História BTS - Stay with me? - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Amor, Bts, Jungkook, Melhor Amigo, Ódio
Exibições 1.050
Palavras 3.619
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieee
Gente desculpe a demora.
Eu decidi aue vou postar só uma vezpor semana, pois está muito corrido aqui. Como eu tenho uma prova daqui a dois meses para entrar em uma escola, a minha mãe vai me colocar para estudar muito. E eu também estou preparando uma one shot.
Quando eu puder postar mais rápido eu posto. Mas por enquanto vai ser só uma vez.
Aguardem a one shot, ela está quase pronta.
Beijoss
❤❤❤❤❤❤❤

Capítulo 45 - Gosto de você.


Fanfic / Fanfiction BTS - Stay with me? - Capítulo 45 - Gosto de você.

                      Jungkook - (On)



A aula acabou e eu não parava de pensar em o que dizer para a Lily. Ela esntendeu tudo errado. Aish. O que eu faço?

- Jungkook você não vai ir embora não? - Hope perguntou parado na minha frente.

- Ah, vou sim. Obrigado.- disse um pouco para baixo.

- O que você fez dessa vez, hein? - ele perguntou se sentando em cima de uma mesa.- Ela saiu sem falar com ninguém.

- Rolou um mal-entendido com a Lily, e agora ela está chateada comigo.- eu disse.- Ela acha que eu estou usando ela. E eu não sei o que eu faço agora.- disse e ele passou a mão na cabeça suspirando. E eu fiz o mesmo. Em que situação aquela menina me colocou com a Lily.

- Cara, fala para ela o que você sente. Tenta explicar o que está acontecendo. Bom...você acabou de terminar com a Yuna. Eu até entendo ela achar que você está usando ela. Mas tenta explicar. - ele disse e eu acabei tendo uma idéia.

- Eu tive uma idéia.- disse me levantando.- Obrigada hyung.

- Espero que seja uma boa idéia.- ele disse se levantando também e me acompanhando. Fomos para casa conversando sobre várias coisas. Eu gosto muito de conversar com o Hope, ele é o meu melhor amigo desde que eu me entendo por gente. Ele me ajuda sempre que eu preciso nesses casos e em outras coisas. Ele é um hyung muito bom. E nesse caso eu precisava muito da companhia dele e de sua ajuda, e mais uma vez ele estava do meu lado.

Cheguei em casa e fui trocar de roupa. Sai correndo para a casa da Lily, o porteiro abriu o enorme portão e me deixou entrar. Fui até a porta de entrada e coloquei a senha. Entrei e fui direto para o quarto dela. Mas a mesma não estava lá. Desci as escadas e vi que a porta que dá para a área externa estava aberta. Fui até lá e não tinha ninguém. 

Onde essa menina se meteu? Nem mesmo Maria eu achei.

Fui até o último lugar em que ela poderia estar aqui. Fui até o jardim e lá estava ela sentada em uma rede, se balançando olhando para as flores cobertas de neve. Isso não é bom. Ela sempre fica assim quando está triste.

Cheguei perto dela e me sentei ao seu lado, ela não olhou para mim, continuou encarando o jardim. Eu estava nervoso, não sabia como começar a falar com ela. Eu que sempre tive facilidade de conversar com a Lily, agora eu estou aqui, igual a um frouxo pensando em como começar a falar com ela. Ah Jungkook não tenha uma crise de timidez de novo. Você já passou por isso. Você já tem 17 anos não seja tão patético.

Fiquei encarando a mesma por mais um tempo e ela ainda permanecia me evitando. Até que ela colocou a mão no rosto e suspirou.

- Dá para parar de ficar me encarando? - ela perguntou ainda com o rosto tampado pelas mãos.

- Se você parar de ficar me evitando.- eu disse e ela parou de balançar a rede e me olhou.

- O que quer que eu faça? - me perguntou séria.

