História Brazilian Spell on Mars - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruno Mars
Tags Drama, Revelaçoes, Romance
Exibições 57
Palavras 2.358
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii !!

Cá estou eu depois de um século...
Ai meninas me perdoem pela demora... o bloqueio foi grande, mas vamos seguindo... logo vou finalizar a fic. Estou feliz com o que consegui escrever, mas realmente não é fácil ter tempo e disciplina pra poder oferecer o que todas vocês merecem. De qualquer forma, agradeço imensamente essas guerreiras que continuam seguindo essa história e me enviando mensagens de apoio, sem vocês com certeza já teria desistido.

Bem... esse capítulo tem cenas quentes então... espero que gostem...kkkkk... afinal duvido que quem já leu até aqui não goste de uma boa putaria de vez em quando ...kkkkkk... a história está seguindo seu fluxo... como já disse antes, ela ainda não está exatamente nos tempos atuais, mas estou doida pra poder chegar na parte do lançamento do novo Cd do nosso gato....

Tem música pra encrementar...quem puder, o link está nas notas finais.

Bem é isso... me perdoem mais uma vez, espero que gostem!!

Beijoooo

Capítulo 28 - Última Chance ?


Fanfic / Fanfiction Brazilian Spell on Mars - Capítulo 28 - Última Chance ?

** Marina**

Não tem jeito. Nós somos um imã... fiz o que a Samantha pediu, dei o meu melhor de mim para conquista-lo e quando percebi, já estávamos nos beijando. E...foi tão bom! Era a sensação de quando você fica muito tempo longe e finalmente volta pra casa...

Quando voltei do transe, percebi que Samantha não estava mais na sala. Danada... fez de proposito e saiu de fininho.

Ficamos sem graça e ele me chamou pra jantar. E...depois de tudo isso, resolvi aceitar e ver pra onde as coisas vão... o que? Não sou de ferro poxa...

**Bruno**

Eu não contei pra ninguém, mas terminei com a Jessica na manhã seguinte do aniversário da Joana. Não dava mais. Com a volta da Marina pra Los Angeles eu não conseguia me concentrar na Jessica. Na verdade já não era mais tão legal ficar com ela. No começo foi muito coisa de pele e tal. Mas, com o tempo não adiantava só o sexo. Eu queria alguém pra conversar, dar risada, curtir e com ela isso nunca foi possível, sem falar que ela sempre dava um jeito de falar de dinheiro e até tentava regular o que eu fazia pra ajudar minha família. Pra piorar, depois que a Marina voltou eu falei o nome dela 2x enquanto transávamos. Ela ficou enlouquecida, mas acabou me perdoando. Acho que por isso que ela ficou ameaçando a Marina.

Quando terminei com a Jessica, é claro que ela não aceitou. Foi um dia difícil, ela falou muitas coisas e não concordava com nada do que eu falava. Mas, no fim não tinha mais o que dizer ... ela esbravejou eu a dispensei e cada um foi para um lado.

***

Saímos do estúdio, passamos no lanche e paramos pra comer em um local mais tranquilo, onde dava pra ver a cidade toda. Comemos o lanche só falando de coisas banais de família e tal.

Depois, saímos do carro e deitamos no capo pra contemplar a vista. E então, veio aquele silêncio mortal. Só ouvíamos as nossas respirações. Dai, ela falou:

- Me desculpe...pelo aniversário da Joana.

- É...você aprontou bem... por um momento acreditei em você, quando dançamos.

- Eu... queria te ferir, te provocar e enlouquecer a Jéssica, mas depois de conseguir isso, me bateu uma tristeza.... não sou assim, não gosto dessa sensação em mim.

- Você realmente conseguiu, foi difícil te ver partir...mas, também percebi que meu relacionamento com a Jessica não fazia o menor sentido... com apenas um olhar você me fez esquecer dela totalmente.

E mais uma vez o silêncio se fez...

- Não fala esse tipo de coisa... porra, você quer que eu diga ou faça o que com isso??

