História Broken Destination: The Story of a Devil Slayer - Capítulo 14


Escrita por: ~

Visualizações 1.548
Palavras 2.200
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Galera, deixando aqui rápidão para vocês. Esse capítulo seria o hentai, mas ai eu deixei para o próximo, para que ele fique completinho lá. Depois do hentai, vem dois capítulos SUPER-ENGRAÇADOS VEY! Ficaram divinos, eu juro! Então!

30 comentarios eu posto sabado que vem!

40 comentarios e eu posto quinta-feira!

50 Comentarios e eu posto segunda (Amanhã)! (Vale até as 22:00)

:3 Amo vcs S2

Capítulo 14 - A Good Friend


Depois de comer tudinho, Naruto vomitou 5 vezes, antes de conseguir voltar para a cama.

-Me perdoe, Naruto. - Erza falou, com os olhos cheios de arrependimento, enquanto um rubor de vergonha espalhava pelo seu rosto. O loiro deitado na cama, olhou para ela fracamente. - Por favor, me bata se isso for te fazer sentir-se melhor.

Os olhos do Devil Slayer se arregalaram momentaneamente, ao pensar em bater em Erza, ou melhor na bunda dela. Ele batendo na bunda dela, tapa atrás de tapa, fazendo ela gemer, enquanto vermelhidão se espalhava pelo seu rosto e bunda...

Foi a vez do rosto de Naruto ficar vermelho.

-N-Naruto! - Erza chamou, desesperada. - V-Você esta bem?!

-S-Sim. - Ele gaguejou. - Só acho... Que preciso dormir um pouco. - Ele disse, antes de sorrir, pervertidamente. - Gostaria de me acompanhar?

Os olhos de Erza cresceram visivelmente, enquanto o rubor em seu rosto se aprofundou. Vendo que essa pequena brincadeira realmente tinha chance de funcionar, Naruto decidiu investir mais.

-Sabe... Calor corporal pode ajudar a aumentar minha temperatura. - O rosto de Erza estava em uma pose pensativa, apesar de seu rosto estar completamente vermelho. Obviamente, ela estava divida entre fazer o que era certo (na sua visão) ou negar por sua vergonha. - E você também poderia contar como sua punição por tentar me envenenar.

O rosto de Erza assumiu uma pose envergonhada, enquanto ela olhou para baixo, segurando apertado a borda da saia de enfermeira. Ela hesitou por um segundo, antes de sua face se tornar séria, e ela assentir.

-Tudo bem. - Ela disse, surpreendendo ela e o loiro. - Vamos fazer isso.

Vendo que tinha conseguido, Naruto mal conseguiu acreditar antes que Erza já estava se deitando na cama.

-Espera! - O loiro disse. - Você tem que tirar sua roupa.

-H-H-HÃ?! - Ela tomou um susto. Tentando soar sincero, Naruto balançou a cabeça de um lado para o outro.

-É necessario o máximo de contato entre nossos corpos, para aumentar ao máximo a temperatura. - Ele disse. Vendo o olhar chocado de Erza, o loiro não pode ajudar, mas dizendo: - Não culpe a mim, culpe a biologia.

Erza cruzou os braços, e então fechou os olhos.

-Isso é minha punição. - Ela disse. - Tenho que aceitar. - Em seguida, suas roupas sumiram através de sua Magia “Reequip”, E no lugar delas, apenas uma calcinha e sutiã apareceram.

O loiro podia sentir o sangue começando a subir para a cabeça, querendo sair pelo nariz. Mas, com muita força de vontade ele mandou novamente para baixo, antes de dar espaço para ela na cama, esperando dormirem abraçados. Só, que, ele não esperava que ela iria se deitar em cima dele.

As pernas dela estavam uma de cada lado de sua cintura, seus peitos protegidos apenas pelo sutiã, enquanto sua cabeça descansava no peito do loiro, que tinha os olhos arregalados não acreditando. Por outro lado, enquanto deitado em cima dele, Erza também estava corando muito.