- Agora eu só quero que me escute.- eu disse e ela concordou com a cabeça e voltou a olhar para o jardim. - Bom...o que aconteceu na biblioteca, foi tudo um mal-entendido...eu, eu nem sabia que a Yuna estava lá. Eu nunca te usaria para nada loirinha. Me desculpa se eu fiz você entender as coisas errado.

- E por que me beijou? - ela perguntou e eu fiquei vermelho na hora, abaixei a cabeça e suspirei. Vai Jungkook, é agora, não seja frouxo.

- É que...que...aish...- eu disse e ela me olhou confusa.- Vai Jungkook, você consegue...- eu disse baixo para mim mesmo.

- Jungkook o que v...- ela ia dizer e eu a interrompi.

- Espera Lily, eu vou falar agora...- disse e suspirei tomando coragem. -...Eu te beijei porquê...porquê eu estou gostando de você Lily.- eu disse meio baixo e ela me olhou assustada. Só vai agora Jungkook. Continua.- Eu estou gostando muito de você, não sei nem como explicar como isso aconteceu...foi...foi derrepente. Aish. Eu sou horrível de fazer essas coisas.Eu gosto de você.- disse tampando meu rosto.

- Você é muito fofo Kook.- ela disse rindo e olhando para um ponto fixo tentando conter a timidez.

- Espera...Você não me deixou terminar.- eu disse tomando fôlego para continuar.- E...por eu gostar de você eu não posso começar alguma coisa séria. Eu... ainda estou muito inseguro com relacionamento...e eu não quero te magoar.

- Eu te entendo Kook.- ela disse com um meio sorriso ainda olhando para o jardim e eu olhei para ela.- Eu também não estou pronta para uma coisa séria...- ela disse e eu sorri. Na verdade eu fiquei bem surpreso, achei que ela me odiaria. Espera...

- Então isso quer dizer que...? - eu disse sorrindo.

- Que sim, eu também gosto de você Jungkook.- ela disse vermelha e eu fiquei mais vermelho ainda. Eu não acredito, eu não...omo. Sério isso? Ela também gosta de mim. Isso é...incrível. Meu coração está quase saindo pela boca. Eu não consigo descrever o tamanho da minha felicidade.

Eu estava totalmente parado, olhando o nada, sorrindo e vermelho. A única coisa que eu consegui fazer foi puxar ela para um abraço.

Ela me apertou forte naquele abraço.

- Já disse que o seu abraço é o único que me conforta e me acalma? - perguntei ainda abraçado á ela. Senti a mesma sorrir.

- Ne, já disse, e eu digo o mesmo.- ela disse e essa foi a minha vez de sorrir. Ela sente o mesmo que eu, nos dois sentidos. 

- Achei que me odiaria.- eu disse ainda a abraçando.

-Eu nunca ia conseguir te odiar Kook.- ela disse e eu sorri.

Nos soltamos do abraço e dei um beijo no seu rosto, me encostei na rede e a puxei para deitar em meu peito. Ficamos nos balançando silenciosamente sentindo a brisa fria de inverno.

Ficamos ali balançando em silêncio por muito tempo. Aquilo estava confortavel. Sem nenhum constrangimento entre os dois, só estávamos aproveitando a companhia um do outro. E curtindo o silêncio.

- Kook...- de repente Lily me chama, eu olho para ela e a mesma ainda estava de olhos fechados escorada em meu peito.

- Ne...- repondi calmo.

- Será que a gente um dia vai dar certo? - ela perguntou com uma voz suave. Eu fiquei surpreso com o que ela perguntou. Abracei mais ela e me acomodei na rede.

