História Brincadeira Inofensiva. - Capítulo 5


Escrita por: ~

Visualizações 296
Palavras 1.480
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo dedicado a @SriusPotter ❤️

Capítulo 5 - Sobre isso de novo.


Hermione apareceu para sua detenção em roupas trouxas, e o maxilar de George caiu instantaneamente. Ela estava usando um par de calças pretas apertadas com os calcanhares mais abertos e uma camisa verde de baixo corte que mostrava mais do que George tinha percebido que ela tinha. Snape gritou com ela sobre sua roupa, mas Hermione apontou que eles não precisavam usar uniformes quando não estavam na aula e Snape deixou passar depois de deduzir cinco pontos da Grifinória "por impertinência."

Eles teriam que polir todos os troféus na sala de troféus - o que era uma caralhada - sem magia. Snape os deixou sozinhos depois de latir instruções, e George virou-se para Hermione. Ela estava em uma escada, polindo um grande troféu já, e suas costas estavam para ele. George deu uma boa olhada apreciativa para sua bunda antes de falar. "Tudo bem, gracinha, pode falar. Por que você fez isso?"

"Fiz o que?" Ela perguntou, esfregando um pouco de sujeira na borda do troféu.

"Por que você me beijou, é claro."

"Por que você beijou a mim?" Ela devolveu calmamente. George sentiu-se irritado.

"Porque você iria me bater. Além disso, eu queria mexer com a cabeça de todos."

"Bem, então, aí está você. Me passe aquele balde, sim?"

"Hermione! Responda minha pergunta!"

"Tudo bem. Eu honestamente não sei por que eu fiz."

"Sim, você sabe!" Ele respondeu. "Você não sai por aí dizendo às pessoas que você está dormindo comigo sem motivo!"

"Você o fez", ela apontou. "Accio balde!" Ela acrescentou, e o balde subiu em direção a ela.

"Então, o que, isso é vingança?" Ele demandou.

"Não, bobinho, vingança seria te bater até você sangrar." Hermione pendurou o balde no topo da escada e olhou de forma apreciadora para o troféu gigante na frente dela.

"O que é isso então?"

"Diversão", ela respondeu simplesmente.

Ele olhou para ela por um momento, então suspirou. "Honestamente, Hermione, isso está ficando velho. Eu acho que devemos nos esclarecer."

"Oh?" ela disse. "Então, vá em frente. Diga a todos que você estava mentindo."

Ele sorriu tolamente, assentando a percepção. "Oh, entendi. Você está apenas tentando me fazer dizer a verdade."

"Eu estou?" Hermione saltou da escada e encarou-o com frieza, mas mentalmente ela se chutou; Ela acabará de colocar seu plano de volta em ação, mas pelo menos ela já estaria mexendo com a cabeça dele agora. "Então eu não faria novamente."

"O que você quer dizer?" Ele disse, estreitando os olhos para ela.

"Quero dizer, eu não faria isso novamente", ela repetiu, e ela se inclinou e beijou-o novamente, suas bocas colidindo de uma maneira familiar que o vinha assombrando. Ela pressionou seu corpo contra o dele, e ele não se importava com o porquê, ele só sabia que ele sentia falta de beijá-la e sentiria falta novamente no momento em que terminasse.

"Bem", disse uma voz suave e perigosa por trás deles, e ambos saltaram, despedaçando-se, mortificados quando se viraram para olhar o Professor Snape. George poderia ter se chutado; Claro, Snape os deixou sozinhos, então ele poderia pegá-los novamente. Por que não pensei nisso? Ah, sim ... porque não esperava que TERIA um "novamente."

Ele engoliu em seco; Snape estava sorrindo, o que nunca era bom sinal. "Vinte pontos da Grifinória e outra detenção cada". Ele varreu-se de lá novamente.

"Viu o que você fez?" Hermione disse violentamente e subiu a escada novamente.

"O que eu fiz!" George repetiu, boquiaberto com ela. "O que eu fiz! Desculpe-me?"

Hermione se recusou a falar com ele novamente, e ele passou o resto da detenção esfregando troféus, observando seu corpo no reflexo sobre as vitrines; Seu peito balançando quando ela se curvava para limpar ou quando corria o pincel em uma grande placa, e quando ele não conseguiu ver o que ela fazia, ele observava sua bunda enquanto ela trabalhava. Ela não disse outra palavra até encontrar um troféu em um dos casos. Ele notou que ela palpava e não tocava.

"Por que Dumbledore mantém esta coisa estúpida?" Ela exigiu com raiva. "Tom Riddle, serviços especiais prestados a escola, é uma ova ..."

