História Broken Destination: The Story of a Devil Slayer - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail, Naruto
Exibições 856
Palavras 2.023
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


54 COMENTARIOS MANOS! ISSO É DEMAIS! EU TENHO 1/2 DE CENTENA!

U.U EU AMO VOCÊS COISAS LINDAS! AGORA APROVEITEM ESSE HENTAI MAROTO, E O PRÓXIMO SÓ DAQUI A QUINZE DIAS!

BYE BYE!

TITULO: O DEVIL SLAYER FAZ SUA PRIMEIRA VITIMA

Capítulo 15 - The Devil Slayer Make His First Victim


Eles se separaram rapidamente, e se encararam, antes de voltar a se beijar. As mãos de Naruto acariciando o corpo dela por debaixo da camisa, enquanto ao mesmo tempo subia, puxando a camisa dela para fora, até o momento que tiveram que se separar mais uma vez, para poder tirar a camisa dela por completo.

Quando a camisa voou longe, Naruto teve rapidamente suas mãos ágeis a ir em direção aos peitos de Cana protegidos pelo sutiã. Eles estavam durinhos, o que fez Naruto ainda mais feliz em os acariciar. Apertando os bicos sob o sutiã, ou os apertando dentro de suas mãos. Enquanto os seios de Cana, não eram tão grandes quanto os de Mira e Erza, eles estavam definitivamente na classificação “Grande”.

Cana abriu a boca e gemeu, enquanto deixava Naruto brincar com seus seios. Seu corpo se contorcendo de leve sob o contato, como se ela não pudesse nem mesmo se controlar. Naruto sorriu.

-T-Tire-os. - Cana disse. - Rápido.

O loiro nem sequer pensou em desobedecer, suas mãos rapidamente viajaram para as costas de Cana, e segurando o sutiã, ele a soltou, fazendo ele cair no chão, e deixando os seios de Cana saltar para fora. Para a vida.

Os mamilos rosas durinhos pularam para cima e para baixo, acompanhando o ritmo das batidas do coração de Cana, e de sua respiração ofegante. O loiro não hesitou em colocar a mão em um dos mamilos, e brincar de leve com eles. Apertando e puxando de leve.

Cana gemeu novamente, enquanto um rubor se espalhou por seu rosto, enquanto ela olhava para o loiro. Eles nunca haviam ido tão longe. O máximo que eles tinham ido, havia sido até o sutiã, ou seja, hoje eles haviam quebrado uma grande barreira.

A morena estava tão perdida em pensamentos, que nem notou quando um dos dedos de Naruto se aproximou dos seios dela, e os apertou, como se faria com um botão. Estantâneamente, um gemido saiu de sua boca.

-Ya ~ ahh ~... - O gemido angelical saiu de sua boca, antes de mais uma vez, ela se ver surpresa, quando o loiro aproximou sua boca do seios dela, e o prendeu entre seus lábios. Não foi nada realmente, mas em seguida ele sugou. A força de sucção fez o peito de Cana se esticar e se excitar ainda mais.

Seu corpo quente entrou em erupção.

Enquanto chupava um, Naruto tinha uma mão apalpando a bunda dela, e a outra em seu outro seio. Cana tinha as mãos ao redor da cabeça de Naruto, o puxando com mais força contra seu peito. Ela olhava para baixo, e ele olhava para cima. Os dois tinham rubors de vergonha e de embreaguês. Até o momento, eles nem mesmo tinham a ideia do que estava acontecendo. Tudo havia acontecido naturalmente... E não podia ser melhor.

Naruto soltou o seio, e passou para o outro, dando o mesmo tratamento. O seio anterior agora estava cheio de saliva, marcas roxas e vermelhas, enquanto a outra mão de Naruto tomou conta dele.

Mordiscar, sugar, puxar, lamber e apertar se tornou algo natural anquele momento. O loiro soube fazer tudo perfeitamente, mas mesmo assim, ainda não era o suficiente para apagar o fogo que queimava dentro de ambos.

Cansada de apenas aquilo, Cana, empurrou Naruto contra o sofá, o fazendo ficar sentado contra o estofado, enquanto ela se levantou. Ficando de pé, ela se virou de costas para o loiro, e puxou o ziper de suas calças jeans. Ouvindo o som, Naruto entendeu que as coisas estavam começando a ficar sério, e ele hesitou um pouco, mas o que aconteceu em seguir nublou sua hesitação.

Cana, havia começado a puxar as calças dela para baixo, enquanto inclinando seu corpo para frente, dando a sua bunda uma bela exibição. Apenas para o loiro sortudo.

