História Breaking me - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 25
Palavras 625
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Depois de mil anos a criatura resolve postar! Que lindo! '-'
Pse pessoas, bloqueio criativo tava foda e a escola tbm ñ tava ajudando. Mas aqui está! :3

Capítulo 6 - Medos


     Mia on
Entro na escola. A minha escola do ensino médio. Tudo está em silêncio, mas olho no relógio pendurado na parede da sala da secretaria e vejo que já são 13:15 p.m. Está na hora da aula. Quando olho para a frente novamente, todos os alunos e funcionários da escola estão me encarando. Eles me odeiam. Eu posso ver. Do nada, todos começam a falar ao mesmo tempo o porque de me odiarem e o quanto eu sou uma vadia sem precedentes, quanto eu estrago o mundo só pelo fato de existir. Continuo andando pelo corredor, pois nada que eles digam vai me afetar. Mas...quando chego ao final do corredor, lá estão eles. Hikaru, "S" e Aya. Eles me olham, com lindos sorrisos. Começam a dizer o que há de errado comigo e, ainda sorrindo,  me mandam embora. Eu começo a chorar, mas tudo o que eles fazem é rir.
-/-/-
Abro os olhos com dificuldade. A luz vinda da janela é muito forte. Acho que sou um gordo que acabou de correr uma maratona pois estou coberta de suor e lágrimas. Olho no relógio. 8:00 a.m. DROGA! TÔ ATRASADA!
Dou um pulo da cama e corro pra pegar qualquer roupa, mas no caminho acho um bilhete.
"Te deixei sã e salva em casa. Da próxima vez, tente não dormir no trem acompanhada de um estranho.
-Sam"
Então o nome dele é Sam! Fica um pouco mais fácil de saber mais sobre ele agora. Talvez eu procure ele no Facebook mais tarde e...
Mais pensamentos são interrompidos com o barulho do meu celular. É o Hikaru. Atendo no primeiro toque:
- Yo Hikaru!
-Mia! Até que enfim! Tava preocupado com você.-diz, nervoso
-Calma, não precisa fazer escândalo!
-Você me sai da festa sem dizer nada e quando eu te ligo, um cara estranho atende! Você quer que eu aja como?- ele respira fundo- Olha, só não faça mais isso, ok? Eu morreria se algum mal te acontecesse.
- Ok ok. Hey, onde você tá agora?
- Na faculdade. Inclusive eu soube que a tua turma tinha prova agora. Não me diz que você ainda tá em casa, ou Tá? Mi...
Desliguei o telefone na mesma hora e saí correndo de casa. Vamo lá universo! Que esse não seja mais um dia de merda.
     Mia off
     Pov. Sam on
Acabei de sair de casa. Aquela garota era realmente bonita. Fiquei com medo de deixá-la sozinha, ainda mais com aquele cara rondando. Mas no fim não pude ficar lá com ela. Minha mãe teve outra crise, e meu pai...bem, ele ficou bebendo no bar da esquina. Chegou pouco antes de eu sair. Não sei de quem ter mais pena, dele, que bebe feito um louco pra esquecer de tudo, ou dela, que se culpa por tudo oq aconteceu e vive deprimida.
Mas isso não importa agora. Tenho que ir pra UT, a melhor do Japão. O curso de fotografia é meio puxado, mas é a minha paixão. E as melhores fotos são as espontâneas, as que as pessoas não esperam que sejam tiradas. Ao olhar para esse tipo de foto, podemos ver a real face que todos tentam esconder. As pessoas ficam mais reais assim.
Estudo na Universidade de Tóquio graças à bolsa que ganhei no final do ano passado. Não tenho tido muito tempo nem disposição pra estudar esse ano. Acho que não sou tão insensível quanto a Hale falou. Opa. Minha estação.
Desço rapidamente a começo a caminhar. Melhor eu correr. Já estou atrasado, mas isso tem se tornado meio comum. Tanto faz. Estou cansado de pensar nessas coisas.
Vamos lá Sam! Vire o divertido até chegar lá, vire o divertido, aquele que todos gostam. É o único jeito de sobreviver.


Notas Finais


Meio sombrio esse capítulo. Continuem acompanhando e falem nos comentários o que vcs acharam desse cap. ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...