História Second Grade - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 242
Palavras 1.957
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


MUITO OBRIGADA PELOS 45 FAVORITOS! <333
Nunca pensei que ia chegar a tudo isso! T.T <33
OBRIGADA MESMO GENTE! *---*
DO FUNDO DO MEU KOKORO! <33

Capítulo 18 - Finally Free!


Fanfic / Fanfiction Second Grade - Capítulo 18 - Finally Free!

Como de esperado, eu não consegui dormir imaginando os meninos naquela cela. Passando frio ou até mesmo fome. Quando eu dei por mim já tinha amanhecido. Olhei a hora no meu celular e eram 07h30min. Eu me levantei da cama, com toda preguiça do mundo. Fui ao banheiro e tomei um banho pra me livrar da preguiça. Sai do banho e peguei uma roupa pra vestir (Notas finais). Arrumei meu cabelo, e passei um pouco de pó. Estava com uma cara de morta horrível. Passei até um pouco de base pra disfarçar melhor. Eu calcei minha sapatilha preta e desci pra comer alguma coisa. Não estava com fome então, comi apenas uma maça e saí de casa. Pra onde eu estava indo? Visitar meus amigos. Eu resolvi ir de carro, pra trazer aquela gangue. Procurei as chaves do carro da minha mãe no mala do meu irmão, e encontrei.

 

[...]

 

Cheguei da delegacia e me perguntaram pra onde eu estava indo. Eu expliquei tudo e uma policial me acompanhou. Lá estavam eles, sendo interrogados pelo delegado. Eu quase chorei de vê-los ali, não é o lugar deles. Todos foram interrogados, um por um. Até que vejo eles comemorarem, acho que foram soltos. Graças a Deus! Acabei comemorando também. Eles saíram da sala, o primeiro a sair foi o Hobi que logo me viu e correu pra me abraçar. Aquele abraço de urso que só ele tem.

 

— Que saudade de você!

— Mas só fiquei longe por algumas horas.   ~Disse Hobi~

— Não importa! Foi como uma eternidade pra mim.

— Owwn *-*    ~Ele me esmagou em um abraço e beijou minha testa~

— Oh abre alas, que eu quero passar ♪♫   ~Cantou Jimin, tirando o Hobi de perto de mim~

— Jiminnie!   ~O esmaguei em um abraço~

— Também senti sua falta. Sobreviveu bem sem mim?

— Não, é muito ruim a minha vida sem você.

— Eu sei disso. Sou demais mesmo! Não precisa agradecer.   ~Se gabando, como sempre~

— Senti tanta falta de vocês. Estou tão feliz que estão bem!

 

Abracei todos, um por um, em um abraço de urso. Estava muito feliz por eles saírem daquele lugar. Saímos da delegacia e eles comemoraram por não precisarem ir a pé e eu ri. Namjoon queria dirigir mas eu não deixei. Entramos todos no carro. Jin, Yoongi e Jimin foram no porta malas. Namjoon, Tae e Kookie no banco de trás. E Hobi no banco carona. Eu logo dei partida. Eles estavam mortos de cansados. Provavelmente, também não conseguiram dormir.

 

— E como foi lá?

— Foi normal. O delegado disse que vai esquecer isso.   ~Falou Namjoon~

— Como assim?

— Ele nos perdoou e disse que agimos muito bem.   ~Falou Hobi~

— Tá. E os outros caras?

— Cadeia gatinha. E vão ficar lá por muito tempo.   ~Disse Jimin~

— Muito tempo? E isso é o que? Dez dias?

— Dez anos.

— Tudo isso? Que ótimo!

— Eles invadiram a minha casa e quase matou todos com uma bomba. Era o mínimo.   ~Falou Yoongi~

— Concordo totalmente!

— Você fez o nosso almoço né?   ~Perguntou Kookie~

— Não né. Eu vim direto pra delegacia.

— Não conseguiu dormir?   ~Perguntou Tae~

— Como eu ia conseguir dormir sabendo que vocês estavam presos?

— Eu te falei que ia ficar tudo bem.   ~Falou Yoongi~

— Eu sei. Mas eu fiquei me sentido culpada.

— Você não teve culpa de nada. Relaxa.   ~Disse Jin~

— Acabou. Não importa mais.   ~Falou Hobi~

— E aqueles caras vão pagar pelo que fizeram.   ~Falou Namjoon~

— Agora, eu só quero tomar um bom banho, encher a pança e dormir.   ~Falou Jimin~

— Vocês merecem. Vou até fazer lasanha de novo.

