História Brotheragem (Romance gay, yaoi) - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Feh_Bubu

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Boys Love, Bromance, Brotheragem, Comedia, Erótico, Homossexualismo, Lemon, Romance, Romance Gay, Sexo, Yaoi
Visualizações 443
Palavras 1.289
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - Capitulo IX: As Provas de um "Acidente"


Fanfic / Fanfiction Brotheragem (Romance gay, yaoi) - Capítulo 9 - Capitulo IX: As Provas de um "Acidente"

Thalles desperta sentindo a respiração de Olliver contra seu peito, levanta sua cabeça e olha para rosto de seu amigo, que dormi profundamente. Ele está deitado em cima do mesmo, por ser pegueno, faz o peitoral de seu amigo de travesseiro e seus corpos estão perfeitamente encaixados um no outro. Após perceber a situação em que está, num movimento rápido sai de cima do companheiro e se senta no chão. Senti uma pontada na lateral da cabeça, a dor piora com a tontura que senti quando se levanta do chão. Anda até a banheiro despreocupado, antes de fazer suas necessidades nota um detalhe, sua braguilha já está aberta. Cheira sua roupa, seu odor é uma mistura de bebida, maconha e suor.

"O que aconteceu?"

Fecha sua calça e volta para a sala, havia muitos detalhes a serem notados. Primeiro: nota seu amigo deitado sem camisa dormindo tranquilamente. Segundo: as garrafas ao lado direto do corpo vazias. Terceiro: o pacote de maconha vazio. Quarto: a TV ligada com o som mudo. E quinto: ... A última prova não foi um detalhe visível presente na sala, foi uma lembrança. Como num filme, sua memória deu para ele uma preve cena de um beijo, aonde os protagonitas eram ele e seu amigo.

Se assusta consigo mesmo, acordando. Não pode acreditar em tamanha coisa, isso é algo impossível... ou era. Parado ali, perplexo, revira sua memória incessantemente tentando achar mais cenas do acontecido, foi inútil. Olha para o relógio em seu bolso, são 8h15. Deixa de lado sua tormenta quando lembra que está quase na hora do Tirano chegar, olha o ambiente, a sala é uma prova viva do que aprontaram na noite passada.

— Olliver, acorda! – cutuca seu amigo com o pé, o mesmo não apresenta reação alguma. – Acorda, nós estamos encrecados! – se abaixa e o sacode com força, o mesmo resiste e continua a dormir.

Thalles se levanta e na sua última tentativa chuta seu amigo com força, o atingindo do lado esquerdo do quadril.

— ACORDA! A GENTE TÁ F***!

Olliver acorda assustado, olha para seu amigo e murmurra um xingamento. Foi quanto a porta da sala abriu.

— Meninos, Bom Di_ – Alice não termina a frase por susto, perceber o estado que se encontra a sala.

Fecha a porta, igual a Thalles nota todos os detalhes presente na cena e apatir das provas conclui o óbvio.

— O que vocês fizeram ontem a noite?! – sua voz antes alegre altera para um tom firme e seu olhar é sério.

Olliver em um movimento rapida pega uma das almofadas em cima do sofá a colocando na frente de sua virilha, após perceber que sua braguilha está aberta. Thalles nota e fixa seu olhar em cima da pessoa sentada no chão ao seu lado, sua memória brinca mais uma vez, o dando uma cena curta aonde ele estava abrindo a calça de seu amigo enquanto o mesmo tentava esconder sua ereção.

— O que foi Thalles?! – questiona seu amigo se levantando do chão, ainda segurando a almofada na frente do corpo.

— Nada não! – ele acorda do seu sono lusido, perturbado com a situação.

— Alice, nós ajude a arrumar as coisas, se não seu pai vai nós matar. – Olliver pedi com tom dramático.

E assim foi feito, o maior escondi as garrafas de baixo da cama, aconselhado por Alice; pois joga las no lixo seria muito provável de Olllavo ver.

— Meninos, vocês são burros ou o que!? – ela vai em direção a porta de vidro da sacada. – Deixam a casa fechada enquanto fumam. Como vamos tirar esse cheiro de maconha agora!?

Abre a porta, é quando vê uma figura conhecida do outro lado da rua. Ela paralisa.

— Meninos.

Os dois maiores correm pra ver. Os três estão juntos vendo o Tirano atravessar a rua.

— Fud** – os três dizem juntos.

Os três começam a arrumar, varer e esconder todas as possíveis provas. Tudo finalmente no lugar, inacreditável, em menos de dois minutos, tudo pronto.

— Andam! – Alice começa a empurra los para o quarto. – Vocês estão fedendo a bebida e maconha, tomem um banho. E nem pensem em sair desse quarto sem estarem completamente limpos, porque se meu pai sentir o cheiro de vocês todo nosso trabalho terá sido vão.

