História Bubline: os opostos se atraem - Capítulo 93


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura
Personagens Brad, Cake, Finn, Fionna, Jake, Lady Íris, Litch, Marceline, Marshall Lee, Mordomo Menta, Personagens Originais, Princesa Caroço, Princesa De Fogo, Princesa Jujuba, Principe Chiclete, Príncipe de Fogo, Rainha Gelada, Rei Gelado
Tags Bubbline
Exibições 40
Palavras 1.270
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Fantasia, Hentai, Magia, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ignorem os erros e boa leitura

Hoje de madrugada vai ter mais um cap ta legal pessoal?

Capítulo 93 - "Tag you're It"...


Fanfic / Fanfiction Bubline: os opostos se atraem - Capítulo 93 - "Tag you're It"...

        Pov's Suzanne on

Levantei de minha cama. Tomei banho e fui me trocar. Coloquei um vestido creme e dourado e um salto também

Peguei minha bolsa e fui ate a sala, pegando meu celular, que se encontrava no carregador e depois sai

Fui ate a sorveteria e comprei um sorvete de creme e marshmallow, meu favorito hahaha

Paguei e sai da sorveteria, fui ate a pracinha que ficava a alguns metros dali e sentei hoje no tronco de um arvore com folhas rosas

Enquanto comia meu sorvete olhava a paisagem, ate que ouço alguem me chamar

-Suzanne -olhei pra baixo e vi Ally

-Ally! - falei surpresa -que bom te ver, como vai -disse saindo da arvore a agora limpando meu vestido

-você já tentou esfaquear minha irmã - ela disse e tirei meu sorriso do rosto, apenas a olhando curiosa

-ela não mereceu? -perguntei

-ela só te chamou de vadia psicopata -ela disse e eu dei um sorriso balançando minha cabeca negativamente

-esse é o problema, como ela pôde me chamar daquilo, sendo que ela é uma pessoa fria e eegoísta -ese e ela me fitou

-isso não lhe da o direito de machucar ela -Ally disse e fiquei surpresa

-sabe...você também ama machucar pessoas Ally. Qual o problema de eu machucar também? Porque esta tao preocupada com uma irma que nem afeição direito, você sente -eu perguntei

-o problema é que...se fez isso com Bia, o que iria fazer comigo? -ela perguntou e eu segurei suas mãos

-Alice Bubblegum Abadeer, eu tenho certeza absoluta que...jamais serei de alguem -eu disse e ela me fitou tristonha

-mas...não pode ficar sozinha, e nosso beijo? -ela perguntou e eu suspirei sorrindo

-Ally, não nego que sinto uma atração muito forte por você, mas como poderia ter algo com você, sendo que...você se preocupa com pessoas que eu Machuco, e mesmo com você continuaria machucando quem eu quisesse, e se tentasse me impedir, machucariam você também -eu disse e Ally pareceu compreender

-não estou preocupada com minha irmã -ela disse e eu fiquei meio surpresa

-com o que então? -perguntei

-comigo, estou preocupada sobre eu me machucar -ela disse e assenti

-entendo... Bom... Saiba que toda escolha tem seu lado bom e ruim -eu disse e a mesma assentiu

-okay...

-quer sorvete? -perguntei oferecendo e a mesma que antes estava com uma cara seria, agora abriu um sorriso e comeu o sorvete, enquanto saboreava pude ver suas pernas ffraquejaram e então, ela desmaiou ali, na minha frente.

Peguei ela no colo, e levei a minha casa, pois ficava pertinho.

            Pov's Cassia on

-Você me machucou como jamais achei que machucariam Cassia!! -meu irmão gritava entre soluços, e eu chorava

-desculpa -eu corri pra abraça-lo mas o mesmo me empurrou fazendo eu cair no chão

-não encoste em mim Cássia, você se acha melhor que eu, mas você não é, e JAMAIS será!!!! -ele gritou cuspindo as palavras

-eu sinto muito, eu não queria...euestava ali conversando com ele e me lembrou lLola e....e eu quis beija-lo, mas foi num momento de...desejo, eu não gosto dele Bryan! -eu disse 

-cala a boca Cassia. Você tem ideia do que fez? Não! VOCE NAO TEM! -ele disse -vvocê me quebrou, você destruiu a garota que mais te amava no mundo, a garota que jamais mentiria pra vo...

-NAO FALA O QUE NAO SABE! -eu gritei o interrompendo -ELA MENTIU SIM PRA MIM! ELA ME ENGANOU BRYAN!!!! ELA SE APROVEITOU DE MIM, DO MEU ESTADO, NAQUELA MALDITA BALADA!!

-não seja idiota Cássia, você que seduziu Lola, Lola jamais faria isso com você. JAMAIS. -ele disse

-cala a boca Bryan, você não a conhece! -eu gritei com ele s o mesmo avançou pra mim e segurou meus ombros forte me chaqualhando

-o que conhece daquela garota cassia!!!??? -ele cuspia as palavras -você é burra! Você é uma...uma...

