História Broken Dollhouse - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hetalia: Axis Powers, Naruto
Personagens Alemanha, América (Estados Unidos da América), Áustria, Belarus (Bielorrússia), Canadá, China, Coréia do Sul, Espanha, França, Hungria, Inglaterra, Itália do Norte "Veneziano", Itália do Sul "Romano", Japão, Karin, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Polônia, Prússia, Romênia, Rússia, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Suíça, Suigetsu Hozuki, Taiwan, Ucrânia
Tags Cardverse, Crossover, Gerita, Hetalia, Naruto, Pruaus, Saisaku, Steampunk, Suika, Usuk
Exibições 17
Palavras 1.553
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Steampunk, Universo Alternativo, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Primeiro, quero pedir desculpas pelo atraso. Como eu ando muito ocupada (trabalho + TCC + questões da minha formatura), não atualizei Broken Dollhouse no devido tempo. Mas como as minhas férias estão chegando, terei mais tempo...

E sobre o capítulo de hoje... só direi que ele terá uma parte ambientada em Ás.

A capa de hoje é da nossa nova personagem, a Belarus!

Vamos ver a estreia dela...

Capítulo 11 - Ato 10 - Dando a eles o que é deles...


Fanfic / Fanfiction Broken Dollhouse - Capítulo 11 - Ato 10 - Dando a eles o que é deles...

"A donzela esquecida voltou mais louca do que de costume

Nunca perdoou ver seu irmão nos braços de outra

Afinal, era para ela ser a rainha

E iria fazer seu reino pagar pelo que lhe fez"

 

 

Torre do relógio, Floresta dos Sonhos Mortos - reino de Paus

- COMO ASSIM O CORPO DA RAINHA E A CORTE DE PAUS DESAPARECERAM? - Alice jogava as xícaras em cima de Motoharu, que ainda não conseguia enxergar direito com apenas um olho. Já tinha se passado 1 mês e meio desde que lutou com Vladimir.

- E eu sou obrigado a saber? Aliás, não foi só eles. A corte do reino de Copas e os "bonecos" também sumiram. - segurava um caco de porcelana de uma de suas amadas peças. - E sabia que eu vou te matar pelo o que fez com minhas preciosidades... Natalya?

A moça estremeceu ao ouvir seu verdadeiro nome. Natalya Arlovskaya era meia-irmã de Ivan, o monarca de Paus. Foi expulsa do reino pelo próprio irmão depois de ter ferido Elizabeta, deixando uma cicatriz no seio esquerdo da castanha. O motivo era o seu amor doentio pelo loiro, algo que o rei abominava. Mesmo que não fosse a primeira vez que tentou tirar a vida da rainha, aceitou se unir à Mad Hatter com um único objetivo.

Acabar com a vida de Elizabeta Héderváry.

O primeiro passo, Natalya já tinha dado. Foi ela quem transformou a futura consorte do seu irmão em boneca. E agora, planejava fazer com que a memória de Ivan voltasse. Só que ela não contava com a ausência de toda a corte do reino de Paus, justamente quando iria executar a segunda parte do plano da Mad Hatter. Isso deixou Sasuke possesso, o que fez ele descontar a falha do plano em March Hare, que ainda se recuperava do ataque feito por Cheshire Cat. A loira temia ser vítima daquele maníaco, já que até Motoharu sentiu na pele o mesmo que a outra moça. Somente a mais nova que se encontra ilesa das loucuras do moreno e nunca soube do motivo para tal. Voltou-se para o ruivo e pisou nos cacos que ele ainda não tinha juntado.

- Você é mesmo uma vadia, Alice. - dissera, assim que ela saiu da sala onde estavam. - Terei a certeza de que lhe matarei junto com o bastardo do Cheshire Cat. 

x-x-x-x-x

 

"Não tinham nenhuma escolha no momento

A não ser esconder todas as cortes em Ás

Era a única ideia que tinham

Antes de confrontarem aqueles loucos"

 

 

Palácio do reino de Ás

Sakura estava nervosa. A cada dia que se passava, mais pessoas chegavam dos reinos de Paus e Espadas. A fúria de Alfred, com a memória da guerra revivida, acabava por lhe trazer más lembranças. Foi dela a ideia de esconder Arthur e Raivis em seu reino. Mas parece que os Jokers tiveram o mesmo pensamento e trouxeram toda a alta corte dos outros reinos, incluindo até mesmo os transformados em bonecos. Estaria preparada para toda e qualquer represália de Alfred se ele ousasse invadir Ás. Porém, o que mais surpreendeu seus súditos e vassalos foi a forma na qual ela se encontrava vestida.

Usava a túnica enfeitada com o símbolo do reino de Espadas, que ocultava uma curta yukata. Nos pés, coturnos negros. Abandonou por um breve período a peculiar e elegante moda que seguia enquanto monarca de Ás. Aquele era o momento de lutar e se fosse contra o seu ex-rei, que assim fosse. Sabia o quanto Alfred ficava louco com a ausência de Arthur e sabia o quanto aquilo soava como uma provocação. Mas era preciso. O sobrancelhudo mesmo quem quis fugir. Não queria correr o risco de morrer pelas mãos da pessoa que mais amava. Enquanto Sakura andava pelos corredores, ela notou que Sai estava parado em frente à enorme janela no fim do corredor oeste, que dava acesso ao salão de reuniões. Assim como ela, ele vestia sua antiga roupa de quando era um cavaleiro de Espadas: uma camisa de mangas longas e um enorme kilt preto aberto no meio* ocultando as calças de cor azul escuro. Nos pés, sapatos que de longe lembravam coturnos. Se aproximou sem que o moreno percebesse. 

