História Bracci-Sforza - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruno Rezende
Tags Bruninho, Capitã, Seleção Brasileira
Exibições 90
Palavras 517
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ta ai gente, um capitulo meio médio, meio merda

Capítulo 8 - Assim tão rápido?


Vou para o ginásio, pra mim treinar é a melhor coisa, daqui umas semanas vamos para Guadalajara e estou muito ansiosa para a competição. Acho que vou permanecer como titular. Ja havia passado quatro dias que eu e o Bruno transamos e nem nos vimos direito, dissemos oi e só, não é que eu esteja ignorando, muito pelo contrário é que esta corrido e sempre que temos tempo, ele sempre está acompanhado.

-Aquilo que você queria me contar tem haver com que o Brayan insinuou? -Lu chega de surpresa e começa a aquecer comigo

-Mais ou menos. Depois do treino agente conversa

-Moçada aqui -Zé nos chama -Fran, Fabi, Dani, Jaque, Fabizinha e Paula vão começar como titular. Reservas desse lado e titular desse -diz ele apontando para os lados

Começo nas recepções, tento não errar nenhuma, as vezes não iam perfeitas, mas nada que cause danos ou atrapalhe o jogo

Ze libera agente depois de quase duas horas, vou ate o vestiário tomar um banho bem frio, so isso para me acalmar e me fazer da uma repensada na vida. Depois do banho vou para o quarto tentar dormir um pouco. Acordo duas horas depois, com uma fome imensa. Será que ainda tem morango? Eu nem gosto de morango, mas na fome. Sai do quarto e fui passeando pelo corredor. Peguei a maça ja que não tinha morango e me sentei na mesa.

Olho para os lados, lá estava deserto. Desbloqueio meu celular e entro no Twitter, varias notícias e memes. O relógio marca 18:30 e isso explica o grande murmúrio que ouço cada vez mais alto, o treino dos meninos tinha terminado.

-E ai -Brayan se aproxima de mim

-Oi... Como foi o treino?

-Puxado

-Entendi. Normal -digo rindo

Bruno e Pietro se aproximam e tento agir normalmente, mas sinto um forte enjôo, então saiu correndo do refeitório ate o banheiro aonde sem razão nenhuma, vomito.

-Fran o que aconteceu? -me disse preocupada ao me ver vomitando

-Ai não sei, so fiquei enjoada. Deve ter sido o morango, que comi hoje de manhã

-Morango? Francesca você detesta morango. Qual foi a última vez que menstruou?

Não pode ser, não posso estar gravida, não é tão rápido assim

-Lu eu não to gravida

-Como sabe?

-Porque não da para ficar gravida em quatro dias...

-Espera, você transou com quem?

-Com o Bruno... Eu sei que devia ter contado antes...

-Fran relaxa, não estou brava. Mas realmente não dá para engravidar tão rápido. Vamos para a enfermaria então

-Tudo bem

Fomos caminhando em direção a enfermaria, não dava para ir pra la sem passar pelo refeitório, então imediatamente depois que me viu, Bruno veio até mim

-Agente pode conversar?

Balanço a cabeça e ele me guia ate o quarto dele. Depois de trancar a porta, ele me beija, droga, eu não posso transar com ele de novo, não agora. Sinto sua mão gelada passar pelo meu corpo e...

-Bruno... Eu tenho que ir. Desculpa

Fui embora correndo, não posso me precipitar, claro que quero transar com ele, mas tenho que descobrir se estou gravida. Rezo que não



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...