História Second Grade - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 324
Palavras 1.797
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem!
E desculpem se ficou curto. A imaginação não colaborou muito hoje! :(
Boa leitura ♥

Capítulo 16 - Neon Party!


Fanfic / Fanfiction Second Grade - Capítulo 16 - Neon Party!

Acordei no dia seguinte com uma barulheira vindo de fora do quarto. Me levantei pra ver o que era, e os meninos estavam trazendo caixas pra dentro da casa.

 

— O que é isso?   ~Perguntei um pouco sonolenta~

— Bebidas.   ~Respondeu Kookie~

— Já vão encher a cara logo cedo?

— Não é pra agora, é pra de noite.   ~Disse Jimin~

— Esqueceu da festa?   ~Perguntou Hobi~

— Eu não quero ir pra escola amanhã de ressaca.

— É só não encher a cara.   ~Falou Namjoon~

— E qual é a graça?

 

Eu perguntei se poderia ajudar em alguma coisa, e Jin disse que eu poderia abrir as caixas e guardar as bebidas no Freezer. Eu fui fazer isso. E me admirei com a quantidade de bebidas e de doces e outras porcarias.

 

— Onde você arrumaram tanta grana? Assaltaram um banco?

— Quase isso.   ~Disse Jimin~

— QUE?   ~Gritei~

— É brincadeira.   ~Hobi riu~   A gente tinha uma boa grana guardada.

— Pelo que eu estou vendo não sobrou nada né?

— Sobrou sim, mas não tanto quanto tinha isso é fato.

 

Eu continuei a colocar as bebidas no Freezer e os meninos ficavam rindo de mim por ser pequena e quase ter que entrar dentro do Freezer pra colocar as bebidas. Eu fiquei brava com isso, e ameacei não fazer porcaria nenhuma e eles se calaram. Eu terminei de guardar as bebidas e Jin me pediu pra ir comprar umas coisas. Ele me deu o dinheiro e uma lista do que comprar, e me explicou onde ficava. Eu concordei, gostava de ajudar pois me sentia útil.

 

— Cadê o Tae?   ~Perguntei~

— Saiu com o Yoongi. Acho que foram arrumar um DJ.

— MEU DEUS!  ~Falei assustada~  Os dois saíram juntos? Eles podem nem estar vivos!

— Relaxa.   ~Jin falou rindo~  Eles estão se dando bem.

— Que Deus te ouça! É só isso mesmo que precisa?

— Por enquanto só.

— Okey, já vou indo.

 

Eu sai de casa e tinha me esquecido onde era, mas acho que o Jin adivinhou que eu ia esquecer e escreveu o endereço no papel. Eu entrei em umas cinco ruas até encontrar. Até que era um supermercado grande. “Meu Deus, é hoje que eu me perco” pensei. Eu entrei e fui procurar o que Jin tinha pedido. Eu até que estava me saindo bem, já tinha achado praticamente tudo. Eu riscava o que já tinha comprado. Faltava apenas uma coisinha, que eu rodei tudo que era de lugar naquele Supermercado e não achei. Eu estava começando a perder a paciência. “Não vou mais procurar porcaria nenhuma” pensei. Até que Deus me mostrou uma luz e eu avistei o que faltava, mas ele estava na prateleira mais alta e eu não estava conseguindo alcançar. Eu ficava na ponta dos dedos mesmo sem nunca ter feito aulas de balé. Eu estava completamente irritada, não conseguia pegar de jeito nenhum. Por sorte os meninos não estavam aqui pra ver isso. Eu estava quase alcançando mais não era o suficiente. Até que surge um braço e pega pra mim, me viro pra olhar quem era e MEU JESUS AMADO, QUE MENINO LINDO! *O*

 

— Aqui está.   ~Me entregou~

— Obrigada.   ~Eu sorri corada~   Ser baixinha é uma merda!

— Não diga isso. Eu achei super fofo você tentando pegar.   ~Ele sorriu. E QUE SORRISO LINDO *-* PQP!~

— Pelo menos você não riu de mim.

— Eu ri sim, mas me controlei.   ~Ele soltou uma risadinha muito fofa~

— Eu já suspeitava.

— Posso saber seu nome?

— Me chamo Jiyoon.   ~Sorri~  E qual é o seu?