“E-E-E-Eu estou d-d-d-deitada com ele...” - Ela pensava vermelha. “M-Mas porque... Isso é t-tão bom?” - Ela se perguntava. - “Seu c-corpo é um pouco frio... Mas ao mesmo tempo traz uma sensação quente... Eu gosto disso... Eu gosto.” - Ela pensou, fechando os olhos, enquanto deixava um sorriso se espalhar pelo seu rosto.

Enquanto isso, Naruto olhava para a cabeça de Erza deitada em seu peito surpreso. Eles eram muito amigos, sério, algumas pessoas até mesmo pensavam que ele era namorado secreto dela, mas eles nunca tinham chegado ao ponto de dormirem os dois semi-nus, tão próximos. Apesar de ter sido seu plano, ele nunca pensou que realmente fosse funcionar.

Sorrindo de leve, Naruto passou os braços ao redor da cintura de Erza, a puxando para mais perto.

Bebendo tudo dentro do copo, e em seguida o batendo na mesa da taberna, Cana olhou para Mira que limpava alguns itens, enquanto limpava a boca.

-Então... Hoje finalmente é o meu dia? - Ela perguntou sorrindo. - Finalmente poderei ver o bastardo loiro. Apesar de ainda não entender os motivos de apenas uma única pessoa poder ficar com ele por dia.

Mira olhou para ela, e sorriu delicadamente.

-Quando você o encontrar vai entender. - Ela disse de forma misteriosa, dando a Cana uma pequena pontada de decepção. Desde que Naruto havia acordado, a dois dias, as únicas pessoas que haviam ido visitar ele havia sido Erza e Mira, e ninguém mais. Isso, claro, porque Mira proibiu a todos.

-Ele esta muito danificado. - Falou Erza aparecendo de repente, e se sentando ao lado dela. Isso significava que era sua vez de ir, mesmo assim, a curiosidade dela foi ainda maior.

-Como assim: “Muito Danificado?” - Ela perguntou, curiosa.

-Ele esta muito ferido ainda. - Mira falou com um suspiro triste. - Quando eu estava lá, ele fingia que não sentia nada e tudo mais, só que, deu para perceber que ele estava completamente esgotado, ao ponto de nem mesmo sair do quarto.

-Sim. - Erza disse. - Ele é sempre muito energetico, mas quando eu estava lá, ele nem mesmo deixou o quarto uma única vez, e só se levanta da cama para ir no banheiro. - Ela disse. - Eu acho que ele esta em choque por alguma coisa.

-Eu pensei a mesma coisa... Seu corpo parece bem, mas sua mente... Parece fora do lugar. - Mira disse. - Eu tentei conversar direito com ele sobre isso, mas não funcionou. Ele continua tentando manter as aparências de que esta tudo bem.

Mira suspirou.

-Hm, entendo. - Ela disse, pensativa, antes de um sorriso aparecer em sua face. - De qualquer forma, o que devo fazer?

-Nada demais, apenas manter ele descansando. - Mira disse. - E nada de dar qualquer tipo de bebida alcoolica.

-Pode deixar Mira. - Cana disse, calmamente. - Até mesmo eu sei que não faria bem para uma pessoa em tal estado, ficar bebendo.

-Ah, tente conversar um pouco com ele... Faça-o abrir-se mais... - Mira pediu.

-Claro, pode deixar Mira!

(…)

-Bebe seu ótario! Bebe seu ótario! Bebe seu ótario! Bebe seu ótario...! - Cana cantava alegremente, enquanto batia as mãos na mesa em frente dela e de Naruto, que virava todo um barril de cerveja.

O loiro agora sentado em um sofá, parecia muito melhor, enquanto um pequeno rubor estava em suas bochechas, demonstrando sua embreaguês obvia. Depois de virar completamente a bebida, ele soltou um rugido seco de sua garganta, enquanto colocou o barril ao lado. Um arroto saiu de sua boca, enquanto uma risada saiu da de Cana, que caiu no sofá, ainda rindo.

