História Broken promise - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Hong Jisoo "Joshua", Junghan "Jeonghan", Seungcheol "S.Coups"
Tags Alfa, Boygroup, Bts, Exo, Jeongcheol, Jeonghan, Jihan, Jisoo, Joshua, Kpop, Lemon, Meanie, Scoups, Seungcheol, Seventeen, Svt, Yaoi
Exibições 173
Palavras 1.716
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem!!
Tem a adição de outro grupo, espero que não se importem.
Obrigada desde já. <3 <3

Capítulo 9 - Mentira


Seungcheol

Cheguei em casa e fui para meu quarto. Ainda estava com moletom de Mingyu e tinha que me vestir de acordo para a reunião. Tomei banho e coloquei um terno. Sai do quarto enquanto colocava meu relógio.

- Senhor Seungcheol – um empregado veio em minha direção. – Seus pais estão aqui.

- Droga – suspirei e indiquei para o empregado guiar. Andamos até a segunda sala de estar no piso térreo e meu pai Seokjin se levantou sorrindo.

- Filho – ele caminhou até minha direção e meu pai Namjoon o seguiu. – Como você está? – ele disse tocando meu rosto. – Você parece tão magro.

Sorri e me afastei um pouco. – Pai, por favor. – ele sorriu e deu espaço para meu pai Namjoon me abraçar. Eles eram excessivamente amorosos.

- Faz tempo que você não aparece em casa. Tivemos que vir aqui saber se você e seus irmãos ainda estavam vivos. – ele disso sorridente.

- Estou bem e tenho que conversar com vocês mas tenho uma reunião urgente para tratar. Se me derem licença – vi eles emburrarem. Não ia conseguir sair dali. Suspirei e chamei o empregado. - Pede para meu secretário ir no meu lugar.

O empregado assentiu e saiu rapidamente. Olhei para meus pais e pude ver eles sorrirem. Namjoon sentou e fez sinal para que eu sentasse do seu lado. Meu pai Seokjin sentou no lado oposto do meu pai Namjoon. Eles me tratavam como se eu ainda fosse uma criança apesar de sempre me forçarem a casar.

- Então filho, você já tem 21 anos. Para assumir o governo é exigido que você se case. – sabia – Já tem alguém em mente? – Meu pai Namjoon disse.

Não falei nada e apenas olhei para os dois. Seokjin exclamou. – Ele deve ter sim! Ele não brigou com a gente – disse sorridente.

- Ainda não está tudo certo. – comecei a falar e me levantei para poder olhar eles melhor. – Preciso do cancelamento do acordo de casamento do Jisoo.

Eles se entreolharam confusos – O que isso tem a ver com você? – Seokjin falou.

- Eu quero me casar com o prometido de Jisoo. – disse somente.

Seokjin levantou pela surpresa e olhou para meu pai Namjoon que estava sentado paralisado.

- Ele quer mas ainda não me desfiz do acordo completamente. – ouvi uma voz atrás de mim e me virei vendo Jisoo.

- Nós conversamos sobre isso já – o acompanhei com o olhar até ele chegar até nossos pais e os cumprimentar.

- Vamos fazer uma reunião e resolver isso hoje então. Com ambas as famílias. – ele disse se sentando na cadeira perto do sofá.

Namjoon finalmente voltou a si e se levantou – Isso. Resolvido. Chame o menino e a família dele para jantar hoje aqui. Nós vamos ficar também até que isso seja resolvido.

Olhei para Jisoo e sorri de lado. - Claro.

 

Jeonghan

 

Entrei em casa após Seungcheol sair e me joguei no sofá. Muitas coisas passavam pela minha cabeça em relação ao beijo, o que eu tinha proposto e o fato de estar gostando desse dia mais do que pensei que iria.

Me debati no sofá relembrando no beijo e ouvi um som do portão me fazendo sentar rapidamente. Olhei para fora e vi as crianças entrando.