 

- Mas, é a verdade Marina... a mais pura verdade...

É Bruno... mas, eu não quero mais sofrer, a gente tem essa ligação forte e por mais tempo que passe parece que não acaba, muito menos diminui... – ela falou de cabeça baixa, como se estivesse tirando um peso de suas costas...

- Olha Mari, eu sei que fui um completo idiota, filho da puta com você.... mas, eu não consigo deixar de te amar, de te querer comigo... o que adianta eu ter todo esse sucesso e dinheiro sem você ao meu lado...tenho saudade do nosso tempo ainda sem grana, naquele perrengue, mas felizes e principalmente juntos... depois que você me deixou eu percebi o quanto poderia ter sido mais cuidadoso com você, mais romântico... por favor me perdoa, por favor! – abri meu coração pra ela, nem sei como as palavras foram saindo.

Ela então subiu o olhar, até encontrar com o meu. Passou a mão em meus cabelos, se aproximou e me beijou, daquele jeito que só ela fazia... quando percebi, ela estava em cima de mim e tudo começou a esquentar, não pensei duas vezes e a parei, pedindo pra irmos pra dentro do carro...eu nunca iria expor a mulher que eu amo assim, vai que alguém nos vê...

Tudo pegava fogo, entramos no banco de traz do carro, ela deitou e eu pude beijar cada centímetro daquele corpo maravilhoso, que saudade, que tesão.

Ela arranhava minhas costas e puxava meu cabelo. Tudo estava fora do ar, iriamos nos amar com força, selvageria e muito amor como não fazíamos há muito tempo.

Arranquei a blusa dela, abri sua saia e rasguei sua calcinha... ela gemia meu nome de uma forma tão sexy que eu estava quase gozando já... ela também tirou minha camisa e abaixou minha calça já junto com a cueca... e começou a masturbar meu pau, me levando aos céus.

Num impulso a levantei e puxei pra sentar no meu colo, e ela foi se ajeitando, descendo bem devagar e eu fiquei hipnotizado com aquela sensação boa de estar dentro dela novamente. Ela começou a se movimentar, então puxei os pés dela pra cima do banco pra eu que pudesse estocar mais rápido e forte do jeito que eu sabia que ela amava... e na hora ela começou a gritar de prazer...em seguida a coloquei de 4 no banco e lambi sua entrada com força, me lambuzando com seu gosto único, me posicionei atrás dela, encaixando meu pau na sua entrada, e a penetrei de uma vez, nós 2 gememos muito nessa hora, depois comecei a meter com força segurando em seus ombros... nosso sexo sempre era assim, forte, selvagem e extremamente sensual... ela pedia pra eu bater na bunda dela e puxar seu cabelo... e então percebi que minha garota ainda era a mesma na cama, gostava de ser safada, assanhada assim como eu e não tenho duvidas que esse foi um dos motivos de eu simplesmente ser doido por ela...

Continuei metendo fundo nela, e de nossas bocas só saindo palavras sujas...depois de um tempo ela me avisou que estava pra gozar, então também me liberei...com dó de saber que aquela sensação acabaria.

Deitamos de conchinha no banco do carro...meios espremidos e totalmente suados... e o silêncio se fez mais uma vez...

De repente ela falou:

- acho que nosso sexo não mudou em nada...

- pensei a mesma coisa... você continua insaciável né...

- assim como você, gato!

- e...e...e... agora Mari?

- agora você vai me levar embora pra casa, a apresentação é daqui 2 dias e precisamos descansar...

- já vai fugir do assunto é? Rsrs...tudo bem, eu vou te respeitar...

- Bruno, matamos a saudade, foi ótimo, mas isso não significa que eu vou correr pros teus braços.

 **Marina**

Sentir seu cheiro, ouvir sua voz tão perto se declarando pra mim me fez esquecer qualquer pudor ou ressentimento. Quando dei por mim já estávamos nos atracando dentro do carro, e como foi bom, como foi delicioso. Nada mudou, acho que só melhorou. E claro vem a hora de voltar ao mundo real... e ele me perguntou... e agora?