- A paisagem deve estar interessante, para você não notar a minha aproximação. - havia se metido entre os braços do cavaleiro, cujo coração acelerou uma batida.

- Eu... estava apenas observando os "visitantes" no pátio. - Sai se referia aos refugiados de Paus, que haviam sido atacados por Alfred naquele período de tempo. - Será que vamos conseguir nos proteger?

- Claro que vamos. Nós sabemos do que aquele lá é capaz. Só não sei se o tal plano vai dar certo... é perigoso demais. - apertou um pouco mais o abraço, colocando sua cabeça encostada no tórax do moreno. Ele sentia o quanto a rosada estava com medo. Retribuiu aquele abraço. Mostraria que ela seria protegida por ele.

- Temo que este mundo não será mais o mesmo. Nem se um Joker o consertasse como da última vez... não sei o porquê, mas sinto isso. Na verdade... nada disso é o mesmo. Se fosse... não estaríamos aqui. - pensou em beijar a moça, se não tivesse sido interrompido por Karin. A ruiva os chamara para irem até à Câmara Baixa do palácio. Era naquele lugar onde as cortes e os "bonecos" estavam escondidos. Sakura desvencilhou-se com pressa, seguindo a rainha. Pelo visto, algum Joker já havia chegado para executar o tal plano.

*

Câmara Baixa do palácio do reino de Ás

Féliks esperava impaciente pela rosada. Queria que ela visse que o seu plano daria certo. Aproveitou para trazer um apático Gilbert junto. Deu como desculpa o fato de que dois conseguiriam fazer o serviço melhor do que um Joker sozinho. Em um canto, Ludwig, Francis e Ivan estavam silenciosos. Não entendiam muito bem o porquê de estarem ali e tudo o que queriam no momento era voltar para seus lares e pensarem em um jeito de conter Alfred, uma vez que o trio ainda não sabia o motivo do loiro de óculos ter atacado Paus do nada, junto de seu valete Yao. O segundo Joker foi quem os levou para Ás, somente dizendo que iria protegê-los e fazer algo que poderia salvar a todos, incluindo o rei enlouquecido de Espadas.

Ludwig viu o serzinho debochado indo em direção ao canto onde estava com os outros reis, junto de seu irmão. Pelo visto, a monarca daquele reino já havia chegado na Câmara Baixa. Não estava entendendo mais nada mesmo. Viu quando Feliciano chegou acompanhado de Lili, Roderich, Arthur, Raivis e Toris. Eles pareciam saber de algo e não queriam contar a ninguém. Antes que o rei de Copas abrisse a boca, fora interrompido por Lili.

- Saibam que isso é para o bem de Albion. Lamento não poder contar tudo a vocês três, mas saberão quando tudo voltar... - e foi para trás de Raivis. 

- O que temos a ver com isso...? Olha Lili, há um bom tempo que você age de maneira estranha. Tem algo que eu não posso saber, é isso? - dessa vez, Francis tomara a palavra. Olhava para a futura consorte receoso. Tinha um mau pressentimento quanto ao que poderia ocorrer.

- Gostaria de um pouco da paciência de vocês, meus caros. Mas antes, ainda temos algo a tratar com os outros ali. - Féliks se juntou ao grupo dos fiéis, apesar de sentir um pouco de medo em ficar próximo de Toris. Aquilo era pelo seu ofício. E por ele, tinha sacrifícios a fazer. 

Ficou aliviado ao ver Gilbert lhe dando seu relógio e duas cartas. O albino explicava o que ele deveria fazer, já que não podiam errar. Era a primeira vez em 3 anos que iriam conjurar uma magia juntos. A nova que o Coelho Branco havia brindado-os. Vladimir, Peter e Suigetsu ainda não tinham acesso a ela. Era a hora de testarem e verem no que daria. Tinham que arriscar, para evitar que Alfred fizesse mais estragos. Entreolharam-se e voltaram para o canto onde os reis estavam. 

- Espero que vocês não enlouqueçam com isso depois... - o relógio de Gilbert emanava luz de seu interior enquanto ele liberava magia da carta de Copas que estava em sua outra mão. - Vamos logo, Féliks. Pronto? - e o menor assente, indicando que estava preparado.

 

 

Reis que aqui se encontram

Tudo aquilo que perderam vocês irão reencontrar

As memórias que se esconderam por um tempo

Voltarão apenas com o intuito de ajudar

Há um monarca sedento por vingança

E somente vocês podem impedir

E É EM NOME DO MUNDO DE ALBION

QUE NÓS INVOCAMOS SUAS RECORDAÇÕES MORTAS

ESSA SERÁ A NOVA OBRIGAÇÃO DE VOCÊS

A DE PARAR UM REI LOUCO

EM NOME DO COELHO BRANCO, OUROS, COPAS E PAUS

NÓS ORDENAMOS QUE LEMBREM DE TUDO AGORA!!!

 

Enquanto Féliks sentia um pouco de tontura, Gilbert via os semblantes de confusão e medo nos três monarcas. Agora, seria a vez dos fiéis e de Sakura fazerem a sua parte: explicar tudo para que eles se atualizassem e focassem apenas em parar Alfred. Mas os dois Jokers não imaginariam que no reino de Espadas, uma certa jovem loira sussurrava nos ouvidos do rei daquele lugar que um certo Ivan Braginski estava desaparecido...

*** 

 

 


Notas Finais


Bem, esse foi o capítulo de hoje. Espero não demorar! E ainda tem mais uma da Mad Hatter para aparecer...

Gostou? Odiou? Comente!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...