Corri para o quarto e me tranquei no banheiro. Havia esquecido de me livrar das roupas sujas de sangue do dia anterior. Se eles vissem seria um caos.

Peguei um saco preto e enfiei tudo nele, fechando bem e enfiando na lixeira. Mais tarde levaria o lixo para fora e tudo estaria resolvido. Pelo menos nessa parte. Suspirei e sai do banheiro dando de cara com Seokmin.

- Hyung – ele disse sorrindo e me abraçou. Sorri de volta e passei a mão em sua cabeça.

- Como foi a viagem? – fechei a porta do banheiro e passei meu braço pelo pescoço de Seokmin. Logo Minghao e Soonyoung entraram no quarto e deitaram na minha cama.

- Jeonghan hyung o monitor foi empurrado na água pela turma do Mingyu. Foi muito engraçado – Soongyoung disse rindo me fazendo sorrir.

- Essa foi nossa última viagem – Seokmin disse apontando para Minghao, Soonyoung e para Mingyu que entrava no quarto.

- Amém – Mingyu disse sorrindo. – Aquele monitor deu um super problema para a gente.

- Mas também ele foi empurrado no lago! – Minghao disse sorrindo.

- Mesmo assim. – Mingyu cruzou os braços sorrindo – Ele não tem... – Mingyu começou a falar e Seungkwan o interrompeu.

- Ele não tem senso de diversão. Isso é um grande problema – Seungkwan jogou suas coisas no meu quarto e deitou no chão. – Tenho que descansar por 3 minutos para me recuperar.

- E o Chan? – olhei pelo quarto e não o vi.

- Ele ainda está na casa dos dream. – Seokmin caminhou até Seungkwan e deitou também no chão.

- Certo – suspirei e olhei para o chão. – Precisamos conversar. – Senti o olhar de todos em mim. – Faltam 4 meses para meu aniversário de 20 anos e ... – meu celular tocou e o peguei. Era Jisoo.

Sai do quarto e atendi o telefone.

- Jeonghan – ele disse alegremente.

- Jisoo – disse me sentando no sofá. – Aconteceu algo?

- Meus pais convidaram vocês para jantarem aqui em casa hoje. Eles estão ansiosos para te conhecer.

Quase engasguei. – Seus pais? – Ouvi sua risada do outro lado da linha.

- Sim. Eu, meus irmãos e meus pais estaremos esperando vocês as 20:00. Já encarreguei dois motorista para buscarem vocês.

- Ah, sabe o que é...– comecei a inventar uma desculpa para não ir.

- Até de noite Jeonghan. – ele desligou o telefone.

Me joguei no sofá e suspirei demoradamente. Soonyoung acompanhado dos outros vieram até a sala e me olharam.

- O que foi Hyung? – Seokmin disse me olhando.

- Temos um compromisso hoje de noite. - Sooyoung se sentou do meu lado.

- O que você tinha começado a falar antes Hyung? – Sooyoung perguntou.

- Hoje à noite vocês vão descobrir. Vamos almoçar – me levantei e vi a mesa posta.

Minghao e Seungkwan já haviam se sentado e estavam apenas nos esperando. Almoçamos e fizemos pedra papel tesoura para ver quem lavaria a louça. Soonyoung foi o azarado da vez e enquanto ele limpava tudo nós assistíamos um filme na sala.

Já eram 17:00 horas e pedi para alguém ir buscar Chan na casa dos dream. Fui até o banheiro do meu quarto mas já havia fila para tomar banho. No outro banheiro tinham 2 deles na espera. Seungkwan saiu do banheiro e Seokmin entrou. Eu seria o próximo.

- Hyung, eu estou tão cansado – Chan se aproximou e se apoiou em mim. – Deixa eu ficar em casa?

Dei um tapa em sua testa e sorri. – Vai logo pegar suas coisas para tomar banho.

Chan saiu resmungando de cabeça baixa. Sai do banho após 5 minutos e fui em direção a meu guarda roupa. Peguei uma blusa branca e coloquei um blazer rosa quartzo por cima e uma calça jeans preta.

