História Bubblegum Bitch - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Daddy Kink, Lemon, Pwp, Sadomasoquismo, Taekook, Vkook
Exibições 540
Palavras 3.220
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


E aii pessoal, aqui estou eu mais uma vez com uma pwp, ai desculpem, só penso nos otp fazendo essas coisinhas skdjsjd

Enfim, boa leitura a todos!

Capítulo 1 - I miss u, Daddy


Dois dias...

 — Já fazem dois dias que o meu Daddy não me da atenção Minnie – diz Jeongguk enquanto choraminga para o amigo.

Taehyung esteve muito ocupada com o trabalho, o que faz com o seu Baby passe a ficar chateado e desconfiado do sentimento do maior por ele.

 — Não se preocupe Kookie, seu Daddy deve ter um bom motivo pra isso... – Jimin acaricia os fios do mais novo enquanto diz palavras de conforto para o mesmo.

Jimin é o vizinho e melhor amigo de Jeongguk, ambos se conhecem desde criança, logo quando o menor se mudou para o mesmo prédio acabaram criando uma forte amizade, onde compartilham segredos e apóiam um ao outro.

 — Eu tenho medo... medo de não ser mais o suficiente para ele, e se ele não me amar mais? Não consigo imaginar o que faria sem o meu Daddy ao meu lado.

 — Kookie ah, não diga isso, porque não faz algo para chamar a atenção dele?  Pense em algo que faça com que ele seja capaz de deixar o trabalho de lado e fazer o que você deseja.

 — Minnie você me deu uma ótima idéia. – diz Jeongguk animado, e logo se levanta dando um beijo estralado da bochecha do amigo e indo as pressas para o apartamento que divide com Taehyung.  

 

Taehyung sempre foi muito atencioso com Jeongguk, sempre satisfazia os gostos do menor, sempre o dava carinho, porém não tem tido muito tempo para dar a atenção que seu Baby merece, e isso o fazia sofrer também.

Jeongguk estava disposto a fazer Taehyung o dar atenção de qualquer jeito, até fazer coisinhas que o seu Daddy o proibiu fazer...

 

Jeongguk dirigiu se até o guarda roupas e retirou de lá uma caixa, onde continha brinquedos que seu Daddy gostava de usar nele, porém foi proibido de brincar sozinho e sem permissão, sabendo como Taehyung ficaria bravo caso fizesse isso, Jeon teve a idéia de gravar um pequeno vídeo, fazendo coisas que seu Daddy com certeza iria querer o punir mais tarde.

Lá estava o menor, de cinta liga, meias 7/8 rosa bebe e uma calcinha que nada cobria, do mesmo tom que as meias. Escolheu um vibrador rosa pink, posicionou a câmera e sentou se na cama entre as pernas, e começou a gravar.

Começou a passar suas mãos sobre seu corpo, apertou seus mamilos e deixou um pequeno gemido escapar, já estava excitado só de imaginar seu Daddy o tocando sem pudor. Levou as mãos até sua ereção, onde pressionou o polegar na glande espalhando o pré-gozo que já estava expelindo.

Jeongguk tinha coxas fartas, pele branquinha e uma bunda redonda e grande, tinha um rosto angelical, lábios finos e vermelhos, olhos negros e intensos, porém que sempre passava um ar de inocência, cabelos tingidos de loiro e pequenas argolas nas orelhas, apenas as colocou pois Taehyung o disse uma vez que ficaria mais sexy caso usasse brincos.

Pegou o vibrador e o levou até a boca, enquanto o lambuzava imagina seu Daddy fodendo sua boca até se engasgar. Quando julgou que o vibrador estava bem lubrificado virou de costas deixando suas nádegas expostas para câmera e levou dois dedos até sua entrada, que já se encontrava pulsante.

Colocou se em uma posição onde sua bunda ficasse bem empinada para a câmera. Não tirou sua calcinha, apenas a colocou para o lado e penetrou o vibrador de forma lenta em sua entrada, e soltou um gemido quando o objeto entrou por completo, maltratando sua próstata. Começou com estocadas lentas e intensas, sempre que o vibrador acertava seu ponto de prazer gemia alto o nome de seu Daddy.

