História Broken Angel - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Jeremy Bieber, Pattie Mallette, Personagens Originais
Tags Barbara Palvin, Justin Bieber
Exibições 283
Palavras 4.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oi gente, tudo bem com vocês? Bom, demorei demais eu sei, eu sei. Mas estava uma correria e piorou tudo com essa noticia do Justin no brasil, ingresso. Foi uma loucura só, mas vamos ao que interessa não é? Espero que gostem do capítulo e desculpem qualquer erro.

Capítulo 31 - Vai ser diferente


Fanfic / Fanfiction Broken Angel - Capítulo 31 - Vai ser diferente

Quando seus lábios estão nos meus nossos corações batem como um só. Garota eu realmente amo você, mas eu sempre faço tudo errado.

                          Justin Bieber P.O.V  

Quando eu falo que tudo acontece de um vez comigo eu não estou brincando. Estou veio de coisas pra fazer no trabalho e aquela maluca da Lívia aparece pra me infernizar, aquela vadia de quinta. Ela não vale nada, todos que estão perto dela se machucam, ela é um perigo, é ardilosa e sabe muito bem usar a sedução pra atrair um homem e seu favor, mas tem que ser muito idiota pra deixar isso acontecer, eu falo por experiência própria. Eu não quero estragar tudo com a Angelina, eu a amo, mas toda vez que eu falo isso pra alguma mulher, da uma merda grande, porque eu sempre faço tudo errado.

MAIS QUE CARALHO

soco no volante com força e paro em frente a minha casa, suspiro antes de sair do carro pra não parecer nervoso. Entro em casa e vejo o pai da Angelina sentado no sofá, mas logo ele disse que iria sair e dar um volta por ai, beleza não quero saber. subo de vagar e escuto vozes vindo do quarto da Jessica, eu também vou ter que resolver isso.  Vejo que a porta estava aberta e assim que a Angelina nota minha presença suspira aliviada, porque sabe que a Jessica só se acalma comigo por perto, sempre foi até, deis que ela nasceu.

- Oi, cheguei. O que está acontecendo? – sento na cama

- O Christian ..ele ..ele – ela estava soluçando

- Calma, calma .. respira – seguro a mão dela

- ele ..ele terminou comigo! – disse Jessica

- Mas por quê isso? hum?  Logo uma garota tão legal e bonita como você

- Ele .. – ela suspira- ele disse que eu não tenho mais tempo pra ele, que vivo viajando, essas coisas. Tudo por causa do meu trabalho, eu não vou mais nessa viagem idiota, ela estragou meu namoro. – disse Jessica

- Jessica calma! – disse Angelina

- Calma nada ta? Calma nada! Eu amo o Christian e ele .. ele .. – ela começou a chorar novamente

- Calma, calma, calma! – a puxei contra meu peito

- O que eu vou ..vou fazer agora, Justin? – Jessica diz

- Primeiro, se acalma ta bom? Vamos conversar. Angelina amor, pode me deixar sozinho com ela? – pergunto

- Claro! – Angelina sorriu e saiu do quarto

me aproximo melhor da Jessica que se encostou na cama, limpo as lágrimas dela, mas ela ainda soluçava.

- Calma, o irmão está aqui com você. Vai ficar tudo bem, eu garanto

- Vai mesmo?

- Vai quando eu acertar um soco na cara do Christian! – falo fazendo ela ri

- dessa vez eu deixo! – disse ela

- Ele terminou porque estava de cabeça quente, tenho certeza. Ele te ama! – falo

- Não tenho tanta certeza disso agora!

- Jessie, sabe que ele te ama, sabe disso.  Mas eu estou do seu lado, não do dele. Odeio de vê assim, odeio – falo

- Eu não tenho muito tempo pro Christian, eu estou passando muito tempo fora e ele se sente excluído da minha vida. Mas é meu trabalho, mas eu também amo muito ele. Eu .. eu não sei o que fazer

- Jessie, olha.. vá nessa viagem, faça o seu trabalho e volta pra conversar com ele. É melhor! – falo

- Fiquei sem vontade nem uma de ir nessa merda de viagem! – disse ela

- Você vai sim Jessica, é trabalho e está marcando e fora que é um grande oportunidade. É a segunda vez que é chamada por essa revista entende? Está ficando muito reconhecida e estou completamente orgulhoso de você. Não pode abrir mão de você por causa de outra pessoa. É seu sonho

- O Christian também faz parte do meu sonho!

