História Brave - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Danielle Panabaker, Grant Gustin
Personagens Danielle Panabaker, Grant Gustin, Personagens Originais
Tags Danielle Panabaker, Granielle, Grant Gustin, Snowbarry, The Flash
Exibições 169
Palavras 1.412
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiii!
Um dia de atraso. Foi mal. Mas... As coisas estão complicadas. Bom... BOA LEITURA!

Capítulo 8 - Quite the pair


Fanfic / Fanfiction Brave - Capítulo 8 - Quite the pair

GRAVAÇÃO 1x12

DANIELLE'S POV.:
- Ei, Grant! Você viu? Eu ainda não consigo acreditar! Summer Nights!
- Eu vi! Você ainda lembra?
- Claro que sim! Me traz outras ótimas memórias também. Só que dessa vez vamos ter que cantar de verdade. 
- Você vai estar "bêbada", eu definitivamente vou adorar isso.
Ele riu e eu meio que concordei. Seria muito divertido, tirando a parte que eu teria que cantar. Mas... De qualquer forma... Grant Gustin nunca deixaria nosso trabalho sem graça ou vergonhoso.

GRANT'S POV.:
- Tem algo te incomodando?
- Por que você está perguntando isso?
- Você está fazendo aquela coisa, mordendo seu lábio inferior que você faz quando algo está te incomodando. 
- Eu estou bem! ... Cisco disse que eu não tenho vida social! - Danielle mudou de posição e nós dois rimos sem querer. - Desculpa, pessoal. 
E então, tentamos de novo. 
- Mas você não tem, tem? - Eu disse, olhando pra ela e agora nós pareciamos tão bem. Como se... Como se Barry e Caitlin fossem nós mesmo. Grant e Danielle. 
- Eu tenho! Eu cozinho, eu como, eu leio e eu ajudo você...
Ela é tão fofa. Tão linda! Ok. Fiquei quieto, Grant.
- Ok. Você está dizendo que faz tudo o que significa não ter uma vida social?
- Você não precisa ser rude sobre isso! - Ela sorriu e seu sorriso quase me distraiu. Quase. 
- Bom... Eu nao faço nada melhor do que você. Minha vida social consiste em correr em supervelocidade e Netflix.
- Que belo par nós somos, Sr. Allen.
- É, nós somos, Dra. Snow. 
Ok. É loucura dizer que na minha mente eu imaginei diferente? Ok. Eu sei. É loucura. A Yohanna não pode saber disso, mas... 
- Que belo par nós somos, Sr. Gustin. 
- É, nós somos, Srta. Panabaker. 
Seria incrível, não? Bom... Depois de algumas cenas, fomos à cena do Karaokê. Quando ela entrou, bom, eu deveria mesmo fazer uma cara boba. Afinal, ela estava linda. E não importa, eu ou Barry. Danielle ou Caitlin. A situação era a mesma. 
- Venha aqui, Sr. Barry Allen! ... Vem! Barry! Barry! Barry!
Grant correu e chegou até o palco.
- Ohhh ele é tão rápido! Shiiii...
Danielle começou a rir.
- Desculpa! 
- Não tente enrolar, Dani. Porque uma hora você vai ter que cantar e eu vou ouvir. E provavelmente rir da sua cara.
- Ai, cala a boca. - Ela disse rindo, enquanto eu também ria e me divertia demais. 
Nós tentamos de novo e conseguimos chegar à parte que cantávamos.
- Summer loving had me a blast...  Summer loving happened so fast... 
- I met a girl crazy for me... - Eu olhei pra ela, poderia ser um momento romântico. Tirando a parte que ela estava sendo uma bêbada ótima.
- Met a boy cute as can be...
- Summer days drifting away, to oh oh the summer nights...
Porém, tivemos que gravar várias vezes porque eu não conseguia segurar o riso, às vezes de propósito, mas ninguém percebeu isso. Eu acho. 
- Barry. Você vai ficar comigo até eu dormir? 
- Claro. - Eu me aproximei, voltando pra perto da cama novamente. - Pode me dar um espacinho?
- Oh! Claro. Venha! - Danielle disse, dando um espaço na cama. Eu me deitei rapidamente ao lado dela e então começamos a rir.
- Seria um final melhor, o que vocês acham? - Eu disse para Simon, um dos câmeras.
- Melhor não, Grant. 
- Ah! 
Eu me levantei e nós gravamos a cena de novo. Comecei a pensar sobre o que estava acontecendo comigo naquele momento. Era como se eu tivesse voltado anos atrás onde eu e Danielle éramos livres para certas brincadeiras e certas coisas. Mas agora não. Eu tinha Yohanna e ela o Jordan. Nós não podíamos nos apaixonar. Não estávamos disponíveis para isso. Apesar de Danielle ter sido uma parte incrível da minha vida, Yohanna era minha namorada. E eu estava bem assim. Não poderia estragar as coisas mais uma vez. Alguém chamou meu nome e então virei na direção da voz. E lá estava ela. 
