai chegar! Te dou uma carona.-Seus olhos estavam brilhantes em uma espécie de suplica que eu não consegui entender.-Você não quer sair por aí de girafa não é?-Ele deu um sorriso divertido.

Suspirei relaxando o corpo,me dando por vencida.

-Ontem foi legal.-Ele murmurou,lancei um olhar confuso.

-Quase morrer de febre em um bondinho parado é legal pra você?

Naruto deu uma risada suave,naquela hora pude olhar com clareza o sol refletindo nos fios loiros rebeldes,e em como seu sorriso era bonito,tinha dentes alinhados,brancos e muito bem cuidados,com os caninos mais salientes e pontiagudos. Ele fechou os olhos enquanto sorria,e as três pequenas marcas na bochecha salientaram ainda mais,junto com suas covinhas. Naruto era realmente muito bonito.

Corei com esses pensamentos,balançando a cabeça.

-Não estou falando da parte da febre.-Ele continuou,tão calmo que nem parecia ser ele mesmo.-Estou falando de ter alguém cuidadando de mim. 

Corei mais ainda.

-Mesmo que você seja uma péssima enfermeira.-Ele fez uma careta e eu lhe dei um empurrão.

-Da próxima vez deixo você congelar!-Esbravejei enquanto o loiro dava risada,maldito!

Cruzei meus braços olhando pra baixo com um bico nos lábios,muito infantil eu sei. Mas não ligo.

-Até parece que não tem centenas de pessoas cuidando de você todo o tempo.-Murmurei.

Naruto suspirou.

-Cuidam porque são pagas pra isso. Ou porque querem meu dinheiro. Ou porque querem status.-Ele colocou as mãos nos bolsos da calça,seu olhar tornou-se vago por um instante,mas logo o brilho retornou.-Mas você fez isso ontem espontâneamente,foi legal sentir que alguém se importa de verdade. Obrigada,Hina.

Hina...?

Não consegui dizer mais nada,apenas abrir e fechar inutilmente a boca,Uzumaki Naruto adiquiriu o dom de me deixar sem palavras,e isso talvez não fosse uma coisa boa.

Um skyline preto estacionou próximo e la saiu um homem grisalho de máscara.

Minha ideia inicial foi de um ninja assassino mas quando ele se curvou para Naruto e lhe abriu a porta do carro percebi que se tratava apenas do motorista.

Naruto pegou minha mão e pediu que eu entrasse primeiro,mesmo corada,assim o fiz sobre os olhares atentos do motorista-ninja-grisalho.

Sentamos no banco de trás e após dar meu endereço demos partida,não consegui encarar o loiro durante todo o trajeto,e nas poucas vezes que o fiz vi seu olhar sobre mim.

Quando chegamos o motorista (que descobri se chamar Kakashi)saiu do carro e abriu a porta pra mim,fiquei um pouco envergonhada com o tratamento mas fiz o meu melhor pra disfarçar (ou seja,não consegui disfarçar droga nenhuma).

-Ontem foi legal,vamos sair denovo qualquer dia-Naruto disse de dentro do carro,Kakashi fechou a porta e retornou para o banco do morista,logo o carro partiu.

Entrei em casa com os músculos doloridos desejando minha cama,tomei um banho e me joguei na cama esperando acordar somente na segunda feira enquanto pensava no que raios tinha acontecido com Uzumaki Naruto.

•••

-Não acredito que você foi mesmo!-Dizia Matsuri enquanto passavamos pelo pátio principal do colégio,ela não acreditou quando eu disse que havia ido até Naruto no sábado. Nem eu estava acreditando.

-Aaan Matsuri-chan! Você adorava o F4! Não os fique difamando assim!-Brinquei e ela franziu o cenho.

-Foi antes de eles começarem a perturbar você!-Ela disse fazendo bico e me abraçando de lado.

-Aaah você me ama!-Disse fazendo cena enquanto a abraçava de volta.

