História BTS Imagine - Kim Taehyung - Muito além do limite - Capítulo 59


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Exo, Got7, Kim Taehyung
Exibições 1.046
Palavras 1.094
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


O Ensino Médio não será fácil pra (S/N), mas ela não vai deixar ninguém passar por cima dela, muito menos Kim Taehyung, veja oque acontecerá nesse capítulo.

Capítulo 59 - A Mansão


No Capítulo anterior

 

Yang Mi: Bom, então vou ajuda-los, quero meu Kinzinho de volta.

Kwan: Kinzinho?

Yang Mi: É assim que chamo ele.

Eu: Vai nos ajudar então?

Yang Mi: Sim, vou ajuda-los, mas se eu encontrar o meu Kinzinho, não vou ajudar a procurar a vadia, apenas o encontrarei, provavelmente ele é a chave para oque querem.

Kaio: Beleza, após a escola vamos sair, ir na mansão procurar pistas.

Yang Mi: Era só isso?

Eu: Só, obrigado Mina.

Yang Mi: Nada.. vamos meninas.

 

Elas saíram, agora era só esperar.

~~~~~~~~~*-*~~~~~~~~~~~~~~~~~*-*~~~~~~~~~~~~~~~~~*-*~~~~~~~~

~Capítulo 59~

 

Assim que o sinal tocou, voltamos para a sala, os meninos estavam preocupados com o que iria acontecer se ela estivesse morta, eu sabia que não estaria, eu sabia que ela estava em algum lugar, esperando por mim.

 

Junior: Ao sairmos da escola, vamos direto para a mansão, mas não quero ninguém contando que vamos lá, se souberem que entraremos na mansão sem permissão podemos ir presos.

Kwan: Preso é o de menos, prefiro ser preso do que a família daquele demônio souber que estamos lá.

Kaio: Verdade, temos que ser cautelosos.

 

 O Professor entrou na sala.

 

Professor: Bom dia alunos.

Turma: Bom dia!

Professor: Soube que uma aluna dessa sala está desaparecida.

Eu: Soube agora? Depois de três dias?

Professor: Não estava na escola, tive alguns assuntos pra resolver fora do país.

Yang Mi: Assuntos fora do país? Não seria melhor dizer que saiu da Coreia pra ir atrás de mulher?

 

 A Yang Mi sabia de todos os podres dos professores.

 

Professor: Lógico que não.. haha. – Ele deu uma risada forçada.

Klayn: Ela está certa professor, a notícia já se espalhou pela escola.

Professor: Enfim, vamos as lições?

 

 Ele pegou o giz e começou a escrever na lousa.

 

Eu: Parabéns.. Agora vamos ter que fazer lição.

Yang Mi: Não tenho culpa se digo a verdade.

Eu: Deveria pelo menos fechar esse esgoto que você chama de boca.

Yang Mi: Diviria pilo minos fichar a boca.. – Ela repetiu o que eu falei, mas em um tom provocador.

Eu: Sua..

 

 Levantei a mão.

 

Yang Mi: Vai me bater?

Eu: Se me der mais um motivo sim.

 

Abaixei a mão.

 

 Ela se sentou do meu lado, começamos a fazer a lição.

 

Yang Mi: Quando foi a última vez que viu a vadia? – Ela falava copiando a lição.

Eu: Vadia?

Yang Mi: Sim.

Eu: Não sei de quem está falando.

Yang Mi: Não se faça de sonso! A S/N quem me refiro.

Eu: Então diga o nome dela, não chame pelo seu nome.

Yang Mi: Idiota!

Eu: A última vez que vi ela.. Foi quando estávamos no intervalo, ela viu seu namorado com correntes e foi atrás, depois disso não à vi mais.

Yang Mi: Os meninos do Exo, eles devem ter acabado com ela.

Eu: Meninos do Exo? Que porra é isso?

Yang Mi: Não está sabendo? É o nome do grupo que puseram.

Eu: Por que Exo?

Yang Mi: Sei lá! Mas enfim, do jeito que eles são acabaram com ela rapidinho.

Eu: Não acho que fizeram isso.

Yang Mi: Nem eles estão vindo pra escola nesses últimos dias, acha mesmo que não? Devem ter matado ela e dado o fora.

Eu: Talvez sequestraram ela..

Yang Mi: Eles não sequestram, não são tão bonzinhos assim..

