História Breathe Me - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Visualizações 621
Palavras 1.542
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


A música "Leave Out All The Rest" que foi a música trilha sonora do capítulo anterior também faz sentido com esse capítulo, mas decidi colocar "Final Masquerade", também do Linkin Park, porque a tradução e o som da música é maravilhoso. Se quiserem ler o capítulo ouvindo a música deem play quando a letra da música aparecer no capítulo. Beijos e boa leitura!

Capítulo 38 - Speaking Truths


Fanfic / Fanfiction Breathe Me - Capítulo 38 - Speaking Truths

P.O.V Brooke On

Tearing me apart with words you wouldn't say

Me acabando com as palavras que você não diria

And suddenly tomorrow's moment washed away

E de repente os momentos do amanhã chegaram

Cuz I don't have a reason and you don't have the time

Pois não tenho um motivo e você não tem tempo

But we both keep on waiting

Mas ambos continuam à espera

For something we won't find

De algo que não vamos encontrar

 

Eu estava deitada em minha cama lendo um livro, "O Feitiço do Cálice de Pedra", em som baixo eu ouvia algumas músicas calmas, tristes, melancólicas, lentas. Sim, eu consigo prestar atenção em uma leitura quando estou ouvindo música. Resolvi ler o livro para tirar meus pensamentos do Justin, mas eu não conseguia, liguei para ele, mas sempre que dava o primeiro toque eu delsigava, eu estava sem coragem de falar com ele.

Eu sou uma idiota.

Abaixei o livro parando de ler e olhei para o teto, até quando isso vai durar? Eu não estava aguentando. Por que o amor dói? Por que uma separação dói? É tão difícil ficar longe da pessoa que você ama, mesmo sendo um amor meio conturbado, com pessoas se entrometendo no meio. Eu o amo muito, eu sinto a sua falta, eu o quero, eu não posso viver sem ele. Não sei quando eu vou aguentar. Eu até poderia ir atrás dele, mas eu sou uma idiota com um orgulho grande. Sim, eu tenho o orgulho muito grande.

 EU o magoei primeiro, eu defendi a porcaria do Zac enquanto o Zac estava errado, pois sabia que eu tinha namorado. Mas eu não iria beijá-lo, eu recuei, mas Justin na raiva do momento nem deve ter percebido. Justin não quis me ouvir, Justin ficou irritado, nervoso, com raiva e vontade de explodir, ele também errou.

Eu fechava os olhos e sua imagem sorrindo vinha na minha cabeça, eu esquecia os momentos conturbados que eu tive com ele e lembrava dos felizes. 

Respirei fundo e abri os olhos, marquei a página do livro que eu estava lendo com um marca páginas e levantei me da cama indo até uma mesa que ficaba perto da janela, coloquei o livro lá e ergui minha cabeça olhando para a janela colocando uma mecha de cabelo atrás daminha orelha e foi ai que eu o vi do outro lado da rua.

 

The light on the horizon was brighter yesterday

A luz no horizonte foi mais brilhante ontem

With shadows floating over, the scars begin to fade

Com sombras flutuando, as cicatrizes começam a sumir

We said it was forever

Dissemos que era para sempre

But then it slipped away

Mas, em seguida, fugiu

Standing at the end of the final masquerade

De pé, no final da farsa

The final masquerade

A farsa final

 

Nosos olhares se encontraram e ele desfez o sorriso, não sabia qual era a minha expressão, eu fiquei totalmente sem reação. Eu não sabia o que fazer, não sabia se eu fosse até ele ou ficasse ali o olhando. E que diabos ele estava fazendo ali? Ele me odeia.

Não Brooke, se ele te odiasse ele não estaria ali. Mas e se eu me iludir? 

Dentro de mim estava um batalha interna. Sim ou não? Ir até ele ou ficar? Ignorar ou falar com ele?

EU NÃO SEI O QUE FAZER!

Nós não me mexemos, ficamos como se tivessemos paralisado, o tempo parou ali nos congelando. Levantei mais o meu corpo ainda sem tirar os olhos dele.

BROOKE, VOCÊ AMA ELE. VÁ ATRÁS DELE, NÃO SEJA TOLA!

Uma voz gritava dentro de mim e eu decidi, eu vou ir até lá, eu vou ir atrás dele e tentar me explicar. Eu o amo e não vou deixá-lo ir tão fácil.

 

All I ever wanted, the secrets that you keep

Tudo o que eu sempre quis, os segredos que você guarda

All you've ever wanted

Tudo o que você sempre quis

The truth I couldn't speak

A verdade que eu não pude falar

Cuz I can't see forgiveness, and you can't see the crime

Pois não posso ver o perdão e você não pode ver o crime

And we both keep on waiting for

E nós dois continuarmos esperando por

What we left behind

Aquilo que deixamos para trás

 

Dei alguns passos pra trás lentamente e depois corri para abrir a porta do meu quarto, passei pelo corredor correndo e também desci as escadas correndo quase caindo nelas. Corri até a porta e a abri me preparando para gritar o nome de Justin, mas ele não estava mais ali. Do outro lado da rua onde ele estava agora estava vazio. Seria aquilo uma miragem? Eu estava ficando louca. Sai da varanda e olhei para os dois lados da rua, olhei para a direita, olhei para a esquerda, mas não vi nenhum sinal dele.