— Prazer Jiyoon, me chamo Jackson.   ~Sorriu~  ( Aquele gostoso do Got7 )

— O prazer foi meu.

 

Ele pegou minha mão e beijou e eu virei um tomate. Eu conversei com ele mais um pouco até que o amigo dele o chama, e esse amigo dele era o Tuan. Eu falei com ele e tudo, e perguntei sobre a festa e ele disse que ia de certeza. Me despedi dos dois, precisava voltar pra casa.  Fui pro caixa e paguei, sai de lá cheia de sacolas e logo cheguei na casa do Yoongi.

 

— Finalmente!   ~Comemorou Kookie~

— Isso foi um alerta pra nunca mandar você fazer a feira da semana.   ~Disse Jimin~

— Engraçadinhos ¬¬   ~Revirei os olhos~   Deveriam me agradecer!

— Obrigado.  ~Agradeceu Jin~  Comprou tudo?

— Sim. E um deles foi um sacrifício!   ~Me referi ao da prateleira que ficava no céu~

— Esse aqui?   ~Jin abriu a sacola e pegou~

— Esse mesmo. Como sabe?

— Ele colocou na lista de propósito!   ~Jimin falou rindo~

— EU NÃO ACREDITO!   ~Gritei brava~

— Não me culpe, foi o Hobi que mandou.

— Isso é sério Hobi?   ~Perguntei com raiva~

— Desculpa Docinho, mas eu queria ver você se matando pra pegar isso.   ~Hobi falou rindo~

— Eu odeio vocês!

— A gente considera isso como um “Eu te amo”.   ~Falou Jimin~

— Vocês são uns merdas ¬¬

— O almoço hoje é você quem vai fazer.   ~Falou Jin~

— Tudo bem, não quero morrer de fome.

 

Eu levei as sacolas pra cozinha e retirei o que precisava para fazer o almoço. Eu resolvi fazer Lasanha. Amo lasanha! Lasanha é a melhor comida do mundo! Eu comecei a preparar a Lasanha, me controlando para não comer ali mesmo. As vezes apareciam uns serumaninhos abençoados e ficavam me atrapalhando pedindo um pedaço e eu colocava eles pra correr. Tudo pronto, apenas coloquei a Lasanha no forno e agora era só torcer pra eu não esquecer e ela não virar carvão.

Como não demora muito tempo pra Lasanha ficar pronta, eu desliguei o forno e coloquei as luvas pra não me queimar e finalmente a coloquei sobre á mesa. Espalhando aquele aroma delicioso *-*

 

— O ALMOÇO TÁ NA MESA!   ~Gritei pra Deus e o mundo ouvir~

 

Nem terminei de falar e já estava aquele bando de leões famintos pegando seus pratos para comer. Yoongi e Tae finalmente chegaram.

 

— Senti o cheiro da esquina!   ~Disse Yoongi~

— Tô morrendo de fome!   ~Falou Tae~

— Por sorte, eu fiz uma Lasanha grande. Sirvam-se! 

 

Todos se sentaram á mesa e encheram a pança até não aguentar mais. Eu também almocei. Depois que terminei, eu fui ajudar os meninos na decoração da festa. Yoongi queria que fosse uma festa Neon e todos contribuíram pra isso acontecer. Tudo era Neon, os copos, as bebidas, as luzes da festa que eram muitas. TUDO! Colocamos algumas bolas Neons na piscina, e mudamos a luz que iluminava ela para um Azul Neon. Terminamos e estava totalmente foda! (Notas finais).

 

Terminamos e já eram 18h40min, e Yoongi marcou a festa para as 20h00min. Todos foram tomar seus banhos, e eu fiquei imaginando a disputa no banheiro. Eu fui tomar o meu banho com um pouco de pressa mais não deixou de ser um bom banho. Sai do banheiro e vesti um vestido Neon que eu trouxe. Eu não sabia o porque tinha trazido, mas eu trouxe. (Notas finais) Fui arrumar meu cabelo e logo escuto alguém entrando. Era o Kookie.

 

— Toma!   ~Me entregou um monte de tintas~

— Pra que isso?

— Pra se pintar ué!   ~Ele respondeu como se fosse óbvio~  Pode usar no cabelo também.

— Tudo bem. Vou usar!