Os dois obedecem fechando a porta, ela volta pra sala e percebe que o cheiro ali continua forte, corre até seu quarto e pega um de seus perfumes. Volta para a sala, mas exatamente nesse momento a fechadura da entrada destranca. Sua única opção, a pior de todas. Sem pensar duas vezes joga o frasco do perfume importado favorito no chão. Fazendo todo o conteúdo se espalhar e o cheiro do ambiente, antes de uma erva alucinógena, agora um suave e doce arroma de frutas vermelhas.

— Alice?! – Ollavo diz ao ver os cacos de vidro no chão e sentir o cheiro do perfume que ele detestava.

— Meu perfume caiu no chão! – ela fala calma, mas no seu interior está com um arrependimento enorme, seu melhor perfume desperdiçado pra salvar dois trapalhões.

"MENINOS, VOCÊS ME PAGAM!"

________

Thalles entra no quarto após tomar banho, sua cabeça ainda doi e sua conciencia ainda pessa tentando se recordar da noite passada. Durante toda manhã não haviam trocado seguer uma palavra e Olliver estranha isso.

— Você ta bem? – olha fixamente para o rosto de seu amigo, o mesmo não o corresponde, vira seu olhar para longe da direção de seu amigo.

— To ótimo. – fala friamente

Ele ainda não tem certeza se seu Olliver se lembra ou não da noite passada. Ele não sabe o que esperar de seu companheiro, pois apesar de anos de convívio, Olliver ainda é uma caixa de surpresas para ele. Ele senti seu amigo se aproximar dele por trás, seu corpo em resposta congela.

— Que perfume você passou? – Olliver pergunta normalmente, aproximando seu rosto do pescoço do amigo.

— Um que tá no banheiro. – atua muito bem, sua fala sai natural.

Foi quando sentiu a respiração de seu amigo atingir sua nuca.

"Thalles toca em mim também..." – sua mente o cutuca mais uma vez, mas dessa vez só pode reconhecer a voz de seu amigo sussurando.

Ele da um pulo para frente, seus os olhos reviram, sua sanidade abaixa.

— Thalles você ta bem? – pergunta preocupado.

— Tô ótimo, já disse. – se vira para seu amigo e o empurra de leve, ainda sem olhar em seu rosto. – Vá logo tomar um banho.

Olliver o obedece, Thalles se joga na cama e fecha os olhos em preocupação.

"O que foi que a gente fez? Isso só pode ser um pesadelo? Olliver como eu te odeio!"

_________

Alice está deitada em sua cama, mexendo no seu celular, ainda perturbada com a situação de hoje. Ela não podia acreditar, sua mente vasculha provas de algo a mais que possa ter acontecido ontem com seus dois primos além de uma simples bebedeira. Abre seu Whats, e vai direto para o grupo de suas amigas; Brenda, Alana, Lara e Tati.

Alice

Meninas, o q vcs achariam se encontrasem duas pessoas depois te terem passado a noite bebendo e fumando maconha jogados na sala, uma sem camisa e com a calça aberta, e outro meio estranho, preocupado. Como se algo tivesse acontecido

Lara

Vc ta falando do seus
primos????

Alice

Ss

Alana

Provamente, ao meu ver
eles se pegaram.
Ahsushaahsusha
Sou iludida msm

Tati

Parem de sonhar, eles são
heteros
Apenas amigos heteros.

Lara

Mas isso ñ me impedi de shippar
srsrsrrsrs

Brenda

Bem, pra mim eles se pegaram
Você disse que eles são bem próximos
Provamente a abstinência bateu e
resolveram alivia
Aushsuahsauahsus

Lara

Eu ouvi dizer que meninos quando
Fumam maconha ficam mais atiçados
até podem sentir atração pelo msm
sexo kkkkkkkkk

Brenda

Kkkkkkkkkk só vc msm

Tati

Isso é de um artigo do face
É tudo mentira.

Alana

Tati cala os dedos ai
E deixa a gente ser feliz 
Ashuaahshshuahsu 
Quem acha que os dois se pegaram
Levanta a mãozinha

Brenda 

✋ 

Alice

Lara

Tati

-_-

Alice para por um instante, uma coisa ela tinha herdado de seu pai, a habilidade de arquitetar planos perfeitos. Ela ri enquanto digita.

Alice 

Então vamos descobrir
rsrsrsrs
Meninas tive uma idéia...


Notas Finais


Oie, essas personagens que apareceram são tudo criação única da Mayara, e pode ter certeza que elas são o grupo de amigas mais doidas que existe, coitado dos meninos. E sim, elas tem muitas coisas pra aprontar na história ainda.
Será que o Olliver realmente não lembra?
O quanto Thalles está arrenpendido?
E o que será esse plano infalível da Alice?
Kkkkkkkkk
Eu e minha mania de fazer teaser bostas rsrsrsrs
Então é isso pessoal... e cometem, please! Quero muito ler a opinião de vcs.
Ass: Feh ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...