-F4!-Alguem gritou e logo aquela mesma multidãozinha e bla bla bla.

Gente até eu to cansando disso,como eles não  cansam?!

Não me preocupei em virar o corpo,apenas continuei andando com Matsuri,porém logo senti ser puxada pela cintura.

-Bom dia,Hina.-A voz que chegou bem próxima  a mim era de Naruto. Senti um beijo em minha bochecha.

O afastei imediatamente,corada.

-O que está fazendo seu doido!?-Exclamei baixo,Naruto deu os ombros.

-Te dando bom dia.-Ele disse simplesmente,Matsuri parou a meu lado enlaçando meu braço.-Ah,bom dia coisa.-Ele falou sem animação quando a morena o olhou feio,sem se dar ao trabalho de responder saiu me arrastando.

Graças a Deus por isso!

Após aquela ceninha as fofocas sobre o nosso suposto "namoro" voltaram com força total levando pra longe minha paz,Naruto estava agindo cada vez mais estranho ao longo da semana e parecia sempre muito feliz,não vou dizer que era algo de todo ruim,e às vezes me permitia alguns minutos de conversa com o loiro,que estava se mostrando muito...amável.

O lado bom de toda aquela confusão era que eu não estava sendo mais perseguida nem atacada,e também agora todo dia de manhã uma aluna diferente me trazia suco ou biscoitos.

Eu sei que não deveria me aproveitar dos boatos dessa forma,mas qual é,não sou perfeita!

Já era sexta-feira,e aquela foi uma semana muito agradável,não que eu estivesse considerando eles como amigos ou coisa parecida,mas até que era legal ter gente me bajulando e não ter Naruto tentando  fazer da minha vida um inferno.

Imaginei um mundo onde eu terminasse o ensino médio e quem sabe o superior em paz,com arco-íris,gnomos e coelhinhos cor-de-rosa.

Uma mão tocou meu ombro e quando me virei a loira enviada pelo rubro estava ali,com seus olhos exóticos e cabelos muito bem arrumados.

Não sei como ela conseguia vir assim pra escola,eu quase sempre parecia um mendigo cracudo.

-Bom dia Hinata-chan!-Ela disse com aquele sorriso de comercial de pasta de dente,100% falso.

-Bom dia.-Disse sem humor,ver Shion tirava toda a graça dos meus dias de paz e sossego

-Hmmm não seja tão seca com sua amiga!-Ela disse enlaçando nossos braços e passando a andar do meu lado,os saltos lhe deixavam consideravelmente mais alta que eu,e faziam um barulho irritante quando batiam no piso da escola.

-O que você está querendo?-Perguntei direta,Shion me olhou de cima (como gostava de fazer) e disse com sua arrogância natural.

-Já disse quais são as minhas intenções ao me aproximar de você. E protegendo os meus interesses,tenho que falar uma coisa.

Olhei-a pelo canto dos olhos,desconfiada.

-Embora quase todo mundo esteja "caindo de amores" por você,tem gente que não está gostando da sua "brincadeirinha".-Olhei confusa fazendo-a bufar.-Escute Hinata,não estou nem aí se você resolveu brincar de seduzir o F4,no final quem vai se ferrar vai ser você mesma,só quero uma chance pra me aproximar deles.

-Alpinista Social.-Rosnei.

-Status é tudo.-Ela disse sem se importar com minhas palavras,e logo continuou seu discurso.-O fato é que: Se você se ferrar,eu perco minha chance! Então fique atenta! Qualquer besteira que você fizer e a escola inteira vai se virar contra você,e se você deixar Uzumaki Naruto irritado,ou pior,magoado...Deus tenha piedade da sua alma medíocre.

Shion largou meu braço e me deixou parada com cara de taxo no meio do corredor. Que merda ela estava dizendo? Magoar Naruto? Brincar de seduzir o F4?  Olhei a figura loira que se afastava perguntando que tipo de droga ela havia usado.