- Eu sei princesa, eu sei. Mas agora, você tem que pensar em você e quando volta conversa melhor com ele. Ele te ama, eu sei disso.

- Se ele me amasse mesmo entenderia que é meu trabalho, assim como ele tem o dele.

- Olha, é complicado mesmo, mas faz isso que eu falei. Vai pra Nova York, faz tudo que tem que fazer e volta e quando voltar, respira fundo e vai conversar com ele e ai se ele não quiser mais nada, tudo bem. Você vai seguir em frente

- Justin, você fala como se fosse fácil seguir em frente sem a pessoa que você ama. – ela riu ironicamente

- Eu sei que não é fácil, mas vai fazer o que? Entende que precisava pensar não só nele, mas sim em você também. Faz isso que eu falei, assim durante a viagem pode pensar melhor o que vai fazer quando volta. – falo

- Estou com vontade apenas de ficar deitada!

- Jessie – suspiro

- Está doendo muito aqui dentro, estou com o coração sangrando

- Oh princesa, eu sei disso, eu sei disso! –abracei

Fiquei conversando com a Jessica, tentando converse-la de ir na viagem, depois de muito custo consegui isso. Dei um beijo em seu rosto, falei pra ela arrumar a mala enquanto eu tomo um banho .  Assim que sai do banho Angelina entra no quarto fechando a porta

- Ajudei sua irmã com as malas! – disse ela

- Cuida dela lá em Nova York, faça essa se concentrar no trabalho. – falo

- Sim, eu vou. Mas desse ser difícil ser profissional com tantas coisas acontecendo na sua vida pessoal. Sendo que não podemos misturar as coisas. – disse ela

- É sim anjo, é muito complicado! – suspiro

- Como foi seu dia lá? – perguntou chegando perto

Eu deveria dizer a verdade,  que a Lívia me procurou que deu em cima de mim e tudo. Mas ela iria viajar com isso na cabeça e não ia se concentrar e já basta a Julie assim. É melhor eu não falar nada, eu sei como lidar com a Lívia, e vou coloca-la no lugar dela assim que eu a encontrar de novo.

- Foi tudo normal! – sorri

- Que bom! Vou morrer de saudade sua lá em Nova York

- Eu também anjo, eu também! – juntei nossos lábios

como eu sempre falo eu nunca, nunca irei me enjoar dos beijos da Angelina, pois se eu dia isso acontecer é porque não sinto mais nada por ela.

- Eu tenho que está o aeroporto amanha cedo! – ela diz

- É eu sei, eu vou levar vocês duas! – falo

- que bom, assim eu passa mais uns minutos com você! – ela sorrir

- Gostei do modo como pensou sabe? Mas eu também estava pensando em outra coisa – falo a colocando a na cama

- tipo o que? – ela riu

- vou te mostrar! – pisco

[....]

Depois da minha tarde de amor com a Angelina ela foi descansar um pouco enquanto eu fiquei com a Jessica que ainda estava bastante triste, eu entendo perfeitamente.

- da pra largar esse sorvete? Você vai fazer fotos amanha! – falo pegando da mão dela e guardando na geladeira

- porra, nem sorvete eu posso tomar quando estou triste.

- Jessie, poder você pode, você sabe disso, mas não um dia antes de tirar fotos. – suspira

- sorvete me deixa feliz! –ela diz

- Ei, eu sei que está doendo e que está triste, mas precisa focar no trabalho também? É só um dia, você vai lá amanha e depois volta no outro dia e como eu disse antes, vai poder conversar com ele. Ele estava de cabeça quente, tenho certeza que vai se arrepender do que fez.

- Você acha? – pergunto

 - eu tenho certeza princesa, eu tenho certeza! – beijo seu rosto


fiquei conversando com ela até a Angelina descer e ficar lá com a gente, no meio da conversa meu celular começar a tocar e atendo sem olhar quem era, e quando escuto a voz da Lívia eu congelo e desligo na hora.

