História Breathe Me - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Visualizações 633
Palavras 1.082
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo chatinho zz, mas tá ai

Capítulo 39 - We are proud idiots


- Você acha que é quem para falar assim comigo?

- Sua irmã e  sou melhor que você. Julia, pare de agir feito idiota! Assim você nunca vai ser feliz. - ela riu sem humor.

- Foda-se a minha felicidade, eu não...

- PARA DE SE METER NA MINHA VIDA - a interrompi gritando, Julia me dava nos nervos - PARA DE PALPITAR SOBRE A MINHA VIDA. ME DEIXA EM PAZ. ME DEIXA VIVER FELIZ.

- Você nunca vai viver feliz, ninguém vive feliz.

- Não é só porque você vive infeliz e se metendo na vida dos outros que eu também tenho que fazer isso. Eu não sou você e nunca vou ser. - Julia chegou perto de mim, estávamos cara a cara, olho no olho.

- Vai. Se. Fuder. - ela disse pausando entre as palavras. - Vadiazinha de quinta.

- Vadiazia sim e melhor que você também. - virei as costas e fui para o meu quarto. 

Tirei meu vestido colocando meu confortável pijama, desliguei a luz e me deitei na cama, demorou um pouco, mas peguei no sono.


6:30 A.M.


Eu estava sendo enforcada por um homem que eu não sabia quem era e como me conhecia, sei que ele me conhecia porque sabia do meu nome, o ouvir me chamar enquanto corria, sua voz me lembrava a de alguém, mas eu não conseguia saber quem era esse alguém.

Eu estava com uma falta de ar dos diabos, tentava clamar por misericórdia, mas nenhum som saia da minha boca, eu não conseguia falar ou gritar por socorro.

Eu não iria aguentar por um tempo, eu iria desmaiar e em seguida... Morrer.

- Sempre sonhei em ver seus olhos pedindo ajuda e ver você morrendo lentamente, linda Brooke. - eu tentei falar, mas ele apertou mais o meu pescoço, aquilo era o fim pra mim. - É excitante ver você desse jeito sem fazer nada. - ele riu - Ninguém vai te salvar de mim, ninguém.

Minha visão foi ficando turva, eu estava perdendo meus sentidos, não estava aguentando mais. Eu tentei sobreviver a ele, eu tentei.


Acordei do pesadelo graças ao meu celular despertando em cima do criado mudo. Meu salvador! Agora eu teria que ir para a escola... E lá eu iria ver ele de novo e não seria um delirio.


O ruim de eu ir para a escola agora nem era a escola, era encontrar Justin lá. Eu não queria encontrar ele depois do que aconteceu ontem, sendo derilío meu ou não. Na troca de sala entre a segunda e a terceira aula eu o vi no armário dele. Ele estava lindo, usava touca cinza, camisa xadrez preto com branco, calça jeans escura e tênis cinza. Eu queria tanto ir lá e conversar com ele, mas eu não posso, simplesmente não posso, meu cérebro não da comando para as minhas pernas andarem até ele.

Justin deu as costas pra mim e foi para a sua devida sala, eu deveria fazer o mesmo. Quero ver quando tivermos o mesmo horário juntos, o que vamos fazer? Nós somos dois idiotas orgulhosos, é isso que nós somos.

P.O.V Justin Bieber On

Vi Brooke chegando na escola, do canto de olho ao longe percebi que ela ficava olhando para mim. E ontem... Ontem depois de nos olharmos um para o outro eu vi que ela saiu de casa, ela foi me procurar, ela foi até mim. Mas eu... Eu não quis ir até ela, eu fiquei a observando por uns segundos e logo depois sai dali antes que eu fizesse uma besteira e fosse até ela. eu não poderia ir até ela, não mesmo.

Mesmo eu estando com uma baita dor de cabeça eu fui para a escola, essa semana eu não poderia faltar e eu tinha que ficar com ela em algumas aulas, esses horários juntos não vão sei bom pra nenhum de nós. Eu até que poderia dar um ponto final nisso logo, falar que eu a amo e que nunca vamos nos separar, mas eu sou idiota. E ela também poderia fazer isso, ela poderia finalmente vir falar comigo e por um ponto final nisso, dizer que me ama, sei que ela me ama... Bem, eu acho que sei. Mas nós somos dois idiotas orgulhosos que não querem falar um com o outro, ignora o outro, finge que nem conhece e por ai vai.

Não sei se vamos ficar nessa "lenga lenga", não sei se nossa história de amor vai acabar por aqui ou se vai continuar.

Que coisa mais gay, credo!

Vou parar de pensar nisso e focar na aula, é o melhor pra mim no momento.

Depois de longos cinquenta minutos da aula de química o sinal bateu, intervalo, finalmente. Isso é uma coisa ruim ou boa quando você estuda na mesma escola que sua ex namorada?

Para de pensar na Brooke, Justin. Para de pensar na Brooke.

Eu repetia mentalmente a mesma coisa, mas ao pensar em pensar esquecer a Brooke eu estava lembrando-me dela.

Desde quando tenho pensamentos tão gays? Não sou homofóbico, mas... É escroto, né?!

Perdidos nos meus pensamentos e eu acabei esbarrando com Mike no corredor, as minhas coisas e as dele acabaram se misturando no chão já que nenhum de nós tínhamos guardado os livros e cadernos na mochila.

- Desculpa cara, eu estava no mundo da lua aqui. - Mike se desculpou me ajudando a pegar as coisas no chão e pegando as dele.

- Desculpa eu, eu que tava perdido nos meus pensamentos. - Mike riu e ajeitou seus óculos.

- Fiquei sabendo que você terminou com a Brooke. Sinto muito. - nós já estávamos de pé.

- Como você ficou sabendo disso? - perguntei desconfiado e ele riu nervoso ajeitando os óculos que estavam no lugar certo.

- Radio corredor de escola, fofoqueiros, as pessoas comentam.

- Eu não comentei nada com ninguém sobre o termino. - como ele sabia disso?

- Você não comentou, mas e ela...? - deu ombros estreitando os lábios.

- Hum, ok. - Mike saiu da minha frente e eu continuei meu caminho.

[...]

Eu estava saindo da escola quando me deparo com Brooke. Por que ela sempre tem que aparecer em meio a tantos alunos? Por que meu olhar sempre vai para ela? Talvez seja porque eu gosto dela e eu a quero de volta.

Balancei minha cabeça tomando meu rumo para casa. Já estou ficando louco.

Tenho que tomar uma decisão sobre isso, eu estou agindo como um idiota.


Notas Finais


É o seguinte: agora eu estou trabalhando então vai ser difícil escrever os capítulos, mas irei postar. Vou demorar a postar o capítulo quarenta e um pelo fato dele ter que ser muito bem bolado, não pode ficar qualquer bosta, ainda falta um capítulo para ele ser postado, mas já to avisando. Minhas provas começam semana que vem o que também fode com tudo. Semana que vem irei postar o prologo da minha nova fanfic que irá se chamar "After Storm", espero que gostem dela.
Beijos.
twitter: @shitbieba


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...