História Bright Eyes - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Nina Dobrev
Personagens Justin Bieber, Nina Dobrev
Visualizações 57
Palavras 1.306
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Temporário


Fanfic / Fanfiction Bright Eyes - Capítulo 2 - Temporário

Autora 

 

Está me pedindo pra ser seu esquecimento temporário? — O loiro a olhou seriamente. 

A região a baixo dos olhos de Nina estava inchada e seu nariz havia ganhado uma cor avermelhada, logo a mão da morena se soltou da outra e seus belos olhos castanhos direcionaram-se para o chão tentando se esquivar dos de Justin. 

— Eu só quero provar para Shawn que eu não sou o que ele pensa. — Respondeu a morena passando as palmas de suas mãos em seus olhos limpando os vestígios de lagrimas de seu choro recente, logo a mesma levantou-se passando a encarar Bieber. — Não precisa me ensinar se não quiser. 

O garoto sorriu de lado. — Não acho que deva provar nada a ninguém. — Disse Bieber, fazendo com que Nina abrisse um sorriso alegre no rosto, a mesma abaixou seu rosto fintando o chão e logo passou a colocar uma mexa de cabelo atrás de sua orelha, o jornalista passou sua mão no queixo da advogada puxando seu rosto para que ficasse visível aos seus olhos, Justin Drew Bieber aproximou-se depositando um beijo suave em sua bochecha. 

Logo se afastou . 

— Vai aceitar o que eu te pedi? Quando irei lhe ver novamente? — Drew deu um sorriso convincente. 

— Quando nós encontrarmos novamente, saberá a resposta. — Se afastou de Nina indo em direção a porta se retirando do lugar ficado fora do campo de vista de Clark. 

Nina virou-se olhando em direção de Juliana que se encontrava completamente jogada sobre o balcão de bebidas. — Nina — Gritou Juliana com voz completamente grouge. 

Quando seu turno finalmente havia acabado Zayn trocou de roupa deixando seu uniforme no quartinho dos funcionários, ajeitou a gola de sua camisa se deparando com Juliana com sua cabeça encostada no balcão, completamente bebada; 

O moreno abriu um sorriso fraco se aproximando da loira. — Vamos pra casa, anda. — Malik pegou o braço da loira passando-o pelo seus ombros levantando Fanning. Nina apoiou sua mão nas costas de Zayn acompanhando-o até a saída do bar O’scar. 

Quando os três chegaram ao estacionamento em frente ao bar, Malik ajudou suas amigas a entrarem no carro, entrando em seguida. 

O moreno tratou-se de tirar o carro da vaga do estacionamento indo em direção a avenida que os levaria até a casa aonde os primos Fanning e Malik moravam. Juliana esticou seu braço um pouco para ligar o radio que passou a tocar ‘’Beyoncé — Sorry'’. 

Assim que o refrão começou Juliana forçou sua garganta para poder cantar. — Middle fingers up. Put them hands high. 

— É serio? — Zayn olhou para Fanning com a maior cara de tédio. 

. . . 

 

Nina passou sua mão sobre seu rosto sentindo sua dor de cabeça piorar a cada segundo, passou a caminhar em direção a portaria do prédio, girou a roleta da porta abrindo caminho pra recepção, cumprimentou Paulo; o homem que ficava responsável pela portaria. O mesmo abaixou um pouco seu boné como resposta. 

 

Andei em direção as portas do elevador apertando o botão para que o elevado chegasse o mais rápido possível, quando, finalmente, chegou, Nina adentrou no elevador apertando um numero que a levaria até seu escritório, a mesma encostou sua cabeça no espelho do elevador, fechando seus olhos. 

A primeira coisa que recordou foi do belo garoto de cabelos platinados e seus belos olhos da cor mel, quando deu-se por si já carregava um sorriso no rosto, quando, finalmente, as portas do elevador se abriram, Nina abriu seus olhos e saiu do elevador, que logo fechou suas portas atrás de si. 

Deparou-se com sua jovem secretária que parecia concentrada em seu celular, caminhou até ela então encostava sua mão no balcão. — Bom dia Anna. — Cumprimentou Clark recebendo um sorriso amigável em troca. — Tem algo pra mim? 

