História BTS Desaparecidos - O Sequestro Temp. Final - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Bts, J-hope, Jin, Kookie, Rapmon, Suga, Tae, Yoongi
Visualizações 8
Palavras 999
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá!!
Eu não sei bem se vcs vão gostar desse capítulo, mas em minha defesa eu digo que toda essa separação vai ser necessária :)
Sendo assim...

Boa Leitura!!

Capítulo 12 - Onde os Caminhos se Separam


O caminho de volta para o hotel estava tranquilo, ainda estavam no parque caminhando juntos, mas Namjoom sentia medo a cada passo, a cada pessoa que cruzava com eles. Não era fácil de explicar. Lembrava-se de quando pegaram Anne e o fizeram achar que ele a perderia, o fizeram achar que ele também morreria e que ninguém mais poderia cuidar de seus amigos e sua família, isso dava voltas e mais voltas em sua cabeça. Namjoom empurrava o carrinho, queria ter certeza de que Iris estava segura, olhou para Anne por apenas alguns segundos exatamente na saída do parque, o hotel estava tão perto...

- Sr. Kim Namjoom?

Namjoom parou de andar ao ouvir seu nome, era ele, o sobrinho de Won Chan. Em um terno fino, óculos escuro e um sorriso zombador no rosto.

- Lembra-se de mim? Tivemos um bom papo, você, eu e a sua namoradinha...

- O que você quer?

- Não é óbvio? Quero que vocês me acompanhem... E, por favor, não me façam usar a força...

Anne e Namjoom engoliram em seco, não poderiam causar tumulto, não tinham como sair correndo. Não tinham escolha, ou pelo menos não viam nenhuma outra opção. As mãos de Namjoom estavam frias e ele segurava o carrinho com toda a força que tinha. Tentava encontrar uma forma de sair dali, mas ele tinha medo, isso o havia dominado e agora era apenas o medo que o controlava.

- Andem... Não tenho tempo a perder. - Dak-Ho os guiou até o carro, o mesmo carro que Namjoom vira mais cedo.

O casal entrou no carro com Íris, Dak-Ho entrou logo em seguida e o carro saiu. Não houve tumulto, nem gritos, eles não conseguiram fugir como outrora haviam feito. Ambos seguravam a mão um do outro, como da primeira vez no aeroporto, não se separariam, era o que Namjoom sussurrava para Anne que também segurava Iris no colo.

O carro passou em frente ao hotel em que estavam hospedados e uma lágrima correu pelo rosto de Anne, era para ser perfeito, mas o perfeito nunca existiu. Eles não tinham nem mesmo ideia de para onde estavam indo.

[....]

Jin e J-Hope andavam de um lado para o outro no quarto. Cris continuava concentrado em sua tarefa de localizar Kookie, Jimin e Jonathan. Não estava sendo fácil, mas ele já havia achado um caminho por dentro do túnel que pudesse levá-lo até os garotos. Pelo o que puderam ver através dos jornais apenas 5 estações estavam bloqueadas, e isso já tinha ajudado muito a tarefa.

- Rapmon esta demorando muito... Será que aconteceu alguma coisa?

- Acho que não Hope... Acho que ele não quis preocupar a Anne e deve tá enrolando antes de voltar.

- Acham que a Carmem tem alguma coisa a ver com isso??

- Vocês acham mesmo que aquela louca iria cometer um ato terrorista só para pegar a gente??

- Cris tem razão... Ela não iria tão longe assim. Pode ser uma coincidência apenas. Uma triste coincidência... – Jin olha pela janela do hotel, onde estavam seus amigos? Onde estava Rapmon? Porque parecia que haviam se separado?

Jin se perdeu na paisagem de Roma a tarde já se encaminhava para noite, eles não chegaram nem mesmo a sair do Hotel, eles não viram seus amigos, não viram os caminhos que tomaram e agora estavam ali, sem saber o que fazer.

- Cris! Conseguiu achar um jeito de encontrar eles?

- Jin... Consegui, mas vou precisar de algumas coisas...

- Que coisas? – Hoseok pergunta já percebendo a intenção de Jin.

- Hummm, O básico, lanternas, cordas, bússola... Essas coisas... Por quê?

- Eu não aguento mais ficar aqui parado, eu vou com você! – Jin diz com tom confiante e convicto de que seus amigos estavam precisando de ajuda, ele queria estar lá para protegê-los, queria estar lá para dizer a eles que estava tudo bem.

- Eu também vou e não tente nos impedir, não vamos ficar aqui, Todos saíram e não voltaram, não vamos ficar e esperar, não dá mais pra ficar esperando.

Cris suspirou e encarou a dupla a sua frente, Jin e Hoseok estavam determinados, e ele não poderia negar que iria precisar de ajuda, mas não queria que eles se machucassem. Entretanto, na presente situação, tê-los por perto, era melhor do que deixá-los a própria sorte ali.

- OK!! Vamos os três. Se preparem, assim que anoitecer sairemos, afinal a noite vai ser bem mais difícil reconhecer vocês.

A dupla pula de alegria e passam a ajudar Cris com o que era preciso para resgatar seus amigos.

[.....]

John balançava a perna freneticamente, já não sabia quanto tempo estavam ali sem ter notícias, estava ficando cada vez mais difícil as luzes do vagão em que estavam se manterem acesas e os momentos de escuridão assustavam a todos.

As duas garotas que estavam com eles pareciam ter se acalmado e mesmo com toda a turbulência que haviam vivido estavam bem. Kookie e Jimin também estavam mais calmos, o que era um alívio, pânico em massa era difícil de conter e já havia horas desde que o metrô havia parado, nada mais tinha acontecido. Até o momento, nenhuma nova surpresa. Essa era a única boa notícia.

- No que está pensando? – Kookie o tira de seus pensamentos.

- Em como sair daqui e levar essa pessoas com a gente. – Ele ri ao dizer ao amigo o que pensava.

- Não sei se todos iriam querer sair daqui, esta escuro no túnel e nós não sabemos nada sobre as pessoas que estão aqui.

-É... Era nisso que eu pensava também. Nenhuma das ideias que eu tive seriam uteis, e não posso arriscar a vida de ninguém, por enquanto vamos ter que ficar aqui.

- Acha que estão nos procurando? Digo... Acha que tem um resgate vindo? Para todos?

- Acredito que sim Kookie, acredito que já tenham começado a nos procurar... Eu só não sei o tempo que vai levar, talvez seja rápido, talvez não...


Notas Finais


Então??
Curtiram? Não ficaram bravas não né?
Vejo vcs no próximo!

Bju bju


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...