História Break the Ice - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eldarya
Personagens Ezarel, Keroshane, Leiftan, Miiko, Nevra, Personagens Originais, Valkyon
Tags Cabou O Amor, Comediante, Eldarya, Elfo, Ezarel, Guardiã, Nevra, Trouxa, Vampiro
Exibições 301
Palavras 2.203
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Então eu estou achando que estou postando muitas vezes, mas não consigo me impedir XD

Eu fui ver o tanto de favoritxs e já tenho 38 ~ Muito obrigada por darem uma chance a essa história que começou a se elaborada enquanto eu ia para o trabalho de busão, me faz realmente feliz quando gostam de algo que eu escrevo, mesmo que eu comece por auto satisfação eu só continuo animada por ver que existem pessoas que gostam de ler o que eu escrevo. Portanto meu sincero, MUITO OBRIGADA A:
~Brulinyx
~ThePsychoKiller
~hinataxx2
~Liie-sama
~Gabicalicota
~amiindoiin
~DanniellaH
~Rafica
~azeuzana
~Ankka
~LariLocats
~Lanocs
~Bubblegum_B1tch
~SunHee_Tsuyoshi
~Satsuki_
~ArqueiraDaLua
~Luarmoon
~IsinhaDosFDLs
~Unicorniouw
~pasocachan
~anynhaaa
~Maryell
~StellaSchiffer
~wujusonyeo
~badpluff
~Jullie_Chase
~Ninami
~LJnuage
~KawayStokland
~hannacarol
~Ottome-chan
~BlueXArmy
~_Mack_
~Haiyo
~ZuL
~DanyeleSummers
~RapozinhaAnni
~ApenasUma_Otaku

Ufa! Espero não ter esquecido ninguém, e que vocês continuem me acompanhado na jornada desses dois imãs para problemas.

E TAMBÉM A TODOS QUE VISUALIZARAM ESTA HISTÓRIA ~ FORAM QUASE 500 EXIBIÇÕES MESMO NÃO FAVORITANDO OU COMENTANDO SAIBAM QUE EU TAMBÉM GOSTO DE VOCÊS!


E os capítulos estão aumentando ~ Não consigo escrever menos, para quem não curte ler muito: perdoa minhas habilidades de enrolação e não desiste de mim.

Capítulo 6 - Some expectations are not met but make life more interesting


Fanfic / Fanfiction Break the Ice - Capítulo 6 - Some expectations are not met but make life more interesting

Algumas expectativas não são cumpridas, mas tornam a vida mais interessante.

 

 

Apesar de todos os eventos ocorridos ao longo do dia, Rima ainda não se sentia cansada, na verdade ela se sentia extremamente agitada. Como se não fosse possível dormir, ela estava repassando todos os eventos ocorridos nas últimas 48 horas: Ela vira a sua paixão beijando uma belíssima garota de cabelos ruivos, ela chorara na prisão de Eel, o local onde fora colocada da primeira vez que chegara a Eldarya, fora encontrada por Ezarel, a pessoa que tinha sido mais do que simplesmente desagradável quando chegara ali, tiveram uma conversa longa enquanto ela estava mais ou menos ébria, na manhã seguinte Ettore, seu irmão mais velho chegara a Eldarya no mesmo ponto que ela: a Sala do Grande Cristal, ele fizera o teste para saber se era faelienne, e o resultado fora instantâneo, Ettore era parte da Guarda Sombra, a mesma que a ex-paixão de Rima: Nevra, que aparecera enquanto ela estava se divertindo ao aprender mais sobre as diferentes plantas de Eldarya com Ezarel. E o coração dela palpitara quando ele havia se despedido.

 

Certo, ela já poderia mandar imprimir o certificado de ‘Trouxa Apaixonada’ com letra cursiva e o selo de Ezarel, ele provavelmente ficaria irritado com ela se descobrisse que a convicção que a tomara não parece fazer frente à gentileza do garoto de olhos cinza. De qualquer forma esquecera-se de cumprir a missão que Miiko havia dado a ela no dia anterior, ainda bem que a mulher-raposa não parecia ter pressa, mas era melhor executar logo as ordens dadas. Originalmente Rima queria a ajuda de Nevra, mas nem pensar que pediria a ele naquele momento, poderia ir com Ettore, mas ele acabara de chegar então era 100% certeza de que iriam se perder, o melhor era falar com Ezarel, afinal o Elfo estava sendo agradável, não agia mais como se a odiasse, sim era uma boa desculpa, aprofundaria a amizade com o homem de cabelos azuis e ficaria longe do cara que havia se tornado sua paixão. Sim, essa era uma ótima resolução.