Ela olhou para o loiro, também sentado esparramado, e sorriu.

-Eu pensei que seu estado não permitiria beber tanto. - Ela disse. - Que bom que estava errada.

O loiro sorriu.

-Ainda bem mesmo. - Ele disse. - Já estava começando a sentir falta dessa deliciosa bebida magnifica.

-Yare Yare, ela é sempre muito boa mesmo. - Ela disse normalmente, antes de olhar para ele, com um olhar sério agora. Um olhar, que muitas poucas vezes Cana havia dado na vida. - Então, vai me contar o que esta acontecendo?

Os olhos do loiro se arregalaram em surpresa.

-D-Do que esta falando? - Ele perguntou.

-Não se finja de desintendido comigo, Naruto. - Ela se aproximou dele. - Eu sei que você não esta bem. Erza e Mira também sabem, agora. Você vai falar, ou eu vou ter que te fazer falar?

Naruto olhou para ela, e em seguida forjou uma cara confusa.

-Não sei do que você esta falando, Cana. - Ele disse, antes de erguer os braços e pernas no ar. - Esta vendo? Nenhum ferimento, nenhuma dor.

Ela revirou os olhos.

-Não estou falando de seu corpo, seu idiota. - Ela bateu no ombro dele. - Estou falando disso aqui, oh! - Ela cutucou a cabeça dele, repetidamente. - Eu sei que tem algo errado, vamos lá, pode contar para sua Cana-onee-chan. - Ela disse infantilmente.

O loiro olhou para ela por um segundo, antes de suspirar. Ele nunca entendeu como elas podiam o entender tão bem... Mas elas simplesmente podiam. E ele agradecia por isso. Ele havia conseguido fingir que estava tudo bem, fazendo suas brincadeiras pervertidas com Erza, ou conversando coisas banais com Mira, mas... Ele estava destruido por dentro.

Ele agora sabia que sua “familia” estava atrás dele, e que Silver foi apenas o primeiro que havia “esbarrado” nele, e que ele tinha tido a chance de escapar. Mas ele também sabia, que outros viriam atrás dele depois, e que a sorte que ele tinha tido com Silver, poderia não se repetir de novo.

-E-Eu... Não posso falar tudo. - Vendo que ele ia pelo menos falar, Cana sorriu. - Quanto menos souberem, melhor será para a Fairy Tail. - Ele disse sério, causando o sorriso de Cana a cair um pouco.

-Sim, eu entendo. - Ela disse. - Todos nós temos segredos, continue.

O loiro suspirou fortemente.

-Eu... Não encontrei um demônio na minha missão, foi um Mago. - As sobrancelhas de Cana se contrairam. Quem nesse mundo poderia fazer Naruto entrar em coma?! - E pior, ele era um Devil Slayer.

-Um devil slayer?! - Ela perguntou em choque. - M-Mas eu sempre pensei que você fosse único!

-Eu também pensei. - Ele disse. - Mas aparentemente, não foi bem isso... Mas, essa ainda não é a pior parte da história. - Cana ficou ainda mais atenta. - A pior, é que ele na verdade trabalhar para minha família, e queria me levar de volta.

-Familia?! - Ela perguntou, surpresa. - Pensei que fosse orfão.

-E eu sou... Mas, bem, veja... Minha “familia”, é o nome que eu dou para o grupo que eu cresci. Um grupo particularmente muito forte, que me quer de volta, e agora, farão de tudo para me levar com eles. - Ele abaixou a cabeça.

-... Pelo visto... Eles não eram das melhores, sua família, não é? - Ela perguntou.

Naruto cerrou os punhos. As lembranças... Eram horriveis na verdade, e o único motivo dele não querer as esquecer, era para que também pudesse se lembrar de Seilah, e de como ela o tratava bem. Ainda hoje, quando ele pensa nela, seu coração aquece.

