História BTS - Amor ou Ódio? - VHope - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 192
Palavras 1.451
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Capítulo 10


Quebra de tempo/Saída

Já era hora da saída e eu estava esperando Tae terminar de arrumar suas coisas,Namjoon me encarou feio e acenou para Taehyung ,depois que ele saiu Tae sorriu sem jeito e fomos em direção ao depósito.

Quando estávamos saindo do prédio da escola em direção ao pátio Suk veio em minha direção.

-Tchau Babyboy! -Ele selou nossos lábios carinhosamente. 

-Tchau Suk...-Eu disse e ele saiu encarando feio Taehyung.

Ele está com ciúmes do Tae?Sério?Cara,o Taehyung é hétero...

-Gosta dele? -Tae perguntou. 

-Ele é um garoto legal, mas acho que não gosto dele do mesmo jeito que ele gosta de mim, pelo menos não com a mesma intensidade. 

-Entendi...

-Porque a pergunta? 

-Não sei, curiosidade eu acho -Ele respondeu coçando a nuca e sorrindo tímido. 

Achei estranho mas resolvi deixar pra lá. 

Chegamos ao depósito pegamos os materiais e fomos limpar as salas que somos responsáveis. 

                  […]

Já era quatro horas e eu ainda não  tinha terminado de limpar as salas , estava distraído de mais com meus pensamentos,pensando na minha mentira com o Taehyung e nas consequências se Namjoon acabasse descobrindo,pensando que eu poderia estar iludindo o Suk e que ele não merece isso por ser um cara legal e estar sempre ao meu lado e... 

-Hoseok, você está bem? -A voz do Taehyung surgiu do nada, o que me assustou e consequentemente me fez dar um pulo. 

-Você me assustou -Eu disse colocando a mão no peito tentando acalmar meu coração que estava acelerado pelo ocorrido. 

-Não era minha intenção, desculpe... 

-Tudo bem -Eu sorri de leve e voltei a limpar

-Estranho você ainda estar limpando, sempre é o primeiro a terminar -Ele disse se sentando no chão encostando suas costas no banco onde estava o balde com água que eu usava para limpar.

-Eu estou um pouco distraído hoje! 

-Percebi,no momento que entrei aqui bati umas cinco vezes na porta e quando você finamente notou minha presença levou um susto. Foi engraçado! -Ele riu 

-HAHAHA, não vejo graça! 

-Desculpe -Ele soltou mais uma risada e depois ficou com uma expressão mais séria -No que pensava? -Ele perguntou 

-Nas consequências de sermos descobertos pelo Namjoon

-Não seremos descobertos se fingirmos bem. 

-Tem razão, não deveria me preocupar -Eu disse molhando um pano na água do balde porém minha mão acabou batendo no próprio o fazendo virar toda a água em Taehyung que estava escorado no banco. 

-HOSEOK! -Ele gritou se levantando totalmente encharcado. 

-M-Meu Deus, M-Me desculpa

-Corra... -Ele disse e sem pensar duas vezes fiz o que ele mandou 

Desci as escadas rápido e corri até o pátio,parei para ver onde Taehyung estava, olhei para todo o lado e ele não estava em lugar nenhum, okay isso me deixou com medo. 

De repente sinto algo gelado em minhas costas, olho pra trás e vejo Taehyung com uma mangueira na mão,ele molhou minhas costas... 

-Seu...

-Eu disse pra você correr! -Ele disse e em seguida abriu um sorriso. 

-Então vai ser assim? -Eu perguntei e ele afirmou com a cabeça ainda sorrindo. 

Corri até o depósito e peguei um balde, enchi em uma torneira que tinha ali e voltei.

Ele me viu e começou a direcionar a mangueira a mim para me molhar mas eu desviava, consegui ficar a sua frente sem me molhar e lhe joguei a água do balde, logo em seguida corri, ele veio atrás de mim com a mangueira e molhava minhas costas enquanto eu corria, chegamos perto da piscina da escola e ele continuava a correr atrás de mim, porém, enquanto corria acabou tropeçando e caindo na piscina, não pude evitar o riso. 

-Do que está rindo idiota me ajuda aqui! -Taehyung disse e eu fui ajudá-lo, estendi minha mão e o mesmo a segurou e puxou, o que fez eu cair na piscina junto com ele. 

-TAEHYUNG SEU IDIOTA! -Eu gritei e ele riu parecendo se divertir. 

-Está frio, vamos pegar as nossas coisas e ir embora antes de ficarmos doentes! -Ele disse e saímos.

Subi as escadas e fui até a sala onde havia molhado Taehyung, sequei o chão e desci as escadas, guardei as coisas e depois fomos embora. 

No outro dia...

Acordei coloquei meu uniforme e sai, no caminho lembrei que hoje era meu aniversário, ou seja, hoje eu iria na minha primeira festa, sinceramente, estou nervoso. 

Cheguei na escola e fui direto pra minha sala. 

Meu celular vibrou

Taehyung: Feliz aniversário! 

Eu: Obrigado 

Taehyung: Você vai ir hoje né?