Eu: E sequestrar é algo bom sua anta?

Yang Mi: Eles matam! Matam sem esperar.. cê sabe que o subchefe deles é o Sehun, ele não tem coração.

Eu: Nenhum deles tem..

Yang Mi: Olha, se a vadia estiver viva, eu não vou poupar ela por ter feito aquilo com meu Kinzinho.

Eu: Vadia é.. Olha, vou ficar quieto.. Matar ela? Não sonhe.

Yang Mi: Migo, se eu quiser eu te mato junto, colocarei os dois em uma cova só, pra te deixar feliz.

Eu: Vai matar ela por quê?

Yang Mi: O Kinzinho não era assim, ela quem mudou ele. Essa vaca.

Eu: Era assim como?

Yang Mi: Quando ele fica comigo só sabe falar dela, por favor né?

Eu: Ele fala o quê?

Yang Mi: Depende.. ele só reclama quando ela está perto de algum homem, pede pra mim ir pegar os homens com quem ela fala. Até parece.

Eu: Ainda bem que não pega, porque eu não te pegaria nem que me pagasse.

Yang Mi: Atá! Sou linda meu filho, nenhum homem resiste.

Eu: Só se for seus amigos né? Pela suas roupas aposto que vem um monte perguntar de que lixão tu catou.

Yang Mi: Me respeita! É tudo de marca, marca que você nem conhece.

Eu: Lógico, não cato roupa de lixo.. Esses dias te vi na rua vestindo uma sacola de supermercado, pensei até que estava drogada.

Yang Mi: Sacola de supermercado?! Aquilo não era uma sacola!! Era um vestido da França!

Eu: Coitada, não sabia que ia até a França procurar sacolinhas de supermercado.

Yang Mi: Nossa Dino, vou te matar!

Eu: Me mate, assim não terei que ver esses absurdos.

 

 Terminamos de fazer a lição.

 

Eu: Sua amiga está me encarando.

Yang Mi: Ela te quer.

Eu: Você sabe que eu não gosto dela Mina.

Yang Mi: Ah Dong! Qual é? Só um beijo nela? Que tal?

Eu: Até parece.

Yang Mi: Ela é apaixonada por você desde o fundamental, sinto pena dela.. Beija ela só uma vez.

Eu: Se eu beija-la ela ficará mais iludida ainda. E não sou mais esse tipo de cara.

Yang Mi: Se concertou depois que parou de andar com o Kinzinho?

Eu: E como, aquele povo só me influenciava.

Yang Mi: Nisso eu tenho que concordar, eles não prestam mesmo.

 

*Quebra tempo*

 

 Bateu o sinal pra irmos embora, nos reunimos, meu grupo e o da Mina, fomos indo ‘embora’ juntos.. Na verdade era isso que o povo pensava, mas estávamos indo pra casa do Kim Taehyung, iriamos descobrir o que ele estava escondendo.

 Assim que chegamos, fomos até os fundos, eu quebrei a janela, abri e entramos de um em um.

 

Eu: Vamos fazer silêncio agora, não sabemos quem pode estar aqui. – Disse sussurrando.

Yang Mi: Você acabou de quebrar a janela, não veio ninguém.. Então é porque a casa está vazia sua anta.

Eu: Anta é sua vó.

 

 Fomos devagar, cada um ficou encarregado de um cômodo, eu iria olhar o quarto dele, provavelmente há alguma coisa.

 

- Caramba, está uma zona, se eu conseguir pelo menos achar o chão, já é um avanço.

 

 Parecia um lixão, estava virado de ponta cabeça, comecei olhando a escrivaninha dele..

 

Yang Mi: Se esconde!!

Eu: Que foi?

Yang Mi: Alguém chegou.

Eu: Puta que pariu.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Desculpem quais quer erro.

Veja a fanfic do Jimin - Primeira temporada > https://spiritfanfics.com/historia/bts-imagine--jimin--dependent-love-6469020/capitulo1
Segunda temporada > https://spiritfanfics.com/historia/bts-imagine--jimin--dependent-love-2-6887631/capitulo1

Fanfic do Jungkook > https://spiritfanfics.com/historia/bts-imagine--jungkook--amor-concreto-7046113/capitulo1
------------------------------------------------------------------------------
Próximos capítulos: 13:00/ 17:00/ 23:30


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...