Quando sentiu que iria chegar a seu ápice Jeongguk mudou de posição, sentou se de lado, deixando seu pênis amostra, e começou a subir e descer em cima do objeto, enquanto fazia movimentos rápidos em sua extensão, não demorou muito e logo gozou, e deixou com que o líquido escorresse por seu pênis e caísse sob os lençóis da cama.

Agora só faltava clicar o botão de enviar e pronto, Taehyung iria voltar para o seu Baby.

“Sinto tanto sua falta.., tenho me sentido tão sozinho, eu até me toquei, bem lá no meu buraquinnho... eu sei que o Daddy mandou eu não fazer isso, mas não pude evitar, sinto saudades”.

Você enviou um vídeo.

 

Após enviar o vídeo inúmeras coisas se passava pela cabeça do menor, será que seu Daddy iria gostar, ou iria ficar chateado, mal podia esperar pela punição que iria receber e finalmente iria ter Taehyung de volta pra si.

Quando terminou de se limpar e trocar os lençóis de cama ouviu seu celular tocar, olhou a tela e viu que era Taehyung, não conseguiu controlar a ansiedade e as borboletas no estomago.

 — Baby? – diz Taehyung com uma voz mais rouca e sexy do que o normal.

 — Sim Daddy, sou eu – diz o menor com uma voz embargada, Taehyung lhe causava sensações que nem ao menos ele sabia explicar.

 — Eu estava no meio de uma reunião quando vi sua mensagem, ah Baby, sabe onde estou agora? Estou no banheiro da empresa, com uma ereção no meio da pernas, tudo isso por você se tocando de forma tão sem vergonha.

 — Porque fez isso se sabe que eu te proibi? – a voz de Taehyung parece um pouco alterada e Jeongguk fica com receio de responder.

 — Responda Baby – Taehyung diz enquanto aumenta o tom de voz.

 — E-Eu senti sua falta... – diz o menor com a voz mais inocente que conseguiu fazer.

 — Você foi uma garoto tão mal, estou saindo agora mesmo do trabalho, quero que me espere do jeito que esta, hoje você recebera uma lição por ter quebrado minhas regras.

 — O-Ok Daddy, estou esperando por você.

Após isso Taehyung desligou a chamada e caminhou para seu carro, estava furioso com seu Baby e iria puni-lo devidamente quando chegasse em casa

 

Jeongguk se apressou e foi tomar um banho, adorava se banhar com loções perfumadas de rosas e até mesmo doces. Não trocou suas meias, substituiu a calcinha anterior por uma com rendas, sabia como Taehyung gostava de o ver assim. Apenas colocou um moletom também rosa bebe, que continha uma legenda escrito “bubblegum bitch” na cor branca, presente que foi dado por seu Daddy quando fizeram sua primeira viagem.

 Pouco tempo depois foi  ouvido o barulho da porta sendo aberta, era Taehyung, seu Baby foi diretamente de encontro com o mesmo e o abraçou, como se não o visse a anos.

Taehyung retribuiu o abraço na mesma intensidade que o menor, assim como ele estava com muitas saudades.

 — Daddy, você esta bravo comigo? – Jeongguk diz de forma manhosa enquanto da um beijo no pescoço de Taehyung e sente o cheiro adocicado do perfume do mesmo.

Taehyung soltou um riso fraco, Jeongguk sempre conseguia tudo quando usava sua inocência e manha a seu favor.

 — Eu não estou bravo Baby, apenas chateado por você ter me desobedecido – diz Taehyung enquanto desliza as mãos pelas coxas do menor, e as levanta para que ele fique em seu colo.

 — Aliás, você esta tão lindo com essa roupa, te ver assim só me da mais vontade de acabar com você  - Jeongguk arfa enquanto seu dono diz essas coisas próximo ao seu ouvido e suga de forma provocativa o lóbulo de sua orelha.

