História Brothers Vkook - Nunca te esquecerei. - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Personagens Originais, V
Tags Jungkook, Romance, Taehyung, Taekook, Vkook
Exibições 171
Palavras 1.191
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Incesto, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello guys
I'm back.
Não tenho o que falar depois de quase 1 mês sem botar a cara a tapa. Demorei sim pra atualizar, desculpem. Mas, está chegando no objetivo que estou querendo chegar... Espero que vocês gostem.

Avisando que a fic está quase no seu termino.. Espero continuar comigo até o final.

See you there.

Capítulo 22 - Coleta de sangue


As policias continuavam suas buscas pelo foragido Sr. Suk. Estavam usando até mesmo cães farejadores nas buscas longas; foram decretados alguns rastros e tumultos de que o mesmo havia saído em direção ao norte. Mas, não conseguiram encontrar nenhum vestígio. Isso levou a policia á indicar algumas viaturas para vigiar a casa em período noturno.

Portanto, isso não irá adiantar muito, pois a cede de vingança de Suk, havia aumentado, e era notável que ele iria tentar atacar novamente pela manhã, mesmo em si consciência que teria de arcar com os olhares dos vizinhos. Sinceramente, isso é amedrontador. Não poder ter segurança dentro de sua própria casa.

Todos nós estávamos bens assustados, e isso eu sabia pelo olhares de apreensão de Jungkook e Taylor. Taylor,parecia muito assustada, e não hesitou muito abraçando a mim e o pequeno Jeon.  Estávamos esperando somente o mandato do líder policial para ir verificar os ferimentos, em um hospital mais próximo.  Finalmente o líder compareceu, e nos levou até o hospital.

Começamos a tratar dos ferimentos e tudo ocorreu bem. Mas pra certificar que não fomos contraídos com nenhuma doença do lugar sujo que estamos. Fizemos um exame de sangue, e alguns outros exames. Isso, não irei dizer que sou forte, pois não agüento ver uma agulha adentrando minha pele e perfurando minha veia. É extremante ridículo da minha parte, mas havia muito medo mesmo. Recusei-me a fazer os exames contidos pelo meu medo infernal. Logo Jungkook perceber meus atos, o mesmo começou a dialogar.

- Ande! Não irá doer, eu prometo que irei ficar com você se causo acontecer alguma coisa. – Ele tentava deixar-me mais calmo.

- Ótimo! Agora sim estou me sentido pior. Não gosto muito de agulhas.. – Antes deu terminar meus discursos ele pronunciou-se.

-  Vamos! Será rápido. Faça isso por nós. – Ele segurou minha mão e olhou de uma forma tão sincera e penetradora. – Não o respondi, mas era visível em expressões que estava disposto a fazer aquilo. Ele sorriu.

Começamos o procedimento básico, confesso ter ficado apavorado. Era notório o modo em que transpirar de suor da minha mão deixava a demonstrar o medo que estava sentido. Apenas permaneci a segurar em suas mãos, e com tudo isso, o processo ocorreu tranquilamente.

- Viu! Não é tão difícil assim. – Ele disse, selando em minha testa úmida um selar de seus lábios carnudos. Fiquei mais tranqüilo, e encaixei minha cabeça em seus ombros. – Agora é só esperar o resultado. Provavelmente daqui umas três horas o resultado sairá.

 

Passaram em torno de três horas, e o resultado já estavam em mãos de uma Doutora. Mas, eu me perguntava o por quê de estar nas mãos de uma Doutora, e não de uma enfermeira; isso aleatoriamente era estranho. A Doutora caminhava em direção a nós. Até chegar bem próxima.

- Vocês são Kim Taehyung e Jeon Jungkook?

- Sim- Respondemos juntos

Taehyung OFF

Jungkook ON

- Vocês trouxeram um responsável?

- Sim – Eu disse apontando ao local onde ela estava. Rapidamente ela veio ao nosso encontro.

- Oi! Desculpa, estava entretida. – Minha mãe falou.

