História Brilho Lunar (Lutteo) - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Personagens Amanda, Ámbar Benson, Cato, Delfina, Gaston, Jazmin, Jim, Luna Valente, Matteo, Miguel, Monica, Nico, Nina, Pedro, Ramiro, Sharon, Simón, Tamara, Tino, Yam
Tags Gastina, Lutteo, Pelfi, Simbar, Sou Luna
Exibições 212
Palavras 1.197
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Crossover, Musical (Songfic), Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oee! Obrigada pelos comentários! Já foram 50 comentários só nessa fic até agora! Sabem o que isso quer dizer? Que foram metade de 100 comentários daar kk
Bom, hoje vamos ter um capítulo que começa Simbar e termina Lutteo e bom, é isso.. Aproveitem o capítulo!

Capítulo 18 - Depois dos beijos..


Fanfic / Fanfiction Brilho Lunar (Lutteo) - Capítulo 18 - Depois dos beijos..

Por Simón..

Não sei o que deu em mim! Eu beijei a Âmbar! A rainha da pista, a menina mais linda que eu já vi na minha vida, a, o-ou, a chefe dos meus pais! O que eu fiz?! Eu beijei a patroa dos meus pais! Meu Deus! E se ela não gostou? E se nesse exato momento ela estiver me odiando e pensando em despedir os meus pais? Calma Simón, talvez ela não faça isso..

É que eu não sei o que deu em mim! Eu a vi falando de tantos e tantos problemas que ela estava, que o mundo dela parecia estar todo errado e desmoronando e eu quis a fazer ter paz, se esquecer dos problemas, então a beijei. Não sei se fiz isso só para acalma-la ou se também era porque eu realmente estava com uma vontade dentro de mim querendo beija-la. Nos separamos do beijo

-D-desculpa Âmbar, eu não devia ter te beijado- digo tentando me desculpar

-Não, ta tudo bem Simón

-Oi?- ela falou isso mesmo ou é uma ilusão da minha cabeça?!

-É sério, ta tudo bem!

-Tem certeza?- ainda não tô acreditando, pensei que ela reagiria completamente diferente disso!

-Sim, sabe que eu estava tão preocupada, tão cheia de problemas e quando você me beijou.. Bem, quando você me beijou senti como se todos esses meus problemas tivessem voado para longe! Obrigada!- ela disse e me abraçou

-Âmbar, você ta bem mesmo? Pensei que você reagiria bem diferente!- sério, eu não to acreditando mesmo nisso!

-Simón! Já disse que eu to bem! É que eu já te disse, mas é também que parece que agora a única pessoa que esta do meus lado é você, que antes de te conhecer eu estivesse sozinha, não sei porque, mas desde que você chegou parece que meus problemas, alguns apareceram, só que outros foram embora! Obrigada de verdade!- ela diz e me abraça

-Tudo bem, e você não esta sozinha, eu estou aqui com você!!-retribuo o abraço

-Mas.. Eai? O que somos? Tipo, você me beijou!

-Não sei.. Você quer tentar um novo namoro?

-Ei! Eu sou Âmbar Smith e não aceito pedidos assim sem graça de poucas palavras, se quiser ficar comigo vai ter que me fazer um pedido grandioso queridinho!- vish, voltou a patricinha de antes! Mas eu realmente quero ficar com ela então..

-Ok, feche os olhos!- falei e ela os fechou, acabei de ter uma ideia! Peguei ela em meu colo e a levei em uma parte do jardim que descobri recentemente, estava bem feinho lá quando descobri o lugar, acho que ninguém sabia daquele lugar, mas eu já tinha a ideia de chamar a Âmbar para sair lá então arrumei tudo lá!

Bom, na verdade é um lugar que parece ter sido esquecido no jardim, mas eu o descobri e como acho que ela não conhece esse lugar por estar escondido e a Âmbar não me parece ser uma pessoa que gosta muito de ficar vendo jardins esquecidos no tempo, eu a levei lá por já ter organizado tudo..