•••

Estava esperando Matsuri na pequena floresta da escola,onde sempre nos encontrávamos,no caminho da piscina. Sentada em um banco eu admirava a paisagem de final de primavera,logo o verão começaria e talvez o clima não tão agradável naquele horário,seria uma boa começar a visitar a piscina,

-Hinata?-Reconheci a voz de Naruto de imediato,e me surpreendi ao vê-lo usar meu cachecol mesmo num clima quente.

Olhei para o loiro que se aproximava devagar até sentar do meu lado.

-O que faz aqui?-Perguntei.

-Vou nadar.-Ele murmurou mostrando a bolsa que carregava.

-Ah...-Murmurei,olhando pra baixo.

Ficamos num silêncio um tanto incômodo,era realmente estranho estar com Naruto,não me acostumava de jeito nenhum a ficar no mesmo lugar que ele sem discutir. 

Percebi que Naruto me encarava e virei para ele corada,perguntando o que havia acontecido. Mas não tive resposta.

-Hinata...-Ele começou.-O que sente por mim?

Arregalei os olhos.

-C-como assim?-Perguntei engasgada.

-Quero saber como se sente em relação a mim. Quero saber...se você gosta de mim.

Senti minha boca secar,que pergunta era aquela? Se eu gostava dele? 

-Por que você quer saber disso?-Disparei completamente vermelha.

-Por que eu estou apaixonado por você.

Senhoras e Senhores,eu tô no chão.

Minha boca se abriu tentando pronunciar alguma coisa mas nada saía,meus músculos tensionaram e minha cabeça pesou tanto que pensei que fosse cair do corpo.

Aquilo só podia ser brincadeira.

-Isso é algum tipo tipo de brincadeira?!-Perguntei exaltada me levantando,Naruto me encarou sério.

-Queria estar brincando. Queria muito estar brincando. Acredite,adoraria me levantar e rir da sua cara,mas Hina...não consigo parar de pensar em você.

Meu âmago deu um giro 360 e todo meu corpo pareceu ser preenchido por borboletas raivosas e frenéticas. Não  conseguia acreditar.

-Naruto...eu....-Eu não conseguia falar nada,não conseguia processar suas palavras.

Naruto se levantou também,seus olhos fixos nos meus,sua postura tensa.

-Hina...-Ele deu uma risada nervosa.-Sei que você me vê como uma pessoa horrível,e eu talvez tenha dado alguns motivos pra isso...mas,se você me der uma chance...eu vou conquistar você,eu sei que vou. 

Encarava o loiro completamente paralisada e surpresa com suas palavras,incapaz de pronunciar uma sílaba sequer. Naruto se aproximou de mim,tão lenta e sorrateiramente que mal pude ouvir seus passos.

-Se você me der uma chance...só uma...-Ele disse segurando minha nuca,seus olhos me prendendo,sua respiração me arrepiando. Seu polegar acariciou meu rosto e eu já sabia o que ele iria fazer,mas não conseguia me mover,não conseguia pedir que parasse.

Os lábios de Naruto desceram sobre os meus calmos,ele não avançou,apenas selou nossos lábios devagar. Por instinto meus olhos se fecharam e todo meu corpo se concentrou na sensação do beijo. Quando Naruto se separou eu estava completamente rubra.

-Eu não espero nenhuma resposta sua. Não agora.-Ele disse com meu rosto entre suas mãos.-Sei que precisa de tempo.-Ele deu um sorriso mínimo.-Mas precisava que soubesse como me sinto. 

Naruto se despediu com um beijo em minha testa e voltou a seguir seu caminho,eu estava completamente embasbacada,parada no lugar.

Não consegui mover um músculo sequer,perdi a noção do tempo até que Matsuri veio até mim,segurando em meus ombros.

-Hinata-chan! Aconteceu alguma coisa?-A morena perguntava me dando leves sacudidas.

