História BTS Imagine - Kim Taehyung - Muito além do limite - Capítulo 54


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Exo, Got7, Kim Taehyung
Exibições 1.075
Palavras 1.129
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


O Ensino Médio não será fácil pra (S/N), mas ela não vai deixar ninguém passar por cima dela, muito menos Kim Taehyung, veja oque acontecerá nesse capítulo.

Capítulo 54 - Vampira


No Capítulo anterior

 

 Mostrei pra ele.

 

Tae: Vem vam.. vam.. S/N?!

Eu: Quê?

Tae: Puta merda.

Eu: Que foi?

Tae: Merda!

 

 Ele me levou até o banheiro.

 

Tae: NÃO OLHA O ESPELHO!

Eu: Por quê?

 

 Ele lavou meu dedo e secou..

 

Tae: Acho que..

Eu: Que foi?

 

 Olhei no espelho.. Puta merda, eu virei vampira.

~~~~~~~~~*-*~~~~~~~~~~~~~~~~~*-*~~~~~~~~~~~~~~~~~*-*~~~~~~~~

 

 Não poderia ser, eu não poderia virar vampira.. Como isso?

 

Eu: Não... NÃO!

Tae: Se acalma..

Eu: Foi você!

Tae: Eu, eu não lembro.. Eu não soltei meu veneno em você.

Eu: Puta merda.. E agora?

Tae: Se acalma, deixa eu terminar aqui.

 

 Ele ficou limpando meu dedo, minha garganta começou a doer, minha saliva parecia estar rasgando minha garganta e tudo por dentro.

 

Eu: Ah!

Tae: Que foi?

Eu: Tá doendo..

Tae: A garganta né?

Eu: Aham.

Tae: Espera um pouco.

 

 Ele terminou de lavar meu dedo, rasgou um pouco da blusa dele e amarrou.

 

Tae: Não fique com nojo, eu sei que vai ser difícil, nos primeiros dias é assim, mas depois acostuma.

 

 Ele tirou o lenço do pescoço, pegou a gilete e cortou um pouco, parecia que eu estava vendo o paraíso, eu via refrigerante saindo do pescoço dele, parecia ser o último da face da terra.

 

Tae: Beba.

 

 Avancei nele, bebi que nem água.

 

Tae: AAH! Devagar.. Isso..

 

 Depois que eu fui me tocar que eu estava bebendo o sangue dele.

 

Eu: DESCULPA!

Tae: Olhe sua boca.. – Ele começou a rir.

Eu: O que tem ela?

Tae: Deixa eu limpar pra você.

 

 Ele me beijou e lambeu meus lábios.

 

Tae: Não sabia que eu tinha um gosto assim.

Eu: Idiota.

Tae: Bom, agora você precisa controlar um pouco..

Eu: E tem como controlar isso?

Tae: Tem, mas por agora, se sentir sede me diga.

Eu: Tá..

Tae: Vamos comer a pizza.

Eu: Vamos.

 

 Voltamos pra cozinha, cortei o meu pedaço e comemos.

 

Eu: Nossa, ainda estou morrendo de fome.

Tae: A única coisa que enche sua barriga é o sangue.

Eu: Comida não? Então se eu comer eu não vou engordar?

Tae: Também não é assim, a comida continua engordando, mas quanto mais você come, com mais fome fica.

Eu: Credo.

Tae: A única coisa que vai tirar essa fome de você é o sangue.

Eu: Como você faz? Você parece que nem sente tanta sede assim.

Tae: Por que eu me acostumei, não bebo muito.

Eu: Ah.

Tae: Quer mais?

Eu: Não, melhor não.

 

 Assim que terminamos de comer, limpei tudo e subimos para o meu quarto.

 

Eu: Temos super poderes?

Tae: Além de ser vampira quer ter poderes?

Eu: Lógico.

 

 Deitamos na cama.

 

Tae: Não, não temos super poderes.. Acho que só a força que aumenta.

Eu: Isso já é alguma coisa, da pra mim bater naquelas vadias que você anda atrás.

Tae: Vadias?

Eu: Isso mesmo, aquelas putas. Parece que é só pisar na escola que você me esquece, só anda com elas e fica na maior putaria.

Tae: A Yang Mi é minha namorada.. o que posso fazer?

Eu: Sua namorada??!

Tae: Sim, decidimos isso esses dias.

Eu: Não acredito nisso. – Me levantei da cama.

Tae: Estou brincando.

Eu: Idiota! Cheguei a achar que era verdade. – Deitei novamente.

Tae: Ela é um passa tempo.

Eu: Ela não é porra nenhuma.

Tae: Okay, então ela é porra nenhuma.. – Ele riu.

Eu: Tá vendo eu rindo aqui?

Tae: Desculpa.

 

 Ouvi a campainha tocar.

 

Tae: Quem será?

