História Brincadeira Inofensiva. - Capítulo 16


Escrita por: ~

Visualizações 265
Palavras 1.576
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo e amor mais do que dedicados a minha mozão eterna: Catnip Potter. 💙

Aviso: cenas fortes

Capítulo 16 - Ser um gêmeo é perigoso.


Fred e George acabaram de escrever uma carta a Lee sobre a pegadinha do trenó e tentavam prendê-la à coruja de Lee quando a porta se abriu tão rápido que bateu na parede. Fred, George e Charlie olharam alarmados enquanto a coruja piava e voava para pousar na cômoda de Fred.

"Você", grunhiu Hermione.

George deu um passo nervoso para trás, quase atingindo Fred. Hermione parecia ainda mais irritada do que tinha durante seu primeiro confronto fora da sala de aula de Snape. Antes que ele pudesse pensar em um bom plano de fuga, Hermione agarrou a frente de suas vestes e ficou olhando para ele.

"Você ... se você já ... trenó ..."

"Do que você está falando?" George disse rapidamente. Ele tinha tentado esfregar a provocação no rosto dela, mas já não sentia que tal ação fosse sábia.

Hermione o balançou com tanta força que ele ficou um pouco com os olhos cruzados. "Se você fizer alguma coisa assim novamente-"

"Hermione, acalme-se", disse Charlie calmamente. "George sente muito, Hermione, está bem?"

Hermione grunhiu para Charlie, mas parecia ter ganhado algum controle. Ela liberou George e se virou para ir. George soltou um suspiro de alívio e cruzou para o outro lado do quarto para tentar convencer a coruja de Lee para descer, mas não conseguiu resistir a uma última provocação.

"Oh, vamos lá, amor, você sabe que me quer."

Hermione congelou, quase na porta, e depois girou, enfurecida. Seus olhos trancaram em seu alvo e ela começou a avançar ... infelizmente, ela não tinha notado que George tinha se movido pelo cômodo, e ela estava olhando Fred, não George.

Fred engoliu e abriu a boca para dizer alguma coisa, mas antes de ter conseguido meia sílaba, o punho de Hermione bateu no olho esquerdo tão forte que Fred foi derrubado de lado e para baixo; Ele aterrou forte em seu lado, muito atordoado para falar.

"Eu vou mostrar o que eu quero!" Hermione rosnou.

"Fred!" George gritou.

De alguma forma, seu grito penetrou na neblina de raiva de Hermione e ela se curvou e correu para ele. George puxou a varinha, mas a mente estava em branco; Ele não conseguia pensar em um único feitiço. Por sorte, Charlie reagiu rapidamente; Ele jogou os braços ao redor de sua cintura por trás, prendendo os braços para os lados. "Hermione! Hermione, pare!" Ele ordenou enquanto ela se debatia em seus braços. Quando ela não conseguiu se soltar, ela começou a chutar; Charlie lutou para arrastá-la para longe de George.

"Acalme-se, Hermione, venha, acalme-se, está tudo bem", Charlie continuou repetindo. Lentamente, Hermione voltou aos seus sentidos. Charlie era um bom cara. Não é um cara ruim. Charlie não merecia morrer. Ela precisava matar George, no entanto. Tudo o que ela tinha que fazer era fingir que não iria matar George e então Charlie a deixaria ir e ela poderia matar George. Perfeito. Ela se forçou a se segurar e Charlie finalmente a soltou ... mas antes que ela pudesse voltar a George, a adrenalina deixou seu sistema o suficiente para ela sentir a dor na mão.

"OW!" Ela gritou, apertando o braço dela com a mão esquerda. "Ow, minha mão!"

Ela correu do quarto, deixando George e Charlie para ajudar Fred. "Oh, Deus, isso doeu", Fred gemeu, agarrando seu rosto. "Você realmente me deve por isso, George ... e estou mudando meu visual. É aparentemente muito perigoso ser seu gêmeo idêntico."

____

"Ow, ow, ow!"

Harry, Ron, Ginny e Bill arrastaram o trenó para fora do táxi e entraram na casa quando Hermione veio descendo as escadas. "Minha mão", ela choramingou. "OW!"

"O que aconteceu?" Exigiu a Sra. Weasley, que acabava de entrar do jardim. "Eu ouvi gritos-"

"Minha mão", Hermione gemeu, segurando-a para ela.

"Deus, querida, o que você fez com isso?" A Sra. Weasley disse, examinando a mão de Hermione com um olho crítico.

Hermione disparou para Harry, Ron, Ginny e Bill, um olhar em pânico. "Uh ... você acha que está quebrada, mãe?" Ginny disse rapidamente, numa tentativa de distrair a Sra. Weasley.

"Não, não", disse a Sra. Weasley, soltando o pulso de Hermione e invocando uma pequena garrafa de poção e um copo de água; Ela colocou algumas gotas da poção na água e entregou-a a Hermione. "Aqui, isso ajudará com a dor e o inchaço."

Hermione tomou uma grande gole e soltou um suspiro quando começou a produzir efeitos. "Obrigada."

"O que aconteceu, querida?" A Sra. Weasley perguntou preocupada.

"Er ..."

"Mamãe", Charlie chamou alto, descendo as escadas, "você tem algo para dor? O olho de Fred está inchando de forma horrível."

"O que aconteceu ao olho de Fred?" A Sra. Weasley exigiu com desconfiança.

"Oh, ele esbarrou com Hermione na escada", disse Charlie calmamente, "e ele bateu o olho no corrimão. Hermione, você está bem? Eu reparei aquele buraco que você acidentalmente fez na parede, está tão bom quanto novo, não se preocupe..."

