História Broken Destination: The Story of a Devil Slayer - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail, Naruto
Exibições 608
Palavras 2.348
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


ACARARAM QUE EU, MR. MISTER ESQUECERU?! NOPE, ELE CUMPRI SUAS PROMESSAS! CAPÍTULUZINHO PRA VCS AMORES DE MY KOKORO!
51 COMENTARIOS, UM SENTIMENTO: QUERO CAPÍTULO NOVO
OK, AQUI ESTA O CAPÍTULO NOVO, E DAQUI A UM CAPÍTULO, O PRÓXIMO, AS COISAS PEGAM FOGO QUANDO NARUTINHO ENCONTRA-SE COM A TRUPE DOS INFERNOS... NÃO PERA, ELE LUTA DE VERDADE.... JÁ COMEÇA NESSE CAPÍTULO!

Capítulo 19 - The Treta Begins


Naruto virou-se para um lado, enquanto soltando um suspiro sonolento, seus braços se abriram, e acabaram por abraçar algo.

-Arh... - Um som de gemido ecoou pelos ouvidos de Naruto, fazendo-o franzir a testa, ainda sonolento.

Ele apertou mais uma vez.

-Arh.. Hn... - Outro gemido.

Naruto franziu a testa. Ele podia jurar que Cana estava do outro lado da cama.

Virando-se ainda sema rbir os olhos, Naruto olhou para o outro lado, e estendendo a mão ele pegou um montoado de carne.

-Hn... Deixa eu dormir... Você não deixou essa noite... - O gemido de Cana soou em uma voz arrastada e dengosa.

“Se Cana esta desse lado... Quem esta do outro?” - Naruto se perguntou, ainda de olhos fechados. Mais uma vez voltando para sua posição anterior, ele pegou mais um montoado de carne, e apertou, igual das vezes anteriores.

-Hn... Arh... N-Não... - Os olhos de Naruto se abriram rapidamente, e para sua surpresa, encontrou outros pares de olhos o encarando, junto de muito cabelo vermelho e uma pele também avermelhada.

-Erza? - Ele reconheceu a garota, que ainda parecia congelada, enquanto encarando ele. - Não me lembro de ter dormido com você...

Naurto piscou, antes de olhar para baixo, e para sua surpresa, o que ele apertava era um dos seios de Erza, que devido ao seu tamanho, estava sendo expremido por todas as brechas entre os dedos.

-I-I-Isso é apenas u-um s-so-sonho! - Erza disse, o encarando vermelha. Seu olhar ia dele para os seus seios, e dos seios para ele.

Naruto ao ouvir isso, hesitou por um momento, em seguida piscou.

Uma...

Duas...

Três...

Quatro vezes, Antes de entender o que estava acontecendo, e quando entendeu... Ele apertou um pouco a mão sobre o seio. Um gemido escapou dos lábios de Erza, que os prendeu com os dentes.

-Ahn... - Ele ainda escapou, mesmo que ela tivesse tentado prender.

Ao ouvir isso... Um sorriso malicioso começou a se formar no seu rosto.

-Não acho que seja um sonho... - Ele falou rindo.

Nesse momento, a vermelhidão no rosto de Erza alcançou o ponto de ruptura, e não aguentando mais, ela rapidamente bateu a mão sobre Naruto, enquanto tentando fugir dele, virando-se para o lado oposto dele, tentando levantar-se.

Mas ela jamais esperava que ele fosse abraçar sua cintura por trás, e a puxar de volta.

Ela caiu de volta na cama, desta vez ainda mais colada nele. Uma mão dele estava em volta da sua cintura... E a outra, apertando seu seio.

Erza estava tão vermelha e nervosa, que seu coração batia a mil por horar. Batia tão forte, que Naruto segurando o seio dela conseguia sentir.

Ela olhou para a mão de Naruto, que segurava seu seio por cima de seu sutiã vermelho.

Nenhum pensamento passava pela mente dela, estava tudo branco... E ficou mais ainda quando ela sentiu uma respiração no seu pescoço, ela incoscientemente fechou os olhos para apreciar.

A respiração era fria, e ao mesmo tempo quente... Trazia tantos sentimentos que ela mal conseguia explicar o que era.