E eu escapei pela tangente... não sei, juro que não sei... ao mesmo tempo que quero muito ele de volta, tenho meus medos pra administrar. Resolvi tomar a atitude mais machista... deixar rolar... e aproveitar... como todos os homens normalmente fazem... -ah me deixa... tudo que passei me ensinou a largar mão de ser tonta poxa vida...

-Bruno, vamos deixar rolar? Pode ser??

Ele deu um sorrisinho amarelo e me levou pra casa.

Claro que depois disso os ensaios não tiveram mais problemas...hehehe mas, não ficamos mais... só nos aproximamos. Os doidos da banda sacaram tudo e ficavam fazendo piadinhas o tempo todo, mas eu só sorria e acenava...kkk

E chegou o grande dia da premiação...

Estava tudo perfeito e impecável. E eu morrendo de orgulho desses meninos e feliz por estar junto dessa vez.

A apresentação com o Maroon 5 foi super bacana e divertida a plateia gostou e aplaudiu muito.

A apresentação do Bruno seria mais no final, porque ele concorria ao melhor álbum do ano.

Sai do palco vestida de noiva e quando passo pelo corredor principal vejo a barata Jessica Caban na frente da porta do camarim dos meninos.... vaca!! Fiz questão de marcar presença...

Parei ao seu lado e ela me olhou umas 3 vezes até me reconhecer...

- O que faz aqui?

- Eu? Casando, não tá vendo? Vim buscar o noivo!

Entrei no camarim com tudo, e todos olharam...

- Bruno, cade você que não apareceu no altar?

- Quê? – ele responde com cara de pateta

- Que historia e essa hein? – a jararaca fala

Pisco para o Phil que entra na brincadeira...

- Você não sabe Jessica, a Mari e o Bruno vão casar no palco do Grammy...

- Como assim Bruno? – ela era realmente burra hein...

- Calma queridinha, isso é uma brincadeira tá, fica tranquilinha ai... – falei com voz fina igual a dela

- Sua maldita, você é louca e é claro que o Bruno não casaria com você... ele me ama!

- rá rá rá... com certeza, fica ai com seu amorzão!! Sai dando risada, desculpa, mas adoro provocar essa tonta... que ainda por cima é uma porta...

O Bruno veio atrás de mim no corredor ... – ei porque fez isso, agora vou ter que aguentar ela falando na minha cabeça!

- ela é sua namorada gato... se vira!!

- Ex Marina... ela é minha ex... – ele falou sorrindo pra mim... – ela só veio aqui me encher... tá me ligando o dia todo.... mas, nós terminamos... antes daquela noite... sabe?... ele deu aquela olhada sexy dele...

- eu apenas sorri –  aquilo soou como a mais bela musica pra mim... sou uma boba romântica incurável mesmo aff... dei uma piscada pra ele, e fui pra sala de figurinos trocar de roupa. Realmente saber que ele não está mais com ela, foi a melhor das notícias.

E estava na hora... luzes apagadas, som de floresta era a minha hora... e não vou mentir... me sentia a mulher mais sexy do mundo... eu precisava me sentir assim...

Música amores

Fiz a minha dança sensual na cadeira e ele surgiu a minha frente cantando a musica mais suja dele... a musica que mais representava nosso sexo... Gorilla !!

Fui me aproximando dele, passando as mãos por suas costas, até chegar em sua frente e ajoelhar, lambendo sua guitarra e a puxando... assim como no clipe... a arrasto até a beira do palco, coloco fogo e de repente somos tomados por água caindo em nossas cabeças... ele se aproxima, me puxa pra levantar ficando frente a frente e eu percebo pela sua pegada que ele não vai terminar a coreografia conforme o ensaio... ele me puxa, chocando nossos corpos e então ele segura na minha nuca, puxando meus cabelos e .... me beija.... E lá estou eu mais uma vez... entregue...