- Ne. Não se pode prever o futuro, mas eu espero que sim...Mesmo eu não estando pronto para entrar em um relacionamento agora, eu não vou desistir de você Lily. Eu só...acho que devemos ir com muita calma. Mas eu gosto mesmo de você. E eu não perderia essa chance.- eu disse e ela sorriu. Aquele sorriso dela. Faria de tudo para que ele não sumisse nunca. Ela me olhou e colocou aquelas mãos pequenas e macias na meu rosto e me puxou para perto. Nossos rostos se encontraram e eu pude sentir a respiração dela em meu rosto. Sorri e ela sorriu também. Ela se aproximou mais e me beijou. Isso foi realmente uma surpresa para mim. Passei minhas mãos pela sua cintura a trazendo para mais perto. Nossas línguas se moviam de uma maneria nem tão rápida e nem tão lenta. Mas de um jeito bom. Ela tirou as mãos do meu rosto e passou o braço pelo meu pescoço nos juntando ainda mais. Ela acariciava meus cabelos. Esse beijo estava sendo um dos melhores. Era um beijo apaixonado. Eu nunca senti isso antes. Meu coração estava completamente acelerado. Sorri entre o beijo e logo a falta de ar veio. Olhei para ela que estava com um sorriso estampado no rosto. Anda estávamos bem próximos, eu ainda abraçava a sua cintura e ela ainda estava com os braços em volta do meu pescoço.

- Isso foi um bom começo.- eu disse olhando para ela.

- Digamos que sim.- ela disse meio envergonhada.- Mas vamos com calma, ok?

- Ok. - disse e me soltei dela.- Lily, promete que apesar de tudo, sempre vamos continuar sendo melhores amigos? - eu perguntei olhando para ela.

- Ne, eu prometo. E você? - ela perguntou sorrindo.

- Ne, eu também prometo.

- De dedinho? - ela perguntou estendendo seu dedinho para mim.

- Ne, de dedinho.- disse e enlacei o meu dedo no dela.

- Não se esqueça que promessa de dedinho não se quebra.- ela disse rindo.

- Eu nunca faria isso.- eu disse e me levantei da rede.- Ah...estamos a muito tempo aqui, vamos lá para dentro. Já está ficando mais frio e eu estou morrendo de fome.- eu disse estendendo a mão para ajuda-la a levantar.

Ela se levantou e fomos conversando para dentro da casa. Fomos direto para a cozinha. Eu estava tão focado na Lily que havia esquecido de que eu estava com fome.

- Hum...o que vamos comer? - ela disse peocurando na geladeira.

- Que tal pedirmos uma pizza? - perguntei e ela concordou.

Peguei o neu celular e fui pedir uma pizza enquanto ela pegava os doces do armário.

Liguei e vi que tinha uma mensagem de Hope dizendo para que eu, ele e os hyungs fizéssemos alguma coisa.

- Yah...- disse chamando a atenção dela.- O Hope me mandou uma mensagem falando que ele e os hyungs querem fazer alguma coisa.

- Chama eles para virem pra cá.- ela disse abrindo uma barra de chocolate e comendo um, me ofereceu e eu coloquei uma fileira inteira na boca.

- Ok.- disse de boca cheia e ela saiu subindo as escadas. Peguei meu celular e falei para o Hope vir junto com os hyungs.

Aproveitei e liguei pedindo mais duas pizzas. Já que os hyungs comem muito. Liguei e fui para a sala me jogando no sofá. Fechei meus olhos e fiquei deitado sem me mexer. Esse sofá é tão confortável que não dá vontade de sair nunca, parece que ele te engole. Ouvi passos descendo aquela grande escada, abri os olhos e vi Lily descendo as escadas. Ela havia colocado um moletom preto.

- Kook.- ela me chamou se sentando no chão de frente para mim.

- Hum.- murmurei.

- Você sabe se o Nath e o Jin vão vir? - ela perguntou e eu abri meus olhos.

- Não sei Lily.- eu disse murmurando. Eu estava realmente cansado.

- Ok. Vou mandar uma mensagem para eles.- ela disse pegando o celular.- O que foi que te deu para ficar tão cansado?