-Erza... - A voz dele soou no pé do ouvido dela. O ar que saia de sua boca, bagunçou alguns de seus fios de cabelo vermelhos. - Porque você estava na minha cama...? - Ele perguntou, feliz e maliciosamente. - E porque não tira minha mão de seu seio e se afasta...?

-E-E-Eu... - Ela gaguejou.

-É porque você me quer? - A voz dele soou mais uma vez em seu ouvido, só que dessa vez um pouco mais baixo.

-E-E-Eu..

-Basta dizer, assim oh: Eu, Erza... Quero Naruto Uzumaki... - Ele falou, suavemente. A respiração dele, ainda intorpecendo os sentidos da ruiva.

Erza hesitou um pouco, antes de abrir a boca.

-E-Eu... E-Erz... - Ela parou, ao sentir um bufo de riso atrás dela. E virando o rosto avermelhado, ela encontrou Naruto tentando segurar a risada. Seu rosto se tornou vermelho de vergonha, e em seguida de raiva. - Você...!!!

A voz dela estava cheia de raiva, enquanto o encarando.

Naruto rapidamente se soltou dela, enquanto erguendo as duas mãos em rendição.

-Desculpa Erza-chan~~~- Ele clamou. - Eu não conseguir resistir a esse seu rostinho vermelho fofo... Eu sei que você é muito timida, então... Foi só uma brincadeira! - Naruto disse rapidamente, enquanto seu rosto avermelhando.

Uma espada de repente apareceu na mão dela, enquanto ela se levantou da cama. Seu corpo cercado por uma aura vermelha sangrenta. Mesmo que ela estivesse apenas de sutiã e calcinha, Naruto não conseguia sentir-se excitado com aquilo de forma alguma... Porque ele sabia que ele agora estava de frente para um Deus da Morte.

-ERZA! - Ele gritou desesperado, ao ver ela dar um passo a frente. Andando para o lado contrario, o corpo dele esbarrou com o de Cana, que resmungou. Completamente incosciente do que acontecia do outro lado da cama. - Foi brincadeira, calma! E-Eu só estava brincando! Só brincando! Me desculpa! Eu compro 10 bolos de morango pra você! S-S-Só me desculpaaaa!! Foi brincadeira!

Erza parou seus passos, enquanto abaixou a espada.

Um suspiro escapou de sua boca, enquanto a aura sangrenta sumiu.

-Eu sei que era brincadeira... - Ela disse. - Mas... - Naruto interrompeu.

-Sim, eu sei, foi de mal gosto e muito idiota... Eu nunca mais brinco assim... - Ele falou de cabeça baixa, arrependido.

-N-Não é isso... É que... - Ela suspirou. - Eu queria que fosse verdade.

-Eu sei, foi muito idio... Peraí, o que?! - Os olhos de Naruto cresceram a larguras. - Espera! Explica!

Erza suspirou, enquanto sugando ar. Seu coração batia tão forte que parecia que ia sair pela boca. Saliva faltava em sua boca, enquanto parecia que sua garganta estava trancada. Ela abriua boca, para explicar tudo, mas nada saia.

Ele abriu a boca novamente, e desta vez ela conseguiu encontrar a coragem para falar. Para contrar tudo, toda a verdade: Que ela era apaixonada por ele, e que o desejava. Que não se importava com mais nada, que não fosse ele, e que ele era a pessoa que realmente ela mais se importava. Ele era sua família, e ela queria que ela também fosse da família dele. Ela... Queria ele e só ele.

-E-Eu... - Quando a primeira palavra mal saiu da boca de Erza, Uma coisa aconteceu.

As tatuagens da Fairy Tail de cada um começaram a brilhar e a causar um sentimento de calor intenso.

-Mestre esta nos convocando. - Erza disse, com uma expressão séria.

-... Sim. - Naruto concordou. - Devemos ir... Mas antes, fale o que aquilo significava.

Erza, que já tinha andado até a porta, parou.

-Depois... Depois a gente conversar. Este assunto é serio. - Ela falou, antes de sair. Seu corpo brilhou, antes que sua armadura apareceu em seu corpo.

-E-Espera! Droga! Erza, volte aqui! Vou dar 5 segundos! - Ele gritou. - 5! 4! 3! 2...! E... 1! - No final, ninguém apareceu. - Porra! Garota chata!