 

Ele só me entregou e saiu. Eu peguei as tintas verdes que tinham e passei no cabelo. Fiz algumas mexas com azul e rosa. Se sujasse a roupa não tinha problema mesmo. Fiz um penteado pra ele ficar mais bonitinho e amei o resultado! (Notas finais). “Vou pintar meu cabelo assim” pensei. Depois eu fiz a maquiagem, essa era rápida, então não demorei muito pra acabar (Notas finais). Finalmente eu terminei de me arrumar e nem tinha percebido que a festa já tinha começado. A música estava alta pra porra! E quando eu sai do quarto eu não reconheci ninguém. Eu nunca tinha ido pra uma festa Neon, como as pessoas se reconhecem? Fica a dúvida. Tinha muita gente, repetindo: MUITA GENTE! A casa estava completamente lotada e eu ia ficar alone com certeza. Eu fui andando entre as pessoas, fui pegar uma bebida e me sentei em um lugar que eu não sei. Não estava reconhecendo nada. Até que alguém tapa meus olhos.

 

— Me desculpa, mas eu não sei quem é. Eu não sei quem é ninguém.

— Sério? Que pena.   ~Destapou meus olhos~

— Tae?   ~Eu falei reconhecendo pela voz grossa~

— Me reconheceu?

— Eu reconheceria essa voz grossa em qualquer lugar.   ~Sorri~

— Pelo que eu percebi é a sua primeira vez numa festa assim né?

— Tá tão na cara assim?   ~Ri~

— Muito. Mas eu vou te ajudar.

— Como?

— Dançando comigo. E eu não aceito um “não” como resposta.

— Tudo bem, eu quero dançar.   ~Sorri~

 

Ele me puxou pra dançar e era uma música do Skrillex que estava tocando. Ele estava com um desenho no rosto feito com tinta laranja, eu não sei o que era. Sem camiseta, exibindo o seu lindo ABS, ele estava com vários desenhos pelo corpo também. Ele estava lindo, na verdade ele sempre foi. Eu coloquei meus braços em volta do pescoço dele e ele rapidamente colou nossos corpos e apertou forte a minha cintura, me beijando. Quando ele me beijava parecia que o mundo parava, e não existia mais ninguém além de nós dois. Continuamos nos beijando, o fôlego colaborou dessa vez. Eu não queria soltar ele nunca mais, mesmo o conhecendo a tão pouco tempo. Ele me fez um bem que a muito tempo eu não tinha sentido. Eu posso parecer louca mas, eu acho que ele sente a mesma coisa em relação a mim. Ou não... Talvez ele só goste de mim. Mas eu estou começando a sentir algo mais forte por ele. Eu perdi as contas de quantas vezes nos beijamos e dos sorrisos que dávamos em cada beijo. Começaram a jogar tinta Neon pra cima, fazendo todo mundo ficar totalmente sujo de tinta. Do nada apareceram uns seres me abraçando e eu sabia muito bem quem eram. Eles estavam segurando bebidas e trouxeram pra mim e pro Tae. Fizemos um rodinha.

 

— Eu quero fazer um brinde.   ~Disse Yoongi. Ele já estava um pouco bêbado~

— Um brinde ao que?   ~Perguntou Tae~

— Um brinde, a todos vocês.   ~Completou Jin~

— Vocês são nossa família.   ~Disse Namjoon~

— As pessoas mais especiais são exatamente as pessoas que estão aqui e agora.   ~Disse Jimin~

— O Tae chegou a pouco tempo, mas chegou pra ficar.   ~Disse Kookie~

— A Docinho está conosco a muito tempo, e sempre vai estar.   ~Falou Hobi e eu o abracei~

— Um brinde a nossa amizade. Que ela dure eternamente. E nada nos separe.   ~Disse Yoongi~

— Saúde família?   ~Eu perguntei~

— SAÚDE!   ~Responderam todos em coro~

 

Brindamos! E depois desse brinde que me fez chorar, eu admito. Eles são muito especiais pra mim. Como o Namjoon disse: Somos uma família! Depois desse brinde nós trocamos muitos abraços e beijos no rosto. Ficamos todos juntos o restante da festa, bebendo e comendo alguns doces e outras porcarias. Dançamos muito, e eu percebi que aquela festa ainda estava longe de acabar.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...