A maioria deles estavam na sala esperando.

- Tem três carros ali fora – Minghao disse enquanto olhava pela janela.

- Deve estar na hora – olhei a hora e vi que já eram 19:15. – Temos que ir. Vamos chegar atrasados – me encaminhei até a porta.

- Eles devem saber que vamos nos atrasar por sermos muitas pessoas – Mingyu disse sentado no sofá.

- É verdade – Minghao concordou sentado do seu lado.

Sorri – Vamos logo. – Puxei todos para fora e tranquei a casa.

Dois seguranças abriram a porta de cada carro. As crianças me olharam e fiz sinal para que eles entrassem. O primeiro carro ficou composto por mim, Chan e Seungkwan e um dos seguranças. O segundo tinha Mingyu, Soonyoung, Seokmin e Minghao. O terceiro só tinham seguranças.

Passamos pelo menos 40 minutos no carro até chegarmos na mansão. As portas foram abertas para nós novamente e todos saímos do carro.

Nos aproximamos rapidamente por estarmos inseguros em um lugar como aquele, tão fora da nossa realidade. Seungkwan começou a caminhar e seguimos atrás dele.

 Entramos no lugar e todos exceto eu, que já havia estado ali antes, soltaram uma exclamação de surpresa. Um empregado apareceu – Por favor me acompanhem. – ele começou a caminhar e nós o seguimos.

- Nossa aqui é enorme – Chan disse e Minghao o cutucou.

Entramos na sala de estar e pude ver Seungcheol em pé perto da janela. Jisoo estava sentado e quando nos viu se levantou rapidamente. Dois homens estavam falando sobre algo e assumi que fossem os dois reis. E mais no fundo tinha uma outra pessoa, um garoto que estava sentado no canto.

- Eles chegaram – um dos reis disse sorridente e veio em nossa direção. Todos nós paramos e me curvei em respeito. Os meninos pareceram entender e se curvaram também.

- Por favor, não tem necessidade – o outro disse e sorriu. Nos levantamos e sorri nervosamente. Conhecer os reis era imaginável.

- Sou o rei Seokjin, é um prazer conhecer você... – ele parou para que eu dissesse meu nome e disse rapidamente.

- Jeonghan, senhor – olhei e pude ver que Seungcheol e Jisoo já estava ao lado dos pais.

- É um prazer. Eu sou o rei Namjoon – ele disse sorrindo nos fazendo relaxar um pouco. – Vamos entrando.

Começamos a entrar e Seungcheol me puxou para o outro lado. Minha família foi guiada até os sofás e começaram a conversar com todos.

Seungcheol me olhou e fez menção de começar a falar algo. – Vamos Jeonghan – Jisoo se aproximou de nós sorrindo e me pegou pela mão.

Seungcheol o olhou irritado. Fui levado por Jisoo até os outros e nos sentamos juntos em um sofá.

Depois de algum tempo de conversa olhei para trás e vi que o menino ainda estava no canto. Seokjin pareceu notar que eu olhava ele e chamou o garoto. –Filho venha se juntar a nós.

O menino demorou um pouco e começou a se aproximar, se tornando possível ver seu rosto. - Esse é o nosso maknae, Choi Wonwoo – Namjoon disse indicando o menino.

Eu e Mingyu nos levantamos. Mingyu e Wonwoo trocaram olhares surpresos. Wonwoo nem havia me olhado, apenas devolveu o olhar de Mingyu e ficaram se olhando durante um tempo. Deixando todos calados.

- Vocês se conhecem? – Seokjin perguntou tentando quebrar o silêncio.

Wonwoo desviou o olhar de Mingyu e disse – Não. Nunca nos vimos antes.


Notas Finais


Muito obrigada por terem lido!!
Amo todos vocês <3 <3

ESQUECI
Os dream são os membros do NCT Dream.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...