História Breaking The Rules 2 - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~Hachi_Nana94

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Himgi, Jihope, Lemon, Namjin, Vkook, Yaoi, Yoonchan
Exibições 63
Palavras 3.768
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiee... Voltamos... Desta vez cedinhooo

Capítulo 8 - Dark 'N' Stormy


 

@Namjoon

Acho que o meu cérebro parou de repente. Não estava psicologicamente preparado para ouvir uma coisa daquelas naquele momento. Não vou mentir e dizer que nunca pensei sobre o assunto, porque já pensei e mais do que uma vez só que é…novo, e eu não gosto muito de experimentar coisas.

Olhei o Jin que mostrava a expectativa daquele momento. Se o Jin geme daquela forma quando está naquela posição é porque não é mau, pelo contrario certo??

-Está bem…

                         

@Hoseok

Acabei por rir. Eu não queria rir assim na frente dele mas não deu para controlar. Levei a minha mão até ao queixo do Jimin e segurei o fazendo não mexer muito.

-Tu existes mesmo!? – brinquei – és um tarado!

Beijei-o, mordendo de leve o lábio do Jimin.

Já imaginei o filme todo na minha cabeça. O Jimin acha que irmos para casa dos pais dele significa abstinência, e significa mesmo! Imaginem que os pais dele nos ouvem ou assim!

Impulsionei o meu corpo contra o corpo do Jimin.

-Só se me deres motivos para eu não parar de relembrar o dia de hoje…

 

@Taehyung

Quase morri de rir com a forma como o Yoongi imitou o Himchan. Só ele para ser capaz de o dizer tão bem.

O Yoongi já estava a abusar um pouco da bebida para aquela altura do dia.  Afastei o álcool do professor Yoongi

-Eu percebo-o. Juro que percebo. Mas beber a esta altura do dia não vai ajudar em nada. Alias até pode piorar. Se quiser assim tanto beber podemos ir sair à noite, ir a um bar ou assim.

O Yoongi voltou a segurar a bebida deixando-me irritado

-Yah, para de beber!!!

 

@Jin

Tudo bem que eu perguntei porque queria mesmo trocar, senão não tinha perguntado mas nunca pensei que ele fosse dizer que sim. Durante aquele momento em que ele ficou a olhar para mim, a pensar no que haveria de responder, eu pensei mesmo que ele ia rejeitar a minha proposta. Mas, mais uma vez, o NamJoon surpreendeu-me e aceitou. Eu fiquei tão surpreendido que a minha reação instantânea foi fazer beicinho e implorar.

-Por favor, Joonie, eu prometo que vais gostar e… - interrompi-me a mim mesmo.- Espera lá, tu aceitaste?

Ele estava com uma cara de tão assustado que eu decidi acalmá-lo antes que ele voltasse atrás na palavra. Inverti as nossas posições, e gatinhei sobre a cama, até as nossas bocas estarem ao mesmo nível.

-Confia em mim, eu vou-te fazer sentir bem.

 

@Jimin

Peguei-o ao colo, num estilo tipo de princesa, surpreendendo o Hoseok que guinchou instintivamente. Ri-me enquanto ele me batia no peito.

-Olha que eu ainda te deixo cair, se continuas a mexer-te.- ameacei-o.

Ele parou o que estava a fazer e olhou-me daquela maneira assustadora que só ele sabe. Antes que ele prolongasse mais a conversa, beijei-o apaixonadamente enquanto caminhava em direção ao quarto. Devido à minha preguiça de ligar a luz durante a noite, eu já conhecia a casa de cor, sem precisar de estar a ver. E que jeito que isso dava!

Ao início, ele ainda resistiu ao meu beijo mas, assim que a minha língua pediu passagem, ele derreteu-se nos meus braços e entregou-se completamente ao beijo.

Deitei-o sobre a cama primeiro, antes de inclinar o meu corpo sobre o dele. Quebrei o beijo, fazendo o Hoseok gemer um protesto enquanto, ainda de olhos fechados, tentava seguir a minha boca. Sorri ao pensar no quão fofo ele era. Eu também gostava de beijá-lo mas agora, tínhamos que passar a outros níveis.

