História BP - Playing With Fire - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink
Personagens Jennie, Jisoo, Lisa, Rosé
Tags Blackpink, Jennie, Jisoo, Kpop, Lisa, Romance, Rose, Shoujo-ai, Yuri
Exibições 20
Palavras 741
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Minha primeira Fanfic de Blackpink, focando na carreira das garotas desde o inicio contando também sobre um quadrado amoroso.
Espero que gostem!

Capítulo 1 - Lisa Trainee


Fanfic / Fanfiction BP - Playing With Fire - Capítulo 1 - Lisa Trainee

- Lisa você se atrassará assim!.-Disse meu pai apressado como sempre, por algum motivo, sempre que eu demorava,  mesmo que fosse minúsculos cinco minutos -o que era o caso- meu pai entrava em desespero e me colocava tanta pressão que eu me sentia em uma escola militar.

- Calma pai, vai dar tempo.-Tentei acalmar ele, enquanto terminava de amontoar minhas roupas na mala.

- Calma? Lalisa não me faça ter que ir aí!.- Ele gritou do outro lado da porta, sussurei um "sim" para mim mesma e comecei a acelerar.
Não que meu pai fosse ruim, mas entendam, ele é o tipico tailandês com aqueles costumes asiáticos que nao aceitam respostas dos filhos… Bem, ele nao é um pai ruim como ja disse, ele só esta nervoso e ansioso, -até mais do que eu mesma- afinal, eu finalmente havia sido aprovada pela YG, uma grande empresa de K-Pop, confesso que eu não sabia sobre a empresa muito bem, a única coisa que eu sei é dançar e compor rap, o resto é o resto.

Ah, sim, esqueci de me apresentar. Meu nome é Lalisa Manoban, tenho 17 anos na idade coreana e moro em Bungkok na Tailândia, por pouco tempo, afinal, ja que eu fui aprovada pela YG eu viajaria para a Coreia do Sul e virar uma trainer junto com outras 3 garotas -Não me deram detalhes sobre as tais garotas, apenas que são 3 garotas que treinaram comigo e futuralmente, se estivermos prontas,faremos um grupo juntas.-


- Você está tão linda.- Disse minha mãe com os olhos lacrimejados, ela veio ate mim, eu ja estava na porta de casa esperando meu pai pegar as chaves do carro, e, realmente, eu estava linda. Estava usando uma jaqueta preta e um croped branco, calça jeans rasgada preta com correntes na calça, -o que me deixava muito estilosa.- e um tênis preto [Visual Boombayah].

- Não vai chorar… Se não choro também, não quero ir para a Coreia com o rosto inchado. - Realmente eu segurei o choro enquanto minha mãe colocava uma mecha do meu cabelo loiro atrás da minha orelha.

- Vou sentir saudades… Por favor me liga sempre que puder, vou sentir saudades da sua vozinha. - Minha mãe disse e antes que eu respondesse ela me abraçou fortemente e eu puder ver por cima do ombro dela meu pai nos vendo, ele parecia magoado, talvez pelo fato de que ele não me veria por muito tempo.

- Vamos Lisa. - Ele saiu de sua transe sentimentalista me chamando e passou por nos duas, saindo de casa em direção ao carro.

- Eu te amo. - Minha mãe parou o abraço e me deu um beijo na testa, após isso, ela fez algo que eu nunca mais esqueceria. - Fighting!. - Ela levantou o punho direito e deu um sorriso aconchegante.

- Fighting!. - Fiz o mesmo e quase chorei, em vez disso peguei minha mala e fui em direção do carro de meu pai, sem olhar para trás, afinal… Com todas certeza eu anundaria Bungkok inteira com minhas lagrimas.


Não demorou muito até chegarmos ao aeroporto, a viagem de carro foi um grande silêncio, mas, assim que eu estava pronta para embarcar, meu pai me abraçou entre lágrimas.

- Não se esqueça de ligar para teu pai… E muito menos que eu te amo. - Ele disse tentando conter o choro e eu o abracei forte, mas ele me largou em seguida e secou os olhos. - Agora vai, tens uma carreira pela frente e você não pode se atrasar.

- Eu te amo… Fighting!. - Ele sorriu me ouvindo dizer aquilo. Eu realmente queria abraçar ele e nunca mais soltar, mas ja era previsto que um dia eu iria em bora, então, agarrei as malas tentando segurar o choro, sem olhar para trás.
Minha viagem foi calma e infelizmente triste por causa da saudade que eu ja sentia d me casa. Após várias horas eu estava na Coréia, assim que o avião pousou, senti o coração desparar, uma forte adrenalina no corpo, eu queria correr para fora e beijar o chão, mas, com aquela fila de passageiros era impossível, fui uma das últimas a sair e, quando sai, vi um homem alto esbelto com terno preto, ele era Coreano puro e muito, muito bonito, o tal segurava uma placa com YG destacada e em baixo estava meu nome em Tailandês, bem… Acho que minha jornada começa agora…


Notas Finais


Fighting!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...