História BTS - A vampire love - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bangtan Boys, Bts, Got7, Hoseok, Jeon Jungkook, Jhope, Jimin, Jin, Jung Hoseok, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Kook, Min Yoongi, Namjoon, Park Jimin, Rapmonster, Seokjin, Suga, Tae, Taehyung, Vampiros, Yoongi
Exibições 63
Palavras 1.572
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Obrigada pelos favoritos! ♥
To muito feliz
Obrigada de kokoro mesmo!
~mais tarde eu corrijo os erros ♥~

Capítulo 16 - Lets fuck ourselves drinking all night.


Fanfic / Fanfiction BTS - A vampire love - Capítulo 16 - Lets fuck ourselves drinking all night.

P.O.V Min Hee

Quando ele me abraçou, seu cheiro doce novamente penetrou minhas narinas.

Eu não estava bem, poderia ser período de lua de sangue.

Por isso o cheiro das pessoas ficava mais forte e meu desejo aumentava.

Me afastei dele e disse que iria me arrumar e dar uma volta, pois não estava afim de ir pra faculdade.

Ele concordou, saiu do quarto e eu coloquei uma roupa qualquer, deixei meu cabelo solto, peguei meu celular e o coloquei no bolso junto com meus fones. -roupa nas notas finais-

Deixei minha moto por responsabilidade do Taehyng e me despedi.

Fui até a garagem, entrei no meu carro e dirigi em direção ao lago que tinha na cidade.
 

 

Minutos depois cheguei, desci do carro e me sentei na grama.

Respirei o ar puro e relaxei.

Aquele lugar me trazia calmaria e paz.

Ali eu não tinha aquele incontrolável desejo de beber o sangue de um humano até não sobrar se quer, uma gota.

Peguei meu celular, pluguei os fones no mesmo, coloquei no ouvido e deixei tocar minha playlist de POP, enquanto olhava o lago.

Estava tão distraída, que nem percebi quando alguém tocou o meu ombro.

Me virei e dei de cara com um garoto fofo, com uma blusa branca de manga longa, uma calça preta e um tênis também preto. Tirei meus fones e ele me cumprimentou sorrindo: (Aut: Imagine ele mais o menos com a aparência do Baekhyun.)

- Ah...Oi!

Percebi que seus olhos fecharam por conta de seu sorriso.

Oi! -o cumprimentei sorrindo também

Er....então... eu costumo ficar aqui no lugar onde você está e...-ele disse coçando a nuca

Ah, claro! Me desculpe! -disse e me levantei do lugar onde estava sentada e já ia indo embora, quando ele segurou meu pulso delicadamente

Não vai! - disse ele exclamando, mas depois se corrigiu- Quer dizer... você parece legal, fique aqui.

Fiquei um pouco surpresa, mas aceitei e me sentei ao seu lado na grama.

Qual seu nome? -perguntei e retirei o fone, colocando-o no meu pescoço

Kim Kwang. O seu é..?-perguntou

Min Hee. -disse

 

Já eram 9h00 p.m e Kwang disse que tinha que ir embora.

Sério? -perguntei com um bico nos lábios

Sério. -disse e tocou a ponta do meu nariz

Aish! -resmunguei e cruzei os braços

Ele riu e me abraçou de lado.

Quer que eu te leve? -perguntei olhando pra ele

Uhum. -respondeu

Nos levantamos e eu bati a mão na roupa pra tirar a grama, e ele fez o mesmo.

Entramos no meu carro e dei partida.

Segui as instruções do Kwang e depois de alguns minutos chegamos em uma casa branca muito bonita.

É aqui. -disse saindo do carro

Ei! -o chamei e ele virou-se pra mim- Você esqueceu de me dar seu número e um abraço! -disse

Ele deu um sorriso fofo, me passou seu número e me deu um abraço apertado.

Tchau, Hee. -disse e me deu um beijo na bochecha

Tchau, Kwang! -disse e comecei a dirigir em direção a minha casa.

 

Guardei o carro, entrei em casa e Taehyung estava sentado no sofá assistindo Anime.

Quando fechei a porta, ele olhou pra mim e fingiu estar indignado.

Se levantou do sofá, cruzou os braços e perguntou fingindo-se de irritado:

- Isso são horas de chegar em casa, mocinha?

Mordi o lábio inferior segurando uma risada, e respondi com uma cara fofa e inocente:

- Sinto muito, eu estava no lago. 

Ele arqueou a sobrancelha e eu me segurei mais ainda pra não rir da sua tentativa falha de parecer irritado.

Com quem? -me perguntou

Com Kwang. Um amigo que fiz hoje. -disse e sorri inocentemente

Ele semi-cerrou os olhos pra mim e eu não aguentei, comecei a gargalhar alto.

Eu realmente não pareço irritado? -me perguntou e eu neguei com a cabeça- Aish! -reclamou com bico nos lábios

Eu ri mais ainda e ele pareceu não gostar disso.

Mocinha, você não deveria rir da desgraça dos outros, sabia? - falou fingindo-se de irritado mais uma vez

Tae- Taehyung... você não parece uma pessoa mais velha dando um sermão em uma criança, parece um ator de quinta categoria. - disse tentando recuperar o ar que perdi depois da gargalhada

Á é? -perguntou

É sim. -confirmei e ele começou a correr até mim

Usei minha velocidade de vampiro, peguei uma almofada no sofá, taquei na cara dele e subi até meu quarto, trancando a porta em seguida.