-Desculpe Matsuri-chan...tenho que ir.-Disse pegando minhas coisas e saindo apressada dali.

•••

Naquela sexta não consegui me concentrar no trabalho direito,Tenten foi muito gentil em encobrir minhas falhas e várias vezes me perguntou o que acontecia,mas por hora preferi omitir o que acontecia,precisava colocar minha cabeça no lugar antes de falar qualquer coisa.

-Hinata! Olha que gato!-Tenten sussurrou quando um homem que parecia ser pouco mais velho que nós entrou na loja.

Tinha cabelos escuros e lisos e olhos castanhos claros,com um ar misterioso.

Fizemos uma reverência como era padrão,a morena ao meu lado parecia que ia explodir em felicidade.

Ele pediu três rolinhos de canela e Tenten prontamente o atendeu,a morena também ficou cochichando a todo momento sobre o quanto o moreno misterioso era bonito.

-Ele não para de te olhar!-Sussurou a morena alternando o olhar entre mim e o moreno sentado.

-Pare de dizer besteiras!

•••

Combinei de fazer mais um dia extra e dessa vez Tenten disse que viria comigo,quando fechamos nos despedimos e fomos cada uma para um lado.

Havíamos fechado mais tarde,já eram quase nove horas da noite e meu ônibus já teria passado,fui a pé mesmo.

Passados os centros comeciais tudo começava a ficar mais deserto,causando-me leves arrepios.

Meu coração deu saltos quando notei não ser a única na rua,escutava passos apressados atras de mim.

Olhei pra trás e percebi a figura estranha que se aproximava perigosamente. Encapuzado.

Fodeu.

Na mesma hora que o vi comecei a correr,ele poderia ter simplesmente ter pensado "droga ela correu" e deixado pra lá,mas nãããão! Resolveu me perseguir!

Parei de escutar seus passos e diminui o ritmo,com a mão no peito,com coração batendo descompassado.

Essa passou perto...

Então senti uma mão tapando-me a boca e outra segurando os braços,me debati tentando me soltar (sem sucesso) e quando dei por mim estava sendo arrastada até um beco escuro.

Mordi a mão do desconhecido e bati minha cabeça na dele,voltando a correr.

Vou ficar com muita dor de cabeça depois dessa.

Voltei a ouvir os passos apressados até mim,dei várias curvas tentando despistar o homem que não parecia se perder facilmente.

Moço por favor procura outra pessoa eu sou pobre não tenho grana e sou alguém muito pouco interessante de se estuprar!

Minhas pernas já imploravam descanso mas toda vez que eu olhava pra trás o maldito estava lá e cada vez mais próximo.

-Meu amor! Que bom encontrar você!-Uma voz desconhecida sobressaiu na rua vazia e fez tanto a mim quanto o ladrão/estuprador/comensal da morte pararmos para olhar.

Me surpreendi quando percebi que era o mesmo homem misterioso que apareceu na loja mais cedo. Ele veio caminhando até mim e me abraçou,enquanto encarava o mascarado com um olhar mortal.

O perseguidor deu meia volta e saiu correndo dali,enquanto eu olhava o moreno agradecida.

-Muito obrigada!-Disse fazendo uma reverência quando ele me soltou. O moreno deu um sorriso meigo.

-Tudo bem,ele machucou você?-Ele perguntou fazendo uma breve análise com os olhos.

Neguei com a cabeça e o moreno suspirou aliviado.

-Que bom...er...-Ele fez uma pausa me olhando curioso.

-Hinata.

-Ah! Hinata! Que lindo nome! Fiquei curioso para perguntar na cafeteria,mas quem me atendeu foi sua amiga.-Ele disse mexendo nos cabelos lisos. Corei ao perceber que ele lembrava de mim.

-Muito obrigada..e você é...

-Utakata.-Ele disse sorrindo. Sorri igualmente.

Utakata foi muito gentil se oferecendo para me levar em casa,pareceu realmente preocupado.