- Que foi amor? – perguntou Angelina

- nada, nada não!

- Quem era te ligando? – perguntou

- era engano meu anjo! – beijo seu rosto

Eu tentei ficar prestando atenção na conversa delas, mas eu realmente estava no mundo da lua. Lívia já estragou a minha vida uma vez e não posso deixar que ela faça isso novamente, eu sei que tenho culpa do que acontecer por deixar rolar, mas se ela fosse um boa irmã pra Olivia e uma boa pessoa nunca teria dado em cima de mim e não posso deixar que isso acontece novamente, eu não quero perder a Angelina, eu nunca fiquei tão desesperado por perder alguém igual estou com ela. Eu não sei o que ela fez comigo, mas ela é especial e tudo mudou quando ela chegou, principalmente eu.

o resto da tarde foi assim, eu tentando consolar a Jessica enquanto a Angelina tentava acama-la dizendo que iria ficar tudo bem e realmente eu acredito que vá, mas não estou falando só disso, mas sim da vadia da Lívia que não larga o meu pé. Mais a noite, Jessica foi dormir cedo pois já chorou de mais e estava cansada, já meu anjo ficou mais um pouco comigo, mas logo foi dormir também, pois amanha elas duas acordam cedo, bom eu também, pois iriei leva-las no aeroporto.

me jogo no sofá olhando pro nada e resolvo ligar pra minha filha que é a coisinha mais linda dessa mundo. Fico conversando com ela por uma fora, até a Olivia dizer que ela precisa ir dormir. Depois entrei no quarto e vejo a minha namorada gostosa com a bunda pra cima, é muito tentação.

tirou a roupa e fico de box e deito ao seu lado, passo os braços por sua cintura fazendo ela abrir um pouco os olhos

- você está tão gostosa – sussurro em sua ouvido

- já fizemos amor hoje! – ela disse baixo

- eu sei, eu sei. É que você é maravilhosa e está com essa bunda gostosa empinada pra mim. – falo fazendo ela ri

- Justin – ela riu baixinho

- anjo, você já pensou em dar por trás pra mim? – pergunto

ela vira o rosto pra me encarar e tira o cabelo do seu rosto

- hã.. é, falam que dói muito! – ela olha pra baixo

- eu sei, mas .. – dei de ombro

- eu não tenho coragem, desculpa amor! – ela fala

- está tudo bem, eu só perguntei! – falo beijando seu rosto

- está decepcionado? – perguntou

- claro que não meu anjo, claro que não!  - ri

- Que bom! Eu te amo Justin, muito!

- eu também amo você anjo, muito! – juntei nosso lábios

ficamos nos beijando até ela se deitar no meu peitoral, mas eu não queria dormir, eu quero sexo.

- posso te comer? Eu quero muito foder, você não está entendendo

- Justin, ai .. fala direito!

- fazer amor, sexo, foder, comer .. eu quero muito você – a encaro

- eu tenho que acordar cedo!

- eu sei, mas é rapidinho, de ladinho – puxo a perna dela

- Justin

- de ladinho é tão bom, você adora – beijo seu pescoço

- gosto mesmo! – ela riu

posso dizer que minha noite terminou muito bem, tudo ao lado da Angelina termina bem, ainda mais quando se trata de sexo. Mesmo que ela não seja tão experiente ela é ótima e amo passar cada noite assim com ela.

no outro dia acordei com primeiro que ela tomei um banho e me arrumei, falei pra ela se arrumar enquanto eu ia chamar a Jessica, mas ela já estava acordada arrumando o cabelo, aposto que nem dormiu direito pensando no Christian.  Tadinha, eu odeio vê-la assim, sofrendo, ainda mais por um cara que é meu amigo. Depois que ela duas terminaram de se arrumarem fomos tomar café da manha e partirmos pro aeroporto, o pai dela também foi. Quando chamaram o voo delas Angelina começou a chorar  o que me fez ri, ela parecia uma garotinha, nem parecia aquela mulher gostosa que estava dando pra mim ontem.