"Estou bem Charlie", disse Hermione, sentindo-se fraca do alívio e da poção para dor. "Eu te amo, você sabe disso?"

"Er, sim, com certeza docinho, seja o que for", disse Charlie, tentando não rir quando pegou a poção da Sra. Weasley e correu para de volta para o andar de cima.

____

"Estou falando sério", disse Fred, tocando timidamente a área ao redor de seu olho, "Estou mudando minha aparência. Ser um gêmeo é perigoso."

"Sinto muito por isso, Freddie", George falou pela milésima vez.

"De agora em diante, não quero que você pense em se mexer até que ela esteja fora de vista", disse Fred. "Se pudermos vê-la, ficamos quietos, entendeu? Se ela estiver por perto, eu quero que você pense nela como um Tyrannosaurus Rex, ok? A visão de Hermione é baseada no movimento: ela não pode ver Fred se George não se mover."

"Sinto muito", repetiu George.

"Você sente muito, sim, mas porra, não posso aguentar mais! Esta é a segunda vez!"

"Ela já socou você antes?" Charlie disse, franzindo a testa. "Não lembro de você dizer-"

"Ela já confundiu Fred por mim antes", explicou George. "Esta é a primeira vez que acabou mal."

"Oh, cale a boca," Fred resmungou. "Georgie, você é meu irmão, e eu faria qualquer coisa por você, mas isso não é legal. Eu fui humilhado publicamente com demasiada frequência e acabei de ser socado de forma bruta por uma menina. Eu não sei o quanto mais disso eu posso aguentar." Alguém bateu na porta, e os três se viraram para olhar a porta com apreensão. "Só um segundo!" Fred gritou e imediatamente entrou no armário e fechou a porta atrás dele. "Entre!"

Harry abriu a porta. "Ei, George, Charlie ... onde está Fred?"

"É apenas Harry", George chamou para o armário. Fred olhou pela porta e, vendo Harry, saiu do armário. "O que você quer, Harry?" George acrescentou bastante grosseiramente.

Harry ergueu as mãos em um gesto "vai com calma". "Fui persuadido a ser voluntário para começar as negociações de paz", disse ele.

"Hermione fez você dizer isso, não é?" Charlie disse com sabedoria.

"Sim, ela foi a que 'me convenceu a ser voluntário'," disse Harry, revirando os olhos. "De qualquer forma, estamos preparados para dar uma trégua se vocês estiverem. Apenas pelas férias. Se a Sra. Weasley descobrir sobre isso, todos nós teremos problemas e eu gostaria de ter o mínimo de pessoas tentando me matar o quanto for possível. Então ... que tal chamar isso até sairmos e voltarmos para a escola?"

George trocou um olhar relutante com Fred, que olhou para volta com a mesma força. "Sim", Fred disse com mal humor. "Mamãe não é estúpida o suficiente para acreditar que eu caí nas escadas mais de uma vez."

Harry sorriu. "Eu vou tentar evitar insultar você sobre isso. Por enquanto."

"Ah, ha, ha", Fred falou. "Diga a ela que se ela não tentar nada até voltar ao castelo, nós não iremos. Não está certo, George." George assentiu com relutância.

"Tudo bem", disse Harry, "eu vou passar a diante." Ele se virou para ir, depois fez uma pausa. "George, por que vocês dois não se sentam como adultos e concordam que não está funcionando? Você sabe, seguir em frente?"

"O que você quer dizer, seguir em frente?" George exigiu.

"Você sabe, parar com essa pequena guerra e apenas concorda em ficar separados."

"E por que eu faria isso?" - disse George, estreitando os olhos.

"Você não quer parar este jogo estúpido?"

"Eu não quero ficar separado", disse George lentamente, lembrando-se de seu jogo com Hermione e o fato de Harry não saber o que realmente estava acontecendo.

"Bem, se você não quiser ficar separado, então por que você está levando como se ... você sabe", disse Harry de repente, "esqueça que eu disse uma palavra."

Harry virou-se e saiu rapidamente. "Sobre o que foi tudo isso?" Fred disse com desconfiança.

"Eu não sei", disse George, franzindo a testa respondeu, "mas foi estranho."

Fiel à sua palavra - uma vez - os gêmeos não tentaram nada durante o resto dos feriados; Embora insistissem em evitar a Sra. Weasley, nenhum deles queria o que Hermione fizera ao olho de Fred acontecendo de novo. Embora os gêmeos continuassem removidos dos outros, todos conseguiram desfrutar do resto dos feriados ... no entanto, eles estavam muito ocupados se divertindo para planejar o que eles fariam na escola.

Quando embarcaram no Expresso de Hogwarts para voltar para o castelo, os gêmeos imediatamente procuraram Lee. "Ei, pessoal", Lee falou. "Diga-me tudo - como foi?"


Notas Finais


Olá olá olá tortinhas, tudo bem com vocês? Eu espero que sim.

Então, o que cês acharam? Hahahahhaha eu gosto muito desse capítulo e da treta suprema.

Então em contagem regressiva já: só faltam 6 capítulos para sabermos o que irá acontecer.
Torçam pelos seus times: #TeamGeorge, #TeamHermione ou #TeamTretas

Queria agradecer as 2166 visualizações, 83 favoritos e 278 comentários, vocês são demais!

Alguém aí reparou na minha super mega produção? Tô soltando as Ones que estão prontas a bastante tempo e espero ver vocês por lá também!

Até loguinho <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...