 — Então me puna por ser um garoto tão mal Daddy, eu farei o que você quiser – diz o mesmo tentando segurar os gemidos que insistiam em sair por conta das caricias de Taehyung.

 — É claro que fará Baby, afinal de contas, você pertence a mim. – dito isso Taehyung não espera mais nada e ataca os lábios do menor.

O beijo acontece de forma intensa e necessitada, Jeongguk desliza suas mãos dos ombros e agarra os cabelo da nuca do maior, enquanto arranha o local e arfa durante o osculo, pois Taehyung aperta suas nádegas com uma força extrema.

Taehyung anda as cegas pelo corredor sem quebrar o osculo com o menor, até que chega ao quarto de ambos, onde joga Jeongguk na cama e avança em cima do mesmo.

 — Me diga Baby, no que você estava pensando enquanto brincava sozinho? – diz o maior enquanto morde o lábio inferior de Jeon e logo depois chupa a pele do pescoço do mesmo.

 — E-Eu pensei no Daddy me fodendo tão fundo, fazendo com que eu implore por mais  – Taehyung não se controla e acerta um tapa nas coxas do menor, que o fazem soltar um gemido arrastado.

  

Jeongguk guia suas mãos até os botões da camisa de Taehyung mas foi impedido pelo mesmo. Seu Daddy tirou seu moletom e agarrou suas mãos as segurando a cima da cabeça do menor.

 — Não pense que me esqueci da sua punição Baby, a partir de agora quero que você só abra a boca para gemer.

Jeongguk só fez assentir pois Taehyung atacou seus mamilos, os chupando e mordendo. Gemeu quando seu dono chupou a pele de sua clavícula que com certeza iria ficar roxa mais tarde.

Taehyung desceu com beijos e mordidas pelo abdômen branquinho de seu Baby, até chegar em sua virilha. Depositou um selar rente ao pênis do menor que gemeu em antecipação porém murmurou frustrado quando Taehyung desceu com mordidas em suas coxas.

 — Baby, vire de costas e empine essa bunda para mim, vou te ensinar como ser um bom garoto.

Jeongguk fez como seu Daddy mandou, encostou sua cabeça no travesseiro e se expôs o máximo que pode.

Taehyung desceu com beijos desde a nuca do menor até suas costas que já se encontrava levemente suada.

 — Eu gosto tanto quando você usa suas calcinhas, Baby – dito isso Taehyung morde uma das nádegas do menor e acerta um tapa que faz com que a pele branquinha fique vermelha na hora. E mais uma vez Jeon não pode controlar seus gemidos.

 — Daddy, por favor, me puna, eu preciso de você dentro de mim – diz Jeongguk enquanto rebola sua bunda no pênis de Taehyung ainda coberto pela que calça, que já se encontra duro. Resultado disso foi outro tapa, mais forte que o anterior.

Taehyung retira seu cinto e o desliza calmamente pelas costas e nádegas do menor. Sem demoras acerta uma cintada do menor que o faz gemer alto.

 — Quero que conte pra mim Baby, uma por uma – Taehyung diz enquanto faz um carinho onde bateu anteriormente.

 — O-Ok Daddy – diz Jeongguk que já esta com poucas lágrimas escorrendo pelos olhos.

Taehyung acerta a primeira cintada, logo seguida da segunda.

 — U-Um, dois, três.... – Jeongguk contou até cinco, seu Daddy havia dado em si cinco cintadas.

 — Esta bom Baby, venha, vire se para mim.

Jeongguk vira se quase sem forças e cai na cama, logo Taehyung ataca os lábios do menor com um beijo intenso e demorado.

Taehyung muda de posição colocando seu Baby em cima de si, que não tardou para começar a rebolar em cima do membro do maior.

 — Daddy, me deixe te chupar? – Jeongguk diz enquanto acaricia a extensão de Taehyung.

 — Eu vou gozar na sua boquinha, Baby  - dito isso Taehyung se levanta e Jeon o segura pela nuca e o beija. Logo depois retira sua camisa e calça, ficando apenas de cueca.