- Vai passar logo anjo, amanha a noite você está de volta! – beijo sua testa

- mesma assim! –ela me abraça

- Eu sei, mas é melhor se concentrar no trabalho e quando chegar lá você me liga. Eu te amo, vai ficar tudo bem

- Ta bom, eu também amo você! – ela juntou nossos lábios

- tchau filha, liga pra mim também ok? Se cuida! – diz o pai dela

- tchau pai, se cuida também e não trata o Justin mau entendeu? – disse Angelina

- eu vou tentar! – disse o pai dela

- Tchau gente, eu te amo Justin, vamos Angelina! – disse Jessica

- eu também amo você princesa, muito. Se cuidem e qualquer coisa liguem pra mim. – falo

- ta bom, tchau! – disse Jessica

Angelina foi dando tchau até entrar no avião, suspirei por ter deixado meu anjo ir, mas assim que eu a contratei pra ser modelo eu sobre que teria que abrir mão de algumas coisas.

- Minha menina! – disse o pai dela

- vamos senhor Ellis, amanha a noite elas iram chegar! – falo

ele não disse nada, apenas me acompanhou até o carro e não caminho de volta pra casa também não disse nada.  Deixei ele em casa e fui pro trabalho, o caminho todo eu tentei me concentrar na musica que tocava no rádio mais era praticamente impossível, eu só queria saber como a Angelina iria se sair longe de mim, eu sei que ela sabe se cuidar, sei disso, mas ela é nova nesse mundo, no meu mundo e fico completamente preocupado, mas vou tentar me concentrar no trabalho. Foi isso que eu pensei quando entrei no elevador da minha empresa, dei bom dia pra minha secretaria e entrei na minha sala e vi que tinha alguém sentado na minha cadeira

-  Hã.. bom dia? Quem é? – falo chegando mais perto

- Oi meu amor, bom dia! – a cadeira se vira revelando a Lívia

arregalo meus olhos quando percebo que ela está completamente nua, exatamente sem nada.

- O que pensa que está fazendo sua vadia? Que porra é essa? Se veste isso aqui é meu local de trabalho. Quem te deixou entrar aqui? – falo rápido

- calma Justin, olha o coração. Não precisa ficar nervoso e até parece que nunca vi nada disso aqui. Você lembra de como você acabava aqui? – ela segura os peitos

- Lívia se veste e sai da minha sala agora! – falo a encarando serio

era difícil pra mim, Lívia é uma mulher linda e muito gostosa e vê-la nessa situação é muito complicado, como homem meu corpo já da sinais.

- Tem certeza que tenho que sair, Bieber? – ela abre as pernas

- você é larga, não me impressiona essa buceta ai. Eu já comi, então tchau – dou de ombro

- Ai Bieber, poxa ..tem certeza? Eu quero tanto que você me coma – ela desce a mão por todo seu corpo

- eu já tenho quem comer, obrigado. Pode sair nua daqui se quiser, aposto que alguém vai querer comer. Anda logo antes que te jogue daqui de cima – falo bravo

ela se levantou e caminhou na minha direção, respirei fundo evitando não olhar pro seu corpo, porque não podemos negar que eu quero come-la. Eu sou homem porra, impossível não querer, impossível. Mas estou com a Angelina e a amo de verdade, já basta o boquete que a Olivia me fez que pretendo nunca contar pra ela, foi um erro.

- Eu duvido muito que você quer que eu vá embora. Você quer me comer, que me comer de todas as formas possíveis, Bieber. Eu te conheço bem e sei o quanto está se segurando pra não me jogar em cima da mesa. Mas sabe de uma coisa? Eu amo quando se faz de durão por causa da namoradinha, mas ela não precisa saber não é. Me come vai...bem gostoso, até o talo – ela sussurra perto da minha boca

- Não! –falo engolindo o saco

- Esse seu “não” tem um pouco de sim. Adoro! – ela sorriu colocando a mão dentro da minha calça- há..que saudade eu estava desse seu pau

