História BTS - Wings to fly - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, Tao, V
Tags Armys A Prova De Balas, Bts, Romance, Wtf Bangtan
Exibições 30
Palavras 2.671
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


~~ broteii

ALERTA, ESSE CAP TA UMA BOSTA
BEIJO NO KOKORO
AMO VCS

~~saii

Capítulo 21 - Eu acho que... estou gostando da minha irmã. Pt.2


Acho que eu estou apaixonado pela minha irmã... Pt. 2

Yukka on~~

V- ei... não ta afim de ir pro quarto?

V estava completamente bêbado, o que me incomodava muito, como uma pessoa de juízo, eu sabia que pessoas bêbadas não tem a capacidade de fazer sexo... porque né... o seu amigo broxonildo não de deixa na mão...

- V para

V- com o que...- ele sorriu chegando mais perto ainda de mim

- você ta fedendo!

- você ta fedendo a álcool!!!

Um cara passa com uma bandeja de bebidas e ele pega um copo

- não!- dou um tapa na sua mão deixando o copo cair

V- o que é tampinha?

V- tá de TPM?

- caralho V!

- eu te beijei a noite toda!

V- ai amiguinhá

V- não enche

Prenso ele contra a parede segurando em seus braços, ele coloca as mãos na minha bunda e prenso mais forte ele

V- tá tá já entendi

- V... vou te levar pro quarto, te dar um banho... aí eu penso no sexo que você quer fazer

V- prometi?- ele faz bico

- prometo...

V- eeeeeee

~~Hope on~~

Sammy- vamos hope…

Sammy- eu sei que você me quer- ela fala desabutuando o primeiro botão da camisa

Estavamos em meu quarto, ela tinha me prensado no banheiro depois que eu havia terminado de mijar, ela tentava me beijar de diversas maneiras, eu acabei cedendo pois ela era muito forte... Eca que NOJO ela passou o chiclete dela pra minha boca, cuspi o mesmo no chão

Sammy- BabyBoy...

Ela me agarra com força puxando as duas partes da minha jaqueta, ela pressiona os seus peitos em mim me fazendo sofrer ali, ela chega com sua boca carnuda pra cima de mim

Mai... Ela tava com o Baek

Ela não vai se importar

Sorrio e coloco a mesma em meu colo, passando suas pernas em volta de mim, apenas levanto o zíper da minha calça para a mesma não cair, sento na cama com a mesma em meu colo, ela começa a rebolar enquanto eu tirava suas peças de roupa, rasgo a sua blusa de botões deixando-a apenas com a roupa íntima, ela desce a minha calça e minha box, rebolando no meu puro membro deixando apenas a calcinha separando nossas intimidades, tiro a sua roupa de baixo deixando-a completamente nua, fico com a minha camisa evitando dela arranhar meu peitoral, ou deixar marcas... mas nada me impedia de chupa-la, dava fortes chupões em seu pescoço, no momento que estávamos prontos para a penetração...

Mai- QUE PORRA É ESSA?- Ela fala abrindo a porta e quase caindo

- eu posso explicar

Mai- PODER NÃO É QUERER

MAI- E EU NÃO QUERO QUE VOCÊ EXPLIQUEI

MAI- VOCÊ!- ela fala apontando pra Sammy e eu saio de cima dela

Ela dá um tapa estalado na mesma, deixando a marca de seus dedos nela

Sammy- Morre no inferno

Mai- AAH KERIDA, JÁ TO NELE, PORQUE VOCÊ TA BEM AQUI NA MINHA FRENTE, SUA PUTA!

Mai- EU DEVIA É ARRANCAR OS SEUS OVÁRIOS

Mai- ARRANCAR O SEU PAU TAMBÉM HOSEOK

Mai- NÃO SEI DE DOU MAIS NA CARA DELA OU BATO EM VOCÊ

Mai- MENTIRA EU SEI SIM

Mai- EU DEVIA ESPANCAR OS 2

- AAAAH ENTÃO O BAEK TBM NÃO TEM NADA HAVER COM ISSO?

Mai- BAEKHYUN? ? ?

Mai- DIFERENTE DE VOCÊ

Mai- EU RESITI A ELE

Mai- SUA PUTA!!!

Sammy- olha o respeito mocinha

Mai- OLHA AQUI, SÓ NÃO TE MANDO TOMAR NO CU PORQUE EU SEI QUE VOCÊ GOSTA

Sammy- áh calaboca vai

Mai- CALABOCA?

