História Broken promise - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Hong Jisoo "Joshua", Junghan "Jeonghan", Seungcheol "S.Coups"
Tags Alfa, Boygroup, Bts, Exo, Jeongcheol, Jeonghan, Jihan, Jisoo, Joshua, Kpop, Lemon, Meanie, Scoups, Seungcheol, Seventeen, Svt, Yaoi
Exibições 173
Palavras 1.111
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpa a demora >.<
Fiquei muito envolvida pelo comeback do Bangtan que não consegui escrever direito.
Espero que gostem!!
Se tiver erros desculpa, vou consertar com o tempo.
Obrigada desde já <3 <3

Capítulo 8 - Primeiro passo


 

Seungcheol

 

Você não merece viver – disse enquanto chutava o alfa novamente. Era provavelmente meu quinto chute naquele lixo. Ele me olhava aterrorizado, provavelmente por saber qual era o próximo passo. 

Me abaixei e passei minhas garras em seu pescoço fazendo com que jorrasse sangue para todo lado. Em minhas roupas principalmente. Sai de perto do corpo e me dirigi até Jeonghan que estava sentado perto do muro.

Uma onda de raiva me invadia quanto mais eu me aproximava. Como ele podia ser tão irresponsável? Não parava de me perguntar. – Vamos. – o ajudei a se levantar e comecei a andar.

Ele ficou parado olhando para baixo.

- Eu disse vamos.

Eu não pensei que chegaria a isso – ele gaguejou e pude ver seus olhos marejarem.

Agora não importa mais. Você deveria ter pensado sobre isso antes Jeonghan. Beber além do seu limite e com pessoas desconhecidas. O que deu em você? – gritei com ele e o olhei com raiva.

- Eu não... – ele olhou para o corpo no chão e vi lágrimas escorrendo pelo seu rosto.

Apesar de tudo ele deveria estar em choque. Ele quase fora abusado e quem sabe até marcado. Me aproximei dele e abaixei de costas. – Sobe.

Ele continuou paralisado e o ajudei a subir em minhas costas. Comecei a andar e xingar aquela maldita colina. Eu era bem atlético mas aquela subida era fora do normal.

Chegamos a sua casa e abri o portão de sua casa. Quando chegamos na porta o coloquei sentado e vendo que ele ainda estava em choque me abaixei para tirar seus sapatos.

- Me desculpa.

Conversamos mais tarde. – tirei meus sapatos também e o ajudei a entrar em casa. Estávamos sujos de sangue e era insuportável sentir aquele odor.

O levei até o banheiro de seu quarto enquanto mil pensamentos passavam por minha cabeça. Tirei sua blusa enquanto desviava um pouco o olhar. Ele era a pessoa que eu gostava no final das contas.

Liguei o chuveiro e entrei junto a Jeonghan embaixo dele. Isso seria impensável a alguns dias atrás. E claro toda essa situação era impensável a alguns dias atrás, mas estava determinado a esquecer tudo que antecedia esse momento.

Não se preocupe – disse a e ele recebendo um longo olhar em resposta. Estava me arrependendo de ter gritado com ele. Suspirei e peguei o shampoo passando em seu cabelo. Seu cabelo era macio e chegava até a altura de seus ombros.

Esfreguei seus braços, costas e pescoço para tentar tirar o toque de outro em seu corpo. Ele olhou para mim e pegou o sabonete da minha mão passando no meu braço.

Todo meu corpo reagia a seus toques suaves e a água quente contribuía para meu corpo esquentar mais ainda. Terminamos de tomar banho e lhe entreguei a toalha que tinha no banheiro.

Vou pegar roupas limpas para você. – ele disse e saiu do banheiro.

Ele voltou depois de algum tempo e me entregou um conjunto de moletom listrado preto e branco. Eu sorri levemente – Não acho que vai caber em mim.

São de Mingyu – ele sorriu um pouco também e me deixou sozinho para me vestir e foi aproveitar e se trocar também.