- Lívia – suspiro

- Bieber, vai .. me come

- sai caralho, sai -  tiro a mão dela

- Eu nunca vou sair da sua vida Bieber, entende isso, você é meu. – ela junta nosso lábios

foi tudo tão rápido, quando percebi estava correspondendo o beijo e ela estava com as penas em volta da minha cintura, a coloquei em cima da mesa e me afastei passando a mão no cabelo

- Eu não posso, caralho eu não posso! – falo

- pode, pode sim! – disse Lívia

- Sai daqui agora entende? Agora ou

- ou seu pau vai explodir? Eu sei, olha o volume na sua calça, você está tão existido, deixa eu fazer você goza na minha boca pra você relaxar, vem Bieber ..vem – ela caminha na minha direção

- Eu não posso, eu não posso caralho, eu não posso! –me afasto

- Xi... vem cá – ela me puxa pela mão e me coloca sentando

ela começa a abrir minha calça enquanto eu estava lá parada que nem um idiota, um idiota completamente excitado. Ela começou a abrir minha calça e eu segurei sua mão com força

- ai ..ai está me machucando Justin! – ela disse

- eu vou te machucar muito mais se não sair da minha sala agora. Eu quero te comer pra caralho, quero mesmo, mas não vou porque se for pra trair e eu prefiro que seja uma puta de esquina do que com você, porque você é pior que elas, sua vadia barata. SAI DAQUI AGORA MESMO CARALHO – empurro ela no chão

ela me olha assustada e eu aponto pras suas roupas, ela caminho até lá e começa a vestir tudo, até terminar e parar na minha frente.

- Eu não vai ficar assim Bieber, você é meu, MEU! – ela diz

- nos seus sonhos vadia, nos seus sonhos! – falo

ela abre a porta do meu escritório e sai. Apoio minhas mãos na mesa e suspiro olhando pro meu completamente duro. Que legal, vou ter que bater um agora por culpa dessa vadia, mas estou feliz por ter me segurado, pois minha vontade era de comer ela até o talo todinha, que gostosa, caralho.

Preciso me concentrar no trabalho, no trabalho.

[.....]

Mais tarde, já na hora de ir embora meu pai me chamou pra conversar em um bar, na verdade eu não queira papo com ele, pois ele não foi se despedir e desejar boa viagem pra Jessica. Mas fui mesmo assim, Angelina não estava em casa me esperando mesmo.

- Não interessa, ela é sua filha tem que vim em primeiro lugar – falo

- Eu sei, eu esqueci, mas eu sei. E eu ..eu vou comparecer mais, eu prometo.

- Eu não me importo mais com que você faz ou deixa de fazer eu só me preocupo com a Jessica.  Ela sente a sua falta e você nem mora longe e não visita ela. Você me disse que iria passar lá antes dela viajar e adivinha? Novamente você não cumpriu com sua palavra. Que ótimo pai você é! – ri ironicamente

 Fiquei conversando com o meu pai por um tempo no bar e depois fui até o meu carro, e bufo quando vejo que a Lívia estava encostada nela. Ela está me seguindo? Eu vou quebrar essa vadia na porrada pra vê se ela aprender que sou comprometido.

- O que você quer agora? Caralho Lívia me deixa em paz eu nunca mais vou ter nada com você, nada entendeu?

- Eu te amo Justin! – ela junta nosso lábios

arregalo os olhos com o que ela disse e seguro seu ombro afastando ela de vagar.

- o que? – pergunto

- Eu te amo! – ela passa o braço em volta do meu pescoço – eu te amo deis do dia que entrou na minha casa com a Olivia, era pra ser eu com você e não ela, eu .. Julia era pra ser nossa filha entende? Sua vida tem que ser compartilhada comigo e não com mais ninguém. Sou eu quem você deve comer bem gostoso só do jeito que você sabe fazer. Lembra do modo como me pediu pra me comer? Você lembra Bieber? – ela beija meu pescoço

- lembro! – falo baixo

- não era bom? Oh, eu sei que sim. Eu posso ser uma vadia Bieber, mas sou uma vadia que te ama.