— Bom dia Nina. — A garota de cabelos pretos colocou o café descafeinado em cima do balcão para que sua chefe pegasse. — Sim e não. — Nina franziu o cenho pegando o café em seguida. 

— Como assim? — Perguntou a mesma prestes a bebericar o liquido quente. 

— Tem um homem na sua sala querendo falar contigo, ele me pediu que assim que a senhorita entrasse na sala, não era para permitir que mais ninguém perturbasse. — Clark deu de ombros sentindo o liquido quente percorrer sobre sua garganta deixando um delicioso gosto em sua boca, quando entrou em sua sala deparou-se com o mesmo homem que estava em seus pensamentos mais cedo, porém a bebedeira de ontem havia apagado boa parte de sua memória. 

Fechou as portas de seu escritório e logo virou-se para encarar Bieber. — O que esta fazendo aqui? — Justin virou-se para olhar para Nina, reparou o quanto Clark ficava bela em um vestido preto com um cinto branco prendendo sua cintura e aquela expressão seria de sempre. 

— Não me diga que esqueceu da pessoa que você quase implorou para te ajudar a ser experiente em sexo. — Justin deu alguns passos e encostou suas costas na mesa de vidro assim como as palmas de suas mãos, Clark arregalou os olhos sentindo seu rosto queimar. 

— J-Justin? — Acidentalmente a advogada deixa sua bolsa cair no chão abrindo-a , fazendo com que alguns objetos caíssem no chão. Quando terminou de juntar seus objetos caminhou em direção a sua mesa, deixando sua bolsa de coro branca na cadeira. — E-Eu não me recordo muito bem, mas não me lembro de você aceitando meu pedido. 

Bieber suspirou e pegou o pulso de Clark, puxando-a até si, fazendo com que seus corpos se colassem e aproximação de seus rostos fosse maior. — Deixe recordar sua memória sim? — Nina assentiu rapidamente, Justin soltou o pulso da mesma e passou a deslizar suas enormes mãos sobre as costas da mesma, parou quando chegou no quadril da advogada.

Justin passou seu nariz sobre a curva do pescoço da morena, aspirando um pouco a pele morena de Clark causando-a arrepios por todo seu corpo, o cheiro da mulher parecia uma perfeita droga, direcionou seus lábios perto do ouvido da mesma. — Eu disse, que se nós encontrássemos novamente, você saberia a resposta . — Sussurrou sedutoramente no pé do ouvido da morena, os olhos da cor caramelo se encontraram com os olhos da cor castanha escura de Nina. 

— Isso é um sim? 

Bieber sorriu maliciosamente e afastou um pouco seu rosto da curva do pescoço da mesma. 

— Sim, eu lhe darei dois meses para que aprenda tudo o que precisa. — Nina abriu um sorriso alegre fechando seus olhos deixando uma leve covinha aparecer sobre sua bochecha, tornando Clark cada vez mais linda aos olhos de Justin. — Quero deixar bem claro para você que ao iniciarmos isso durante o tempo que passarmos juntos, eu serei apenas seu, assim como você será minha. 

— Como? 

— Sim, você será minha mulher por dois messes. Será a mulher que possuíra a minha alma a única que levarei para a cama, a única que dormirá nos meus braços. Mesmo que seja apenas por dois meses, você será minha mulher e será tratada como tal. —Justin pegou nas mãos de Nina as prendendo sobre seu peito. 

— Está levando isso muito a sério Justin. — Disse Nina arqueando uma de suas sobrancelhas. 

— Eu sempre levo minhas coisas a sério. 

Quando, finalmente, o elevador chegou ao escritório de Clark, Mendes saiu do mesmo indo em direção a recepção aonde foi abordado por Anna. — Com licença. — Shawn olhou para Anna sentindo que a qualquer momento iria se descontrolar. — Nina me deu ordens para não deixar ninguém passar aqui. 

— Então avise que eu estou aqui e eu preciso falar com ela agora. — Anna suspirou cansativamente e passou as mãos sobre seus cabelos. 

— Eu sinto muito, mas o senhor não vai passar daqui. — Shawn deu um sorriso irônico não acreditando no que acabara de ouvir. 

— Está tudo bem aqui Anna? — Anna olhou em direção ao garoto de cabelos castanhos com um boné branco sobre ele, quando o reconheceu abriu um sorriso, se tratava de seu namorado, Lucas;



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...