No caminho conversamos sobre algumas coisas e ele me disse que trabalhava em uma boate,era dançarino.

Corei dos pés à cabeça.

-Não sou nenhum stripper Hinata.-Ele disse rindo.-Sou dançarino de palco,trabalho quando algum cantor vai se apresentar,eu danço a coreografia das musicas.

-Aaah! Claro!-Disse corada por meu erro.-Desculpe.

Ele disse que tudo bem e que era normal as pessoas confundirem,agradeci por não tê-lo irritado.

Chegamos em frente à minha casa e ele se despediu beijando os nós de meus dedos.

-Vou poder vê-la amanhã no café?-Ele disse,seus olhos com um brilho intenso.

Assenti abobalhada,pensando que ele era fisicamente muito parecida com um certo Uchiha.

•••

-O BOY MAGIA TE LEVOU EM CASA?!-Gritou Tenten quando lhe contei sobre Utakata,dei uma risada.

-Sim,ele deu a entender que viria aqui hoje.-Disse me divertindo com as reações de Tenten.

-Nossa Hinata-chan!-Disse Chouji.-Você está mesmo fazendo sucesso! Primeiro Sasuke,depois Naruto,agora esse tal Utakata!-Comentou rindo.

Quando Chouji pronunciou o nome do loiro Senti meu coração apertar,lembrando de suas palavras no dia anterior. Meu coração pareceu deixar de bater por alguns segundos.

A porta foi aberta e por ela passou Utakata com um pequeno sorriso.

-Bom dia,Hinata.-Ele saudou ao me ver,meus dois amigos me lançaram olhares maliciosos.

-Bom dia,Utakata-san.-Disse fazendo uma reverência.

-Não seja tão formal.-Ele riu,pediu apenas um suco,e ficou próximo ao balcão mesmo.

-Hmm,Hinata,hoje à noite vou me apresentar,gostaria que viesse.-Ele disse entre um gole e outro.

Imediatamente me senti nervosa.

-Sei que parece muito cedo..mas vai ser divertido!-Ele sorriu.-Traga seus amigos com você.

Estava prestes a negar quando Tenten se intrometeu.

-Claro que vamos!-Ela exclamou,quis matá-la.

Utakata nos lançou um sorriso amigável e nos deu pulseiras VIP.

-Vou aguardar vocês lá então! As pulseiras tem o número de uma cabine,podem beber o que quiserem,por minha conta! Assim que o show terminar vou encontrá-los.

•••

Não me sentia à vontade com o short curto que Tenfen me fez vestir.

-Hinata você está simplesmente gostosa! Se eu fosse homem,te pegava!-Ela ria enquanto falava.

A morena havia aparecido em minha casa com pilhas e mais pilhas de roupas depois do expediente alegando que eu deveria estar linda para o "moreno tentação" como ela chamava Utakata.

Mantive meu "não" e troquei a short por uma calça,mas não consegui escapar dos saltos.

Acabei com uma blusa de alças preta e brilhosa,um jeans escuro e sapatos também pretos.

-Poderia usar um vermelho.-Ela disse me analisando.-Ou um decote.

-NÃO!

•••

Chouji apareceu logo para nos buscar,dando fim a discussão interminável.

O lugar era incrível,mas cheio demais pra mim,música muito alta e pessoas se esfregando umas nas outras,com certeza não era meu tipo de lugar. Preferia estar em casa com meu pijama de girafa e com um chá na mão lendo alguma coisa.

Tenten era muito animada e extrovertida e logo  fez amizade com o garçom e com algumas pessoas que passavam. Chouji se focou nos aperitivos e eu fiquei sentada em um canto esperando a apresentação.

Tenten me distraía de todas as maneiras possíveis e algumas vezes até entrei nas conversas malucas dela com as outras pessoas.

Senti inveja da maneira como ela interagia facilmente com os outros.