- Acho que eu não dormi direito essa noite.- eu disse e ela concordou.

Acabou que eu comecei a cochilar. Nem vi quanto isso aconteceu. Só percebi quando eu acordei com alguém pulando em cima de mim.

- Acorda bela adormecida.- ouvi a voz o Jimin. Abri os olhos e vi que ele estava sentado em cima de mim.

- Ah hyung sai de cima de mim.- eu disse tentando me levantar.

- Quem mandou você dormir igual pedra...agora aguenta. - ele dizia rindo da minha cara.

- Ah LILY! - gritei ela e os meninos não paravam de rir. - OLHA O JIMIN HYUNG AQUI.- eu gritei mais e pude ver ela vindo junto com Natan e o Jin hyung atrás e...Nick. Eita isso não vai dar certo.

- Jiminnie.- ela disse rindo.- Me da um abraço.- disse esticando os braços e fazendo uma cara fofa.

- Claro pequena.- ele disse e se levantou correndo para ir abraça-la.

- O QUE? NÃO ACREDITO NISSO? ELE QUASE ME MATA E AINDA GANHA ABRAÇO? NÃO ACREDITO.- eu gritei me sentando.- ONDE ESSE MUNDO VAI PARAR. A MINHA MELHOR AMIGA ME TRAIU. ISSO É TRAIÇÃO. - eu falava e estavam todos rindo.Só agora que eu tinha percebido que a May esta aqui também.- Do que vocês estão rindo?

- Ai Kook. Para de drama.- Lily disse tacando uma almofada na minha cara e indo para a cozinha sendo seguida pelo Jin. Olhei para a cara da Nick e ela não estava nada boa. Ela se sentou em uma cadeira e ficou mexendo no celular. Pude ver que Jimin estava desconfortável assim como Yoongi. Ela não parava de mandar olhares para eles.

- Então, vamos fazer o que? - Rap Mon perguntou se sentando na poltrona.

- Primeiro, uma pizza. Eu estou com fome.- Suga disse.

- Ah isso eu já pedi.- eu disse e eles comemoraram.

- Ainda bem, eu estou morrendo de fome. - ele disse e a campainha tocou.

Ouvimos a Lily falando da cozinha que era a pizza e nós comemoramos.

- Vamos assistir um filme.- V disse e nós concordamos.

- Qual? - Rap Mon perguntou.

- TERROR.- Jimin gritou junto com o Natan.

Da cozinha podemos ouvir Lily gritando, e o Hope gritando aqui.- NÃO.- os dois gritaram juntos. Eles sempre odiavam filmes de terror e eu os obrigava a ver quando éramos pequenos.

- SIM.- V e May gritaram juntos. Eles se olharam surpresos e começaram a rir.

- Por mim tudo bem. - Rap Mon disse e eu concordei.

- Por mim qualquer um.- Suga disse.

- Ah cara porquê vocês sempre inventam ver filme de terror.- Hope disse deprimido.

- Por que é legal.- Jimin disse.

- Então vamos para a sala de cinema de uma vez.- Hope disse indo em direção ao corredor.

Seguimos ele e entramos em um cômodo que havia duas portas para abrir. Esse sempre foi um dos cômodos que eu mais gosto aqui na casa da Lily. Ele tem dois sofás camas enormes, cada um em um degrau do cômodo, um mais em cima e outra mais em baixo e tem uma televisão enorme. E é completamente escuro quando se aoaga as luzes.

- Woow, que legal.- May disse olhando em volta.- Não sabia que ela tinha uma sala de cinema.

- Na minha casa também tem, mas eu não uso muito. - Jimin disse abrindo a porta do armário e tirando várias almofadas, travesseiros e cobertas de lá. 

Logo Lily chega junto com Jin, Natan e Suga. Ela trazia 3 caixas de pizza, Jin trazia junto com Natan uma bandeja com refrigerantes e Suga trazia dois baldes de pipoca.