-Pode se dizer que sim. - O loiro respondeu. Cana imediatamente notou o tom de voz.

“Ele sofreu muito.” Foi o que ela pensou ao ouvir seu tom de voz.

Suas mãos finas se esticaram e agarraram a cabeça de Naruto, e a puxou para seu peito, o colocando deitado sobre.

-C-Cana? - Ele perguntou surpreso. Enquanto ele tinha um relacionamento muito bom com todas, o mais próximo fisicamente era com Cana. Os dois nunca chegaram a ter sexo, mas muitas vezes se pegavam, quando bebados, sóbrios, entediados, solitarios, em missão, sem ser em missão... Na verdade, eles se pegavam quase sempre mesmo, mas nunca foram mais longe do que alguns beijos e apalpadas. Mas, ele realmente agora não esperava ela para puxar sua cara contra seus seios, por isso, a surpresa.

-Shi... Naru-chan sofreu, não é mesmo? - Ela perguntou, de forma infantil. Poderia parecer sarcastisco, mas Naruto sabia que era a forma de Cana demonstrar que se preocupada. - Não se preocupe, Cana-onee-chan vai fazer passar. Apenas descanse nos peitos de Cana-onee-chan.

O loiro não disse nada, enquanto permitiu que sua cabeça descansse nela. Ele permaneceu ali, deitado durante quase uma hora, antes que ele se ajeitou, deitando-se sobre as pernas de Cana, não mas sobre seu peito. Ele olhou para cima, onde viu Cana também o olhando.

-O-Obrigado. - Ele disse sem jeito. - E-Eu estava precisando disso.

Naquele momento, vendo a forma como ele agia. Cana... Sentiu-se como se tivesse que beijar ele... Tipo... Naquele instante, urgentemente. Obrigatorio!

E foi isso que ela fez. Abaixando sua cabeça, até o ponto que seus lábioss se encontravam com os de Naruto, ela os encostou de leve. Em um selinho simples.

Naruto não se surpreendeu. Como já dito, os dois amigos eram “amigos que se pegam”. A melhor forma de amizade.

Mas, o selinho não parou ai. O beijo começou a esquentar. A língua de Cana tentou invadir a boca de Naruto, apenas para a de Naruto invadir a dela. Não que ela se importou. O beijo estava ótimo. Estava gostoso e perfeito, a única coisa ruim era a posição que eles estavam.

O loiro foi quem se moveu. Ele virou seu corpo, e se colocou em uma posição quase sentada, enquanto continuou a beijar Cana, que tinha as mãos sobre o corpo dele, enquanto se apoiava de leve contra ele.

As mãos dela não ficavam parada. Iam e vasculhavam todo o território sobre a camisa, até que chegou finalmente um momento, na qual ela não quis mais a camisa, e enfiou as mãos por debaixo, e começou a puxar para cima.

Eles tiveram que se separar, para tirar completamente a camisa, e durante esse tempo, Cana olhou para ele, como Erza olha para o bolo dentro de uma vitrine... com avidez, com luxuria... Com desejo puro. Quando o loiro terminou de retirar a camisa, Cana avançou sobre ele, sentando sobre seu colo, e beijando ele avidamente mais uma vez. 


Notas Finais


kkkkk, eu adoro fazer comparações e referências... A de Erza agora no final... Topper, encaixou direitinho...
E parece que ninguém acertou... Era Cana Alberona! ADORO ELA!

POR FAVOR, DÊM UMA OLHADINHA EM NARUTO X ONE PIECE: https://spiritfanfics.com/historia/chamas-e-trovoes-que-governam-os-ceus-6393028

Melhor crossover deles que você vai ler em toda sua vida... A Menos que você leia outro, ai já não posso garantir... Mas entre os 5 primeiros fica :3 ((Tem que ser humilde))


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...