História Breathe - Capítulo 48


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 55
Palavras 1.372
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


eu vou preparar os cap pra postar e dá uma vontade de escrever tudo de novo '-'

mas me controlo e só arrumo umas coisinhas

enfim

Enjoy this capítulo

Capítulo 48 - Capítulo 47: Permita-me secá-la um pouco mais.


Sophie PDV


Chegamos à mansão por volta da 1h da tarde. Manuel, o mordomo dos meus pais, disse que Alexander e Debbie estavam almoçando na piscina com os convidados. Eu ainda podia sentir o vento batendo em meu rosto. Jay e eu havíamos passado quase a manhã toda no lago, após termos tomado café em um quiosque do shopping. Eu não queria mesmo ter ido embora, o clima familiar que tinha na beira da água estava me fazendo tão bem.

— Espero que tenham aproveitado a manhã — Manuel diz nos olhando por sobre o ombro. — Estava linda, não acham?

— Passamos no lago! — Jay diz pondo o braço ao redor dos meus ombros. Ele joga um sorriso gentil a Manuel, mas o mesmo simplesmente o ignora. Quero gargalhar disso, porém chegamos aos fundos da casa e avistamos meus pais aos risos.

— Filha! — Debbie é a primeira a me ver, o que chama a atenção de todos.

Aperto a mão de Jayden apenas por reflexo, enquanto nos aproximamos de todos.

— Oi! — Abraço mamãe que se ergue. Logo depois Debbie abraça Jayden. — Hey meninos. — Sorrio aos dois garotos que comiam de uma forma animada. Dessa vez, não consigo os reconhecer muito bem, pois eles usavam sungas idênticas.

— Oi Sophie. — Falam em um coro bonitinho.

— Olá — Cumprimento Heloise e Tim com um beijo na bochecha. A conhecida francesa educada. — Papai — Beijo a bochecha de Alexander que sorri a mim. — Nem nos esperaram. — Brinco ao olhar para mãe que conversava com Jay.

— Ora, vocês combinaram de vir mais cedo — Debbie ri. — Gente, esse é Jayden, o noivo de Sophie. — Debbie apresenta Jay a todos a mesa.

— Olá, é um prazer — Tim, que estava em pé, aperta a mão de Jayden e sorri. — Alexander já havia me falado de você. Um ótimo advogado, pelo que soube. — Sorrio e percebo que meu noivo parecia orgulhoso de si mesmo.

— O prazer é meu. — Diz ele.

— Essa é minha esposa, Heloise — A linda mulher de cabelos negros e olhos verdes se ergue e aperta a mão de Jayden, ostentando um sorriso. — E esses são os meus meninos — Aponta pros gêmeos. — Jake e Marco. — Os dois pequenos acenam a Jayden.

— E ai carinhas. — Ele sorri aos dois.

— Então, nós já estávamos quase terminando de comer, mas podemos pedir pra Manuel lhes trazer o almoço. — Sugere Alexander, surpreendendo a mim e a Jayden.

— Seria ótimo! — Diz Jay, porém não lhe dou muita atenção, eu estava olhando em direção a Manuel que estava na borda da piscina, conversando com a garota. Meu coração quase vem à boca ao vê-la ali, sorrindo ao mordomo. — ... mas optamos por vir logo pra cá. — Volto-me a Jayden.

— É. — Digo completamente aérea ao que ele falava.

— Manuel! — Debbie chama o mordomo que olha em direção a nós. Erin acaba por olhar também, logo encontrando o meu olhar. — Traga o almoço para Sophie e Jayden, obrigada. — Debbie volta-se pros convidados.

— Filha, venha cumprimentar Sophie e o noivo! — Heloise grita para Erin que estava deitada em uma esteira, de costas para nós.

A garota se ergue, provocando em mim um mine ataque cardíaco. Não havia, mesmo, me preparado para aquela cena. Erin anda em direção a nós normalmente, mas aquilo faz com que eu babasse ainda mais por dentro. A garota estava usando um biquíni preto simples, mas seu corpo era a coisa mais linda que eu já havia visto.

As curvas lindamente desenhadas. A barriga chapada e os seios fartos, apertados pelo biquíni. Sua pele cor de cobre, brilhando por causa do protetor solar, suas pernas pareciam ter sido moldadas exatamente com o propósito de desconcertar. Os cabelos presos em um coque bagunçado. Tudo nela parecia lindo e feito especialmente para enlouquecer com a minha mente. Imediatamente me esqueço que Jayden estava ao meu lado.

— Jayden, essa é Erin. — A voz de Tim me faz recobrar o raciocínio.

— Oi — A garota para e sorri gentilmente a Jayden e depois olha para mim. Os olhos castanhos brilhando de malicia. Ela vestia uma camisa social azul, mas a mesma estava aberta, dando um ar ainda mais natural a ela. — Professora.

