História Broken - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Aspen Leger, Carter Woodwork, Celeste Newsome, Kriss Ambers, Lucy, Marlee Tames, Maxon Calix Schreave, May Singer, Personagens Originais, Princesa Daphne, Princesa Nicoletta, Rainha Amberly, Rei Clarkson, Shalom Singer
Tags América, Aseleção, Celeste, Daphne, Kieracass, Kriss, Maxon, Nicoletta, Original
Visualizações 152
Palavras 1.277
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 36 - Um beijo


Fanfic / Fanfiction Broken - Capítulo 36 - Um beijo

— Entre! — disse dando espaço para ele entrar no quarto. Ele entrou e ficou me encarando — Então o que aconteceu naquele dia?

— O príncipe Maxon ameaçou sua família! — disse ele respirando fundo sentando em uma poltrona perto da janela

— Como assim ameaçou minha família? — perguntei assustada sentando na poltrona de frente a ele.

— Você é moradora de Illéa, e pelo o que ele disse, que você têm seus documentos todos regularizado, mas sua família não. O rei Leonardo disse que isso não era importante, mas o Maxon disse que se eu não terminasse com você ele levaria sua família de volta para Illéa e os rebaixaria para a casta 8 junto com todos os seus amigos.

— Isso não faz sentindo príncipe Christopher, por que Maxon faria isso? — olho para Christopher e ele não consegue olhar para meus olhos.

— Porque ele não quer te ver feliz com outro homem, America! — disse ele tocando a minha mão mas eu tiro sua mão da minha e me levando.

— E porque você beijou aquela criada no palácio da França? — perguntei bem séria e ele abaixou a cabeça e voltei a me sentar na poltrona

— Eu conheço aquela moça desde que me conheço, eu e ela tínhamos um relacionamento! — percebo que ele mente pois não conseguia olhar para mim

— E por que à beijou? — perguntei olhando para o fundo dos olhos dele. Ele não respondeu e baixou a cabeça, quando eu estava me levantando da poltrona ele disse algo que me fez paralisar

— Eu não lhe amo America, nunca a amei. Meus pais queriam que eu  virasse um homem de verdade, e porque não usar uma garota bonita e considerada filha do rei e rainha da Itália.. — disse ele se levantando com um sorriso cínico — Ninguém te ama America você é uma pessoa que jamais será amada, sempre será pisada por um homem. Primeiro foi Aspen que na primeira oportunidade te deixou. Depois Maxon que não confia em você. Depois eu que não te aguentava e te trair — disse ele andando até a porta — Espero que você sempre seja uma pessoa infeliz!

Ele fechou a porta e saiu do quarto, todas as palavras que ele me disse me magoaram profundamente, percebo as lágrimas escorrendo pelo meu rosto.

Olho no espelho e vejo me reflexo, estou com a cara acaba com a maquiagem toda borrada e o cabelo todo assanhado. Meu Deus como deixe minha vida chegar a esse ponta! Como fui capaz de ser enganada. Sentei-me na poltrona que estava antes e comecei a pensar em tudo o que acontecerá desde aquela maldita seleção. Depois de uns minutos pensando meu telefone toca, pego e percebo que é Ian me ligando.

— Alô? — perguntei secando meu rosto

— Olá America, está ocupada? — perguntou ele do outro lado da linha 

— Não! — disse e fiquei pensando um pouco ele continuou falando do outro lado da linha mas não estava prestando atenção, até que lembro do convite que ele me fez hoje mais cade — Aquele seu convite para sair hoje, ainda esta de pé?

— Claro que estar, mas você não tinha que recepcionar a família real Inglesa? — perguntou ele intrigado 

— Não preciso mais comparecer! — disse sorrindo com um lenço na mão secando meu rosto

— Então que horas devo lhe buscar? — perguntou ele e percebo que esta animado

— Acho melhor nos encontramos na cidade! — disse soltando meu cabelo

— Não queres que lhe busque? — perguntou ele confuso 

— Não é isso, é que fica longe para você. O quê você acha de nos encontramos naquele restaurante perto do centro!

— Uma ótima sugestão. Que horas nos encontramos? — perguntou ele, e nesse momento olhei no relógio e já marcava 19:40

— Umas 21:30!? — sugerir abrindo meu armário 

— Um ótimo horário. Então até mais tarde America!