-Hoseok, amor, tens algum pedido especial para hoje?

 

@Suga

Desculpa TaeHyung mas eu, quando começo a beber Soju, fico logo descontrolado. A partir do primeiro gole, não há volta a dar.

-Deixa-me beber!- gritei-lhe.

Eu não queria gritar à única pessoa que ainda tinha paciência para me aturar mas o meu lado racional tinha sido trancado à chave pelo diabinho do Soju e, apesar de gritar “Para Yoongi” com todas as forças que tinha, as gargalhadas maléficas do meu diabinho começavam a tornar-se cada vez mais audíveis.

-Tu não entendes! - queixei-me. – Tens a vida perfeita por isso, não me julgues!

Eu realmente soou um idiota… Não me admirava nada que o Taehyung se levantasse neste preciso momento e me deixasse sozinho.

 

@NamJoon

Sorri por dentro ao ver a confusão do Jin em relação a minha resposta. Ele ficou realmente surpreso. Eu acho que ele pediu aquilo quase com a certeza que eu diria não, mas eu também sei deixá-lo sem palavras.

A única coisa que me deixava assustado era que eu não estava totalmente no controlo da situação e não sabia o que poderia acontecer. Quer dizer, eu sei o que vai acontecer, mas não como o Jin o vai fazer.

Depois de ter uma visão diferente do Jin sobre mim levei a minha mão até ao rosto dele e acariciei-o.

-Eu confio em ti.

Colei os nossos lábios e mordi de leve o lábio inferior do Jin.

 

@Taehyung

O professor Yoongi estava completamente alterado. Ele bebeu pouco álcool. Não achei que alguém reagisse tão mal apenas aquela quantidade de líquido.

-É melhor parares com isso e ir para casa!

Eu não queria que o professor Yoongi ficasse pior do que já estava. E pelo que sei ele ainda vai ter de estar com o Himchan hoje, o que não seria um ponto positivo na forma em como era visto pelo diretor.

-Yoongi para com isso. Estás a dificultar as coisas para ti mesmo. Como vais trabalhar assim bêbado?

 

@JIN

Apesar de me ter dado permissão para ser eu por hoje seme, fui eu mais uma vez o primeiro a gemer por obra do NamJoon. Eu tenho mesmo que treinar melhor o meu auto controlo! Ele sabe perfeitamente o quanto eu amo que ele me morda o lábio. O facto de ele dizer que confiava em mim, teve o efeito contrário em mim. Eu agora começava a duvidar das minhas capacidades. E se eu não conseguisse dar-lhe prazer? Agora não havia volta a dar. Eu tinha que aproveitar esta oportunidade porque era um milagre que só acontece uma vez na vida. No entanto, se eu queria ser o seme, eu tinha que o fazer um pouco mais submisso. Beijei-lhe o pescoço e deslizei uma das minhas mãos para dentro das suas calças, massajando-lhe o membro ainda coberto pela boxer. Ele gemeu baixo, puxando o meu cabelo levemente. Sorri e senti o meu peito encher-se de confiança. Eu ia fazer o NamJoon gemer. Mas baixinho que a mãe dele pode ouvir!

 

@YOONGI

Encolhi os ombros como resposta e sorri.

-Que interessa? Não vou fazer as coisas em condições e não... Eu acho que ele nem vai reparar na diferença. Ou... – ri – ou o álcool tem um efeito contrário em mim e eu fico um especialista a perceber os caprichos do HimChan!

O meu telemóvel tocou e nem precisei de olhar para o ecrã para saber quem era.

-Já estou a caminho, HimChan sunbae!!! – desliguei sem o deixar sequer falar.

-Bem, parece que a minha pausa terminou! Obrigado Taehyung! Não te preocupes que eu pago!

