História BTS Imagine - Kim Taehyung - Muito além do limite - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Exo, Got7, Kim Taehyung
Exibições 1.774
Palavras 1.214
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


O Ensino Médio não será fácil pra (S/N), mas ela não vai deixar ninguém passar por cima dela, muito menos Kim Taehyung, veja oque acontecerá nesse capítulo.

Capítulo 12 - Brinquedo


No Capítulo anterior

Fui lá fora, olhei, não vinha ninguém, voltei e vi o Jackson comendo o bolo que estava despedaçado.

 

Eu: JACKSON NÃO É PRA CUME. – Bati nele.

Jackson: Eu tô com fome.

Eu: Problema seu.

Jackson: Nossa.

 

 Ele fez uma carinha, que me deu dó.

 

Eu: Tá.. tá.. pode comer.

Jackson: Sério?

Eu: Mais não come tudo.

Jackson: Tá.

 

 Fui até a sala e assisti TV, fiquei lá um pouco, ouvi a porta abri, olhei pro lado minha vó estava vindo.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

 

 Corri até a cozinha.

 

Eu: Se esconde.

Jackson: Por quê?

Eu: Se esconde, minha vó ta vindo.

 

 Saí da cozinha, ela deitou na sala.

 

Eu: Vó?

Vó: Que foi?

Eu: Quer que eu prepare seu banho?

Vó: Já vou subir, só to descansando.

Eu: Ah..

Vó: Me trás água.

 

 Fui até a cozinha, Jackson estava tirando tudo da geladeira.

 

Eu: Tá ficando louco?

Jackson: Eu ia me esconder aqui dentro.

Eu: Não! Põe tudo no lugar.. Se esconde do lado da geladeira.

 

 Peguei a água e levei até à minha vó.

 

Vó: Brigada filha.

Eu: Nada.

Vó: Oque é isso na sua mão (S/N)?

Eu: Eu caí.

Vó: Deixa eu ver.

Eu: Não vó. Pra quê?

Vó: DEIXA EU VER.

 

  Ela puxou a minha mão e tirou a facha.

 

Vó: Caiu ou levou um tiro?

Eu: Para vó.

 

 Puxei minha mão e voltei a colocar a facha.

 

Vó: Me fala que que aconteceu.

Eu: Eu estava brincando de passar o lápis entre os dedos e aconteceu isso, sem querer.

Vó: Você é um caso perdido.

 

 Ela se levantou do sofá e subiu, eu fui até a cozinha.

 

Eu: Jackson? – Sussurrei.

 

 Olhei em todo canto. Quem disse que eu achava ele?

 

Eu: Jackson!

 

Olhei todo canto, nada do Jackson. Olhei pros lados e vi uma sacola se mexendo, era uma sacola preta, sacola de lixo mesmo. Me aproximei e abri, o Jackson estava dormindo ali.

 

Eu: Jackson! Acorda pra cuspi.

Jackson: Me deixa. – Ele voltou a se cobrir com a sacola.

 

 Puxei a sacola e dei um tapa na cara dele.

 

Jackson: A-AA!

Eu: Acorda.

Jackson: Que foi?

Eu: Minha vó já subiu.

Jackson: E oque eu tenho haver com isso?

Eu: Caralho! Vai embora, antes que ela volte.

Jackson: E o bolo?

Eu: Esquece o bolo! Leva suas coisas e some.

Jackson: Mais eu queria um pedaço.

Eu: AI SENHOR! Vai logo Jackson, minha vó vai descer.

Jackson: Me dá o bolo que tá quebrado? Eu tô com fome.

Eu: Leva essa coisa  e some.

Jackson: Coisa não. O B-O-L-O.

Eu: Tá.. tá! Leva e some de perto de mim.

Jackson: Me passa seu número?

Eu: MEU! Minha vó vai descer! Some logo.

Jackson: Mais antes me passa seu número?

Eu: Você me tira as paciência.

 

 Peguei um post-it e uma caneta coloquei meu número e colei na testa dele.

 

Jackson: Valeu.

Eu: SOME!

 

 Ele pegou as coisas dele e o bolo e saiu. Assim que ele saiu eu senti um cheiro de queimado, era do bolo, minha vó desceu correndo.

 

Vó: Meu Deus! A minina taco fogo na casa.

 

 Ela estava pelada.

 

Eu: CREDO VÓ! TAMPA ISSO AÍ.

Vó: NOIS VAI MORRÊ!

 

 Ela desligou o forno e abriu, só vi a fumaça indo na cara dela.

 

Vó: ETA DISGRAÇA!

 

 Eu comecei a rir! O Cabelo dela estava todo pra cima e a cara dela toda preta.

 Ela pegou um pano de prato e começou a tirar a fumaça, parecia que ela estava fazendo a dança da chuva.

 

Eu: Vó, é pra tirar a fumaça, num é pra fazer dança da chuva não.