Ele tentou levá-la a falar sobre isso, esperando que, se ele pudesse fazê-la falar sobre uma coisa, talvez ele pudesse mover o assunto ao final, mas Hermione não teria nada disso. Ela limpou ainda mais depois de ver o troféu, até George estar limpando um troféu para cada quatro dela, enquanto observava seus movimentos ainda mais. Ela era realmente bonita - com bochechas bem delineadas e lábios cheios, grandes olhos castanhos e pele morena; Ela tentou arrumar o cabelo (com o encorajamento de Ginny), o que disfarçava o fato de que era tão armado, e ele notou no ano passado que seus dentes agora estavam alvos e ela sorria ainda mais bonito. A garotinha mandona, regras-devem-ser-seguidas, de cinco anos atrás, tinha sido substituída por ... bem, por uma mandona, gostosa, de dezesseis anos de idade. Ele conhecia vários caras - além de Ron e Neville Longbottom, ambos tendo uma paixão por ela a anos - que começaram a se interessar por ela. Inferno, na Copa Mundial de Quadribol, Oliver Wood fez uma observação sobre Hermione que fez com que os maxilares de Fred e George caíssem; George não conseguia se lembrar exatamente, mas era algo que dizia como "Ela realmente está gostosa, pena que ela tenha apenas catorze anos". Ele e Fred ficaram surpresos e a olharam, as cabeças inclinadas para o lado quando perceberam o que Oliver aparentemente já havia descoberto, que Hermione era bonita. Ainda assim, nenhum deles pensou muito sobre isso. Ela era a amiga de Ron, a amiga de Ginny, por tudo o que era com eles, ela também poderia ser Ginny.

Não, não mais, pensou ele, perturbado, observando-a no brilho de um troféu recentemente polido.

Era quase meia-noite quando eles terminaram, e quando George olhou para cima de seu último troféu, Hermione já havia desaparecido.

____

Hermione estava a meio caminho da escada para o dormitório das meninas quando ela se deparou com alguém, derrubando-a e quase enviando-a rolando os degraus. Uma mão estendeu-se para estabilizá-la, e ela levantou os olhos para perceber que ela apenas esbarrou diretamente em Ginny.

"Precisamos conversar", disse Ginny calmamente, descendo as escadas logo na frente de Hermione. Hermione suspirou, sabendo que, mesmo que ela escapasse seu interrogatório agora, Ginny faria uma prioridade absoluta para que Hermione fale-se mais tarde. Ela se sentou ao lado de Ginny, decidindo acabar com isso.

"O que é?" Hermione perguntou, embora pensasse que ela tinha uma boa idéia do que Ginny queria.

"Você sabe perfeitamente sobre o que é isso", disse Ginny sem rodeios. "O que está acontecendo?"

"Em relação ao quê?" Hermione disse com cuidado.

Ginny bufou. "Não se faça de tonta, Mione."

Hermione suspirou de novo. "George, hein?"

Ginny assentiu, revirando os olhos. "Você nunca dormiu com ele, não foi, Mione." Era uma declaração, não uma pergunta.

"O que a torna tão segura?" Hermione respondeu, desconhecendo se ela deveria se ofender que Ginny tinha certeza de que George não tinha tido relações sexuais com Hermione.

"Porque você teria me contado!" Ginny exclamou, exasperada. "Nós contamos quase tudo uma pra outra, sua idiota, tenho certeza de que você não mencionou ter dado para o meu irmão mais velho. Eu acho que eu me lembraria se você tivesse. Não há como no inferno você ter ido e se pegado assim com George sem me contar, mais cedo ou mais tarde. Então, o que está acontecendo com vocês dois?"

Hermione sorriu fracamente. "Desculpe, Gin, você está certa. Eu não deveria ter deixado você no escuro sobre isso. Com toda a honestidade, ele realmente apenas me levou para o andar de cima e Parvati e Lavender viram ele sair ... e então George estava sendo um babaca que, bem ... "

Ginny ficou boquiaberta por muito tempo antes de sorrir lentamente. "Você está tentando faze-lo admitir, não é?"

Hermione assentiu, sentindo mais do que um pouco envergonhada. Ginny, no entanto, explodiu rindo. "Isso é ótimo!" Ela exclamou através de seu riso. "Eu não sabia que você tinha isso em você!"

"Foi idéia da McGonagall", Hermione disse timidamente.

Ginny levantou uma sobrancelha. "McGonagall? Como em, McGonagall!"

"Não, Ginny, McGonagall como em Hagrid. Sim, McGonagall."

Ginny balançou a cabeça. "A estranheza nunca pára. Então ... o que você está planejando? É por isso que você está vestida como se você realmente soubesse que você tem peitos?"

"Ginny!" Hermione gritou.

"Bem, você nunca se vestiu assim antes - e você tem uma comissão avantajada-", Ginny disse na defensiva. "Especialmente na escola. Eu nem sabia que você possuía roupas assim."

"Minha tia levou-me em uma feira de roupas no verão passado", disse Hermione. "Eu tenho toneladas de roupas como essa."

"Bem, você vai precisar delas", disse Ginny, um brilho maligno em seus olhos. "É hora do meu querido irmão mais velho aprender uma lição."

"Definitivamente", disse Hermione, sorrindo.


Notas Finais


Olá olá olá tortinhas, tudo bem com vocês? Espero que sim.

Olha quem tá de volta né? 18 horas depois e outro capítulo para vocês e eu não sei explicar a minha felicidade com a recepção que está história está tendo, acreditem que estão fazendo uma autora muito feliz!

Queria agradecer as 327 visualizações, 45 favoritos e 57 comentários, vocês são demais!

Como estamos na base das metas heheheh a próxima de vocês: 52 favoritos e 70 comentários.

Até loguinho <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...