Levantei-me antes que o Taehyung me impedisse. Fui ao balcão e paguei a conta toda antes de voltar para a escola. Aposto que o HimChan está possesso! Ri-me com o meu próprio pensamento.

 

@NamJoon

Como sempre o toque do Jin é delicioso mas hoje em especial o toque dele dá-me aquela leve sensação de “eu estou no comando” e eu gostei de sentir isso, apesar de toda aquela dúvida inicial. Quando a minha mão foi até ao cabelo do Jin eu fi-lo de forma involuntária. A forma como ele me estava a estimular deixava-me a pensar em como tinha ele toda esta força sobre mim. Eu estava apenas a deixá-lo comandar apesar de toda a vontade que eu tenho de o agarrar e de ficar sobre ele.

Eu tinha quase a certeza de que se falasse a minha voz ia sair rouca ou de alguma forma estranha mas eu precisava de falar.

-Vais apenas usar a mão? – a minha boca abriu um pouco reagindo ao movimento que o Jin tinha feito – vamos acelerar esses preliminares….por favor

 

@Taehyung

O Yoongi estava completamente alterado. Acho que ele vai apenas arranjar mais problemas com o diretor. Eu ouvi mesmo ele chamar-lhe sunbae? O Yoongi muda mesmo muito quando bebe.

-Mas eu vou preocupar-me – disse mas tenho a certeza que ele quase não me ouviu

Ele apenas saiu não me deixando sequer pagar. E sai para ir trabalhar bêbado. Este professor não é mesmo nada normal.

Espero que ele tenha sorte e não lhe aconteça mais nenhuma.

 

@Himchan

Acho que o professor Yoongi foi às caraíbas buscar o café! Era normal alguém demorar assim tanto tempo para ir buscar café?

Tenho a certeza que está a fazer de propósito.

Peguei o telemóvel e liguei-lhe

-Vai demorar?

Ele respondeu-me que não e desligou. Ele desligou-me na cara! Acham isto normal?

Não demorou muito para que este surgisse na minha sala. As bochechas do Yoongi estavam um pouco mais coradas que o normal e quando ele se aproximou eu fiquei realmente irritado!

-Esteve a beber? Porque me desligou assim o telemóvel? Não sabe o trabalho que tem para fazer? Onde está o café!?

 

@Jin

Sorri de maneira marota, apertando o seu membro e fazendo-o gemer mais alto.

-É para veres o que eu sofro quando tu me torturas. Mas sim, até eu já estou a chegar ao meu limite e ainda temos que preparar essa linda bunda virgem.

Ele corou abruptamente e eu pensei o quão orgulhoso eu estava de mim mesmo por ter tido coragem de sugerir isto!

Beijei-lhe mais uma vez o pescoço antes de me voltar a sentar na cama. Despi-me lentamente de maneira a provocar o NamJoon, que olhava para mim como um leão que olha para a presa. Os seus olhos analisavam cada pedaço do meu corpo à medida que este era desvendado.

O meu membro já estava ereto e o NamJoon lambeu os lábios ao me ver completamente nu.

-Acho que é melhor não fazeres isso muitas vezes senão obrigo-te a chupares-me… E foste tu que pediste para apressarmos com os preliminares.

 

@NamJoon

Não esperava ouvir tais palavras da boca do Jin e menos ainda que tais palavras me deixassem completamente vermelho. Quando é que Kim NamJoon ficou envergonhado??

Não sei da onde veio tanta coragem mas o Jin estava a fazer direitinho. Olhar o corpo do Jin sempre despertou em mim as sensações mais distintas que existem. Eu lambi o lábio ao vê-lo despido mas a minha vontade era deitá-lo sobre a cama e abusar dele, tê-lo na minha boca, secalhar posso repensar quanto aos preliminares.

Tive a certeza de olhar o Jin nos olhos e de que os olhos dele se mantinham em mim. Levei o meu indicador até a minha boca e mordi-o de forma sexy.

-Jin … - sussurrei voltando a lamber os lábios

Será que ele é capaz de se controlar? Pensando melhor vou dificultar um pouco para o lado dele.