-UMA O QUE? -eu gritei sentindo minhas lagrimas caírem de meus olhos

-uma puta, uma puta Cássia! -ele disse e então o empurrei com toda força que tive e sai correndo daquele quarto

Fui pra meu quarto e comecei a chorar desesperadamente, era pra afetar a merda da Lola, não meu irmão, mas não queria que ela desmaiasse, não foi...intencional, eu não sabia que ela ficaria assim

"Desculpe Bryan, desculpe Lucas, desculpe....foda-se"

            Pov's Julia on

Estava no celular conversando com Bibi, estávamos planejando fazer uma festinha surpresa pra Lola, pois o aniversario dela iria ser dia 08 de abril

Anunciei a Bibi que já voltava e fui tomar banho, enquanto tomava banho, senti uma pontada no coração, como uma dor, parei na hora e desliguei o chuveiro

Vesti um shorts jeans e uma camiseta justa branca e minha sapatilha branca com um lacinho dourado e peguei meu celular saindo do quarto e logo pegando minha moto e dando uma volta

Estava com um pressentimento ruim, alguem estava em perigo

"Mas quem?? Quem esta?"

Perguntei a mim mesma, porem,.não obtive resposta, a cada acelerada naquela moto, meu coração dava mais pulos e aceleradas, eu estava com medo

           Pov's Suzanne on

E lá estava Ally, dentro de minha TV, fazendo biscoitos com leite pra mim, enquanto eu ficava sentada apenas observando

Quando ela terminou fui ate a salae comi seus biscoitos e ela sentada,  me olhando confusa

Os biscoitos tinha gosto de marshmallow, amarrei ela na cadeira e sentei em sua frente arrumando meu vestido

-que tal brincarmos? -eu perguntei 

-claro! -ela disse com um sorriso como se entendesse

-eu faço um pergunta e se não responder certo...bom... -ela chegou perto de meu ouvido e disse baixinho -eu te Machuco fisicamente -eu disse ela engoliu a seco -mas se acertar eu lhe devo um beijo -eu disse e isso pareceu tranquilizala

-o-okay -ela disse

-vamos começar então...qual Minha mmúsica favorita? -eu perguntei

-T-tag you're It -ela disse

-muito bem querida -disse segurando sua nuca e aproximando nossos lábios e logo iniciando um beijo

Aquele beijo estava intenso e cheio de desejo, uma coisa que eu não faltava em mim, era desejo por aquela garota que eu beijava agora. A minha CryBaby, que chora, mas é meio psicopata e ao mesmo tempo odeia perder

Quando o ar se fez necessários nos separamos e Alice me fitou com aqueles lindos olhos azuis, e vi uma lagrima descendo de seus olhos

-me deixa ir embora -ela disse

-não quero perder você -eu disse em seu ouvido

-vai me matar? -eu perguntei

-nao. Vou ver se é esperta e resistente -eu disse e a mesma estava assustada

Peguei um furador de gelo, que tinha na câmara que eu estava, porque sempre.precisava dele, pra fazer minhas bebidas mega geladas

Pressionei o furador de gelo em sua perna e a mesma ofegava e então sangue espirrou em meu rosto e Ally gritou numa altura foda....

           Pov's Júlia on

Estava passando por todas as casas, quando passei em frente a casa de Suzanne eu senti dor, tontura e minha cabeça latejava, desacelerei a moto, e assim que desci da mesma tive de me apoiar

"De novo essa sensação de alguem em perigo, céus"

Toquei a campainha e Simon abriu e ao notar que era eu fez cara de surpreso

-Júlia! Que surpresa -ele.disse 

-eu sei, eu posso entrar -perguntei

-claro, eu já estava de saída, então tchau -ele disse deixando eu entrar e logo em seguida indo embora então Fechei a porta

Ao dar um passo a frente, pude sentir uma coisa ruim dentro daquela casa

"Era aqui. Aqui alguem corre perigo"

Fui andando pela casa e a mesmaestava silenciosa, eentão fui vagando pelos corredores, aquela casa era fria.

Cheguei no quarto de Suzanne e nada dela, então percebi que havia um vão atrás do guarda roupa, e ao chegar perto ouvi vozes, então empurrão ele e entrei agora na passagem, parecia uma câmara

Desci as escadas e vi Suzanne de costas pra mim, conversando com Alice que estava amarrada numa cadeira, sua perna com um furador de gelo fincado, seu vestido antes Rosinha, agora numa tonalidade vermelha, seus olhos antes azuis claros, agora azuis marinhos

"Meu deus, preciso ajuda-la"



Notas Finais


Espero que tenham gostado, comentem o que acharam (me anima) e beijuuuus babyeees


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...