-... Você é bem denso, não é? - Uma voz falou ao seu lado, e virando-se, ele encontrou Cana, acordada.

-... Você não tava dormindo? - Ele perguntou.

-Eu tava... Mas ai você me acordou ao apertar meu seio. - Ela falou. - Pervertido.

Naruto piscou.

-Então... Você ouviu eu e Erza? - Ele perguntou.

-Sim. - Ela respondeu. - E você é lerdo as vezes... Sabia?

-Hã? Como assim? E o que Erza quis dizer com aquilo? - Ele rapidamente perguntou.

Cana o encarou por um segundo, antes de suspirar.

-Nada. - Ela falou. - Me passa minha calcinha? - Ela apontou pro outro lado do quarto, onde a calcinha estava pendurada em cima da TV.

Naruto a encarou por um segundo.

-... Como ela foi para lá? - Ele perguntou.

-... Não faço ideia.

(…)

-Ela foi pra onde? - Naruto perguntou, enquanto saltando de telhado em telhado, carregando Cana nas costas.

-Sei lá. - A morena apertada contra Naruto respondeu. - Quando saimos do quarto ela já tinha sumido.

-Bem... Será que ela sabe? - O loiro perguntou.

-Sabe o que? - Cana não entendeu. - Que nós estamos na “Amizade Colorida”? - Ela chutou.

-Sim... Pera... Estamos nisso? - Ele perguntou.

-Bem, acho que sim... - Ela disse. - Nós transamos umas... Sei lá, mais de 3 eu acho sem sentimento algum envolvido, acho que isso é amizade colorida.

O loiro piscou.

-Mas bem, se não tivermos: Quer uma amizade colorida comigo? - Cana perguntou.

-... Eu aceito seu pedido sincero, Srta. Cana. - O loiro respondeu, mas enquanto passava por uma praça, viu uma multidão em volta de uma árvore. - O que é aquilo?!

-Não sei... Vamos ver. - Cana disse, e logo em seguida o loiro estava pulando na direção da árvore, pousando bem no meio do grupinho.

Ao verem Naruto e Cana, as pessoas ao redor rapidamente abriram espaço para que os dois pudessem se aproximar... E ao fazer, eles se surpreenderam com a visão.

-Puta merda! - Cana exclamou, com um olhar chocado e surpreso.

-Quem. Fez. Isso?! - Naruto perguntou entre os dentes, olhando a cena. Tentando controlar sua raiva.

E Não era pra menos, já que na árvore havia algo que era claramente uma Declaração de Guerra, e um tapa na cara de toda a Fairy Tail.

Eram Jet, Levy e Droy, todos os três deitados em cima de macas, inconscientes e com vários machucados visiveis ao redor do corpo, já que suas roupas estavam quase totalmente destruidas. Magos especializados em magia médica estavam tratando eles, enquanto Makarov e Erza estavam ali ao lado, olhando para os três com cuidado.

Na árvore, havia barras de metal entortadas em posições fixas, e marcas de sangue espalhadas por ele. Naruto não era burro, e logo percebeu que quem tinha feito isto com eles, os havia prendido na árvore em posição de cruz minutos antes.

-Mestre! - Ele chamou, se aproximando. - Quem foi o filho da puta que fez isso?! Diga para que eu quebre a cara deles! - Ele falou com raiva, enquanto apertando os punhos. Ao ouvirem as palavras de Naruto, todos os membros da Fairy Tail concordaram com gritos de raiva e apoio ao loiro.

Makarov levantou a cabeça para o olhar, antes de apontar para o simbolo da Fairy Tail nos corpos dos três membros, na qual estava apagado e sobre eles o simbolo da Phantom Lord, na qual era um olho roxo com cilios largos, e um rabo encaracolado de porco descendo e se cruzando.

-Phantom Lord. - Ele disse.

O loiro ouvindo isso se surpreendeu. Esses idiotas estavam realmente querendo ir para a guerra com eles?!

Bem, se era isso que eles queriam, então era isso que eles iam ter. Mas... Porque então Makarov não estava agindo contra eles?!

-E nós não vamos fazer nada?! - Naruto perguntou, indignado com essa ideia.

Makarov o encarou.

