História Bracci-Sforza - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruno Rezende
Tags Bruninho, Capitã, Seleção Brasileira
Exibições 25
Palavras 564
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente queria dedicar esse capitulo aos familiares da delegação do Chapecoense, sei que essa fanfic não tem nada haver com eles mas mesmo assim. Obrigado por lerem

Capítulo 6 - Nuzman



Deixei minhas malas no alojamento, dessa vez eu divido o quarto com a Jaque, me apresento em Saquarema hoje a tarde, depois daquele eu não falei ainda com o Bruno desde que nos beijamos, eu fui para São Paulo e fiquei lá ate ontem.   

-Olá querida

-Oi -digo retribuindo seu abraço

Eu adoro a Jaque, ela é tão simpática e uma nordestina arretada, nos conhecemos a uns quatro anos

-Como você está?

-Eu estou bem, ansiosa como sempre

-Relaxa, você sabe muito bem que vai da tudo certo. Vamos, daqui a pouco é a apresentação

-Ah ta claro -digo toda atrapalhada e gaguejando

-Algum problema?

-Não. E so...

-O que Fran? Brigou com o Brayan?

-Não. Vamos

Não queria contar o que aconteceu para Jaque, não é que eu não confiasse nela e que nem eu sei o que aconteceu. Mas relevei isso, ja que estou morrendo de saudade do meu irmão e do Brayan. Fomos ate o salão principal de Saquarema aonde todos da empresa estavam.  Foram chamando em ordem numérica, alternando entre os meninos e agente

"Bruno Mossa Rezende, RJX.                   

Francesca Bracci-Sforza, Rexona Ades..."

Ai meu Deus!

-Oi -disse

-Oi -Digo dando um suspiro

-Ta nervosa?

-Dessas coletivas de imprensas, eu espero o pior

Ele ri. Sabe normalmente perguntam sobre o Nuzman, ele é meu avô e nos não tínhamos um bom relacionamento, na verdade não havia nem relacionamento, minha avó morreu por culpa dele, por causa das traições dele, ele cometeu suicídio, ele passou por uma grave depressão.

"Temos a presença ilustre do presidente do comitê olímpico brasileiro Carlos Arthur Nuzman..."

Puta que pariu, eu queria muito desaparecer dali

-Você está bem? -Bruno me pergunta preocupado, ele sabia do Nuzman

-Sim

Os repórteres começaram a entrevista a Fe Garay, enquanto eu tomo um gole de água

-Nuzman, como você se sente ao ver seu netos convocados mais uma vez?

Não sei que é aquela repórter, mas já odeio ela, qual é, gosto de ser discreta, mas essa briga é publica

-Fico muito feliz por eles... Sei o quanto eles lutam para continuar na seleção

Ai meu deus "sei o quanto eles lutam para continuar na seleção"?, mas que porra de hipocrisia, não sabe nada da nossa vida

-Fran tem algo que queira declarar para completar o que seu avô disse?

-Bom... Agente da o nosso máximo para estar aqui, então é isso

Odeio isso, porque ele está aqui? Odeio saber que tenho o Nuzman como sobrenome. Ja não basta o que eu passei na minha primeira convocação, quando pensaram que eu so estava lá por conta dele?

-Quer sair daqui?

Aquele proposta do Bruno é tentadora, mas temo o que pode acontecer se eu for... Mas... Ah foda se

-Obrigado

-Vamos

Eu e ele fomos, as entrevistas ja tinha acabado, mas estava tendo um tipo de socialização ou sei lá como chamar aquilo. Bruno me levou para o ginásio, sentamos na arquibancada

-Como você está com o Nuzman?

-Ah... É estranho ver ele depois desses anos todos, nunca achei que o veria de novo

Bruno me envolve em seus braços, é so aquilo, era muito bom, eu sinto segurança. Nossos olhos se encontram, e que olhos. Me distancio e levanto, por que eu fiz isso? Era tão mais fácil continuar ali, quer saber, ele tomou a iniciativa uma vez, talvez seja a minha agora. De repente a porta do ginásio abre


Notas Finais


Comentem por favor


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...