Vó: Cala boca e vem me ajudar.

 

 Peguei outro pano e comecei a tirar a fumaça da cozinha, não demorou muito e não tinha mais fumaça ali.

 

Vó: Vou ir tomar outro banho.

Eu: Tá, vai lá.

Eu: PERA! Vó, o Dong vai vir aqui e trazer os amigos dele.

Vó: O Dong?!

Eu: É.

Vó: Tá, só não façam bagunça.

Eu: Podemos ir sair pra comer fora? O bolo queimou, não vai dar pra comer.

Vó: Pode, mas é pra voltar cedo!

Eu: Pode deixar.

 

 Ela subiu, eu limpei toda a bagunça. A campainha tocou, eu atendi, eram os meninos e o grupinho do Tae.

 

 Dong: Eles quiseram vir também.

Eu: E você deixou? Nem me perguntou se eles poderiam vir.

Tae: Eu quis vir e pronto!

Junior: Não deixamos, eles nos seguiu.

Eu: Tá, tá.. Entra.

 

 Eles entrou, não coube todo mundo no sofá, alguns sentaram no chão.

 

Tae: Deixa eu apresentar eles.

Tae: Esse é o Jungkook.

Jungkook: Oi.

Tae: Esse é o J-Hope.

J-Hope: Prazer.

Tae: Esse é o Jimin.

Jimin: OH! Com licença! Prazer em conhece-la. – Ele veio até a mim e apertou minha mão.

Tae: Esse é o Suga.

 

 Ele ficou em silêncio.

 

Tae: Esse é o Rap Monster, ele já completou o ensino médio.

Rap Monster: ow!

 

Tae: E Esse é o Jin! Ele também já terminou a escola.

Jin: Olá.

 

 Eu: Prazer em conhece-los. Agora podem ir embora.

Tae: O JIN SABE COZINHAR!

Jin: Já me jogou na roda?

Jungkook: Ele faz comidas muito boas.

Eu: Sabe fazer bolo?

Jin: Sei.

Eu: Pode fazer um pra nós comer?

Jin: Me mostra as coisas, eu faço.

 

 Fomos até a cozinha, coloquei as coisas na mesa.

 

Jin: Quer ajudar?

 

Eu: Posso?

Jin: Claro!

 

 Ele pegou os ovos e o fuê.

 

Jin: Pode quebra-los pra mim? Enquanto isso eu vou colocar as coisas na batedeira.

Eu: Tá.

 

 Coloquei os ovos no pote e comecei a bater.

 

Jin: Você tá muito lenta.

 

 Ele veio por trás, nossos corpos estavam juntos, ele pegou minha mão e começou a controla-la. Nossos corpos começaram a tremer.

 

 Jin: Assim.. Tá vendo?

Eu: Aham.

 

 Ele me soltou e se afastou.

 

Jin: Tenta aí.

 

 Fiz como ele me ensinou.

 

Jin: Isso.

 

 Ele voltou à colocar as coisas na batedeira, as claras já estavam formadas.

 

Jin: Me dá.

 

 Dei as claras pra ele, ele foi acrescentando ela aos poucos na batedeira.

 

Jin: Você e o Taehyung são namorados?

Eu: Não, por quê?

Jin: Nada não.

Eu: O Taehyung é alguém pra namorar?

Jin: Ele pode ter esse jeito grosso dele.. as vezes ele é muito infantil. Mas acho que quando ele gosta de alguém nada poderá faze-lo mudar de ideia, ele irá atrás dessa pessoa até o fim.

Eu: Ouvi dizer que ele não ama nem a sí mesmo.

Jin: Ele está trabalhando duro para poder ama-lo. Eu posso sentir.

 

O Tae entrou na cozinha.

 

Tae: Sobre oque estão falando?

Jin: Sobre namoro.

Tae: Então nem quero saber.

Eu: Melhor você sair mesmo.

Tae: Então vou ficar.

Eu: Não, vai brincar com seus amiguinhos.

 

 Ele se aproximou de mim e apertou minhas bochechas.

 

Tae: Eu faço o que eu quiser.

Eu: Desde quando? Não sabe nem andar por conta própria e já quer sair do berço.

Tae: Calada. – Ele me deu um peteleco na testa.

 

 Bati na mão dele e ele se retirou.

 

Tae: Não brinco com crianças.

Eu: Uiui.

Jin: Parece que ele arranjou um novo brinquedo.

Eu: Tá falando de mim?

Jin: Sim – Ele riu.

Eu: Não sou um brinquedo!

Jin: Pra ele você é. Eu conheço o Taehyung e sei quando ele quer brincar.

Eu: Que tipo de brincadeira você está falando?

Jin: Descubra por si só.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Desculpem quais quer erro.

Veja a fanfic do Jimin > https://spiritfanfics.com/historia/bts-imagine--jimin--dependent-love-6469020/capitulo1


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...