MAI- EU VO É ARRANCAR A SUA- ela fala indo pra cima da mesma e puxando seus cabelos

Ela dá um soco forte na garganta de Sammy, fazendo a mesma tossir

Mai-  E PRA PAGAR A TRAMA QUE LHE SATISFAZ

MAI- TOMA AQUI A PORRA DOS 50 REAIS- ela fala enfiando uma nota de 50 reais nas intimidades de Sammy

Ela passa os dedos molhados (depois de ter pego na intimidade da sammy)em minha boca

Mai- delicia né?

Mai- nossa

- para!

Mai- LOL

Mai- vo chamar o Baek ali- ela diz se afastando, mas sem tirar os olhos do meu rosto

- por favor... não vai...- digo me aproximando

Mai- não chega perto de mim com esse pau impuro

Mai- eu não to afim hoseok

Mai- FUI trouxa de mais

Mai- sammy? Eu vo matar aquela puta

Mai- só não te mato porque ainda te amo

- eu também te amo...

Mai- agora não...

Mai- quero deixar você sofrer um pouquinho

Mai- até eu resolver PENSAR em te perdoar

Mai- por enquanto...

Mai- vai pra casa do caralho.- ela diz saindo pela porta

Sammy consegue tirar a nota de sua intimidade, tento ajuda-la a se vestir

Sammy- não toca em mim!- ela diz quando seguro em seu braço

Solto o mesmo e ela pega uma toalha, sai andando pelo corredor com a mesma e eu fecho a porta e me jogo na cama, coloco a minha box novamente e abro as mensagens no celular

~~mensagens~~

Myung- hope, você ta bem?

- to sim...

Myung- eu vi a mai saindo do seu quarto

Myung- eu to no mesmo corredor

- então você ouviu né?

Myung- ouvi sim

Myung- posso dar uma passadinha aí?

- claro...

- deixa só eu colocar uma roupa.

Myung- ok

Myung- estou indo

~~off~~

Coloco a calça que eu estava antes e destravo a porta, Myung entra pela mesma... Ela estava diferente... a maquiagem de boneca havia se apagado, e agora ela estava apenas com o vestido, sem o moletom, o cabelo estava cacheado e os olhos com maquiagem preta

Myung- tem certeza que tá tudo bem?

- não

Myung- eu quero que você me prometa uma coisa...

- ok

Myung- não desita dela...

Myung- ela te ama...

Myung- não seja trouxa

Myung- corre atrás dela porque mulher gosta disso.

Myung- mesmo que ela te der uns coice

- eu devia dar esses concelhos pro namjoon

Myung- sóque... eu não amo mais o Namjoon

Myung- essa é a diferença...

- obrigado Myung... é muito importante vindo de você

Myung- olha... se precisar... o meu quarto é o 803

Myung- só bate antes de entrar porque geralmente o Mark fica andando só de samba- canção pelo mesmo

Dou uma pequena rizada

Myung- tchao- ela manda um beijinho no ar

~~ Lu on~~

Jin estava comendo, de 5 em 5 minutos ele perguntava se eu queria... eu sempre dizia que não... não sei se é a bebida ou a música alta... mas eu to passando muito mal, eu tom com enjoo e dor de cabeça...

J- princesa...

J- você ta bem?

- pra falar a verdade...- Sinto o vomito subir

Saio correndo até o banheiro da recepção, abro as portas com muita força, e chego no sanitário, libero meus órgãos ali porque... eu não havia comido nada... eu tava ficando tonta... meus olhos não estavam focando direito, dou descarga no sanitário e Jin entra no banheiro

Mulherzinha aí- EI HOMENS NÃO PODEM ENTRAR NESSE BANHEIRO!- Jin vira a cara e ela o reconhece

Mulherzinha aí- er... você pode... princesa.

Ele se abaixa um pouco, eu estava com as minhas duas mãos apoiadas na pia e olhando pro ralo, tentando focar a minha vista

J- o que esta sentindo

J- náusea, embrulho, dor... ?

- náusea, mina cabeça ta doendo e...- me desequilibro e ele me segura

- me leva pro quarto jin...- ele me pega no colo

Nosso quarto era no sétimo andar... o que dificultava, eu achava que ia vomitar no Jin... mas consegui aguentar, ele me deixou no banheiro, e tentou amarrar o meu cabelo, não deu muito certo... mas ele tentou, ele ficou passando a mão sobre a minha nuca e falando que ia ficar tudo bem...