A calça começo a cair, finalmente msotrando a bunda e a calcinha fina. Naruto podia jurar que o sangue não estava subindo para a cabeça... Estava indo em direção contraria. Para baixo. Porque suas calças também estavam tão apertadas como nunca.

-Gostou da visão? - Ela perguntou, dando um leve tapa na bunda. O loiro acenou, quase roboticamente. Ela sorriu. - Aproveite, porque você é o primeiro e único homem a vê-la assim.

-Homem? - Ele sorriu. Sabia muito bem das escolhas de sua amiga.

Ela deu de ombros.

-Fazer o que? O corpo feminino é simplesmente belo demais para eu me prender. - Ela disse, se aproximando. Ela colocou os braços no ombro de Naruto, e aproximou seu rosto do dele, olhando profundamente em seus olhos. - Considere-se sortudo.

A hesitação de Naruto voltou.

-... Então porque esta fazendo isso? - Ele perguntou.

-Porque não? - Ela respondeu com outra pergunta. - Eu não tenho namorado nem namorada, e você? - Ele negou com a cabeça. - Então porque não?

-... Meio que vai ser a primeira vez de nós dois. - Ele disse. - Eu acho que seria melhor que você fizesse isso com algum homem realmente especial.

Cana se sentou no colo dele, e sorriu, quase sarcasticamente.

-Especial? Homem? - Ela riu de leve. - Pelo amor de deus, Naruto. Eu nunca interagi com outro homem da mesma forma que interajo com você. Não estou dizendo que estou apaixonado por você nem nada... Mas, se for para ter isso com algum homem, então que seja com você... - Ela disse, antes de seu rosto se tornar um pouco mais... Hesitante... Não, na verdade, era dificil dizer o que seu rosto havia se tornado. - A menos que eu não seja boa o suficiente para você...

O loiro rapidamente negou.

-Não, não, não, com toda certeza não é isso... É só que... - O loiro ia falar alguma coisa, mas em seguida ele apenas jogou fora. - Quer saber? Foda-se, vamos continuar.

Ele tomou a iniciativa, segurando a nuca dela, e atacando a boca feminina que ela tinha, com a sua própria.

O beijo se tornou ainda mais quente do que antes.

Eles se beijaram por minutos, antes que as mãos de Naruto largaram a nuca dela, e viajaram para sua bunda, onde ele apertou feliz, sentindo aquele monte de carne ficar espremido em suas mãos. Cana largou sua língua, para poder gemer.

Ela olhou para ele, com o rosto vermelho e sorriu.

-Você esta gostando, não é, Naru-chan? - Ela perguntou, sorrindo sapeca.

-Muito, Cana-onee-chan. - Ele respondeu, da mesma forma que ela. - Mas você parece estar gostando mais.

Ela sorriu, não negando a afirmação do loiro.

-Bem, bem... Então vamos ao prato principal. - Na mesma hora que ela disse isso, sua mão largou o rosto de Naruto, e desceu até sua calça, onde ela segurou o ziper, e o abriu. A calça instaneamente se tornou menos apertado, enquanto com a ajuda do loiro, ela conseguiu a retirar por completo, jogando em algum canto da sala cheia de livros.

Agora, ela estava apenas de calcinha, que se encontrava muito molhada; e ele de cueca, na qual se encontrava muito apertada, enquanto um grande pau escondido dentro dela ficava latejando.

-Bem maior do que lembro... - Ela disse olhando para o pau, que roçava sua calcinha.

Levantando um pouco o corpo, ela puxou a calcinha para o lado, enquanto Naruto puxou a cueca para baixo. Nesse momento, ela desceu devagar, e posicionou a cabeça do pau dele na sua entrada, enquanto ela devagar ia descendo.

-Porra! Isso dói! - Ela disse, depois que a cabeca do pau já estava dentro dela. Estendendo a mão, ela pegou a garrafa que estava ali no canto, e bebeu todo o liquido restante, cerca de 50% da garrafa. - Bem melhor... Ai! Arh! - Em meio a gemidos de dor e prazer, ela ia descendo pouco a pouco. A dor era insuportavel, mesmo assim... Era de alguma forma boa.

Depois de muita bebida, chingamentos, dor e prazer, Cana finalmente chegou até o final do trajeto. Toda o pau de Naruto estava dentro dela, fazendo sangue sair aos poucos, manchando a cueca branca do loiro, e o sofá dele.

-Porra... I-Isso... É... - Cana foi cortada em meio da sentença.