Eu: Estou nervoso, mas vou

Taehyung: Menino é só uma festa, calma. 

Eu: Minha primeira festa, vamos respeitar meu nervosismo colega? 

Taehyung: Tem razão, foi mal, mas mesmo assim não tem com o que se preocupar

Eu: Se você diz...

O sinal tocou. 

Eu: Até mais tarde. 

Taehyung: Até...

Bloqueei a tela do celular e esperei  o professor entrar na sala. 

------Quebra de tempo------

Eu e Taehyung já tínhamos limpado a escola, fui pra casa me arrumar, ele passaria aqui em casa às 22:00,tomei banho e me arrumei. 

Taehyung:Estou em frente a sua casa

Eu: Estou saindo... 

Sai de casa e tranquei a porta, fui até o carro que Taehyung estava e entrei. 

-De quem é este carro? -Perguntei

-Da minha mãe, ela sempre me empresta pra ir para festas

-Entendi..vamos logo?

-Vamos -Ele assentiu e fomos.

O lugar era bem distante mesmo,levamos em torno de meia hora para chegar. 

Ele estacionou o carro e eu já podia escutar o som da música alta vindo de dentro do local.

Ele trancou o carro e nós entramos, a música tava alta, o cheiro de bebida tava forte, as pessoas estavam se divertindo. 

-Vamos pegar uma bebida -Tae falou e eu o segui até o bar. 

Ele pediu vodka e eu apenas concordei em beber a mesma coisa que ele.

-Eai,o que achou?-Ele perguntou.

-Legal...

-Não gostou né?

-Não é isso,só não faz muito o meu estilo você sabe!

A bebida chegou e ele bebeu a sua toda em um gole só. 

-Sua vez! -Ele sorriu 

-Taehyung...

-Só essa por favor! -Ele fez uma cara fofa e como sou um idiota acabei bebendo. Não era tão ruim, mas também não era a melhor coisa. 

Tae bebeu mais umas seis e eu só  mais uma, não estava afim de ficar bêbado, mas pelo visto ele estava e eu teria que cuidar dele. 

Ele com certeza já estava bêbado, ele começou a falar umas coisas que eu não compreendia e começava a rir do nada.

-Tae, não acha melhor irmos embora, você ta muito bêbado cara

-Não,eu to ótimo, não estou bêbado, nada bêbado, 0% bêbado. 

-Ai meu Deus, sabia que era pra mim me embebedar essa noite e você cuidar de mim e não ao contrário? eu sou o aniversariante aqui -Eu disse e ele não respondeu -Está me ouvindo? 

- ....

-Tae? 

-Eu quero dançar... 

-Vai lá

-Vem comigo,você adora dançar

-Na frente de todo mundo? não obrigado

-Mas preciso da sua ajuda, eu não sei dançar,vamos -Ele me puxou e me levou até a pista de dança.

Fiz alguns passos básicos e ele tentava me imitar, porém como estava bêbado foi mais engraçado e desastroso que o normal, ri e o puxei de volta ao balcão do bar. 

-EII,eu tava dançando bem.... 

-Não tava não -Ri

-Aish -Revirou os olhos e em seguida fez uma cara estranha. 

-O que você tem? -Perguntei preocupado. 

-Eu... Não to me sentindo muito bem

-Também né, com tudo que você bebeu e depois ainda foi dançar que nem louco 

-Eu quero vomitar... 

-Vem comigo -Segurei sua mão e o levei o mais rápido possível para o banheiro antes que vomitasse em alguém. 

Nós entramos e ele levantou a tampa de um sanitário e vomitou. 

-Está melhor? 

-Acho que sim, preciso de água

-Vamos pegar sua água e depois vamos embora

Saímos do banheiro e voltamos para o bar, Taehyung estava cambaleando. 

Pedi sua água e enquanto esperava olhei para as pessoas que riam, dançavam e se divertiam, olhei para entrada do local e vi a última pessoa que esperava ver aqui. 

-N-Namjoon?-Sussurrei e imediatamente agarrei o braço de Tae e o puxei dalí. 

-Você ta maluco? Quer que eu vomite de novo? 

-Namjoon está aqui! -Eu disse nervoso. 

-Ótimo,vamos mostrar nossa amizade e dizer que não estamos nem aí pra ele - Ele tentou sair mas eu o impedi,com certeza ainda estava sob efeito do álcool.

-Tá maluco? 

-Porque não? 

-Porque não ué! 

Me virei para ver onde ele estava e o vi no bar bebendo algo que parecia ser um refrigerante,voltei a olhar para o Tae que agora estava com o rosto mais próximo do meu. 

-Ta se sentindo mal de novo? Quer vomitar -Perguntei e ele negou com a cabeça -Então o que você tem? O Que está fazendo? 

Ele se aproximou mais,okay,que merda ta acontecendo?

-T-Tae?

Ele por fim selou nossos lábios 

PORQUE ELE FEZ ISSO?

Ele beijava bem...

Mas... Porque ele estava fazendo isso? Ele não é hétero? 

Seria a bebida? 

Bom, não sei mas eu retribui....








Notas Finais


Espero que gostem... ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...