 

@Suga

Havia ainda uma parte de mim que sabia que era má ideia eu ter bebido quando sabia que ia ter que regressar ao trabalho mas havia uma parte ainda maior que estava farto de ser criticado e só queria poder fazer frente ao HimChan sem pensar nas consequências.

Já me tinham dito que, quando bebo, a minha personalidade muda. Fico mais confiante e sem medo de dizer o que penso. Este até poderia ser o maior erro da minha vida mas era a única maneira de eu enfrentar o HimChan de uma vez por todas.

Entrei no escritório dele e ele percebeu logo que eu tinha estado a beber mas ainda não fazia ideia do quanto.

-Esteve a beber? Porque me desligou assim o telemóvel? Não sabe o trabalho que tem para fazer? Onde está o café!?

E aqui estava a diferença entre o Yoongi depois do Soju e o Yoongi antes do Soju. Os meus colegas distinguiam estas duas personalidades chamando Yoongi ao meu estado sóbrio e Suga ao meu estado atual.

Apesar da alcunha, eu quando bebia Soju ficava tudo menos doce.

-Tantas perguntas… Hum… Deixa-me ver se respondo por ordem…- respondi, sem me lembrar que devia usar um discurso formal.- Sim, estive. Desliguei porque me apeteceu… Eu saber sei, mas estou farto de o fazer e, quanto ao café, provavelmente está na cafetaria.

Olhei para ele desafiadoramente, satisfeito ao ver que o tinha posto em choque. Ahah, HimChan, ah pois é! Ninguém se mete aqui com o Suga!

 

@Himchan

Fiquei um pouco irritado. Porque é que ele me está a falar assim? Levantei-me e fiquei na frente do Yoongi. Primeiro se ele não queria ir buscar o café apenas dizia que tinha acabado e eu tomava depois, quem se voluntariou para ir comprar mais foi ele, eu apenas concordei.

-É do álcool que tira toda essa coragem? – disse num tom mais sério – eu realmente não percebo qual é o seu problema. Quem fez asneira aqui, foi o professor Yoongi que chega atrasado no primeiro dia do novo diretor, sabe quão má imagem isso me dá de si?

Cruzei os braços e encarei-o.

 

@Jin

Ele estava a fazer de propósito para me provocar? De propósito ou não, estava a funcionar. No entanto, tinha que me controlar durante mais um pouco porque vê-lo ainda com aquela roupa estava a testar ainda mais a minha paciência do que o lábio que o NamJoon prendia entre os dentes. Ou secalhar o lábio estava a incomodar-me mais e, por isso não aguentei e, enlaçando os meus dedos no seu cabelo, puxei-o para um beijo necessitado, fazendo-o parar de morder o lábio. Ele aproveitou a nossa proximidade para agarrar no meu ombro, fazendo-me gemer durante o beijo ao acariciar a minha glande com o seu polegar.

-Joonie…- puxei mais o seu cabelo, acabando eu por morder o seu lábio assim que quebrava o beijo. Mantive a minha testa encostada à dele, a minha respiração já um pouco irregular. -Eu deixo-te chupar-me mas deixa-me tirar-te a roupa primeiro… estás a distrair-me… - reclamei. - Se não te portas bem eu ainda te amarro à cama.- ameacei-o…

 

@NamJoon

Se eu quisesse muito o Jin já tinha perdido o total controlo da situação. Bastou apenas o toque do meu polegar na glande dele para ele me arrepiar com aquele gemido maravilhoso.

Afastei-me um pouco do Jin e ajudei-o a despir-me, assim seria muito mais rápido.