Eu: Não sei.. Pode ser minha vó.. Não, não é ela, ela tem a chave. Talvez o Dong?

Tae: Então nem abra.

Eu: É rapidinho.

 

 Me levantei e desci, ele ficou olhando nas escadas. Abri a porta.

 

Jackson: Porra, pensei que tinha morrido.

Eu: Mas eu morri.

Jackson: Haha.. trouxe uns amigos meus, eles queriam te ver.

Todos: Oi!

Eu: Oi gente, quanto tempo.

Jackson: Podemos entrar?

 

 Olhei pro Taehyung, ele estava com uma cara de bravo.

 

Eu: Claro!

 

 Eles entraram e se acomodaram no sofá.

 

Jackson: Olha, o capeta!

BamBam: Para de falar assim da menina.

Eu: Calem a boca!

Tae: O Que estão fazendo aqui?!

Jackson: Viemos visitar ela.

Tae: Já veio? Agora vai embora.

Eu: Calma! Eles vieram me ver, oque tem nisso?

Tae: Esqueceu quem você virou?

Jackson: Não to entendendo mais porra nenhuma.

Eu: Não, não esqueci.

Tae: Então os mandem embora.

Eu: Não vou manda-los embora só porque você quer.

BamBam: UIIII!

Tae: Então ok, depois não reclame quando eu andar com a Yang Mi.

Eu: Vai com ela então, oque está fazendo aqui?

Youngjae: Gente, vamo embora?

Eu: Vocês não vão pra lugar nenhum!

 

 O Tae se sentou no sofá.

 

Tae: Não vou ir embora só porque você quer.

Eu: Então fica ai.

Mark: S/N.. posso falar com você um minutinho?

Eu: Fala.

Mark: Lá fora.

Eu: Tá.

Tae: Ta escondendo? Fala com ela aqui.

Mark: Oque eu vou falar com ela não te interessa, fica na sua.

Tae: É o quê?!

Mark: Isso mesmo que você ouviu, me dá licença.

 

 Ele se levantou e saiu, fui atrás.

 

 Mark: Posso fechar a porta?

Eu: Deixa que eu fecho.

 

 Fechei a porta, assim os meninos não escutariam e nem ficaria nos olhando.

 

Mark: Eu sei que a pergunta que irei fazer talvez não seja da minha conta, mas me responda ok?

Eu: Diga.

Mark: Você e aquele garoto estão namorando?

Eu: Talvez, por quê?

Mark: Olha, eu não quero que você morra jovem, não quero ver o Jackson chorando depois, então se afaste dele, ele é um demônio.

Eu: Eu já conheço ele, sei quem ele é, não vou me afastar dele.

Mark: Tem certeza?

Eu: Tenho.

Mark: Esses dias ele matou alguém, sabe disso também?

Eu: Disso eu não sabia.

Mark: Eu vou me intrometer agora, porque a pessoa quem ele matou era meu melhor amigo.

Eu: Me conte.

Mark: Ele matou só por rir da cara dele, eu vim aqui pra te pedir para se afastar dele, não só eu, os meninos também.

Eu: Quem ele matou? Me fale o nome.

Mark: Não vou dizer, pergunte à ele se quiser saber mais.. e outra...

Eu: Tem mais?

Mark: Tem muito mais, sei que ele é um vampiro..

 

 Ele pegou uma faca e cortou o dedo dele.

 

Eu: TÁ FICANDO LOUCO?

Mark: Não é muito difícil de descobrir se você é uma vampira também.

 

 Eu estava começando a ficar doida, o cheiro do sangue do Mark era melhor do que o do Taehyung.

 

Mark: Eu vou deixar você beber meu sangue.

 

 Quando eu avancei para beber o sangue dele, ele me grudou no pescoço

 

Mark: Não quero que beba aqui, tem um lugar bem melhor.

 

Ele cortou os lábios dele, estava pingando sangue sem parar, tive que fazer isso, eu estava morrendo de fome, beijei ele, na hora ouvi a porta abrir.

 

Tae: SABIA!


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Desculpem quais quer erro.

Veja a fanfic do Jimin - Primeira temporada > https://spiritfanfics.com/historia/bts-imagine--jimin--dependent-love-6469020/capitulo1
Segunda temporada > https://spiritfanfics.com/historia/bts-imagine--jimin--dependent-love-2-6887631/capitulo1

Fanfic do Jungkook > https://spiritfanfics.com/historia/bts-imagine--jungkook--amor-concreto-7046113/capitulo1
------------------------------------------------------------------------------


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...