- Mas eu não te amo! – me afasto dela

- Justin

- Eu não te amo Lívia, você pode ser gostosa, eu posso te comer quantas vezes for, mas você NUNCA, NUNCA será o tipo de mulher com quem eu teria um relacionamento. Você só serve pra uma coisa, satisfazer desejos, pra sexo e não sou o único que pensa assim. Eu quero que você siga a sua vida ou ligarei pra policia e falaria que tem uma maluca me perseguindo. Agora segue seu rumo pro bordel, vadia nojenta. – falo

a empurro pra longe e entro no meu carro e saio dali o mais rápido possível. Eu tenho que me livrar da Lívia antes que ela me cause problemas com a Angelina, não quero perder o meu anjo.


                                              Angelina Ellis P.O.V


A minha viagem foi tranquila, bem tranquila mesmo. Jessica dormiu a viagem toda enquanto eu ficava lendo um livro que ela trouxe. Assim que chegamos em Nova York, fomos falar com o pessoal da revista e tinha vários paparazzi me perguntando se estou namorando com o Justin ou não, isso é tão irritante. Depois do almoço fomos pra seção de fotos e estou orgulhosa não só de mim por conseguir isso, mas também a Jessica que conseguiu disfarçar que estava realmente bem, ela estava linda e demostrava coragem e alto estima, dei o meu máximo pra me sair bem assim. A mulher da revista me elogiou e disse que tinha feita uma ótima escolha, que eu estava maravilhosa.  Fiquei feliz com isso? Com toda certeza. Amanda nos ligou e disse que tínhamos que dar uma entrevista e novamente perguntas sobre o Justin, eu apenas falei que ele é um cara legal e é bom trabalhar com ele. Justin tinha pedido pra não falarmos nada sobre o nosso namoro e foi isso que eu fiz. Tentei ligar pra ele, mas só conseguir a noite, pois tudo foi tão corrido aqui, mas até que foi divertido. Agora estou no quarto com a Jessica porque vamos ao festa no hotel, festa da revista junto com a Kylie Jenner acreditam? Ela é tão linda e legal, foi super simpática comigo e me desejou boa sorte na minha carreira. Estou amando isso tudo, confesso.

- Estão pronta? A festa lá em baixo está maravilhosa – disse Kylie

- Estamos sim, vamos Angelina! – disse Jessica

- Espera  - falo aumentando o volume da televisão do quarto

Jessica pareceu curiosa assim como a Kylie quando apareceu o nome do Justin nela. Um nó se formou na minha garganta quando estavam falando que o Justin tinha uma nova garota, pensei que seria nome que apareceria ali, mas apenas apareceu “ garota misteriosa”  e umas fotos do Justin beijando ela perto de um carro. E pelo cabelo eu posso imaginar quem seja. Coloco a mão na boca não acreditando no que estava vendo. Sento na cama e as lágrimas começam a cair. Como ele teve coragem de fazer isso comigo?

- Angelina – Jessica me olha

- Ai meu Deus, você realmente tem alguma coisa com ele! – disse Kylie

- Ela é namorada dele! – disse Jessica

- Depois disso não sou mais nada do Justin Bieber além de um simples modelo da sua agencia.

- Angelina, calma temos uma festa ir – disse Jessica

- Você tem razão – limpo meu rosto – temos uma festa pra ir, vamos no divertir do mesmo jeito que ele está se divertindo lá sem mim.

- isso ai, assim que se fala – disse Kylie

- Angelina, você não é assim! – disse Jessica

- E como eu sou? A idiota que acredita no seu irmão? Não Jessica, é a segunda vez que um cara me faz de babaca. Mas dessa vez vai ser diferente.


Eu espera qualquer coisa do Justin menos isso, de verdade mesmo, menos isso. Eu pensei que ele colocaria aquela mulher no lugar dela, mas não, ele não consegue se livrar dela, ela está na vida dele e se ela está, não tem lugar pra mim.










 


Notas Finais


LÍVIA VADIA!!!!!! O Que o Justin vai fazer a respeito quando souber que a Angelina viu as fotos? Já sabemos bem quem mandou as fotos pra mídia pra estragar o namoro do Justin. Acho que Angelina vai começar a amadurecer e Justin, tadinho rs como sempre se enrolando mais ainda.

NOVA FANFIC: BELA DAMA https://spiritfanfics.com/historia/bela-dama-6958272


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...