As luzes se amenizaram e logo uma música animada começou,luzes coloridas preencheram o palco quando algum cantor apareceu lá,com três dançarinos atras.

Sorri ao ver Utakata no meio dos outros dois. Ele dançava muito bem,executava todos os passos com precisão e tinha muito ritmo,me deixei levar pela empolgação e me permiti aproveitar o show.

•••

-O que acharam?-Perguntou Utakata quando chegou até nossa mesa.

-Incrivel! Você dança muito bem!-Fui a primeira a elogiar,sua dança tinha me empolgado.

Tenten e Chouji concordaram comigo e ficamos alguns minutos falando sobre sua performance.

-Gente,não sei vocês mas eu quero muito dançar!-Disse Tenten do nada em meio a conversa,e logo havia partido para a pista de dança muito feliz.

Chouji concordou com ela e logo estava junto a morena no meio das pessoas.

Utakata me olhou e estendeu a mão.

-Me acompanha?

Fiz um sim com a cabeça,que mal teria uma dança?

•••

Utakata era além de um excelente dançarino alguém muito educado,em nenhum momento tentou passar a mão em mim ou se aproximar excessivamente.

Ele disse alguma coisa pra mim,mas não consegui ouvir nada devido à música que tocava alta no lugar.

Gritei que não conseguia ouvi-lo e ele tocou minha mão pedindo uma permissão silenciosa para guiar-me.

Aceitei seu toque e segurei suas mãos,como se dissesse um "sim" e ele me levou até uma escada,começamos a subir até uma sala toda branca e muito bem iluminada.

-É aqui que nos preparamos para os shows.-Ele disse quando chegamos. Assenti passando meus olhos pelo lugar.-Pode se sentar Hinata,fique á vontade.

Sentei em um sofá (que também era branco) ao lado de um violão,passei meus dedos no instrumento.

-Você gosta?-Ele perguntou se aproximando com duas garrafinhas d'água e me entregando uma.-Sabe tocar?

-Gosto muito,mas não sei tocar.-Murmurei.

Ele se sentou e pegou o violão,tocando algumas notas.

-Eu sei o básico,mas estou um pouco enferrujado.-Demos uma pequena risada.

O vi pegar sua garrafinha e abrir,fiz o mesmo,estava morrendo de sede.

-Obrigada pela água.-Agradeci enquanto retirava a tampa.

-Hinata.-Ele chamou antes que pudesse dar a primeira golada. O olhei curiosa.-Você é muito agradável,eu realmente gostei muito de estar com você.

-Utakata-kun! Você também é muito agradável.-Sorri antes de dar o primeiro gole na água.

•••

Abri os olhos lentamente sentindo-os arder pela claridade extrema. Fiquei muito tentada a voltar a dormir já que a cama estava muito macia...e os travesseiros! Ah! Eram maravilhosos!

Abri finalmente os olhos dando de cara com as flores coloridas na comôda branca,o cheiro agradável me fazendo dar um sorriso. 

Não pera,nem cacto sobrevive no meu apartamento,e minha cômoda é marrom!

Levantei em um salto,sentando-me na cama e sentindo a cabeça doer,passei os olhos pelo lugar. Muito impessoal,cama de casal,varanda,banheiro,um espelho na parede...com uma mensagem em batom vermelho?

"Querida Hinata,foi uma noite incrível,sinto muito não poder ficar mas saiba que foi maravilhoso estar com você. 

Espero poder repetir qualquer dia,beijos; UTK.

Arregalei os olhos tocando meu próprio corpo e constatando que estava somente de roupas íntimas.

Não,não era possível!

•••

Me vesti e deixei o quarto rapidamente,corri até a recepção,onde a mulher atras do balcão com cara de poucos amigos disse:

"Não tenho como lhe dar essa informação,não faço parte do turno da noite então não vi você nem seu amante chegando aqui. Mas cruzei com um moreno quando chegava.