Ya! Assim não vale! -disse ele chateado e escutei seus passos ficando mais altos conforme ele se aproximava .

Me joguei na cama começando a rir novamente e logo escutei batidas na porta.

Hee! Abra a porta, mocinha! Eu vou te dar uma lição! -disse ele

Apenas respondi um "Não!" e ele falou:

Mocinha, você está sendo muito teimosa! Se sua irmã estivesse aqui, ela não gostaria disso! -   quando ele disse aquilo, minha risada cessou instantaneamente

Ele parou de bater na porta e pareceu perceber oque disse.

Hee! Agora é sério, abre a porta, me desculpe! -disse

Engoli em seco e lágrimas brotaram nos meus olhos.

Taehyung... me deixa quieta aqui, vai. -pedi

Hee... me desculpa... era brincadeira. Abre a porta... eu não quis falar da sua irmã...-pediu ele

Acabei ficando irritada por ele falar da minha irmã, e minha aparência vampira tomou conta do meu rosto.

Pare de falar da Mi-Cha! -pedi irritada

Desculpa, Hee... eu...-interrompi e abri a porta com força

Ele se assustou comigo e engoliu em seco. Ele nunca havia me visto da forma vampira.

Dá pra parar de falar?! -perguntei exaltando a voz e ele estremeceu 

S-sim...-respondeu baixo, quase num sussurro

Depois de dizer, ele desceu as escadas em direção ao seu quarto.

Eu fui muito rude com ele, admito.

Mas cara, precisa mesmo dizer "Se sua irmã estivesse aqui..." ?

Mas que porra! -reclamei com raiva e fechei a porta com força

Encostei na porta e meu corpo escorregou pela mesma, até chagar ao chão, onde me sentei.

Respirei fundo e fui até o banheiro.

Me despi e tomei uma ducha quente.

Saí, me vesti com uma roupa discreta e prendi meu cabelo num rabo de cavalo.  -roupa 2 nas notas finais-

Coloquei meu celular no bolso da calça, peguei a chave da minha moto e saí de casa.

Subi na moto, a liguei e fui  "dar uma volta pela cidade."

Eu precisava esfriar a cabeça. (Aut: Joga um balde d'água com gelo em si mesma -_-)

 

Cheguei em uma balada e já fui entrando com meu passe VIP, sem pegar fila.

Fui até o bar e pedi vodka misturada com leite condensado.

E depois de alguns shots de bebidas que não lembro o nome, eu estava completamente lokassa.

O DJ me chamou, e eu fui até ele.

Quer dizer alguma coisa? -me perguntou e eu assenti. Ele me deu o microfone e eu disse:

-Vamos nos foder bebendo a noite toda! 

Logo as pessoas comemoraram e eu pedi ao DJ pra tocar BANG BANG BANG da banda BIG BANG.

 

As horas pareciam simplesmente segundos pra mim, eu estava mais bêbada ainda.

Minha visão estava turva, mas não me importava.

Eram mais de 6h35 a.m e eu estava bebendo e dançando alguma música que o DJ tocava.

E olha, eu não posso negar, peguei vários caras gostosos, que só por G-Deus.

Cansei daquele lugar, e resolvi ir embora.

Mas não sem antes me despedir de todo mundo, é claro.

Entrei no meu carro e dei partida até em casa.

Quando cheguei lá, pude ouvir vozes lá dentro.

Oushi tiu. Mais que porra é essa? Taehyung agora tem amigos imaginários com vozes? - perguntei pra mim mesma entrando na casa

Vi Yoongi, Shin e Mi-Cha sentados no sofá conversando com o Taehyung.

Vey, eu não me lembro de ter fumado drogas não. -disse e balancei a cabeça para ver se eles sumiam

Você oque? -Mi-Cha me perguntou

Eu bebi, mas eu não fumei drogas, juro. -disse fazendo sinal de rendição, sem dar muita importância, talvez eu tenha fumado algumas drogas mermo, ou eu bebi demais. Vai sabê oque aconteceu noite passada.

A gente chega em casa, e encontra a anfitriã dela bêbada, que legal. -disse Shin revirando os olhos

Poise é, que porre não é mesmo? -falei sarcástica - Mas enfim, adeus Yoongi, Shin e Mi-Cha da minha imaginação de bêbada, e adeus Taehyung da realidade! Eu preciso dormir. -disse e mandei um beijo no ar pra eles

Subi até meu quarto, me joguei na cama e não consegui dormir.

Dorme. -disse pra mim mesma e fechei os olhos e não consegui dormir- Dorme, Min-Hee! Mas que porra! -reclamei por não conseguir obrigar á mim mesma dormir.

Levantei da cama e ainda ouvia vozes na sala.

Cara, na humildade, calem a boca! Please! -disse pra eles e fui até a cozinha

Peguei um copo d'água e bebi tudo.

Você precisa de um banho pra acabar com essa ressaca, não acha? -Yoongi disse quando entrou na cozinha

Pois é, né. Valeu pelo conselho, parça. -disse dando um sorriso e saindo da cozinha

Não quer ajuda pra tomar banho? -perguntou ele no meu ouvido

Não, eu posso tomar sozinha. Pelo que eu saiba, não sou idosa nem criança. -eu disse e imaginei a música do Turn Down For What tocando de fundo. (Aut: NOXFA MEO A MINA EH A ZIKA DO BAGULHO  MERMO)

Subi até meu quarto novamente, e dispensei a ideia de tomar banho, me jogando na cama novamente.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...