- Ei! O que faz aqui?
- Achei que gostaria de uma surpresa. 
- Claro que sim. - Beijei Yohanna assim que me aproximei dela. 
- Ei! Finalmente veio nos visitar! - Danielle correu e a abraçou. 
- Ah! Eu disse que viria, não disse? Como vai, Danielle? 
- Perfeitamente! Mesmo que meu cabelo esteja bagunçado, não se preocupe. Eu estou bem.
- Ela só estava bêbada. - Eu completei e Yohanna olhou assustada, fazendo-nos rir.
- Fiz a Caitlin bêbada. Isso. 
Yohanna ficou um tempo lá nos assistindo, já que íamos jantar. Assim que terminamos, corri até ela e vi que Danielle estava se despedindo. 
- Grant. Tchau. Até amanhã. - Ela me abraçou e eu não pude evitar sorrir.
- Por que não vem com a gente?! - Yohanna sugeriu e eu não fiquei surpreso. 
Elas eram quase melhores amigas já. Eu sei. Estranho. Elas se encontraram umas três vezes, mas tudo bem. Mulheres... Ah. Mulheres.
- Bom. Chama o Jordan também. Não quero ficar sozinho no meio de uma conversa de mulheres.
- Não sei, pessoal. É um encontro de vocês. Eu e Jordan não deveríamos interromper. Também acho que o Grant está cansado da minha voz já.
Ela riu enquanto eu sorria.
- Obviamente não! Vamos Danielle. Vai ser ótimo ter vocês lá! 
Ela parou e pensou, depois decidiu ligar por Jordan. Ele nos encontrou lá no restaurante. Deu um beijo em Danielle, depois me cumprimentou e Danielle o apresentou à Yohanna. 
- E aí? Novidades? - O loiro se sentou e sorriu, simpático.
- Gravamos o 'Crazy for you'! 
- Danielle fez uma bêbada perfeita! - Eu disse rindo, lembrando de cada cena que gravamos.
- Barry é o cara mais fofo do mundo! Sério. - Danielle disse e Jordan olhou para ela. - Desculpa, mas é verdade. Primeiro. Ele segurou o cabelo da Caitlin, enquanto ela vomitava. Segundo. A apoiou e levou pra casa. Terceiro. Se virou enquanto ela trocava de roupa.
- Ótimo ponto! - Yohanna bateu palmas, enquanto eu e Jordan apenas ouvíamos. 
- Quarto. Ficou com ela até ela dormir. Foi muito fofo.
- Claro. Eu faço Barry Allen. - Eu disse, fazendo uma pose engraçada.
- Mas Barry é bem mais legal e fofo que você, Grant. 
- Ei! Yoyo. Eu sou seu namorado.
- Eu sei! Mas você não fez nenhum desses tópicos que a Dani apontou.
- Eu nunca vi você bêbada. - Disse e rapidamente bebi um gole do meu vinho.
- Falamos disso depois. - Todos riram e claro, sabiam que eu não havia dito a verdade.
- Mas também... Caitlin é a mulher mais fofa e bonita que eu conheço e você não é como ela. 
Danielle que estava de frente comigo me olhou e eu percebi o que tinha dito. 
-Bonita pelo coração, entendem?
- Claro. Então ela é a mulher perfeita pra você?
- Se ela fosse real, talvez. Mas... Deixa ela pro Barry. Eu prefiro você. - Sorri para a Yoyo que sorriu também, ela sabia que era uma brincadeira tudo aquilo. 
- Eles não vão ficar juntos, eu acho, Grant. 
- Sério, Dani? Poxa. Vocês formam um belo casal. - Jordan disse, e eu fiquei tentando entender se era ironia ou não. 
- Nós somos um belo casal, Sr. Allen.
- É, nós somos, Dra. Snow.
Nós dois rimos e continuamos falando de Barry e Caitlin. É. Nosso jantar meio que se resumiu nisso. Nos despedimos e eu e Yohanna fomos juntos pro apartamento dela.
- Gostou do jantar, Yoyo?
- Sim. Jordan é muito simpático. Mesmo ele quase não ter falado nada.
- É, ele é bastante tímido.
- Ele não é tão tímido assim. É que você não parava de falar, Thomas. 
Thomas. É.  Ela quase nunca me chama assim.
- Então não gostou?
- Eu gostei. Só... Acho que o Jordan não ficou muito confortável.
- Bom... Eu falo com a Dani amanhã. Boa noite. - Dei um último beijo nela, até me deitar na cama. Peguei meu celular e mandei uma mensagem.
"Obrigado por ir hoje! Foi tão divertido!
Nós somos um belo par, Panabaker." 
E então, alguns segundos depois, ela me respondeu.
"É, nós somos, Gustin.
(Vai ter volta todas as vezes que você me fez cantar Summer Nights hoje.)" 
Eu ri e desliguei o celular, logo pegando no sono.


Notas Finais


E aí? Gostou? Não? Comente!
Obrigada e até o próximo!
Beijos,
Dra. Snow Allen


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...