História Breathe Me - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Visualizações 1.720
Palavras 1.146
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Todos querem amar, mas ninguém quer sofrer.


Fanfic / Fanfiction Breathe Me - Capítulo 7 - Todos querem amar, mas ninguém quer sofrer.

O despertador tocou e eu custei me levantar por conta da noite passada. Espreguicei-me e fui para o banheiro, fiz minha higiene e vesti minha roupa. Uma regata branca e uma camisa xadrez vermelha, azul e amarelo por cima, uma calça jeans clara surrada e meu all star preto.

Parece que eu só tenho esse all star mas é que eu gosto muito dele.

Coloquei meus fones de ouvido e dei play em uma playlist qualquer do meu celular. Desci as escadas com a minha mochila nas costas e sai, não estava com vontade de comer. No caminho da escola fui concentrada nas músicas que tocava no meu celular. Começou a toca You're Beautiful, essa música me faz chorar. Vou ficar depressiva logo de manhã.

Cheguei na escola e vi só o Jack.

- Cadê a Mandie? – eu perguntei assim que cheguei perto dele

- Oi para você também. Ela me ligou dizendo que não vai vir por que está de ressaca de ontem. Por acaso pode me dizer o que aconteceu ontem?

- Eu e a Mandie fomos a uma boate – dei ombros

- Aah, e não chama a amizade aqui. Beleza cara

- Larga de ser dramático

- Não – fui até meu armário e peguei o que eu precisava

- E sua primeira aula é...?

-Sociologia, odeio sociologia. Da vontade de dormir

- Iih, não reclama não por que minha primeira aula é de química. Aquela professora mal comida é o diabo – ri dele.

Senti Justin passando ao meu lado, como sempre. Como eu sabia que era ele? O perfume, eu reconheceria de longe. É único para mim. Virei minha cabeça para observá-lo, ele estava com uma camisa gola v branca com listras pretas, calça jeans caindo como sempre e supras branco com alguns detalhes em preto e hoje ele não estava com os seus beats.

Por que eu reparo em tudo nele? Até nos detalhes da roupa?

- EI, Brooke– Jack me despertou

- Que é?

- Fica olhando ai estranhamente para o Justin. Eu digo e repito: Fique longe dele

- Por que?

- Só fique longe – o sinal tocou – Vou indo, tchau e até o intervalo

 

- Tchau – eu disse quase em um sussurro

Soltei o ar que eu prendi por um momento em meus pulmões e segui para a sala de aula e encarar aquele professor, ele não era pegável igual o de filosofia e isso era o que deixava a aula mais irritante e sonolenta.

[...]

P.O.V Brooke Off  

P.O.V Justin On

Sim, sei que ela fica me olhando quando eu passo perto dela, tenho medo de saber o que ela está começando a sentir por mim. Ficar olhando para uma pessoa, sentir borboletas no estomago quando a pessoa chega perto, quando a pessoa vem fala com você, sentir o coração batendo mais forte no peito por causa daquela pessoa e ficar com o pensamento nela em 24 horas. Isso não é um bom sinal para quem não quer sentir amor.

Todos querem amar, mas ninguém quer sofrer.

Fui para a sala e sentei no meu lugar, enquanto a professora não chegava eu peguei meu caderno de desenho e um lápis e fui terminar um desenho, ele estava pela metade.

Meu olhos estavam fixados na folha quando senti alguém perto de mim e olhando para mim.

- Que foi?

- Nada, mal educado

- Só estou perguntando o que você está fazendo aqui?

- Não posso sentar aqui não? – Disse a Cler

- Sentar você pode – desviei meu olhos do caderno e finalmente a fitei – mas ficar me olhando não

- Por isso que você não tem amigos e nem namora. É mal humorado sempre. Credo! – ela disse fazendo uma cara de nojo ou sei lá o que e se levantou saindo dali. Respirei fundo e continuei desenhando até que a professora chegou.

- Bom dia classe! – era a professora de física e ela era bem humorada e legal, coisa rara.

[...]

Intervalo, peguei meu lanche e sentei na minha mesa, sempre sento na mesma mesa e ninguém senta comigo. Às vezes gosto disso e outras não.

P.O.V Justin Off

P.O.V Brooke  On

Depois d’eu colocar meu lanche vi Justin sentado sozinho e senti vontade de ir até lá. Claro, eu tinha medo de ir até ele e ainda Jackie fica falando para eu ficar longe dele  tal, mas foda-se o Jackie.

- Oi – coloquei minha bandeja na mesa e me sentei na frente dele com um sorriso no rosto

- O que está fazendo aqui? – ele perguntou sem olhar para mim, ele tem essa mania de falar com a pessoa sem olhar para ela

- Ué, só vim conversar com você e também não tinha mesa sobrando

- Não precisava mentir sobre as mesas – ele finalmente olhou para mim com os seus olhos castanhos cor de mel hipnotizante.

- Ok, me desculpe

- Desculpada – ele sorriu de canto de boca

- Posso te fazer uma pergunta? – eu disse após mastigar um pedaço do meu hambúrguer

- Pergunte

- Por que saiu da boate ontem daquele jeito?

- O que isso importa?

- Eu fiz uma pergunta primeiro

- Por que você quer saber? – percebi que ele ficou um pouco irritado

- Nada, deixa pra lá

- Bom mesmo

Ficamos em silêncio, também depois desse dialogo decidi ficar quieta e não puxar assunto.

Cara, o que eu fiz de errado?

P.O.V Brooke Off

P.O.V Justin On  

Sei que a tratei mal mas não queria falar sobre aquilo. A próxima aula nós tínhamos junto, era literatura. Como eu sei? Vi o horário de aula dela quando fui a casa dela fazer o trabalho de matemática.

O sinal tocou e eu me levantei sem me despedir, hoje eu não acordei com paciência já que meu pai a torrou todinha hoje de manhã. Peguei minhas coisas no armário e fui para a minha devida aula, sentei-me no meu lugar esperando o professor chegar. Peguei novamente meu caderno de desenho e fui colocando os últimos detalhes até acabá-lo.

- Percebi que terminou o desenho que eu vi dias atrás – ouvi a voz de Brooke  ao meu lado e ela se sentou na cadeira da fila ao lado – Você desenha bem

- Obrigado!

- Quem é ela?

- Uma pessoa

- Eu sei que é uma pessoa, mas, estou perguntando se- fiz uma pausa - Ela é alguém especial?

- Ela foi especial para mim, mas isso é passado e eu não quero falar dele – fui rude na última frase

- Desculpa

- Por que você está se desculpando?

- Por te irritar, percebi isso no tom da sua voz na última frase

- Ah, ok

Depois disso não trocamos mas nenhuma palavra e ela foi se sentar em outro lugar. Bom assim.


Notas Finais


Oi, hoje eu não estou bem. Justin seguiu um monte de gente no twitter e menos eu, cara faz três anos que eu fico mandando mentions para ele e nunca ganhei nenhum rt, tweet ou o follow dele. Ah e ~gomezona fale comigo no twitter @glorydrauhl.
Obrigada pelos comentários e favoritos novamente =)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...