Quando sai do banheiro ele se virou para me olhar. Ele estava vestido com o mesmo conjunto de moletom mas esse era branco com preto. Parecíamos um casal.

Vamos dormir - disse e fui para a sala. Imaginei que ele iria falar algo mas não. Eu entendia é claro.

Ele desligou as luzes da casa e entrou no quarto trancando a porta. Deitei e dormi imediatamente.

 

Jeonghan

 

Levantei da cama e esfreguei meus olhos. Estava surpreso por não ter perdido meu sono depois do incidente da noite anterior. Fui até o banheiro escovar os dentes e me arrumar, afinal não estava sozinho em casa.

Sai do banheiro e fui até a sala. Seungcheol estava dormindo quase angelicalmente. Me aproximei dele e arrumei seu lençol. Estava dando meia volta e senti sua mão em meu braço.

O olhei e sorri levemente. - Bom dia.

Bom dia – ele disse um pouco rouco e se sentou no sofá enquanto esfregava os olhos.

Você quer algo para comer? – Fui andando para a cozinha. – Sei fazer o básico.

Não precisa – ele se levantou e dobrou o lençol. – Tenho que ir para uma reunião. – Ele caminhou até a janela e olhou. – Já estão me esperando. – ele começou a andar para a porta.

Espera – falei alto o fazendo se virar para mim. – Eu tomei uma decisão e queria te perguntar algo para tomar uma iniciativa.

Fala – ele me olhou atentamente.

Você realmente está disposto a cancelar meu compromisso com seu irmão? – olhei para o chão desviando de seu olhar.

Estou. Se você quiser. – seu tom de voz era firme. Talvez desse certo. Não seria uma perda para a nossa família e não estaria quebrando completamente o acordo. Ele mexia comigo o que demonstrava que eu poderia amar ele facilmente, se já não estivesse começado.

Respirei fundo e senti seus olhos cravados em mim. Fiz a pergunta.

- Você me aceita?

 

Seungcheol

 

Não sabia o que dizer, apesar de ter escutado exatamente o que eu queria. Ele estava se oferecendo para ser meu. Meu ômega, meu companheiro. Não consegui evitar meu sorriso.

Me aproximei dele e passei meus braços pela sua cintura o fazendo olhar surpreso para mim. Finalmente podia fazer isso. Fui de encontro a seus lábios. Nunca havia experimentado algo assim. Sua boca era suave, quente e tinha gosto de hortelã.

Pude sentir Jeonghan relaxar em meus braços e me aproveitei daquilo. O beijo estava ficando cada vez mais ardente e após certo tempo admiti que estava ficando sem ar. Me afastei de Jeonghan e nos encaramos ofegantes.

Acho que eu respondi – sorri e passei a mão pelos meus cabelos. – Realmente queria fazer aquilo – meus olhos estavam focados em seus lábios.

Jeonghan olhou para baixo tentando desviar do meu olhar. – Então sobre Jisoo... –o interrompi.

Vou resolver tudo hoje com ele e preparar os papéis. E com a sua família... – dessa vez ele me interrompeu.

Eu vou resolver tudo hoje também. – ele disse apressadamente.

O observei durante um tempo e achei melhor não me intrometer. Sorri - Nos vemos amanhã então. Temos que decidir algumas coisas sobre moradia e prazos. – andei até a porta e coloquei meus sapatos.

Certo – ele disse me acompanhando até a porta. – E obrigada.

Não foi mais que a minha obrigação Jeonghan – caminhei até o carro e um dos seguranças abriu a porta para mim – Se precisar de algo... – ele sorriu e eu não consegui terminar a frase. Eu não conseguia não ficar mexido com as coisas que ele fazia.

- Sei aonde te encontrar. 


Notas Finais


Obrigada!! <3 <3
Se quiserem comentar, eu adoro ler o que vocês acham da história. <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...