Levei as minhas mãos até ao peito do meu namorado e empurrei-o fazendo deitar de costas na cama. Deixei a ponta dos meus dedos alisar de leve a pele das suas coxas fartas e baixei-me depositando pequenos beijos também ali. Mas o que eu queria não era realmente aquilo. Segurei a base do pénis do Jin e masturbei-o lentamente apenas com uns três movimentos. Aproximei a minha boca dali e passei a língua sobre a glande fazendo-a deslizar pelo membro do Jin até a base. Mudei um pouco a direção e desci até aos testículos sugando-os e voltando a deixá-lo, repetindo o movimento. Finalmente coloquei o pénis do Jin na minha boca chupando-o avidamente.

Pelo menos ainda sei como fazer para o deixar louco.  

 

@Suga

E a treta ficou 10 vezes mais sério porque ele levantou-se da cadeira e o seu tom era ainda mais sério.

-Quem não percebe o seu problema sou eu… Não entendo porque me odeia de tal forma ao ponto de preferir desperdiçar as suas férias de Natal comigo. Ou será que é exatamente o oposto e está apaixonado por mim e, por isso, quis uma desculpa para poder passar as férias comigo? -encurtei ainda mais a nossa distância mas, como teimoso que era, ele não se mexeu, apesar de as nossas bocas estarem perigosamente próximas. - Se calhar é esse mesmo o problema… Falta de sexo. -lambi o meu lábio superior e olhei-o de forma sugestiva antes de me afastar e ir sentar numa das cadeiras, numa posição descontraída com as pernas abertas.

Ups, parece que encontrei uma nova faceta da personalidade do Suga e deixou o HimChan totalmente pálido. Sim, eu estava a oferecer sexo diretor da escola!

 

@Himchan

A primeira parte era muito simples de explicar. Eu não gosto do Natal e depois não há ninguém que eu considere realmente importante para passar o Natal. E então prefiro apenas e trabalhar. Mas desta vez eu realmente não pensei no problema. Eu tinha obrigado o Yoongi a ficar cá a trabalhar sem saber se ele passaria esta quadra com alguém realmente importante.

A parte seguinte da conversa apenas me deixou sem saber o que dizer. Apaixonado? Mas do que é que ele está a falar. E porque esta proximidade toda?

Tive de pensar uma três mil vezes em como se articulava uma frase.

-Primeiro eu não estou apaixonado. Segundo falta de sexo não é um dos meus problemas – olhei-o – terceiro não volte a aproximar-se assim de mim e quarto vá para casa, porque o álcool não o está a deixar nada bem.

Assim que me virei expeli o ar dos meus pulmões e tentei manter-me calmo. Eu realmente não percebi mas o meu coração acelerou com aquela proximidade toda. Sentei na minha cadeira voltando a minha papelada.

 

@Jin

Eu acho que nunca vi o NamJoon tão apressado e ávido por algo, especialmente por chupar o meu pénis. Eu nem tive tempo para tirar uma fotografia mental em condições ao corpo nu do NamJoon e já estava a sentir-me ser atirado contra o colchão assim que ele inverteu as nossas posições. Eu já devia saber que o NamJoon tem esta característica muito especial de ouvir só aquilo que lhe interessa. Eu disse-lhe que o deixava chupar o meu membro quando lhe tirasse a roupa mas ele nem me deu tempo de explicar que, enquanto ele me chupava eu podia prepará-lo. Se continuar assim bem que eu enfio nele sem preparação nem nada e depois ele que não se queixe! É que agora, a minha vontade de afastar do meu pénis aquela boca macia que tão habilidosamente me chupava era nula. Senti a sua língua envolver o meu pénis enquanto a sua boca se movimentava entre a base e o topo do meu membro, fazendo-me quase gritar de prazer se eu não tapasse a boca com a mão.

-Nam… por favor… a tua mãe vai ouvir-nos…

Eu nem sequer tinha forças para esticar um braço e pegar no lubrificante que estava em cima da mesinha de cabeceira. Eu tinha que arranjar uma maneira de voltar a inverter as nossas posições...

 

@NamJoon

A voz trémula e sexy do Jin sempre me fazia arrepiar. Era suposto ele hoje ser o seme e se eu não me controlasse ia ocorrer exatamente o contrário.