 

Hmmm... Perguntarei para ele amanhã. - Com essa decisão tomada, ela caiu no mundo dos sonhos.

 

Enquanto isso em um dos quartos.

 

Ettore estava deitado no colchão inflável que havia trazido junto com muitos outros objetos ao ir para a floresta procurar sua irmãzinha, ele havia alcançado o objetivo, só que agora não poderia retornar por um bom tempo, esperava que a dupla de pais amorosos não se sentisse muito culpada, afinal eles não estavam por perto quando aconteceu, e só conseguiram ser avisados do desaparecimento da filha caçula um dia antes de o mais velho também sumir. Deixando de lado essa questão, ele notara o comportamento da mais nova quando mencionou ter entrado para a Sombra, provavelmente tinha a ver com o líder da mesma, visto que Rima não ficaria amuada por ele não fazer parte da mesma guarda que ela, ele deveria investigar esse assunto. Também procuraria saber mais sobre o relacionamento da irmã com o tal de Ezarel, ele não parecia ser o tipo dela, e normalmente ela teria uma relação água e óleo com esse tipo de pessoa, embora estivesse estranhamente próxima do mesmo, quase demais. Aproveitaria a ‘investigação’ sobre a vida ainda não amorosa da irmã, e descobriria mais sobre Miiko, apesar de irritante, ela era linda, e ele apreciava a beleza. Bom ele deveria dormir, amanhã seria atarefado. Um pequeno sorriso de satisfação cruzou os lábios do rapaz loiro, ele iria se divertir muito, sendo o irmão protetor e interagindo com a mulher-raposa.

 

Na manhã seguinte

 

Rima levantara cedo, para encontrar logo Ezarel, e cumprir a missão de Miiko, daria bom dia para o irmão, se não soubesse que o mesmo tinha o hábito de dormir tarde e acordar com um humor duvidável. Andou até o laboratório, porém ao abrir a porta o recinto se encontrava vazio. Tornou a fechar o local, e decidiu ir verificar o quarto de Ezarel, que ela sabia a localização por ter aceitado organizar depois que se tornou membro da guarda Absinto, o maldito piadista a fez arrumar o quarto diversas vezes, pois os objetos nunca estavam de acordo com o que ele queria! Enquanto ela remoía os eventos passados, acabou chegando à porta do quarto de quem buscava. Entrou sem bater, afinal ele nunca trancava a porta e mais de uma vez Enzo (a mascote de Rima) acabou pegando algo do quarto do rapaz de cabelos azuis (então já dá para imaginar o porquê de o relacionamento dos dois não ter progredido de modo pacífico em primeiro lugar).

 

Ezarel, você está acordado? – Entrou no quarto que lembrava tanto a decoração do dela (só quem sem todo o rosa) e o laboratório de alquimia. E não se sentiu muito surpresa ao ver o grande ‘caroço’ no meio da cama, que notou ser de casal. Ele é realmente espaçoso. Foi o pensamento que surgiu na mente da loira. Talvez eu devesse pregar uma peça nele? Ninguém poderia me acusar de algo, a culpa será atribuída a ele por não dormir com o quarto trancado. Talvez se eu fizesse uma ‘tatuagem’ bem vergonhosa em local visível ou talvez se eu ‘colorisse’ o cabelo dele? Acho que os materiais do laboratório serviriam bem para isso, e como não me parece que ele vá acordar tão cedo, melhor eu me apressar, só espero sinceramente que ele não tente me matar depois.

 

Com seu plano de ação estabelecido, Rima fechou a porta do quarto de Ezarel, e foi rapidamente para o laboratório, reunir o necessário, enquanto orava para qualquer entidade que conhecia que o plano não desse muito errado.

 

... Com Ettore

 

Acordara há apenas alguns minutos, como detestava a luz solar tão cedo, a noite poderia durar mais! Deixando de lados os resmungos e maldições por ter acordado cedo, afinal aquele quarto não tinha cortinas, ele pegou algumas peças de roupa que havia trazido, e se dirigiu ao local que Rima havia indicado ser o balneário comum.