Nos soltamos quando ouvimos os gritos e aplausos ensurdecedores vindos da plateia... que foi abaixo....

Viramos de frente pro público e ele faz sinal com o braço pra que as pessoas me aplaudissem...

Eu fico roxa e apenas faço o mesmo gesto... louco... ele é louco!!

As luzes se apagam e eu corro pros bastidores... ele vem atrás de mim e me puxa em direção a uma porta... entramos numa sala de computadores e som sem ninguém...

Ele me prensa na parede segurando meus braços...

- VOCÊ É LOUCO !!!

- NÃO AGUENTEI... E EU QUERO VOCÊ DE VOLTA... EU PRECISO DE VOCÊ!!

Eu apenas o olho... não tenho resposta...

- O que aconteceu com o tempo que você ia me dar, me respeitar?

- Marina, por favor a gente se ama... para de ser tão marrenta...

Eu ri – faz tempo que você não me chama assim... saudade!

- Volta pra mim... – ele falou no meu ouvido, golpe baixo...

- ...Estou voltando, só tenha paciência... você terminou com a Jessica e precisa fechar esse ciclo...

- eu te espero meu amor... o quanto quiser...

Nos abraçamos por um bom tempo... e eu senti meu coração em paz, como há muito tempo não sentia.

Saímos daquela sala e fomos pro camarim... e lógico que a zoeira tomou conta... todos só comentando do tal beijo!

Fui pro camarim dos bailarinos e todos me perguntavam se aquilo realmente estava na coreografia... e eu não falava nada, eu estava extasiada ... fui tomar banho e naquele momento toda a nossa história se passou na minha mente, mas estranhamente apenas os momentos bons vinham... e então percebi que eu precisava dessa ultima chance... sim, era uma chance pra mim e não só para o Bruno... era uma chance que eu me dava de sim tentar viver a felicidade, sentir, permitir que ela entre e fique o tempo que puder, todos erramos, justamente para aprender a maior dádiva do ser humano... pedir perdão e perdoar... se reinventar, recomeçar, se permitir...

Depois de tantas emoções, fui me arrumar correndo, afinal queria ver o anuncio do ultimo premio da noite... tão especial...

Consegui um lugar nos últimos bancos da plateia. Eu queria muito ver aquele filho da mãe ganhar mais esse prêmio. Ele merece tanto!

E logo chegou a vez de anunciarem o premio. E ninguém menos do que Madonna estava lá...

Ela anunciou os candidatos e depois veio o resultado...

- E o premio de melhor álbum do ano, vai para o maior beijoqueiro do ano BRUNO MARS!!!

Não teve como não rir, da piadinha dela... ai ai ai...

Ele subiu no palco, todo lindo... e com aquele maldito sorriso nos lábios, com as covinhas mais sexys do universo!

- Poxa Madonna, assim você me deixa tímido!! Kkk... quero agradecer a todos que me ajudaram nessa caminhada, minha banda, gravadora, produtores, minha família, meus fãs... e... e... pra mulher que inspirou se não todas as músicas, mas grande parte desse álbum... a garota do beijo mais doce do mundo... bom, vocês devem imaginar quem é ela não é!? Obrigado a todos, boa noite!

Pai eterno, tô passada, morri e preciso voltar pra matar esse boy de tantos beijos. Será possível que ele consegue me surpreender mais??

É, não tem jeito... todos são testemunhas que eu tentei ... fui embora, fiquei longe, mas  tudo conspira pra ficarmos juntos... e a sensação que tenho ao estar com ele é viciante, é adrenalina pura... e essa é minha escolha... voltar... amar e amar!!


Notas Finais


Link da música: https://www.youtube.com/watch?v=AHDtXqjgEj4

E aí gostaram? Não está super grande, mas está cheio de amor !!!

Obrigada por não desistirem de mim!!

Beijooooo 24 K Magic pra vocês!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...