História Bubline: os opostos se atraem - Capítulo 92


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura
Personagens Brad, Cake, Finn, Fionna, Jake, Lady Íris, Litch, Marceline, Marshall Lee, Mordomo Menta, Personagens Originais, Princesa Caroço, Princesa De Fogo, Princesa Jujuba, Principe Chiclete, Príncipe de Fogo, Rainha Gelada, Rei Gelado
Tags Bubbline
Exibições 32
Palavras 1.464
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Fantasia, Hentai, Magia, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Daqui a pouco tem mais um, desculpe não ter postado de manha, acabei acordando tarde gente

Mas...ignorem os erros e boa leitura

Capítulo 92 - "Não quero ter o prazer de te machucar"...


Fanfic / Fanfiction Bubline: os opostos se atraem - Capítulo 92 - "Não quero ter o prazer de te machucar"...

              Pov's Lola on

Acordei e estava na enfermaria. Leventei a cabeça, mas ao fazer isso, minha cabeça doeu. Uma dor insuportável. Então deitei novamente na cama

Minha vista estava meio embaçada. Eu então lembrei de tudo, do que eu vi, do que eu presenciei, então minha cabeça doru mais ainda

"Droga!"

Levantei daquela cama, e peguei meu sapato de salto alto na mao, e fui andando descalço pela enfermaria.

Quando resolvi abrir a porta pra sair, meu estomago revirou. Fui correndo, pelo menos tentei, pois, minhas pernas ainda estavam meio fraquejadas, abri a porta do banheiro e fui pro primeiro boxe. 

Me ajoelhei no chão e senti a substancia vindo a tona

Estava ali, jogada naquele chão vomitando, os enfermeiros deviam ter me dado alguma substância, enquanto estava inconsciente.

Depois de botar tudo pra fora, sai do banheiro e ao entrar novamente na enfermaria, me reparo com Trice

-ta tudo bem contigo ?? - a mesma disse correndo ate mim

-sim Trice, esta tudo bem comigo. SSó estou cansada -dassentidormir tau

a mesma me olhou com um olhar triste

-eu sinto muito -ela disse segurando minha mão

-tudo bem -eu disse dando um sorrisinho de canto -trice...quem sabe o motivo pelo meu desmaio? -perguntei

-eu, pois, na hora estava perto e pude ver as suas primeiras reações, fui eu que a trouxe pra cá -ela disse e agradeci, então ela continuou -Cássia sabe, Lucas sabe e... Só -ela disse

-ta bem... -eu disse

-você ficou desmaiada por 5 horas, agora já são 2 horas da tarde. -ela disse e eu fiquei meio surpresa

-então vou pra casa -eu disse

-eu também. Quer uma carona? -ela perguntou e eu assenti

Fomos ate sua moto, e ela me levou pra casa. Chegando lá se despediu e foi pra mansão

Entrei em casa e mamãe e papai já vieram me abraçar

-oh querida, esta tudo bem contigo? - mamãe perguntou

-o que houve ??- papai perguntou

-eu só... Fiquei fraca e desmaiei, só isso -eu disse

-esta tudo bem mesmo? -mamãe perguntou

-sim mãe, sim pai. Eu estou muito bem -disse

-okay então. o café da tarde fica pronto em duas horas -mamae disse e eu assenti

-esta bem, eu vou subir.pro meu quarto ta? -eu disse e eles assentira

Fui pro meu quarto e chegando no mesmo bati a porta, ao fazer isso meu irmão entrou

-Lola, você está bem? -ele perguntou já me abraçando

Com toda força que eu tinha o empurrei, me separando de seu abraço, e dei um passo pra trás

-como você tem coragem de chegar aqui, me dar um abraço, perguntar se ta tudo bem, depois daquilo Lucas -eu disse num tom de voz alto

- Lola me entenda, eu não tive culpa, ela começou a dar encima de mim, e ela me beijou! Eu só...retribui

-não! Eu não te entendo Lucas. Nenhum irmão, retribuiria o beijo da pessoa que a irma mais gosta. Como se sentiria se eu beijasse o Bryan? -eu disse e ele abaixou a cabeça

-já disse que não foi minha culpa Lola. Já pedi desculpas a você. Quer que eu faça mais o que 

-quero que saia imediatamente do meu quarto, e não olhe mais na minha cara. A partir de agora eu não tenho irmão algum -eu disse e lagrimas começaram a brotar em meus olhos, mas nem liguei

-mas Lola...

-nnão quero saber, sai do meu quarto agora! -eu disse gritando -você não é meu irmão! - eu disse e ele saiu batendo a porta

Deitei na minha cama e me pus a chorar

"Como vocês tiveram coragem de me fazer uma coisa dessas?"

Eu não parava de lembrar daquela cena, a cena na qual depois que vi, fiquei inconsciente

               Flashback on

Estava andando pelo corredor, prachegar logo em minha sala quando me deparou com a pior cena de minha vida

Lucas e cassia estavam se beijando, lucas apertava sua cintura, enquanto Cassia  entrelaçava uma de suas pernas nele, aquele não era um beijo forçado

Aquele era um beijo cheio de prazer e desejo, e então eu desmaiei, não vendo mais nada

               Flashback off

Resolvi tomar um banho, entrei no banheiro e liguei o chuveiro, senti a agua batendo em minhas costas e logo escorregando pelo meu corpo, aquela sensação me acalmava.