 

Depois de todas as atividades matinais realizadas (você está loucx* se acredita que eu vou descrever tudo). Ele começou a caminhar parecendo mais um zumbi do que um jovem saudável de 20 anos. De olhos fechados ele sentiu o impacto com um corpo menor, e claramente do sexo feminino, devido ao tempo de reação ele conseguiu segurar a criatura antes que ela impactasse com o chão. Só para descobrir que a dita pessoa, era ninguém mais ninguém menos que a Grande Chefona da Guarda Reluzente: Miiko. Eu preciso seriamente colocar um radar nessa mulher, encontrar ela sem procurar deve ser uma habilidade incrível. Miiko se recuperou do choque que a percorreu ao sentir as mãos do rapaz loiro em sua cintura, puxando-a para cima, e impedindo o seu encontro direto com o chão. Depois de conseguir se firmar em seus próprios pés, ela calmamente se libertou do toque de Ettore, e se preparou para agradecê-lo, mesmo que metade da culpa do acidente repousasse sobre ele.

 

 

Muito obriga... – no meio da frase fora interrompida por uma voz familiar, que reconheceu como sendo de Alajéa.

 

Miiko venha rápido, está acontecendo uma confusão no hall das portas. Ezarel está um tanto quanto mal humorado e discutindo com Rima, parece que eles brigaram.

 

RIMA? EZAREL? – duas vozes, uma masculina e uma feminina reagiram à notícia da sereia de pele escura e cabelo azul celeste. E esquecendo o evento anterior, começaram a se dirigir ao hall da guarda.

 

Enquanto isso no Hall das Portas

 

Ah! Ah! Ah! Foi apenas uma brincadeira, Ez, você não precisa ficar tão furioso, garanto que sai com água. – Rima continuou rindo da situação do seu chefe de guarda, que ao invés do tom de azul normal ostentava um rosa forte no cabelo longo e bem cuidado. A autora da brincadeira estava atualmente gargalhando, enquanto usava Valkyon (que viera ver do que se tratava o escândalo) como um ‘muro’ para que o furioso elfo não a pegasse.

 

Você desperdiçou ingredientes nessa brincadeira, e embora eu deva admitir que realmente essa ideia foi original, você não espera que eu deixe barato, querida escrava? – Ele achara engraçado, no fundo, porém tinha uma reputação a zelar, e a jovem loira iria descobrir o quanto fora uma má ideia mexer com o gênio das piadas da Guarda de Eel.

 

 

Enquanto a dupla de chefe e subordinada argumentava no salão das portas, dois indivíduos, no caso a Miiko e o Ettore, chegaram junto com Alajéa e viram que já tinha um bom público ao redor dos três seres: Rima e Ezarel, com Valkyon de divisor.

 

O que está acontecendo aqui? – Miiko perguntou em um tom serio, fazendo o burburinho circundante sumir, somente os dois causadores de problemas mantinham-se batendo boca, sem se importar com o silêncio que surgira de repente. – RIMA! EZAREL RESPONDAM-ME IMEDIATAMENTE! – a líder da guarda reluzente detestava ser ignorada, ainda por um público tão grande, acendendo as chamas mágicas, exigira um posicionamento dos dois problemas a sua frente.

 

Ih, ela esquentou. – Ettore zombara da perda de paciência de Miiko em um tom mais baixo, porém fora escutado pela mesma que se virou para ele com rapidez.

 

Escute bem, novato, eu sou a líder máxima da guarda, minhas ordens costumam ser absolutas, embora eu prefira deixar que escolham as missões que querem realizar, mas quando eu digo algo, é para me escutar. – Ela informou em tom cortante que não toleraria esse tipo de rebeldia na sua responsabilidade.

 

Sabia que eu adoro mulheres temperamentais? Elas são muito mais ‘emotivas’. – Ettore não entendia o que raio se passara por sua mente, para ele para dizer aquela sentença, mas não se arrependia, a expressão de choque e o leve tom de vermelho que coloriram a expressão da imponente líder de Eel fora suficientemente compensatórios.