 

Eles gritaram em comemoração, e eu não os repreendi, pois estava sentindo falta daqueles gritos que só eles conseguem dar. Logo chegamos em casa. Eu estacionei o carro e os meninos já foram descendo e correndo pra dentro de casa para tomar um bom banho. Eu fui logo preparar o almoço deles, eles estavam famintos. Fiz a lasanha e coloquei no forno. Aproveitei e fiz macarronada também. Coloquei a lasanha na mesa e levei a macarronada ao forno também. Logo estava tudo pronto. Coloquei os pratos e talheres de cada um sobre a mesa e logo eles descem, se sentam e fazem seus pratos de pedreiros e comem até explodir (Exagerei, sorry!).

Eles terminaram de comer e foram descansar, eles tiveram uma noite cansativa. Eu resolvi ligar pra minha mãe, avisar a ela sobre não ter voltado pra casa, mas ela não atendia. Então, mandei uma mensagem explicando. Porque se eu deixasse pra depois ia acabar esquecendo.

 

[...]

 

Eu estava terminando de arrumar aquela bagunça. Pra piorar a casa do Yoongi era grande pra caralho, então, eu quase me matei pra limpar aquilo tudo sozinha. Mas valeu a pena ver tudo limpinho e arrumado. Senti orgulho de mim.

 

— Já dá pra trabalhar nas casas de família.

— Engraçadinho ¬¬   ~Eu ri reconhecendo aquela voz grossa. Era o Tae, óbvio~

— Tenho que admitir, tá mais organizado do que antes da festa.

— Que bom. O problema agora é as minhas costas.   ~Me contorci e fiz cara de dor~

— Quer uma massagem?

— E desde quando você é massagista?

— Desde nunca. Mas se não quiser...

— Eu quero! Minhas costas estão acabadas.

— E você tem o que? 70 anos?

— 109.   ~Eu respondi fazendo ele rir~

— Tudo bem. Eu faço essa gentileza pra você.

— Ficarei eternamente agradecida.   ~Sorri de lado~

— E como pretende me agradecer?   ~Ele se aproximou, ficando bem perto de mim~

— Dizendo “Obrigada” ? Que eu saiba é assim que se agradece.

— Eu gostaria de outro tipo de agradecimento.

— Tipo o que? Tirando a roupa pra você?

— Não seria uma má ideia.

— Continue sonhando! Mas por enquanto...  ~Tirei minha blusa~   Se contente com isso.

— Porque tirou?

— Você não disse que ia me fazer uma massagem?

 

Ele sorriu e eu me deitei no sofá. Ele logo veio e fez a massagem nas minhas costas. Como era bom, fazia muito tempo que eu tinha ganhado uma massagem. Eu estava quase dormindo. Mas apareceu uns seres abençoados pra atrapalhar.

 

— Eu também quero!   ~Disse Jin~

— Entra na fila baby.

— Vida boa hein.   ~Falou Namjoon~

— Melhor impossível!

— Será que só rolou massagem mesmo?   ~Perguntou Hobi~

— Hmmmmmm ( ͡° ͜ʖ ͡°)  ~Maliciaram em coro~

— Idiotas ¬¬   ~Falei ficando sentada no sofá~

— E essa comissão de frente aí?   ~Falou Jimin, encarando os meus seios~

— É a minha!   ~Cobri meus seios com as mãos~   Algum problema?

— Nenhum. Nenhum problema mesmo.

— Porque não fica assim mais vezes?   ~Perguntou Namjoon~

— Boa sugestão! Mas eu não quero ser estuprada, obrigada.

 

Tae me entregou minha blusa, eu vesti e dei um selinho nele. Ficamos todos juntos na sala, eram 15h00min. Os meninos coloram filmes pra gente assistir, graças a Deus não era de terror era de ação, meu gênero de filme preferido. Yoongi foi pegar umas porcarias pra gente comer que ele deixou guardado pra não acabarem com tudo. Ficamos assistindo, eu fazia cafuné no Tae, mas o folgado do Jimin puxou ele pela perna o tirando do meu colo e ocupando o lugar dele. Tae ficou puto, mas deixou pra lá. Eu fiquei fazendo cafuné no Jimin que acabou dormindo, ele parecia um anjinho daquele jeito. Muito fofo e totalmente mordível. Eu fiquei admirando a beleza daquele ser, e só depois percebi que o Tae me olhava com uma cara de bravo. Eu me controlei para não rir e mandei um beijo pra ele. Ele nem deu valor. Ver o Jimin dormindo acabou me dando sono e eu dormi também.

Acordei com um peso nas minhas pernas, Jimin ainda dormia. Os outros devem ter ido pro quarto dormir. Eu olhei pra ele e ele estava com a cara totalmente riscada de caneta. E tinha umas frases como: “Sou gay” “Já dei pro Jungkook” escritas na cara dele. Eu ri muito, mas pera... Eu também estava dormindo ‘-‘ MEU DEUS!