-Bom... - Naruto completou a frase.

-Sim... - Ela disse, seu olhar bebado com um sorriso distorcido. - Rápido me beija... Beija sua Onee-chan... - Naruto não hesitou em puxar Cana para perto, e beijar sua boca. Não havia sentimento romanticos envolvido, era apenas uma luxuria entre amigos intimos.

Nesse momento, durante o beijo, Cana começou a subir e descer lentamente. Apenas um cm de cada vez, aumentando aos poucos. Ela subia, e descia, em seguida parava, antes de mais uma vez fazer esse movimento. Subindo e descendo.

-Ah... - Ela gemeu. - Porra... Devia ter feito isso mais cedo! Porra, é muito bom! Meus seios! Chupa eles! - Ela disse, pegando a cabeça do loiro, e puxando para seu peito, na qual Naruto felizmente pegou e começou a chupar e mordiscar, aproveitando esse sentimento.

Cana jogou a cabeça para cima, e gemeu fortemente. Sua velocidade em subir e descer agora já estava normalizada, mesmo assim, ela nunca subia mais de 7cm, deixando todo o resto dentro dela.

Foi nesse momento, que as mãos de Naruto sairam das costas dela, e agarram cada uma delas, um pedaço da bunda de Cana, e a forçou a subir mais do que 7 cm, na verdade, ele subiu todo, colocando até mesmo a cabeça para fora, deixando apenas a ponta no lugar certo, para servir como mira.

-E-Espera...! ARH! - Ela gritou de dor e prazer quando Naruto empurrou ela para baixo. Um olhar masoquista apareceu em seu rosto. - Karalho! Isso dói! Arh! - Infelizmente para ela, Naruto não ouviu, e mais uma vez ele a fez subir e descer com força. - Arh... - Dessa vez o gemido foi uma mistura de dor e prazer. A dor diminuindo em sua intimidade, enquanto mais e mais prazer foi substituindo ele.

Agora, Naruto nem sequer a forçava a subir até o mais alto ponto. Era ela própria que subia.

-Você esta gostando, Onee-chan? - Naruto perguntou divertido.

-É claro... Ah ~ hh... Otouto... - Ela disse, entre gemidos. - Merda, essa foi a melhor decisão da minha vida...

-Perder a virgindade? - Ele perguntou, divertido.

-... Com arh... Você... - Ela disse.

-Estou lisonge... - Ele não terminou a frase, nesse momento um sentimento de puro prazer estava o possuindo. - Vou gozar... - Ele disse, sério. Enquanto aumentava a velocidade das estocadas.

-E-Eu também! Eu também! - Cana disse. Suas mãos agarrando fortemente a nuca de Naruto, e o puxando para um beijo voraz. Os dois se beijavam, enquanto pouco a pouco o pau latejante de Naruto começava a se libertar, e a buceta encharcada de Cana se contraia. -Arh! Arh! Arh! - A cada bombada de Naruto, Cana ia soltar um gemido forte, antes de que quanto mais se aproximava do momento “épico”, seus gemidos iam sendo reprimidos, como uma forma de conter tal snetimento dominador e opressivo.

Foi nesse momento que aconteceu. Com uma última descida rápida, Cana se travou contra Naruto, que naquele momento também havia erguido a cintura para cima, fazendo seu pau entrar completamente, e ainda mais profundo que antes. O sentimento de opressão que os dois sentiam começou a ser esvaziado em dois liquidos, um veio de Naruto e o outro de Cana, melando os membros intimos um do outro.

O orgasmo de ambos, fez as forças faltarem nos dois. Não por causa de tamanho prazer, e sim pela exaustão do ato, afinal, ambos estavam bebados ao ponto extremo em que ambos viam 4 do outro, e Naruto estava em fase de recuperação.

Sem mais nenhuma energia, Cana deixou seu corpo mole cair sobre o peito de Naruto, onde ela rapidamente adormeceu. Ele por outro lado, ainda tinha um pequeno restante de energia, na qual ele gastou em um belo pensamento.

“Queria... Ter um cigarro agora...” - Ele pensou, antes de energia também faltar e dormir ali mesmo. Com ele ainda dentro de Cana, e a morena deitada sobre seu peito com baba escorrendo da boca e garrafas de bebidas espalhadas pela sala.


Notas Finais


Pois diga que irá, viajar, viajar para o sol veja você e você veja o sol
Marajó, Marajó
...

Então... O capítulo é puro hentai, por isso.;. Peço uma avaliação simples de 0-10. Diga o que acham que faltou nele :3

Obrigado :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...