Jimin ia colocando o filme e se sentou no sofá de trás. Eu me sentei junto com ele e a Lily sentou entre nós dois. Suga sentou do lado do Jimin. Rap Mon se sentou junto com Hope nas poltronas. E Jin, Nick, May e V também se sentaram no sofá de baixo.

Logo o filme começou.



                         Lily - (On)



Estava esperando os meninos sentada no sofá enquanto Jungkook dormia jogado no outro sofá. Depois da tarde maravilhosa de hoje, eu finalmente sei que o Jungkook gosta de mim. Estou com os pensamentos muito longe depois disso. Eu beijei ele, eu ainda não estou acreditando. Eu fiquei tão feliz quando ele disse que gosta de mim. Acho que eu nunca fiquei tão feliz na minha vida. Ele foi tão fofo, falando aquelas coisas para mim. Tão fofo envergonhado. Jungkook tem dificuldades em demonstrar seus sentimentos, e ver ele se abrindo para mim foi tão lindo. Eu me senti realmente especial.

Eu não me sinto triste por não namorarmos, por eu sei que ele realmente gosta de mim, ele só quer um tempo para absorver tudo o que a Yuna fez com ele. E o pior é que eu também quero que tudo vá com calma. Ele foi tão fofo se declarando. 

Ah ele é meu melhor amigo, e eu espero que possamos continuar assim para sempre. Mesmo com sentimentos por ele, a nossa amizade eu quero que permaneça.

Acho que meus sentimentos pelo Jungkook voltaram.

Logo vejo 5 meninos entrando na minha casa.

As vezes eu esqueço que o Hope sabe a senha. Espera...a May também veio. Então ela realmente entrou para o nosso grupo. Fico feliz por ela ter amigos agora.

- Nossa, quanto menino bonito.- eu disse me levantando e indo até eles, os mesmos começaram a rir.

- Oi amor.- Hope disse me abraçando e me dando um beijo na bochecha.- Está bem? - ele perguntou e eu concordei com a cabeça.

- Oi princesinha.- Tae disse sorrindo com aquele sorriso quadrado maravilhoso.

- Oi pequena.- Jimin disse me dando um beijo no rosto.- Está melhor? - perguntou.

- Ne.- respondi dando um sorriso.

- Hey Little.- Nam disse passando a mão pelo meu cabelo e o bagunçando.

- E ai gatinha.- Yoongi disse passando a mão pela minha cintura e me dando um beijo no canto da boca.- Ops, acho que agora não posso mais né.- ele disse rindo e eu concordei com a cabeça rindo também.

- Oii Lily, espero que não se incomode, os meninos me chamaram.- May disse entrando.

- Anyo, imagina. É claro que eu não me incomodo.- disse sorrindo e a abraçando.

- Pequena, cadê o Jungkook.- Jimin perguntou na cozinha. 

- Ah ele está dormindo ali no sofá.- eu disse me agarrando no Yoongi.

- Obrigado.- ele disse com um sorriso piscicopata.

Continuei abraçada a Yoongi até que a campainha toca. Fui abrir com ele agarrado em mim ainda e vi Natan, Jin e...Nick? O que ela está fazendo aqui?

- Oi noona.- Natan deu um beijo na minha bochecha.- O Suga agarrou em você de novo? - ele perguntou rindo e eu ri junto com o Jin. Yoongi não riu nem Nick. Yoongi me deu um beijo no rosto e foi se juntar aos meninos. Olhei para a Nick e ela me parecia desconfortável.

- Isso é o que parece né.- disse com um sorriso.- Oi Jinnie oppa, que bom que veio.- disse abraçando ele. Nick me olhou com uma cara não muito boa.

- Oi baixinha.- ele disse dando um beijo em minha cabeça.

- Jinnie oppa? Baixinha? - ela perguntou um pouco confusa e com raiva.