              Pov's Suzanne on

Estava em meu quarto, deitada na cama, sem nada pra fazer. Então resolvi ir a casa de Alice. Vesti um vestido preto da cintura pra cima com detalhes de renda e creme da cintura pra baixo, Rodadinho, vesti um sapato de salto alto creme e fui

Chegando na casa de Alice, toco a campainha e quem abre é Beatriz

-olá -digo e a mesma me olha incrédula e ao mesmo tempo confusa

-O que ta fazendo aqui? -ela pergunta meio nervosa

-vim ver Alice -eu digo com um sorrisinho e a mesma olha pra trás e grita:

-Alice!!!! - então se vira novamente.pra mim -se cvocê ousar encostar em um fio de cabelo dela, eu quebro esse seu pescoço -ela disse e eu olhei pra ela sorrindo

-sabe a nossa diferença Trice? -eu perguntei e logo continuei -você só faz ameaças, já eu, ajo, você não sabe ajir. Talvez seja por isso que tenha sido machucado por mim. Por ser tao tola -eu disse e a mesma tinha raiva em seus olhos

-você é uma pessoa má, como um dia pude ter gostado de você -ela disse incrédula

-fácil. Porque você é fácil de se enganar. Você é nada mais, nada menos, que uma pessoa fria e egoísta. Você queria ta a um passo a frente de sua irmã, e conseguiu tendo algo comigo.

-eu não sou egoísta-ela qquase gritou

-essa é a mentira que inventa pra você mesma Trice - eu disse com um sorriso em meu lábios e quando Beatriz ia responder, Alice chegou

-Ooi -ela disse me dando um beijo na bochecha

-ooi Ally -eu disse dando um beijo em sua bochecha

-vamos onde? -ela perguntou

-onde você quiser -eu disse e a mesma deu um sorriso de orelha a orelha

-okay, então vamos -ela disse me puxando pelo pulso

Beatriz fechou a porta e entrou em sua casa, enquando eu entrava no cardo cor de rosa de Alice (lamborghini)

Alice entrou no carro, ligou o mesmo e deu partida

-eu quero ir no cinema. O que acha? -ela perguntou

-acho uma bela ideia - eu disse

Fomos ao shopping, e no caminho ouvindo músicas da Melanie Martinez

Agora tocava a música "milk and cookies", uma das minhas músicas favoritas

Quando funaente chegamos no shopping, estacionados o carro e entramos

Fomos ao cinemark, e assistimos um filme de terror 

                      ***

-alice calma, é só um filme -eu disse, pois, a mesma estava colada em mim 

-eu tenho medo Suzi -ela disse agora colocando seu rosto em meu pescoço, eu podia sentir sua respiração nele, então logo senti uma mordida, eu senti uma dorzinha, mas uma dor excitante

-Ally, não faz isso -eu disse e ela parou de morder e me olhou

-porque não? -ela perguntou

-porque eu não quero ter o prazer de te machucar -eu disse

-você não vai -ela disse

-eu vou sim e sabe como eu sei disso? Por que eu Machuco muitas pessoas -eu disse

-nunca machucou seus pais -ela disse

Cheguei perto de seu ouvido e sussurei:

-eu já dei três facadas na barriga de minha mãe, enquanto dormia e dois tiros no meu pai, enquanto dizia que eu iria ficar de castigo -eu sussurei baixinho e quando olhei pra Ally, a mesma se encontrava assustada

-você matou seu pai, quando tinha 7 anos -ela disse e eu assenti -eu... Eu preciso ir - ela disse e saiu correndo, enquanto eu continuei a ver o filme ate o final

Quando acabou fui pra casa, e no caminho comprei o meu sorvete favorito, de creme com marshmallow, e depois fui pra minha casa

Entrei e fui diretamente pro meu quarto, todo azul, decidi tomar um banho. Tomei e banho e deitei, e acabei dormindo.

         Pov's Alice on

Não acredito nisso, ela matou seu pai, entao...ela realmente machuca todos, eu amo tanto ela

Estava sentada em frente a minha escrivaninha, com a cabeca apoiada nas maos chorando, ate que ouço a minha porta sendo aberta

-Alice? -ouvi a voz de minha irmã 

-o que você quer? -perguntei secando as lagrimas

-quero saber o que ela fez pra você amor -ela disse se agachando na minha frente

-nada -eu disse

-Alice fique longe dela, ela é uma pessoa horrível - Bia disse

-não é não! -eu disse gritando

-escuta Alice, você lembra quando eu cheguei aqui com dor na costela -ela perguntou e eu assenti, então ela continuou -aquela dor que eu sentia, não era mal jeito, e sim alguns cortes

-cortes?! -eu perguntei surpresa

-sim... Suzanne estava puta comigo, dizendo que eu era fraca por ta chorando pelo.simples término. Estava puta porque eu acabei dizendo que ela não passava de uma vadia e filha da puta. EEntão por raiva ela me cortou, e foi sorte eu sair viva de lá, perdi muito sangue -ela disse 

-vai embora -eu disse apontando.pra porta de olhos fechados,enquanto sentia lagrimas escorrendo pelo meu rosto

Ouvi os passos dela ate a porta e então a mesma fechou a porta

Abri meus olhos e comecei a soluçar. Estava péssima





Notas Finais


Espero que tenham gostado, deixe seu comentário e beijuuuuusss amoreeeez


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...