— Até Ian! — encerrei a ligação, e nesse momento Clarice entrou no quarto

— Senhorita America o jantar, será servido em vinte minutos! Vamos tem que se arrumar! — disse ela eufórica

— Clarice quantas vezes lhe peço para não me chamar de senhorita! — disse calmamente — E outra não irei jantar aqui hoje!

— Ira jantar aonde? — perguntou ela com um sorriso 

— No centro, e antes que me perguntei irei com Ian! — disse e ela abriu um grande sorriso, Clarice me lembrava muito Lcuy sempre sonhado 

— Irei separar uma roupa! — disse ela indo até o armário

— Me faça me favor! — peço me sentando na cama e Bato para ela sentar ao meu lado

— O quê Senhor...- lhe olho feio — America? — perguntou e eu sorrir!

— Vá até o quarto de Celeste e avise que não irei comparecer ao quarto da princesa Nicoletta mais tarde! — pede e ela se saiu. Quando ela saiu comecei a me arrumar  

Depois de de uma hora me arrumando estou pronta, com uma calça preta, uma camiseta branca de seda, um casaco azul-marinho e um par de botas que vão até meus tornozelos (roupa na mídia ). Quando estou pronta Nicoletta entra no quarto junto com Celeste.

— Aonde a senhorita vai? — perguntou Celeste me olhando toda

— Sai com Ian! — disse pegando minha bolsa 

— E quanto nossa conversa? — perguntou Nicoletta com os braços cruzados

— Deixaremos para amanhã Daphne chegara amanha então colocaremos tudo em pratos limpos! — disse e Celeste engoliu seco 

— Estar linda amiga, uma limousine lhe levará até o seu destino! — disse Nicoletta me acompanhando até á entrada

— Volte cedo! Qualquer coisa me ligue — disse Celeste me abraçando 

— Ok mamãe! — disse e elas riram, deposito um beijo na bochecha de cada uma e entro na limousine

Entrei dentro da Limousine e demorou uma hora até chegar no restaurante. Quando o motorista abriu a porta vejo Ian de frente ao restaurante. 

— Demorou, era melhor eu ter lhe buscado — disse ele assim que chego na frente do restaurante 

— Desculpe, você sabe que é longe! Mas agora estou aqui

— Vamos entrar! — disse ele e pegou na minha mão. Entramos no local e ele era muito bonito muitas pessoas no local, o Maitê nos levou até nossa mesa e começamos a conversar, pedimos nossa comida e uma garrafa de vinho. Depois do jantar resolvemos dar uma volta pela cidade e fomos até um bar muito conhecido naquela região. Quando já estava bem tarde decidimos ir embora. Até o momento que eu fiz umas das maiores loucuras da minha vida.    

Eu me aproximei de Ian e o beijei, ele segurou minha cintura e retribuiu. Quando o beijei me sentir desejada como nunca antes. Paramos com falta de ar, ficamos nos olhando por um tempo até ele me empurrar em direção a uma parede e me beijar ferozmente.

— Eu acho melhor você voltar para o palácio! — disse Ian sussurrando no meu ouvido, nos dois estávamos ofegantes

— Vai querer uma carona? — perguntei ofegante

— Adoraria! — disse Ian, e caminhamos em direção à limousine.

Entramos na limousine se sentamos e ficamos em silêncio. Até o momento que eu me aproximo de Ian e o beijo de novo. Subo em seu colo e começo a tirar sua jaqueta e ele à tirar meu casaco. Ele olha para mim e pergunta

— Você tem certeza disso?

— Absoluta certeza! — disse entre os beijou. Ian bate na janela que divide nós e o motorista

— Por favor nos leve a minha casa! — pede Ian calmamente

—Sim senhor! — disse o motorista e fecha a janelinha divisória


Notas Finais


Estou tão feliz de escrever esse capitulo, meu OTP existe!!! FINALMENTE. O próximo capitulo já é o penúltimo (lamentável). Já estamos em reta final.
Então aguenta coração porque só Deus sabe quando eu começo a segunda temporada (mentira, eu sei quando!)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...