 

Se você acredita que eu me importo com suas preferências, está redondamente enganado, Ettore. – Embora se sentisse um tanto quanto constrangida e levemente feliz, não se deixaria enganar, ela lidava com um sedutor por anos como companheiro de chefe, e Nevra não conseguia nem comovê-la com belas palavras.

 

Se você tem tanta certeza assim. – O tom sarcástico voltara à fala do rapaz de olhos ametistas. Ambos estavam tratando os outros como ar, como se existisse, porém fossem invisíveis.

 

Nevra que tinha a impressão que era melhor não se meter, ainda mais quando os olhos dos dois se encaravam com tanta intensidade que davam a impressão de uma atmosfera carregada por cargas elétricas. Ele ficara muito interessado ao ouvir sobre a discussão de Rima e Ezarel, afinal era sua oportunidade para tentar se reaproximar da jovem, que estava muito próxima do jovem azulado, com quem ela não se batia em primeiro lugar, o interesse de Nevra se concentrava na sensação feliz que ele tinha ao se aproximar e interagir da jovem faelienne e já que o acaso havia sido tão oportuno, faria uma pesquisa básica sobre Rima, com o irmão da mesma.

 

Enquanto Miiko e Ettore tinham uma competição de encarar, Rima e Ezarel haviam cansado de argumentar, e foram para a despensa pegar alimentos, no caminho Rima ensinou o elfo a retirar a ‘tinta’ do cabelo e tórax, notando agora que a discussão cessara que o alquimista dormia apenas com a calça do pijama. E se repreendendo por ficar cobiçando-o sem camisa. Ezarel estava distraído observando a textura rosa que cobria parte do cabelo naturalmente azul apreciando o modo como à mistura estava mesclada, perfeitamente e mais satisfeito ainda em saber que poderia retira-la assim que tomasse banho.

 

Sabe, Ez, eu meio que queria te pedir um favor. – A faelienne começara o assunto, que a levou oficialmente a tentar encontrar o seu chefe direto, em primeiro lugar.

 

Depois de aprontar comigo, você pede a minha ajuda? Não se acha muito cara de pau não? Quer que eu faça uma solução para você passar no seu rosto, do mesmo material que usamos nos objetos de madeira, para que não sejam atacados por cupins? – Ezarel não resistiu em provocar a garota que caminhava ao lado dele, mesmo que no fim, quisesse passar mais tempo na companhia dela.

 

Na verdade sim, eu acreditei piamente que você poderia realizar esse favor, eu posso te dar algo em troca pela sua ajuda, desde que não seja ilegal. – Rima se apressou em tentar negociar com o azulado, se ele não pudesse ir junto, teria que recorrer a Valkyon, e embora simpatizasse com o platinado, ele não era uma companhia muito faladora, o que tornava o dialogo que queria ter mais difícil.

 

Um favor hein? O que eu quiser desde que não seja ilegal. Tudo bem, mas é melhor se preparar, não ache que será simples ou fácil. – O sorriso sádico que assumira as feições do Elfo, fez com que Rima sentisse que estava assinando um contrato com o Rei Demônio daqueles contos macabros. Ela deveria oficialmente esquecer qualquer tipo de afeição mais que amigável em relação ao de olhos verdes, era com certeza sinal de problemas. Depois de assinar o pacto com o demônio conhecido com Ezarel, ficou combinado de que eles dois se encontrariam no hall de entrada dali á meia hora, o suficiente para o Elfo retirar a tintura, e Rima vestir roupas ‘adequadas’ para caminhar pela floresta.

 


Notas Finais


*Caso tenha alguém agênero, ou do sexo masculino acompanhando a fic.

Nova enquete quem deveria ser a rival do amor de Miiko ou do Ettore? (afinal a emoção é o que há) Eu deveria invocar uma criatura para competir com Rima pelo Elfo? Se sim talvez eu aceite a ficha para OC, embora talvez essa não seja uma boa ideia, afinal eu não bato muito bem, e eu teria que escolher só uma e isso seria difícil para mim, mas bem, vamos nos divertir, certo? Mais importante qual o nome do Shipp Rima e Ezarel?


Desculpas pela perguntas, mas eu gosto de interagir com vocês mesmo se nem sempre sei como responder aos comentários e fique um simples "Obrigada por comentar". Saibam que eu me importo muito com o que vocês dizem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...