História Bubbline e gumlee serã que existe - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura
Personagens Cake, Finn, Fionna, Hudson Abadder, Jake, Lord Monocromicórnio "Lormo", Marceline, Marshall Lee, Personagens Originais, Princesa Jujuba, Principe Chiclete, Rainha Gelada, Rei Gelado, Sr. Porco
Tags Amor, Bonnie, Bubbline, Foda, Gumlee, Homosexuais, Marceline, Sexo, Traição, Vingança
Exibições 30
Palavras 631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Fofa te love


Fanfic / Fanfiction Bubbline e gumlee serã que existe - Capítulo 4 - Fofa te love

Marceline

Eu iria ajudar o marshal com sabe se la o que esse garoto vai fazer mais agora vou me arrumar pois vou sair com a Bonnie .

Coloquei uma calça jeans branca com flores rosas e uma blusa arrebata preta com detalhes dourados.

Préparei um jantar a luz de velas para nos duas na minha cabana a beira de um lago com água cristalina mais estou preocupada com o marshal pois aquele lugar mudou tanto meu pai tenho medo que o mude também meu pai virou um fanfarrão que fica com todo mundo e o gumbal ama tanto ele se ele sair machucado ai me preocupo com isto amanha, hoje sou só eu e ela.

Bonnie

Estou usando um vestido verde com estrelas roxas e uma sapatilha rosa vou pra cabana do lago da Marcinha ai será que rola algo mais por mim sim(͡° ͜ʖ ͡°).

Ela chegou e estavamos indo quando chegamos havia um caminha feito de rosas brancas ficou tão lindo ainda mais naquela grama verdinha.

Eu:marcy já lhe disse que te amo mulher.

Ela me deu um beijo e me puxou para dentro da cabana tinha uma mesa pra duas comcintura ficamos ato favorito macarronada comemos e depois veio a sobremesa era morango com morangos.

Marc:gostou bonniezinha?

Bonnie:se eu gostei podia te encher de beijos que saber não vamos ficar só na teoria.ataquei seus lábios e ela segurou minha cintura separamos o beijo por falta de ar.

Marcy:antes de qualquer coisa quero que você ouça a musica que eu fiz pra você amor.e ela pegou seu baixo e começou a tocar.

por você faço de tudo te dou o mar e as estrelas junto com a chave do meu coração.

Garota o seu jeito sem jeito de algum jeito me conquistou e o amor que eu sinto por você nunca se acabou.

O amor ao seu lado e  explicável sinto borboletas no estômago só seu lado e você e a pessoa mais adorável que já conheci por esse motivo te escolhi minha amada bonnibel. 

Bonnie:eu já falei o quanto você e perfeita mulher.e a beijei esse beijo foi ainda mais quente, minhas mãos percorriam seu corpo inteiro, entraram por baixo de sua blusa e a arrancaram levemente, deixando à mostra seus belos seios peguei-os fazendo massagem circulares por volta dos mamilos enquanto beijava e dava leves mordidas no pescoço, descia minha boca pelo corpo sensível e seus gemidos ficavam mais intensos. Abocanhei seu mamilo esquerdo enquanto acariciava o outro, fazendo movimentos com a língua acompanhados por leves chupões. Enquanto chupava seu mamilo desci minha mão até seus quadris e logo depois a enfiei por dentro da roupa de baixo, passei os dedos em seu sexo massageando seu clitóris. Nossa, como está molhada!


Marcy estava ofegante, mexendo os quadris no mesmo ritmo que meus dedos em sua intimidade. Desci a boca em direção a sua barriga, beijando e dando leves mordidas, a cada mordida ela se arrepiava e contorcia de prazer. Tirei seu short e calcinha rapidamente e continuei descendo com a boca até chegar na sua intimidade. Passei a língua por volta de todo seu sexo delicadamente e dei algumas mordidas na parte de inferior de suas coxas e logo voltei para sua intimidade, abocanhando logo seu clitóris, chupando-o sem sessar. Marcy já não conseguia controlar seus gemidos, segurando em uma das minhas mãos me arranhando loucamente. Desci a língua em direção à entrada de seu sexo enfiando a língua como uma falsa penetração. Subi novamente para seu clitóris enquanto acariciava seu sexo e após fazer movimentos circulares com o dedo, introduzi-o em sua vagina, marcy quase gritou de prazer. Fui acelerando o ritmo com a penetração enquanto chupava seu clitóris com a mesma intensidade. Marcy não demorou para chegar ao orgasmo, soltando alguns gritos sem perceber.

Ela dentou ao meu lado e me abraçou.

Marcy:como eu te amo.me beijou e dormimos de conchinha.


Notas Finais


Te❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...