História BTS Imagine - Jimin - Dependent Love - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bigbang, Bts, Imagine, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Romance, Suga
Exibições 764
Palavras 1.000
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Após chegar na Coreia você passa por diversas situações nada agradáveis.
Confira oque acontecerá com (S/N) nesse capítulo.

Capítulo 35 - Arrependimento


Fanfic / Fanfiction BTS Imagine - Jimin - Dependent Love - Capítulo 35 - Arrependimento

No Capítulo anterior

Me virei pra ir embora e ele bateu na minha bunda, quando me virei pra trás ele mandou um beijo pra mim, retribuí e caminhei até a saída. As meninas ainda estavam lá, elas estavam tirando fotos de mim, aproveitei e fiz altas poses. Mandei beijo e  segui meu caminho, algumas começaram a me seguir, outras ficaram. Fui até a estação de metrô, peguei o mesmo. Chegando na parada eu me retirei, já era tarde da noite. Fui caminhando, eu provavelmente demoraria séculos pra chegar na casa do G-Dragon, ainda mais tudo escuro desse jeito. Decidi pegar um ônibus, ele não iria me levar exatamente na casa do G-Dragon, ele iria chegar perto. Enfim, peguei o ônibus e ele parou no ponto e eu desci, aquele lugar me dava medo. Não passava nenhuma alma, não passava carro naquela hora da noite. Tinha bastante árvores, o som delas me assustava mais ainda. Eu vi alguém se aproximando, finalmente. Corri até a mesma, mas pera.. Não me era estranh.. ERA O JIMIN!

 Ele estava andando tropeçando, estava todo sujo e bêbado.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

 

 Ele veio caminhando até à mim, ele estava com uma garrafa na mão, assim que ele me viu ele parou.

 

Jimin: Oi. – Ele acenou.

(S/N): Jimin? Porque você tá aqui? Porque tá desse jeito?

 

 Eu me aproximei dele.

 

Jimin: Nãu chega perto.

(S/N): Jimin! Você tá bêbado!

 

 Depois de minhas palavras ele soltou a bebida e caiu, ele acabou caindo em cima dos cacos. Levantei ele e pude ver, estava todo perfurado e sangrando, sai arrastando ele de lá até a Casa do G-Dragon, assim que cheguei abri a porta e deitei ele no sofá, de barriga pra baixo. Corri e peguei o Kit de primeiros socorros.

 Aproveitei que ele estava desacordado e tirei os cacos, depois tirei a roupa dele, com muito cuidado. Limpei a ferida e coloquei uma faixa, quando eu estava virando ele, ele acordou.

 Jimin: Me solta. – Disse ainda bêbado.

(S/N): Deixa eu fazer os curativos.

Jimin: Faz um no meu coração também.

 

 Continuei fazendo os curativos.

 

Jimin: Sabi oque eu passei pra poder ficar com você? Os advogados me mandaram ficar longi.

(S/N): Advogados?

Jimin: Sua mãe me denunciou, ela tá quereno me por atrás das gades.

(S/N): Grades?

Jimin: É.. mais eu.. eu te amei com todo meu coração. Me mandaram manter a distância, mais eu fui atrás de você, eu queria você só pra mim. Eu corri todo o risco, e você me jogou no lixo. Eu me arrependi do que eu fiz, muito.. muito mesmo.

(S/N): Jimin, eu desculpo você. Mas isso não quer dizer que eu esqueci.

Jimin: Sabe sua mãe? Ela vive atrás de advogados pra me prender. E advinha?

(S/N): O quê?

Jimin: Meu advogado dissi qui vai tentar me tirar di trás das gades.

(S/N): Ela ganhou o caso?!

 

 Ele começou a rir.

 

(S/N): Jimin! Para de graça!

Jimin: Você é má! – Ele me deu um tapinha no braço.

(S/N): Me fala!

Jimin: Você me odeia néh? Podi fala.. eu sei. Tá namorano o G-Dragon, eu sei disso também.

 

 Terminei de fazer os curativos nele e sentei ele no sofá.

 

Jimin: Todo mundo me odeia.

(S/N): Jimin! Olha pra mim!