Quase, quase, bufo, mas abro um sorriso a garota.

— Professora? — Jayden olha para mim, perdido.

— Ah, não é incrível Jay? Descobrimos que Sophie é professora da Erin! — Diz Debbie, sorrindo com empolgação.

— Pois é — Olho para os garotinhos. — Então vocês estão se divertindo?

— Siiiiim! — Gritam os gêmeos, logo fazendo todos rirem.

— Vamos, parem de escândalo e dêem lugar para Sophie e Jayden poderem almoçar. — Diz Tim.

— Podemos entrar na piscina? — Pergunta um deles. Eu não sabia dizer qual era qual.

— Esperem um pouco, por favor — Pede Heloise. — Vocês recém comeram.

Eles suspiram tristes, mas se erguem.

— Sentem. — Diz Alexander a nós, apontando.

Jayden sorri e toma o lugar ao lado de Debbie, deixando a mim o lugar ao lado de Tim. Ao me sentar, posso perfeitamente ver Erin e seu corpo. A garota era a única ali usando biquíni. Eu não entendia como ela podia estar tão confortável.

— Então, vocês já têm a data do casamento marcada? — Pergunta Heloise, fazendo eu parar de secar sua filha para olhá-la. Perceber aquilo quase me faz gargalhar, mas me contenho.

— Estávamos pensando em — Jayden aceita o prato que Manuel pousa a sua frente. — no início do ano que vem. — Responde o homem, logo sorrindo.

— Sim, Jayden e eu estávamos conversando e surgiu a hipótese de ser logo após o natal. Dizem que é uma época muito boa. — Debbie fala, sorrindo a Heloise.

— E você Sophie? — Pergunta Tim. — O que você acha?

— Sinceramente, não vejo porque a pressa — Levo uma garfada de comida aos lábios. — Ficamos noivos durante um ano, porque apressar as coisas justo agora. — Debbie fecha o sorriso e Jayden mexe-se ao meu lado, desconfortável e logo dando uma risadinha sem graça.

— Eu concordo — Diz Alexander. — Estando casados ou não, Jayden já faz parte da nossa família. — Meu pai sorri a mim e a Jay.

— Obrigada. — Diz o homem, quase corando.

— Isso é bom — Fala Heloise. —, sabe, encaminhar os filhos a proteção de outra pessoa. Tenho medo de ter que fazer isso um dia — Percebo que Heloise lança um olhar bobo a filha que estava na beira da piscina com os gêmeos, aos risos. —, mas sei que esse dia não vai demorar.

— Erin é uma menina linda, tenho certeza que ela irá encontrar um namorado incrível — Fala Debbie. Olho para os pais da garota, esperando vê-los corar ou mudar de assunto, mas eles apenas se olham e riem, surpreendendo a todos na mesa. — Ahm, qual a graça? — Debbie pergunta, sorrindo em confusão.

— Desculpe — Diz Heloise, sorrindo. — é que Erin é diferente.

— Mas diferente de uma forma boa. — Completa Tim.

Sorrio, abaixando a cabeça e olhando em direção ao meu prato de comida. Já Debbie, Alexander e Jayden, pareciam confusos com isso.

— Erin é gay. — Diz Tim, sorrindo.

O olho com fascínio. Era incrível! Não havia nada de ruim em seu olhar. Não havia desprezo, decepção, nojo ou qualquer coisa que fizesse você se sentir mal. Você só via ali o orgulho e a felicidade que ele sentia pela garota. Era algo tão puro e único que podia mexer com qualquer um.

— Oh! — Debbie diz, surpresa, mas sorri. — Interessante. — Toma seu vinho.

Sinto um olhar me queimar, logo percebendo ser meu pai.

Alexander me olhava com preocupação. Os olhos azuis desbotados a espera de algo, como eu fosse me erguer e assumir a todos que era lésbica também. Isso faz eu me sentir mal, não a hipótese de um dia fazer isso, mas o fato de meu pai se sentir preocupado com isso, com eu me assumir.

— Bom, mas ela também irá encontrar uma ótima companheira, garanto, é uma garota adorável — Diz Debbie, cortando o olhar de Alexander. — Sophie demorou, mas encontrou Jayden e olha só. — Jay olha para mim, sorrindo de uma forma idiota.

— Pois é — Diz Alexander. — Todos têm a sua metade. — Olha para Debbie e sorri.

Todos riem.

Gosto do fato deles ficarem ali, nos fazendo companhia enquanto Jayden e eu comemos. Conversamos sobre empregos, tendo Jay, Tim e Alexander como alvos, mas acabo descobrindo em meio a isso que Heloise trabalhava em um estúdio de filmes. Isso faz com que eu entendesse o porquê de Erin gostar tanto disso.

 

 


Notas Finais


vontade de socar a cara desse jayden -q


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...