-Jin... pode me deixar sozinha um momento por favor?

J- s-sim... c-claro

Ele sai do banheiro e eu tranco a porta do mesmo, dou descarga no sanitário e vou abrindo as gavetas na procura de um teste de gravidez, achei o mesmo na ultima gaveta, Fiz o teste e esperei o resultado, nesse meio termo... eu passei muito mal, Eu vomitei mais... quando recuperei o ar... foquei minha vista e...

-Jin... pode vir aqui por favor?- falo destrancando a porte e vejo que ele estava ao lado da mesma

J- o-oque aconteceu?

- o seu...

- o seu pai...

J- o que meu pai tem haver com você passando mal?! ?

- o sei pai... ele... ele vai ser avô- falei mostrando o aparelho pra ele

J- não...- ele fala pegando o mesmo

J- NÃO- ele fala olhando pra mim

Eu acho que ele não vai aceitar muito bem...

J- LUANA!!! ISSO É ÓTIMO!!!- ele fala me abraçando

Sorrio e começo a chorar

J- Eu te amo...

J- prometo ser um bom pai

J- eu prometo... – ele fala me abraçando mais forte

J- agora anda...

J- preciso cuidar de você- ele fala me sentando na cama e indo até o frigobarzinho, ele pega uma garrafa de água gelada e entrega a mesma pra mim

J- bebe tudo

-mas...

J- você precisa repor os líquidos

- 1.001 nomes já passaram pela sua cabeça né?

J- você me conhece tão bem...

~~ Suga on~~

Mack já havia dormido a uns minutos, ela tava deitada no meu colo, eu tava conversando com o RapMon e o Chanyeol

RM- to dizendo cara... não vai dar

Chanyeol - ué... mas porque?

Rm- simplesmente não vai dar

- então você não vai?

- é a sua chance

Chan- chance de esquecer

RM- não consigo esquecer

- ué ela tá ruiva... já é um bom passo...

RM- ta dizendo que eu só pego mina ruiva?

Chan- disse *nada*

Mack- porque vocês só falam de mulheres?- ela fala se levantando te meu colo

Mack- porra... quem é a da vez

Chan- a tal de Kim Lee

Mack- Leeh? Aquela puta?- ela coloca a mão no ombro de Namjoon

Mack- Namjoon, aquela puta não vale nem a merda que fala

Mack- foi ela que fez o “incidente” do Jin

Mack- tá... a culpa foi meio minha

Mack- mas eu só reagi

Chan- gente... eu... tenho que fazer uma coisa- ele fala se levantando da cadeira

- vai por mim...

- confia na mack

- porque da ultima vez eu me ferrei

Mack- acho que eu vou também

Mack- já ta tarde e eu to com sono

- to indo

- tchau namjoon

Mack- boa sorte

~~Mark on~~

Myung não sabia que eu ja havia subido ao quarto (eu tava na varanda), ela chegou e fechou a porta bem devagar, ela se trocou... o que me deixou um pouco constrangido, ela tirou o vestido e colocou uma blusa xadrez verde, tirou a maquiagem e se jogou na cama

My- o que ta acontecendo comigo?

My- será que...

My- não...

Escuto o seu celular tocar e ela logo atende o mesmo

My- mack?

My- fala!

My- claro!

My- okay...

My- vem k…

My- podemos conversar?

My- seguinte....

My- eu... acho que to gostando de um garoto

My- não mack...

My- credo! Kkkkk

My- assim…

My- eu não sei o que fazer

My- falando nisso... você viu ele ai em baixo? Antes de subir?

My- quanto tempo?

My- uns 15 minutos?

My- ok... vou ver nos quartos dos meninos

My- tchau! Obrigada

~~ela desliga~~

Escuto alguém bater na porta e logo vejo, Chanyeol... ela sai do quarto e fecha a porta, falando com ele...

Vou até o olho mágico, e vejo a cena dos 2 se beijando, khe? Por que isso ardeu em mim?, porque eu to com a mão na maçaneta? NÃO ABRE ESSA PORTA MARK, vejo ela empurrar ele pra frente como uma maneira de “ta louco?” essa é a minha pequena...

Chanyeol- ** desculpa ** *** *** fazer *****- não conseguia ouvir direito

Myung- tá... ta tudo bem...

Chanyeol- ***** tentar ***** dia?

Myung- acho que não...

Myung- eu ***** do ****

Chanyeol- do ****?