- Ah e o apelido que eu chamo a Lily. E é o jeito que ela me chama amor.- ele disse explicando para ela.- Estou feliz que você ainda me chama assim.- ele disse sorrindo e eu retribui. Nick estava olhando com uma cara de raiva.

Até que ouvi o Jungkook gritando.

- Ah LILY! - Jungkook gritou e eu fechei a porta indo até a sala de estar.- OLHA O JIMIN HYUNG AQUI.- ele gritou e eu comecei a rir.

- Jiminnie.Me da um abraço.- eu disse esticando os braços e fazendo uma cara fofa. Eles nunca resistem. E eu sabia que o Jimin já iria sair de cima dele.

- Claro pequena.- ele disse e se levantou vindo me abraçar.

- O QUE? NÃO ACREDITO NISSO? ELE QUASE ME MATA E AINDA GANHA ABRAÇO? NÃO ACREDITO. ONDE ESSE MUNDO VAI PARAR. A MINHA MELHOR AMIGA ME TRAIU. ISSO É TRAIÇÃO. - Jungkook começou a falar e eu comecei a rir, ele fica fofo fazendo drama.- Do que vocês estão rindo?

- Ai Kook. Para de drama.- eu disse jogando uma almofada na cara dele. Resolvi ir para a cozinha pegar meus doces.

Estava procurando onde tinha deixado e vi Jin entrando na cozinha.

- O que houve? - perguntei pegando a sacola com os doces.

- Eu queria saber se você está bem? Não atendeu a minha ligação ontem. Já melhorou? - ele perguntou escorando na bancada.

- Ne, eu já estou bem melhor. E me desculpe eu não tinha visto quando você me ligou.- eu disse e ele concordou.

- O que aconteceu para você estar com esse brilho no olhar? - e perguntou sorrindo. É ele ainda me conhece bem.

- O Jungkook disse que gosta de mim.- eu disse a ele sorrindo. Eu sempre vou sorrir quando eu pensar nisso.

- Ah sabia que tinha alguma coisa. Que bom. - ele me abraçou.- E ai?

- Decidimos continuar como amigos até que nós estivermos preparados.- eu disse e ele me encarou.

- Ne, é bom ir com calma. Vocês dois ficam bonitos juntos.

- Ai Jin, eu estava com saudade de você.- disse o abraçando.

- Eu também baixinha.- ele disse e eu ouvi a campainha.

- EU ATENDO.- gritei e fui até a porta pegar as pizzas. Elas já estavam pagas pelo porteiro. Gritei avisando que as pizzas haviam chegado e os meninos comemoraram.

Levei as pizzas até a cozinha e logo ouvi que iríamos assistir algum filme. Comecei a preparar as pipocas.

- Jin vai colocando os refrigerantes nos copos para mim? - eu perguntei e ele concordou. 

- Tem na dispensa? - ele perguntou e eu concordei.

- Coloca gelo também.- eu disse e fui partir as pizzas. Fiquei ouvindo a conversa dos meninos até que alguém fala terror e eu logo gritei e o Hope gritou junto comigo.

- NÃO.- gritei e eles gritara de volta "SIM". Coloquei as pipocas na bacia e me virei vendo Jin terminando de encher os copos. Logo Natan e o Yoongi entram na cozinha.

- Precisam de ajuda? - Natan perguntou.

- Ne, precisamos. Lily deu folga para as empregadas hoje.- Jin disse e Natan foi ajuda-lo. Yoongi veio em minha direção e me abraçou. Sabia que ele não estava bem. Com certeza Nick deve estar provocando tanto ele como Jimin.

- Está bem? - perguntei me virando.

- Ne, só preciso de um abraço.- ele disse me abraçando. Ficamos assim um tempo até que os meninos nos chamara para irmos. Nos separamos. Yoongi está muito estranho Pegamos as comidas e fomos para a sala de cinema.


Notas Finais


Obrigada por ler.
Até o próximo unnies e dongsaengs❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...