Levei ela carregada noo meu colo me certificando de que ela não via nada, porque queria realmente fazer uma surpresa e naquela hora para ter mais chance dela aceitar por já estar naquele clima meio romântico entre nós dois

Chegando lá, eu a soltei dos meus braços e falei para abrir os olhos.. Ela me pareceu surpresa com a minha surpresa, ah, com então ta bom, pois a razão de existirem as surpresas é exatamente surpreender as pessoas, não é mesmo?

-Âmbar.. Eu não sei bem como você se sente quando esta comigo, mas eu, desde o primeiro dia que te vi, sem nem ter a minima ideia de que você era a patroa dos meus pais, gostei de você! Sim, na primeira vez que nos vimos não foi um momento muito romântico, mas ele ficou na minha memória, pois foi quando te conheci!

-E..- sabe que ela não facilita pra mim, né? Ela é bem exigente pelo visto com os possíveis namorados, mas eu quero entrar nessa lista de hoje até o fim da minha vida!

-E..- pego nas mãos dela e ficamos cara a cara- quero te fazer nunca mais se sentir sozinha na vida! Âmbar, eu sei que você é uma pessoa muito exigente e sei que merece alguém grandioso e  também sei que não sou tão assim, mas eu queria que você me desse uma chance.. Âmbar, quer namorar comigo?

Por Luna

Então o mauricinho me beijou, e agora? Nos separamos do beijo e eu senti que tinha que perguntar pra ele o que somos agora, tipo essa não foi a primeira vez que nos beijamos e ao que eu saiba, os amigos não ficam se beijando desse jeito não! kkkk

-Ahn, Matteo?- to esperando ele me dizer algo que acho melhor

-É, Luna.. Primeiro, desculpa, eu tenho que aprender a me controlar, me desculpa é que não sei o que acontece comigo, todas as vezes que te vejo sinto uma vontade de te cuidar, de estar junto a ti e acabo de beijando, desculpa..

-Não tudo bem, eu também sinto algo a mais quando eu estou com você, algo que não sei o que quer dizer.. Matteo, o que somos?

-É, bom, não sei.. Se você quiser podemos tentar ser mais do que amigos!

-Talvez, por que não sei se os outros acham normal ver amigos se beijando, né?

-É..- diz ele rindo- mas então vem cá..- ele me puxa para fora da pista até um banco onde nós trocamos os patins pelos sapatos, depois de colocar os patins nos armários ele me levou até a frente do palco do Roller e me deixou sentada olhando para frente do palco.. Subiu até o backstage e ligou as luzes do palco.

Voltou para o palco com um violão e um microfone e ainda mais um banquinho, colocou o banco no chão do palco, o microfone na frente, se sentou e começou a cantar a música que aparentemente nós compusemos juntos e separados ao mesmo tempo, só que em acapela..

Foi uma linda apresentação, todo mundo começou a olhar para a apresentação dele que aparentemente nem se importava, só me olhava enquanto cantava. Depois de acabar a música ele recebeu alguns aplausos inclusive de mim, mas parecia nem estar dando atenção para isso também.

Ele colocou o violão no chão, pegou o microfone, se levantou e me chamou no palco. Eu fui correndo pra lá para parabeniza-lo porque ele realmente fez uma versão muito linda da música, mas antes que eu pudesse falar algo, ele falou:

-Luna, você sabe que temos uma conexão forte e pelo jeito sabe também que simples amigos não ficam se beijando por ai- nessa hora eu soltei um risinho e escutei o riso de algumas pessoas que estavam vendo a cena, a Jim e Yam, Ramiro, Jasmim, Delfi, Pedro, Nico e Tamara.- Luna Benson, quer namorar comigo?- ele pergunta me olhando olho a olho.

Escuto primeiro Jim e Yam suspirando, deviam estar achando aquela cena tão fofa quanto eu, mas não deveriam estar com o coração tão disparado quanto o meu estava naquela hora quase saindo pela minha boca! kk

 

 


Notas Finais


E, será que elas aceitarão ficar com eles? Vão ter que esperar até o próximo capítuloo!
Bjss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...