História Bubble Bath - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe
Tags Hansol, Parabéns Bia Saeng Sz, Seungkwan, Seventeen, Verkwan, Vernon
Exibições 201
Palavras 588
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Drabble, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLÁÁÁÁ~~

Sim, estou aqui de novo, mas dessa vez é pra desejar parabéns a minha saeng Biazinha~~

PARABÉNS BIA TUDO DE BOM PRA VOCÊ SUA FOFAAAAAA

Não é daddy kink ok, apenas daddy como fetiche :3
Espero que goste florzinha, e tá aí toda pra você ♡ (mesmo que eu já tenho quase postado errado sksjksjskkskwkskkw)

/perdoem a capa tosca TuT e se tiver erros também ;u;/

Capítulo 1 - Baby


Fanfic / Fanfiction Bubble Bath - Capítulo 1 - Baby

Molhado, intenso e frenético.

Essas três palavras definiam perfeitamente os movimentos obscenos que os dois corpos executavam naquela banheira.

Rápido, forte, fundo.

Já essas definiam maravilhosamente o que Hansol fazia. Ia fundo, sem pena, se enterrava no corpo pequeno sem medo, em busca de saciar todos os desejos sujos, tanto do mais velho quanto os próprios. O corpo de Seungkwan era violado pelo americano, que não tinha piedade alguma do pequeno, fazendo o mesmo rasgar a garganta em gritos esganiçados de puro prazer.

Prazer, ah.

Era tudo que Seungkwan sentia.

Os movimentos frenéticos de Hansol eram tão bons, tão intensos. Boo podia se sentir indo ao céu e ao inferno ao mesmo tempo, e a conexão de ambos tornava tudo melhor.

Os olhos faiscavam luxúria, desejo, paixão. O fogo que os consumia era tão arrebatador que poderiam entrar em combustão a qualquer momento, mesmo imersos na banheira coberta de espuma.

O cheiro gostoso de lavanda dominava o cômodo, o barulho da água esborrando pelas bordas da hidromassagem não eram o suficiente para encobrir os gemidos e suspiros de prazer.

Nada seria capaz de os calar naquele momento.

Os olhares conectados.

Mel e castanho.

Desejo e luxúria.

Paixão e fogo.

Boo e Chwe.

Seungkwan e Hansol.

Apenas eles.

Somente os dois eram capazes de causar aquelas reações no outro. Hansol parecia saber exatamente o que fazer, e Seungkwan, tsc.

Seungkwan sabia exatamente o que gemer.

O nome de Hansol seguido de um daddy, entoado por puro fetiche, eram repetidos como um mantra. Era tudo que saía dos lábios pecaminosos de Boo.

Os suspiros de Hansol enchiam os ouvidos do mais velho como a mais sensual e atraente melodia.

Estavam loucos.

Insanos.

As unhas de Seungkwan rasgavam as costas de Chwe sem dó, o marcando como seu. A dor ardente fazendo o mais novo ir apenas mais rápido, tão forte que Boo não conseguia mais raciocinar, só gemer como um condenado. Condenado pelo amor de Hansol. Unicamente, Hansol.

- Daddy.. Ah, Hansollie.. daddy.

As mãos de Hansol apertavam as coxas grossas do outro, com força, as marcas de sua palma ficando impressas na pele imaculada, o marcando como seu. Hansol estava embriagado. Embriagado pelo amor de Seungkwan. Unicamente, Seungkwan.

Porque Seungkwan era apenas de Hansol, e Hansol apenas seu.

Entregues, de corpo e alma. Dois corações, unidos em apenas um. Eram apenas eles ali. Desfrutando da intensidade de seu amor. Apenas de seu amor. Unicamente, dos dois.

- Kwannie… ah, my baby Seungkwan.

Os lábios se fundiram num beijo quente, necessitado. A necessidade de estarem conectados de todas as formas. As línguas se entrelaçavam, os dentes mordiam os lábios já inchados, um beijo de uma intensidade única, conseguindo demonstrar ao mesmo tempo o amor genuíno que sentiam e todo o desejo sujo que habitava em seus corpos.

O pau de Hansol se afundando até o máximo, levando Seungkwan ao nirvana, ao seu ponto alto, ao extremo prazer. O orgasmo veio arrebatador para os dois.

Forte, intenso, destruidor.

A água que os cercava parecia ferver, o casal tremia, sofrendo os espasmos brutais, completamente exaustos.

A calmaria agora os rodeava, os sorrisos bonitos e apaixonados nos lábios de ambos, ainda estavam conectados fisicamente, por suas almas também, apenas o olhar demonstrava o que sentiam, palavras não eram necessárias, mas mesmo assim, insistiam em expressar por meio delas o quanto se amavam. Seus olhos sorriam igualmente.

- Eu amo você, my Boo.

- Eu amo você, meu Vernonie.

Seungkwan nunca imaginaria que um banho de banheira com seu noivo poderia ser tão proveitoso.


Notas Finais


E É ISSO AÍ!!!! KSJKSKAKA

aí, tô nervosa~ espero mesmo que você tenha gostado e aaaaahhhh >< que nervoso /socorrooooooooooooo

Um beijão pra você Bia, e aos outros muito obrigada por lerem bolinhos *3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...