Jeongguk se ajoelha e arranha o abdômen de seu Daddy e o vê jogar a cabeça pra trás, com isso solta um riso malicioso e convencido.

Ainda por cima do pano Jeon lambe toda a extensão do maior, e suga sua glande. Após isso o menor tira a cueca que tanto incomoda e sorri ao ver o membro do mesmo saltar para fora.

 — Me diga, o que você quer Baby? – diz Taehyung enquanto segura seu pênis e acerta batidas leves na bochecha de Jeon.

 — Eu quero chupar você, Daddy – Jeongguk diz e faz uma expressão totalmente inocente e infantil.

 — Abra a boca para mim então – Jeongguk fez o que Taehyung mandou e não tardou para o mesmo enterrar sua ereção em si, logo começando a fricção na boca do menor.

Jeongguk não tirava os olhos do maior, pois sabia como isso o excitava. Lágrimas já saiam de seus olhos e Taehyung só se deliciava com aquilo.

Jeon gemia enquanto chupava seu Daddy, causando vibrações no membro do mesmo. Taehyung retirou sua extensão da boca do menor que logo levou suas mãos ao pênis do mesmo começando uma rápida masturbação.

Seu Baby voltou a colocar o membro de Taehyung na boca, chupando de forma intensa apenas a glande. Já podia sentir o gosto do pré-gozo presente ali.

Taehyung tirou o membro da boca do menor que fez um barulho um tanto quanto excitante, e começou a se masturbar. Quando sentiu que iria gozar mandou Jeongguk abrir a boca e gozou no rosto e boca do menor, que logo tratou de engolir tudo.

O maior se abaixou e levou seus dedos ao rosto do menor para limpar o liquido, mas Jeon pegou seus dedos e os chupou, sugando todo o sêmen da mão de Taehyung.

 

Taehyung agarrou Jeongguk pelas coxas e o jogou na cama. Logo após isso o atacou com um beijo quente e intenso, seguidos de sugadas e mordidas nos lábios.

 — Daddy, eu não agüento mais, me foda, por favor – diz Jeongguk ofegante e com as bochechas levemente rosadas.

 — Não tenha pressa Baby, ainda quero brincar com você – dito isso Taehyung abriu as penas de Jeongguk de forma que sua entrada ficasse exposta pra si.

 

Taehyung tirou a calcinha de Jeongguk e levou suas mãos até o pênis do mesmo começando uma lenta masturbação fazendo o menor arfar. Após isso começou a distribuir beijos e mordidas nas coxas de Jeon, e introduz a língua na entrada do mesmo, a sugando, sem parar os movimentos das mãos em seu membro, fazendo com que o menor solte um grito como resposta.

O maior levou a boca até o membro de Jeongguk, soprando sua glande e logo depois enfiou toda a extensão do mesmo dentro de sua boca. Taehyung chupava seu Baby de maneira rápida e afoita, enquanto acaricia a entrada do menor, ameaçando o penetrar, sentindo o mesmo se contrair com seu contato.

Jeongguk gemia alto, não conseguia se controlar quando recebia caricias de Taehyung, era torturado pelo maior e amava aquilo, seu Daddy o chupava e dava tapas em suas coxas ao mesmo tempo, sentia se no céu com as sensações que o mais alto proporcionava a ti.

Taehyung ora chupava o pênis de Jeon, ora sugava sua entrada, enquanto se deliciava ouvindo os gemidos do mesmo.

 — Bebe, você gosta quando o Daddy te chupa aqui? – diz Taehyung voltando a chupar a entrada de Jeongguk, dessa vez dava sugadas mais intensas que as anteriores.

O menor mal conseguia assimilar as palavras de Taehyung, estava extasiado com tudo aquilo, só conseguia se concentrar nos movimentos maravilhosos que a língua de seu Daddy fazia em si.

 — Me responda, ou irei parar, Bebe – dito isso Taehyung retirou sua língua da entrada de Jeongguk e passou a masturbar o pênis do mesmo.