Deixei o membro do Jin fazendo aquele tipo som e sorri ao ver a cara de prazer dele. Deslizei os meus dedos pelo corpo dele até chegar à nuca, onde agarrei. Puxei-o contra os meus lábios e beijei de forma quente.

Estiquei-me agarrando o lubrificante e deixei-o do lado da cabeça do Jin

-Ela não nos vai ouvir… - murmurei perto do ouvido dele – agora faz alguma coisa …

 

 

@Suga

Ele estava realmente a irritar-me com a sua atitude composta de menino bonito e bem comportado. Porque é que ele tinha que ter sempre esta aparência de ser perfeito que nunca erra? Ele não repara que essa maneira de ele ser só irrita as pessoas e o faz parecer inacessível. Mas eu não ia desistir. Especialmente quando reparei na forma como a nossa proximidade e o meu convite o tinham deixado desprevenido, mesmo que por breves segundos. Se eu forçasse mais um bocadinho podia ser que ele baixasse mais a guarda e as coisas iriam tornar-se bastantes interessantes para o meu lado. Ou então poderia estar enganado e correr muito mal e eu acabar por ser despedido. Mas pronto, essa era uma preocupação do Yoongi. O meu papel era resolver esta situação de uma vez por todas. Levantei-me da cadeira assim que vi que ele me estava a ignorar. Ou a tentar. Observei-o atentamente, reparando que os seus ombros descontraíram quando me levantei mas voltando a ficar tensos assim que se apercebeu que eu não me dirigia para a porta mas sim no sentido oposto, na sua direção. Ele tentava ao máximo ignorar a minha presença mas eu estava já a divertir-me imenso ao reparar na forma como eu o afetava. No entanto, eu conhecia o tipo dele e sabia que, se forçasse muito, o efeito seria totalmente o oposto daquilo que eu pretendia. No entanto, isso não quer dizer que eu não o provoque um pouco antes de me ir embora. Aproximei-me dele por trás e beijei-lhe a curvatura do pescoço, deslizando as mãos para dentro da sua suéter de lã e arranhando-o ao de leve. Sorri vitorioso ao senti-lo arrepiar-se ao meu toque. Antes que ele tivesse tempo de reagir sussurrei-lhe ao ouvido.

-Podes até dizeres para não me aproximar de ti mas parece que o teu corpo tem uma opinião diferente. Mas não te preocupes, por hoje vou-me embora. E era assim que se fazia uma saída em grande. Amanhã era um novo dia e o Yoongi já ia retomar o meu lugar.

 

@Himchan

Porque é que ele me estava a fazer isto? Era só uma brincadeira idiota e eu sabia, ele apenas me queria testar, saber se eu era realmente a pessoa que sempre me mostrei perante todos.

Era verdade que eu me tinha arrepiado, e que o meu coração tinha acelerado ao ouvi-lo falar perto do meu ouvido mas também era verdade que aquele Yoongi era apenas o Yoongi controlado pelo álcool que diz o porque de estar frustrado e o que quer.

Eu estava perante duas opções: ou deixava o Yoongi ir embora e esperava que ele regressasse sóbrio e que se desculpasse e fingíamos que nada disto tinha acontecido ou então fazia o que eu estou realmente com vontade de fazer.

Não me lembro de ninguém me ter feito arrepiar só com a merda de um beijo no pescoço e meia dúzia de palavras tontas.

Empurrei o que estava a fazer para um canto e sai. Tranquei a porta e saí atras do Yoongi.

Quando o encontrei falei um pouco mais alto.

-Entre no carro!

O Yoongi parecia completamente confuso

-Entre no carro

Como ele não se mexia eu apenas destranquei o meu carro e empurrei-o até ao banco do pendura fechando a porta em seguida. Quase deslizei por cima do capô até ao outro lado. Assim que entrei liguei o motor e arranquei.

-Ninguém mandou provocar


 


Notas Finais


Esperamos que tenham gostado...
Mas podem sempre dizer o que estão a achar....
Até breve
Beijoss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...