Me irritei quando ela disse amante,mas procurei me acalmar.

Nos registros do quarto constava que já estava tudo pago (em dinheiro).

Meu coração batia descompassado,o nervosismo me fazendo suar,ainda não acreditava no que tinha acontecido. Eu e Utakata realmente havíamos...

Senti meus olhos enchendo de lágrimas enquanto caminhava Hotel a fora. Não era possível! Eu não me lembrava de nada! Ainda completamente transtornada me dirigi a direto a boate onde Utakata trabalhava.

-Desculpe,ele não vem trabalhar hoje.-Disse um dos seguranças.

Não conseguia mais conter as lágrimas que rolavam,estava sentindo raiva,tristeza,indignação e decepção,só não sabia se comigo mesma ou com ele.

-Por favor!-Supliquei.-Preciso muito conversar com ele! Pelo menos tem algum telefone para que eu possa falar com ele?

O segurança pareceu irritar-se.

-Acha que é a primeira a ensaiar umas lágrimas e vir aqui pedir telefones de dançarinos? Cai fora!-Ele disse agora com um tom de voz mais alto.

Saí do lugar com a cabeça a mil,meu coração batendo descompassado,confusa e sem respostas.

•••

O restante do domingo se arrastou infernalmente e agora estava caminhando para a escola como uma morta-viva,não havia conseguido pregar o olho,muitas coisas rondavam minha mente e eu me sentia péssima.

-Hinata-chan!-Matsuri saldou alegre quando me viu,mas sua expressão logo mudou ao perceber meu semblante abatido.-O que aconteceu?-Ela perguntou mais séria.

-Matsuri-chan eu...-Suspirei cansada,nem sequer conseguia falar sobre o assunto.

-Hinata-chan,está me preocupando!-Ela disse visivelmente angustiada.-Se foi o F4 denovo eu juro que...-Ela começou raivosa mas a cortei.

-Não! Eles não tem nada a ver com isso.-Disse cabisbaixa.

Entramos no colégio e o clima pareceu pesar,todos estavam estranhos e me senti nas primeiras semanas de aula novamente já que todos me olhavam atravessado e cochichando.

Olhei ao redor confusa,um sentimento ruim se apossando de mim.

Entramos no prédio principal onde vários alunos se aglomeravam ao redor do quadro de avisos que no início das aulas fez da minha vida um inferno.

-Olha só,parece que a vadia ainda tem energia depois de um final de semana tão agitado.-Disse uma garota do terceiro ano,que reconheci pois sempre me trazia algo de manhã.

Por favor,denovo não!

Tudo já estava ruim o suficiente pra mim para ainda ter que lidar com mais uma mentira.

Me espremi entre as pessoas que faziam questão de tentar derrubar e me aproximei da tela retangular.

Tudo que eu senti anteriormente voltou com força total,e ainda pior.

"Hinata,a então namorada de Uzumaki Naruto ,parece não estar satisfeita apenas com o líder do F4 e procura diversão em outros lugares. Será que o nosso querido Naruto sabe de suas aventuras?"

Embaixo da matéria mentirosa estavam fotos minhas...minhas deitada na cama dormindo ao lado de Utakata,que olhava para câmera com um pequeno sorriso.

-Como você pode ser tão piranha?-Gritou uma garota me puxando pelos cabelos bruscamente,me fazendo gritar com o susto e com a dor.

-Pare com isso!-Gritou Matsuri tirando as mãos da garota de mim.

-Agora vai defender ela? Aposto que é tão vadia como ela!-Gritou a mesma menina.

-Matsuri,por favor vá embora.-Pedi num sussurro para a morena.-Não precisa se meter nisso,apenas vá embora.

-Hinata-chan,mas eu...-Antes que ela pudesse terminar a frase os alunos a arrastaram para fora do círculo.

Estava me sentindo traída e humilhada,sem força nenhuma,me sentia suja.