-É claro que estamos indo fazer alguma coisa! - Ele rugiu, com raiva. - Eles podem destruir nossa Taberna, e não pagar nada... Podem até mesmo ridicularizar a Fairy Tail... Mas atacar um membro de minha guilda?! Isso é algo que nem mesmo oi pai mais idiota pode deixar fazer! Em meia hora Nós partimos!

Naruto sorriu. Seus dentes mostravam uma crueldade que apenas um Devil verdadeiro teria...

-Entendido! - Ele falou, antes de se virar para Erza, que estava com uma pose séria. Mesmo que o assunto de mais cedo fosse realmente importante para ambos, eles sabiam... Que um irmão da Fairy Tail era ainda mais importante. - Erza, quem foi o membro da guildinha de merda que fez isso?!

A ruiva o olhou.

-Gajeel... O Dragon Slayer do Ferro. - Ela disse, de braços cruzados.

-Entendido. - Ele disse, antes de se virar e sair.

Cana o seguiu.

-H-Hey! Aonde você vai?! - Ela perguntou.

Ele a encarou.

-Aonde mais? Minha guilda vai sediar uma festa... Eu como mais belo membro, devo pelo menos fazer o Show de Abertura. - Ele falou. - Mas não vou fazer isso sozinho... Sozinho não dá. Vou precisar de uma equipe... Que fazer parte do Show?

Cana sorriu.

-Pensei que não fosse convidar. - Ela respondeu. - De quem vamos precisar?

-Quem além dos maiores destruidores? - Ele sorriu. - Natsu, Gray, Loke, e Elfman. Consegue achar eles para mim?

Ela pegou suas cartas, e abriu um sorriso.

-Claro.

(…)

Era dia de festa na Phantom Lord. Eles haviam acabado de fazer um ataque bem sucedido na Fairy Tail, e estavam a beira de conseguir recuperar seu titulo de Guilda Nº 1 de Fiore...

O salão tava uma bagunça. Bebidas iam para um lado, musicas para o outro, enquanto a comemoração fazia a bagunça eterna... Mesmo assim... Quando algo explodiu no centro da Guilda, ninguém deixou de prestar atenção.

BOOOM!

Poeira subiu no ar, enquanto a fumaça rapidamente cobriu a visão de todos.

-Hey! Que merda é essa?! - Alguém gritou.

-Sim, que porra tá acontecendo?!

Vários gritos rapidamente cobriram a guilda, que voltou toda sua atenção para o centro dela, onde estava a fumaça ainda cobrindo tudo.

Foi quando um braço monstruoso de pedra apareceu do meio dela, e com uma batida levou toda a poeira e fumaça para longe. E então... Todos puderam ver... A Trupe dos Infernos.

Era Natsu, Naruto, Gray, Loke, Elfman e Cana, todos de braços cruzados e cabeça erguida enquanto encarando o Salão da Phantom Lord, que de repente se tornou silêncioso.

-É-É-É A FAIRY TAIL! - Alguém gritou de medo... Não porque aqueles eram membros da Fairy Tail, e sim porque aquele grupo emanava uma aura escura de terror e loucura, que levou a todos a sentir sua espinha tremer.

Ouvindo o grito, Naruto sorriu.

-Sim, e somos da Fairy Tail, e por favor... Peço a todos que não parem as comemorações. Só viemos agradecer pelo presente que nós deixou lá estes dias. - Ele sorriu, abrindo as mãos e as estendendo. Uma ficou coberta de luz e a outra de sombras. Suor eclodiu no corpo de todos os membros da Phantom Lord. - Da mesma forma que vocês.

E em seguida o mundo explodiu em caos.


Notas Finais


galera, vcs não sabem da maior treta... Esse arco vai ser show|!
Ok, blz, eu enrolei um pouco, mas foi porque o próximo capítulo vai ficar decisivo, e é necessario que este cvapítulo tenha sido enrolado!
OLHEM MINHA FIC ORIGINAL: DRAGON KING OF THREE REALMS!
VCS VÃO SE APAIXONAR SE COMEÇAREM!
LINK: https://spiritfanfics.com/historia/dragon-king-of-the-three-realms-6554338
LEIAM: LOVE IS EVERYWHERE, VÃO AMAR TAMBÉM. É PERCY JACKSON!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...