Chanyeol- achei que *** ***** *** *****

Droga de porta que bloqueia o som, porque a gente ta num hotel 5 estrelas mesmo?

Myung- eu sei *** * *********

Myung- *** ele ** **** como *******

Myung- espero que me entenda

Chanyeol- acho que eu cheguei ***** ** ****

Myung- ***** que ele **** **** ** ****

Chanyeol- boa sorte então...

Myung- Falando nisso... você *** ***?

Chanyeol- não não...

Chanyeol- já faz um tempo *** ** *** ** ***

Chanyeol- uns ** Minutos

Myung- ** obrigada vou *******-**

Chanyeol- nada :)

Vejo que ela está voltando, me jogo na cama sentando na mesma, fingindo que sempre estive ali

- boa madrugada princesinha

Myung- como...

- eu ouvi você chegar... mas eu tava no banheiro

Myung- aah isso explica

- com quem estava falando?

My- Chanyeol...- ela diz se aninhando a mim na cama

My- achei que estava com os meninos

- decidi te dar atenção...

- coisa que eu não fiz nos últimos anos...

My- Obrigada...

My- eu realmente to com sono

My- tipo *realmente*

- eu tb

- boa noite- digo beijando a sua testa e desligando o abajur do meu lado

My- só isso? ;-;

- como assim?

My- você sempre me da abracinho, e beijinho e carinho

- mas eu te dei um beijinho

My- foi pouco ;-;

- você quer muito?

My- sim.

Aquela era minha chance.

Segurei a parte de baixo do seu queixo, olhei profundamente nos seus olhos, eu sorri... ela sorriu, contaminei a sua cabeça com o meu toque suave por suas costas, coloquei sua perna em cima de minha cintura e selei nossos lábios, com bastante doçura.

My- não era isso que eu tava esperando...

- nem eu...

- mas eu preciso dizer...- falo me sentando na cama

- eu te amo Myung... muito mais do que amor de irmão... eu quero... você não tem idea do que eu quero fazer com você... e eu tenho medo... medo de você não aceitar, não gostar... e nossa cituação acabar pior... porque eu estraguei tudo agora...- falo olhando pra ela e quando acabo olho pra cama

Myung- ei...- ela sorri

Myung- eu nunca disse que não te amava- Ela fala colocando a mão em minha bochecha e me chamando para mais um beijo, desço minha mão até a sua cintura segurando a mesma, o beijo se tornava mais constante...  mais real... deitamos novamente na cama e ela fica em cima de mim, nossos corpos estavam bem juntos, ela começou a descer bem devagar, o que meu deixou excitado, seus peitos soltos na camisa  xadrez estavam sendo pressionados contra mim, ela dava pequenos chupões no meu pescoço, enquanto ficava mexendo sua cintura pelo meu corpo, eu segurava suas nádegas, tires as suas meias que subiam até acima do joelho, ela voltava a fazer pequenos movimentos com a cintura, só para me provocar, Eu já estava bastante excitado, no momento em que ela colocou a mão na minha cintura com 2 dedos em baixo da minha Box vermelha, ela sorriu

Myung- agora não tem mais vergonha?

Myung- vergonha de ficar assim perto de mim?

Myung- acredite eu sabia desde o começo...

- eu acredito...- falo dando um pequeno sorriso colgate e dando um selinho

Myung- a gente...

Myung- a gente termina isso em casa- ela fala desligando o abajur do seu lado

- aah mas agora tu vai ter que aguentar isso- falo botando ela do meu lado e a encoxando, fazendo posição de conchinha (conchinha safada só se for)

Passo meu braço em sua volta e ela entrelaça nossos dedos

Myung- fico feliz...

Myung- por você sentir o mesmo...

- posso dizer a mesma coisa...

Myung- é claro... eu também te amo- fala ficando um pouco mais longe e virando de levz a cabeça, tirando suas mãos e me dando outro selinho

Coloco uma de minhas mãos em sua cintura, posicionando BEM, nossos corpos, pra que ela sinta BEM o que acabou de fazer

Volto nossas mãos ao encontro e falo:

- boa noite, mesmo que seja madrugada

Myung- boa noite maninho

(contenua)


Notas Finais


~~broteii

YAOI NO PROXIMO CAP
TIVE QUE DIVIDIR ESSE EM 2
PROVAVEL QUE EU POSTE AMANHÃ
BEIJO NA BUNDA, MENOR QUE TRÊS

~~saíí


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...