 

 Ele me olhou e vomitou encima de mim.

 

(S/N): SÓ NÃO TE MATO PORQUE EU TO COM DÓ!

Jimin: (S/N)?

(S/N): QUÊ?!

Jimin: Eu te amo. – Ele apagou.

(S/N): JIMIN?!

 

 Deitei ele no sofá e fiquei olhando, ele estava com lágrimas no rosto, suas bochechas estavam vermelhas. Eu subi peguei um travesseiro e uma coberta e desci. Coloquei o travesseiro debaixo da cabeça dele e o cobri. Subi novamente, tomei um banho e vesti uma camiseta do G-Dragon. Desci, coloquei uma poltrona do lado dele e fiquei observando. O celular tocou, era o G-Dragon.

 

Atendi.

 

G-Dragon: Amor da minha vidinha?

- Oi?

G-Dragon: Assim que eu acabar o show vamos dormir em um hotel, vamos ter outro amanhã de manhã.

- Iih! Sério mesmo?

G-Dragon: Sério mesmo.

G-Dragon: Ah, já ia me esquecendo. O  Manager pediu pra você ir lá de tarde, se eu estiver desocupado eu vou aí pra te buscar.

- Tá..

G-Dragon: Tchau, minha vidinha!

- Tchau! Beijão.

G-Dragon: Não vai falar que eu sou sua vidinha?

- Minha vidinha! Meu mundão.

G-Dragon: Aí sim! Tchau! Beijos.

- Tchau.

G-Dragon: Desliga primeiro.

- Desliga você.

G-Dragon: Não, desliga você.

 

 Desliguei.

 

 Deitei minha cabeça no abdômen do Jimin, olhando pra ele e acabei dormindo.

 

No dia seguinte

 

  Quando eu acordei eu estava deitada na cama, olhei pro lado, o Jimin estava do meu lado segurando minha mão. Ele estava todo suado, seus lábios estavam com uma cor apagada. Me levantei devagar e desci, procurei algum remédio de ressaca, achei. Peguei um, peguei um copo com água e subi.

  O Jimin estava tremendo, estava suando frio. Estiquei as pernas dele e o cobri.

 

(S/N): Jimin?

 

 Ele não respondia, coloquei o copo e o remédio na mesa. Sacudi o Jimin, ele não acordava por nada.

 Decidi levantar ele, sentei ele na cama, coloquei o remédio na boca dele e fui dando água aos poucos, ele estava engolindo.

  Deixei ele ali por um tempo, pra poder descer direito. Assim que deu um tempo eu o deitei e desci pra cozinha. Esquentei a água e coloquei em uma tigelinha, subi com a tigela, peguei uma toalha de rosto e mergulhei lá dentro. Tirei à água do pano e coloquei na testa do Jimin. Ele gemeu e acordou.

 

(S/N): Tá se sentindo melhor?

Jimin: Que que eu to fazendo aqui?

(S/N): Você tá se sentindo bem?

Jimin: Minha cabeça dói, meu estômago tá embrulhando e minhas costas está dolorida.

(S/N): Normal.. Ufa.

Jimin: Eu bebi ontem?

(S/N): Bebeu.

Jimin: Eu falei alguma besteira? Eu não abusei de você não né?

(S/N): Não. Descanse um pouco, eu vou fazer alguma coisa pra você comer.

 

 Ele puxou meu braço, quando eu olhei pra ele, lágrimas desciam de seu rosto.

 

Jimin: (S/N), por favor.. Volta pra mim, eu não aguento mais.


Notas Finais


(S/N) - Seu nome.
(S/M) - Sua mãe.............................................off
(N/AMG) 1 - Nome da sua amiga 1.............off
(N/AMG) 2 - Nome da sua amiga 2.............off
(S/AMG) - Sua amiga.


Gente muito obrigada pelos comentários e pelos elogios! De verdade, muito obrigada mesmo! AMO MUITO VOCÊS <3
--------------------------------------------------------------------------------
Fanfic do Kim Taehyung s2
Link > https://spiritfanfics.com/historia/bts-imagine--kim-taehyung--muito-alem-do-limite-6672313/capitulo1


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...