Os alunos vieram pra cima de mim e a seção de chutes já começava quando uma voz cortou o lugar.

-Que merda está acontecendo aqui?-A voz raivosa era de Naruto. Meus olhos se abriram imediatamente,precisava de sua ajuda.

Me levantei devagar vendo os alunos dando passagem aos três "príncipes do colégio".

Antes que pudesse pensar em abrir a boca Shion passou bruscamente por mim,quase me derrubando.

-Senpai!! Eu sinto muito por isso! Mas essa Hinata é uma vadia mentirosa!-Ela disse praticamente se atirando em seus braços.

-Do que raios você está falando?-Ele perguntou nervoso. -Hinata o que está...-Sua voz morreu quando seus olhos azuis pousaram na tela retangular.

Senti meu coração apertar quando sua postura mudou e seu rosto se contorceu irritadiço.

-O que é isso,Hinata?-Ele perguntou respirando fundo.

-Naruto!-Minha voz saiu embargada.-Não é verdade! Nada disso! Eu não...eu não....-Não pude terminar a frase pois meus soluços me interromperam.

-Não? NÃO?-Ele vociferou. Seu rugido ecoou por toda escola e eu dei um passo pra trás com o susto,meus olhos se arregalaram e arderam enquanto as lágrimas caíam com mais intensidade.

Naruto se aproximou a passo duros e pegou meu braço de forma rude,praticamente me jogando em cima da parede onde estava o quadro.

-Então diga que não é você nessa foto!-Ele disse enfurecido,sua voz baixa porém intensa me doendo a alma.

Mas o que mais doeu foi não poder me defender,não poder dizer o contrário,eu queria poder gritar que não era eu,mas seria mentira.

-VAMOS HINATA! DIGA!-Ele vociferou novamente e eu me encolhi sob sua raiva.

Naruto deu uma risada irônica.

-Não acredito que fui tão imbecil a ponto de cair na sua lábia.-Ele disse,sua voz nunca havia soado tão ácida.-Como pôde fazer algo assim depois de tudo que eu disse?

Finalmente tomei coragem para levantar o olhar e encontrei os olhos do loiro cheios de raiva,magoa,desprezo...e decepção.

-Não sei como aconteceu.-Murmurei tentando fazer minha voz sair o menos embargada possível.-Por favor me deixe explicar!-Supliquei.-Por favor Naruto! Não me interessa em nada que eles acreditem em mim! Só preciso que você acredite!-Falei o máximo possível antes que o choro novamente me vencesse.

-Não quero ouvir nada de você,vagabunda.-Ele disse seco enquanto arrancava o cachecol vermelho que usava no pescoço e jogava no chão,pisando em seguida.

Senti meu corpo fraquejar,meu coração apertando de tal maneira que pensei que fosse morrer.

Naruto me deu as costas e logo me deparei com os olhares confusos e descrentes de Gaara e Shikamaru. Que também não permaneceram muito tempo.

Os alunos ali presentes seguiram o F4,prontos para despejar um monte de veneno em meu nome.

Shion foi a última do grupo a sair,e quando passou por mim disse com um tom superior.

-Te avisei.

Restando apenas eu e Matsuri no lugar,me permiti cair de joelhos quando a morena veio em meu socorro.

-Hinata-chan..!-Ela murmurou me abraçando. Retribui seu abraço necessitada enquanto sentia tudo ruir dentro de mim.

-Eu quero morrer...Matsuri-chan!


Notas Finais


QUE COMECEM AS CAPIROTAGENS!!

~aquele momento que a autora constrói um castelinho de areia bonitinho pro casalzinho E DEPOIS PASSA COM UM TRATOR EM CIMA DE TUDO!

Hoje foi muito corrido,tive vários imprevistos o que ocasionou no atraso desse capítulo,que será o único do dia!

E já vou avisando,não vou poder postar amanhã! Morram de curiosidade MUAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHA

Teorias?

Beijos da Tia Lizzy ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...