Eu não estava ficando louca, eu não posso ficar louca!

Senti meus olhos lacrimejarem e não poupei as lágrimas de sairem dos meus olhos escorrendo pelas minhas bochechas.

Por que?

Deus, por que tanto sofrimento pra mim?

Mesmo estando frio na rua eu me sentei no chão cruzando minhas pernas e me pus a chorar e chorar escondendo meu rosto nas minhas mãos.

- O que você está fazendo aqui fora, Brooke? E por que está chorando?

- Como sabia que eu estava aqui? Pensei que estivesse dormindo. - sem olhar pra ela eu falei entre solusos.

- Eu fui beber água e vi a porta aberta, vim fechar e te encontrei ai. - Julia se abaixou do meu lado e colocou uma de suas mãos no meu ombro. - O que houve?

- Minha vida acabou, Julia.

- Por que?

-Justin terminou o namoro comigo por causa do Zac. - comecei a chorar de novo. - Eu amo o Justin, Julia - eu olhei para ela, eu estava desesperada. - Eu o amo tanto que chega a doer. Da janela do meu quarto eu o vi do outro lado da rua... Ficamos nos olhando por alguns instantes e quando eu decidi vir atrás dele... Quando eu abri a porta... Ele não estava mais ali... Ele... Eu - não consegui terminar a minha frase. Julia me abraçou forte e eu retribui.

 

The final masquerade

A farsa final

The final masquerade

A farsa final

Standing at the end of the final masquerade

De pé, no final da farsa

 

- Vem, vamos pra dentro. Está fazendo frio aqui fora e está tarde. - Julia me ajudou a levantar. Limpei minhas lágrimas que caiam, mas foi em vão. Novas lágrimas traçavam o caminho das antigas. - Eu vou fazer um chocolate quente pra você e...

- Eu não quero chocolate quente. - eu a interrompi chorosa - Eu quero o Justin.

- Eu sei, amor. Mas eu não posso trazê-lo até aqui.

- Você está toda sentimental por fora, mas por dentro está dando pulos de alegria. -ri sem humor.

- Como?

- Não se faça de idiota! - me levantei aumentando meu tom de voz. - VOCÊ SEMPRE ME QUIS LONGE DO JUSTIN. VOCÊ NUNCA GOSTOU DELE. VOCÊ QUERIA ELE LONGE DE MIM e agora - molhei meus lábios. - E agora você conseguiu o que queria.

- Brooke, eu...

- Você o tirou de mim. Você disse para Zac vir aqui e tentar me beijar.

- Brooke, eu não fiz nada disso.

- CLARO QUE FEZ.

- BROOKE, ME ESCUTA!

- NÃO, VOCÊ VAI MENTIR PRA MIM.

- Eu não vou mentir pra você. Acredite em mim... Eu não fiz isso.

- Você pode não ter armado pra cima de mim, mas você está feliz. - Julia riu sarcástica.

- Quer saber mesmo? - eu sentia a raiva em sua voz. - Eu estou feliz mesmo, estou feliz que você não esteja com esse idiota ciumento. Estou feliz por ele ter acabado esse amor logo, ter posto um ponto final nessa historinha ridícula e sem sal de vocês.

- Não fala assim. - eu disse sentindo que eu iria chorar. Eu não podia fraquejar, não na frente dela nesse momento.

- Falo sim, eu falo. - essa que estava falando não era a Julia que eu conhecia.

- Some da minha frente, vagabunda. VOCÊ NÃO SABE DE NEM UM DÉCIMO DA HISTÓRIA QUE EU TIVE COM O JUSTIN. VOCÊ ESTÁ É COM INVEJA QUE EU TINHA UM HOMEM LINDO DAQUELE DO MEU LADO QUANDO VOCÊ É UMA SOZINHA NA VIDA.

- Um homem? Aquilo lá não é um homem.

- Por isso você está sozinha, ninguém te aguenta. Ninguém gosta de você como o Justin gostava de mim. NINGUÉM TOCAVA EM VOCÊ COMO O JUSTIN TOCAVA EM MIM...

 

The light on the horizon was brighter yesterday

A luz no horizonte foi mais brilhante ontem

With shadows floating over, the scars begin to fade

Com sombras flutuando, as cicatrizes começam a sumir

We said it was forever

Dissemos que era para sempre

But then it slipped away

Mas, em seguida, fugiu

Standing at the end of the final masquerade

De pé, no final da farsa

The final masquerade

A farsa final

 

- Ninguém te faz gemer como o Justin me fazia. - continuei, dei a palavra final, ou melhor, frase final. 


Notas Finais


Capítulo pequeno, mas até que eu achei amável. Amei o samba da Brooke na Julia. E sei que você irão sentir raiva da Julia, esse é o que eu quero dfbgfhnxfgvh. Preparem-se os corações de beliebas sofredoras para os próximo capítulos.
Breathe Me está chegando nos momentos finais, últimos suspiros, mas tem muitas coisas por vim.
Eu ainda estou em duvida entre algumas coisas nos dois últimos capítulos, tenho que resolver isso logo.
Fiquei com preguiça de editar esse capítulo então desculpe-me qualquer coisa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...