- Aqui estão os exames. Mas, antes de tudo irei explicar detalhadamente o caso de uma dos pacientes. Bom! Por onde posso começar... Este é um caso muito delicado, e exigi muita atenção. Kim Taehyung foi diagnosticado com uma doença sanguínea, chamada Leucemia. E parece que essa doença tem mostrado indícios há muito tempo. Estranho vocês não terem notado a palidez, cansaço contínuos, fraquezas, febre e perda de apetite. – Quando a mesma pronunciou aquelas palavras comecei a colocar as mãos sobre minha cabeça, entrelaçando bruscamente meus dedos em meus fios. Não escondi meus sentimentos de raiva por mim mesmo naquele momento. Se criou um nó em minha garganta após saber daquela noticia. Minhas fraquezas eram expostas, disso eu sabia porque minhas mãos estavam tremulas. Não conseguia esconder o desespero.

- Isso é tudo culpa minha... Merda. Eu sou o pior irmão que se pode ter. – Inclinei minha cabeça pra baixo. – Se caso.. – Fui interrompido.

- Você não deve se culpar de nada, você tentou, eu não o obedeci. – Ele parecia assustado.

- Eu não tentei o suficiente. Talvez se tivesse insistido você já estaria em um tratamento.

- Isso é engraçado... Era eu que deveria estar me preocupando. Afinal é minha saúde, e são meus riscos. – Taehyung falou.

- O problema é que você não cuida de si mesmo – Falei a ele com um tom de voz alterado, ele se assustou. – Você costuma ser cuidadoso somente com as pessoas ao seu redor, e esquece-se de si mesmo. Mas, sei que você não quer demonstrar nenhum tipo de medo. Você está tentando controlar seus sentimentos.. – Eu sabia o que ele estava fazendo e sei que aquilo estava também o atingindo. Talvez o seu problema seja demonstrar ser forte quando há muita fragilidade dentro de si.

- Sim, talvez eu não queira demonstrar muitos sentimentos. Confesso estar com medo sim, porém estou ao seu lado.

- Isso é você esta ao meu lado agora..Mas, pode não estar amanhã. Não posso nem  imaginar não poder mais o ver, abraçar e beijar-lo. Quero poder ter a oportunidade de acordar-lo às manhas de sábado com café da manhã sobre a cama. – Eu olhei com meus olhos já vermelhos.

- Sabe o que me mata nesse momento? – Eu falei focando meu olhar em sua face triste. Ele fez uma cara de dúvida. – Ver você sofrer. Eu prefiro estar em uma cama a o ver em uma. – Fui sincero. Então, eu olhei ao redor, e comecei a beijar-lo levemente. Não muito contente, comecei a envolver minha língua áspera diante a sua boca, e sempre fazia uma pausa pra morder o inferior de seu lábio.

- Isso me deixa um pouco fora de mim. – Ele disse. Depois disso avançou diretamente em minha boca, e começou a selar beijos molhados, e com movimentos rápidos. Já muito ofegantes o mesmo parou. – Algumas pessoas já estão nos olhando, isso pode causar problemas. – Olhei ao redor, e avistei alguns olhares em nossa direção. Concordei com o mais velho.

 

O silencio naquele momento se tornou presente, até a chegada da mesma Doutora.

- Kim Taehyung, decidimos que iremos dar inicio aos seus tratamentos ainda hoje. Irá ter direito a um acompanhante, para que você possa sentir-se mais confortável. Só precisamos que você assine aqui. – Assinei e concordei com o termo. Ela deu de costas e foi embora.

- Você já está ciente, eu irei ser seu acompanhante. – Ele olhou zombeteiro

- Acho que isso não vai dar muito certo... As noites... Não sei direito, mas vai rolar varias putaria. – Afirmei

- Não acontecerá isso. Não nessa noite. Estou focado em cuidar do meu anjinho. – AAAH GRITO DA PANTERA.

- Mas não vá pensando que irá ficar todos os dias. Você tem aula, e não pode ficar o dia todo aqui.

- Eu sei! Não irei às aulas. E não adianta insistir, porque eu vou cuidar de você até o ultimo segundo da minha vida. – Eu corei. Fiquei cada vez mais vermelho, já estava até mesmo ficando sem graça.

- Você é difícil viu.

- Sim! Sou somente fácil pra você – Ele riu sarcástico. 


Notas Finais


Avaliem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...