História Broken Doll - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Asking Alexandria, Black Veil Brides (BVB)
Personagens Andrew "Andy" Biersack, Ben Bruce, Cameron Liddell, Danny Worsnop, Denis Stoff, James Cassells, Personagens Originais, Sam Bettley
Tags Asking Alexandria, Drama, Romance
Exibições 18
Palavras 489
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Mistério, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello peoples!

Olha eu aqui de novo.
Não estou demorando tanto para atualizar agora. (Peito estufado de orgulho)

Capítulo 10 - She


Andrew contou que cinco homens invadiram o apartamento deles, três deles foram atrás de Crammy, e dois brigaram com Andrew, acabando por nocauteá-lo.

A polícia começou a tentar rastrear como louca qualquer pista que nos levasse até a azulada.

Eu já estava ficando mais do que impaciente, a minha garota havia desaparecido por culpa de um lunático. Não conseguia imaginar o estado psicológico dela agora, pensava se ela estava com fome, frio, mas principalmente medo.

Imeginei como estaria sua personalidade agora, talvez ela fosse a novata sem emoções? Ou a menina frágil que passou por coisas inumanas, a menininha que implorava por proteção? Eu só queria resgatá-la o mais rápido possivel.

— Denis. — Andrew me chamou a atenção.

— O que foi? — Perguntei afobado, ansioso por notícias.

Ele me puxou para um canto mais reservado da delegacia.

— Eles a encontraram. Vão invadir o local daqui à dois dias. — Me falou, pareceu procurar alguma reação no meu rosto.

Dois dias? Ela não tinha esse tempo! Crammy não podia ficar mais tempo sendo abusada por aquele homem!

— Não temos dois dias! Andrew, ela não pode mais ficar lá! Temos que resgatá-la o mais rápido possível, ela está morrendo! — Falei desesperado. — Por quê diabos temos que esperar mais?

Andrew respirou fundo, fechou os punhos em uma tentativa de controlar a raiva.

— E você acha que eu não sei? Ela é minha irmã! Ela está na minha vida muito antes de ser alguma coisa para você! — Seu timbre estava alterado, Andrew parecia estar engolindo o choro. — Mas a polícia tem que planejar como será a invasão, eles não podem falhar. É a vida dela, assim como é a vida deles.

Passei a mão pelo cabelo nervosamente. Eu entendia, Andrew a amava, Crammy era a sua irmãzinha apesar de tudo. Eu conseguia imaginar o quão sobrecarregado ele também estava, até se culpando por não conseguir impedir que a levassem. Eu também estava.

— Tudo bem... Eu só... Quero ela de volta. — Eu disse tentando me acalmar.

— Eu sei, eu também Denis. — Ele falou baixo. — Fico imaginando ela pedindo ajuda o tempo todo, isso está me matando.

Percebi pela primeira vez, o quanto Andrew se tornava vulnerável quando se tratava da irmã. Me senti egoísta por pensar em mim o tempo todo, quando havia alguém bem diante dos meus olhos que era capaz de amá-la tanto quanto eu a amava.

— Ela é apaixonante, não é? — Falei de um jeito meio divertido só de lembrar dela. — Apesar da postura de durona, de como tenta resolver tudo  sozinha, de como parece um coelho assustado às vezes... Ela é o tipo que faz você se apaixonar por cada pedaço dela.

Ele sorriu e olhou para o teto da delegacia.

— É, é inevitável não se apaixonar por ela, porque tudo o que ela é é incrível, e é isso que a torna tão especial. — Andrew falou e se afastou, seguindo para a saída.

Ele tinha razão. Tudo em Crammy a tornava Única.


Notas Finais


Leitores fantasmas, podem se pronunciar! Eu não mordo, só às vezes. xD

See You!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...