Eu corri pro quarto e me olhei no espelho, e eles tinham feito a mesma coisa comigo. “Gosto de fazer sexo em lugares exóticos” “Nem menage, nem suruba, eu prefiro orgia” foi o que eles escreveram na minha cara. Eu fui até o quarto que aquelas pragas estavam, queria muito bater em todos eles, mas não consegui. Eles estavam dormindo de um jeito tão fofo *-* Até esqueci daquela raiva toda. “Malditos coreanos que não sabem o significado da palavra Limite” pensei. Desliguei o vídeo game que estava ligado e cobri todos eles com o lençol. Saí do quarto apagando a luz e fechando a porta.

 

— Eu nunca dei pro Jungkook!   ~Falou Jimin irritado~

— Não é o que seu amigos dizem.   ~Falei rindo dele~

— Não sabia que gostava de orgia.   ~Ele falou rindo~

— E eu não gosto. Aqueles idiotas, se aproveitaram enquanto dormíamos.

— Eles me pagam. Eu não gostei disso. O que fez com eles?

— Nada. Eles estão dormindo muito fofamente, não consegui.

— Garotas ¬¬ Vocês são muito trouxas.

— Eu sou trouxa mesmo, e daí?

— Nada. Mas o que tá rolando entre você e o V?

— Estamos nos conhecendo. Ficando.   ~Falei deixando aquele sorriso idiota escapar~

— Hmm... E você gosta dele?

— Gosto. Bastante. Ele é meu amigo.

— Não estou falando desse tipo de gostar.

— Eu ainda não sei...

— Porque pelo que parece, ele gosta muito de você. E não é como amiga.

— Não fala besteira!   ~Já estava virando um tomate~

— Eu estou falando sério.

— E como tem tanta certeza?

— É só olhar pra vocês dois quando estão juntos. É tanta melação que dá enjoou.

— Nem tem tanta melação.

— Tudo bem, eu exagerei. Só quero que saiba que estou feliz por vocês.   ~Ele abriu um sorriso fofo~

— Mas a gente não tem nada.

— Ainda não. Mas vão ter.

— Pode ser. Mas por enquanto, não vou criar expectativas.

— Faz bem!

 

Eu continuei conversando com Jimin. Acabamos com o sorvete da geladeira e jogamos vídeo game até os meninos acordarem, que não demorou muito. Eram exatamente 20h30min e meu irmão disse que íamos pra casa. Eu assenti né, fazer o que. Mal começou o ano e eu já estou cheia de faltas. Eu fui tomar um banho, dessa vez não demorei muito por causa da pressa do meu irmão. Vesti um short jeans surrado e uma blusa que tinha escrito “I Love Unicorns”. Calcei minha sapatilha e arrumei minha malinha. Me despedi dos meninos, que quase me mataram naqueles abraços de ursos. E claro que eu não pude deixar de dar um beijo naquele ser de cabelo laranja. Os meninos acharam ruim e tacaram almofadas na gente. Saímos daquela casa que parecia uma mansão de tão grande e logo entramos no carro. Não via a hora de chegar em casa.

 

[...]

 

— Pensei que iam morar lá!   ~Falou minha mãe assim que entramos em casa~

— Não exagera mãe ¬¬   ~Falou Kookie~

— Sentiu nossa falta?

— Que mãe não sente falta dos filhos?

— Também sentimos a sua.   ~Quase esmagamos ela em um abraço de urso~

— Principalmente, da sua comida. Já tá pronta?   ~Perguntou Kookie~

— Acabei de por na mesa. Seu saco sem fundo!   ~Mamãe falou e nós rimos~

— Eu não estou com fome, enchi a barriga de besteira com o Jimin.

— Vai ficar obesa desse jeito.   ~Disse Kookie~

— Eu não me chamo Jeon Jungkook.

— Eu queria saber que macumba que você faz pra comer de tudo e não engordar.

— Isso se chama sorte. E não macumba.   ~Debochei mandando um beijo pra ele~

— Tá bom de compartilhar essa sorte, não acha não?

— Só compartilho coisas no Facebook, sinto muito!

— Nossa que engraçada você né? Comédia andante. ¬¬

— Beijos coisas lindas da minha vida, estou indo dormir.

 

Eu subi pro meu quarto. Que saudade do meu cantinho! Onde eu esqueço totalmente do que é ter um vida social. Me esqueço do mundo. Eu abracei meu Unicórnio de pelúcia enquanto lia o livro “As Vantagens de ser Invisível”. Li umas 10 páginas e resolvi dormir. Ainda estava com muito sono por causa da noite passada. Logo adormeci.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...