 —E-Eu gosto muito, mas preciso tanto do Daddy me fodendo, do jeitinho que só você faz – Jeongguk diz ofegante e de maneira manhosa.

Taehyung se levantou e pegou a mão de Jeon, separando dois dedos e levando a boca do mesmo, que o olhou com uma expressão confusa.

 — Agora você vai chupar os seus dedos como se fosse meu pau, e ira enterrá-los bem fundo, dentro do seu buraquinho, Baby.

Jeongguk murmura manhoso mas logo faz o que seu Daddy mandou, começou a chupar seus dedos sem tirar os olhos de Taehyung, enquanto acariciava seus próprios mamilos ao mesmo tempo. Pouco tempo depois penetrou dois dedos de um vez dentro de si, e gemeu alto, enquanto observa o maior começando uma masturbação vendo a cena de si se tocando.  

Taehyung já não aguentava mais e logo foi de encontro aos lábios de Jeon, lhe deu um beijo mais intenso que os outros e logo o virou de costas, fazendo com que a bunda do menor ficasse exposta pra si.

Jeongguk começou a rebolar rente ao pênis de seu Daddy, que não tardou e o penetrou de uma vez, fazendo o menor rebolar e se empinar mais ainda.

As estocadas aconteciam de maneiras intensas e rápidas, Taehyung não se importa com o barulho da cama se chocando com a parede, ou com o som dos gemidos de ambos ecoando pelo cômodo. Só conseguia pensar em como seu Baby ficava lindo, corado, ofegante e totalmente exposto pra si.

 — Bebe, você tem noção do quanto eu senti vontade de te foder quando vi seu vídeo?  — Tem noção de como fica gostoso quando usa essas meias e calcinha?  — De que quando você é um menino mal me deixa mais louco por ti? – a cada  pergunta feita era um forte estacada que Taehyung dava no menor.

O maior se retirou de dentro de Jeongguk e o colocou em seu colo, que não esperou nada e sentou de um vez no pau de seu dono. Taehyung desferias forte tapas nas nádegas do menor enquanto chupava a pele de seu pescoço, deixava marcas para que todos vissem que seu Baby tinha dono.

 — Como eu amo ouvir você gemendo igual uma putinha pra mim Baby – diz Taehyung enquanto joga a cabeça para trás sentindo Jeongguk subir e descer em cima de ti.

 — Eu sou a sua putinha, Daddy – Jeon diz rente ao ouvido do maior, e suga o lóbulo do mesmo.

Taehyung sentiu uma forte fisgada eu seu pênis após ouvir as palavras do menor. Agarrou o mesmo pela cintura e colou seu peito com o dele, e passou a estocá-lo rapidamente, fazendo com que a próstata de Jeon fosse atingida consecutivamente.

 Jeongguk enterrou seu rosto na curvatura do pescoço do maior, gemendo rente ao ouvido do mesmo e sugando a pele de seu pescoço. Não demorou muito para que ambos chegassem aos seus limites, Jeongguk sujando o abdômen de ambos e Taehyung se desmanchando dentro do interior do menor.

 

 — Eu estava com tanta saudades Daddy – diz Jeon enquanto abraça Taehyung.

 — Eu também Baby, saiba que eu nunca irei deixar de te amar viu? Mesmo que eu fique um pouco ocupado – Jeongguk fez uma careta, pois seu dono ficava muito ocupado – por conta do trabalho sempre penso em você, o tempo todo. – Taehyung diz enquanto acaricia as costas do menor e da beijinhos em sua bochecha.

Jeongguk saiu de cima do colo de seu Daddy e se aninhou no ombro do mesmo, estava extremamente cansado, só queria ficar agarradinho com Taehyung, sem pensar em mais nada.

 — Eu te amo também Daddy, e muito – dito isso Jeongguk da um selinho em Taehyung e logo cai no sono.

Ambos se amavam, mesmo com as complicações que apareciam, nunca iriam deixar de sentir o sentimento intenso um pelo outro.

Jeongguk agora já sabia como chamar a atenção de seu Daddy, e com certeza iria fazer coisinhas assim de novo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...