História Bubline: os opostos se atraem - Capítulo 96


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura
Personagens Brad, Cake, Finn, Fionna, Jake, Lady Íris, Litch, Marceline, Marshall Lee, Mordomo Menta, Personagens Originais, Princesa Caroço, Princesa De Fogo, Princesa Jujuba, Principe Chiclete, Príncipe de Fogo, Rainha Gelada, Rei Gelado
Tags Bubbline
Visualizações 88
Palavras 1.576
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Fantasia, Hentai, Magia, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ignorem os erros e boa leitura!!

Capítulo 96 - "Me perdoa? Nao!"...


Fanfic / Fanfiction Bubline: os opostos se atraem - Capítulo 96 - "Me perdoa? Nao!"...

Pov's Julia on

-vamos Lis, por favor -ela então olhou pra mim e pareceu compreender o meu olhar de desespero, porem, balançou a cabeça como se tivesse tirando um pensamento e voltou a encarar Suzanne

-vamos diga Lís -suzanne disse e Lis abriu um sorriso sarcástico e logo ficou seria

-essa assassina -ao Lís dizer isso, vi Suzanne arrancar uma adaga de trás de seu vestido e por impulso me coloquei na frente de Lís, fazendo a adaga corta uma parte de meu rosto

Coloquei minha mão em minhas bochechas que agora estavam queimando e sangrando, e uma lágrima saiu de meus olhos, mas eu não deixei que mais nenhuma saisse

-minha irmã não, sua filha da puta -Lís disse e foi em direção a Suzanne, eu estava ajoelhada no chão, mas levantei rápido, e quando fui ajudar Lís Alice me empurrou, me jogando no chão e ficou por cima de mim, segurando meus dois braços

-sua irmãzinha vai se dar mal Julia -Alice disse e pegou a adaga que estava caída no chão, ameaçando abrir os.pontos próximo de meu peito

-por favor, n

-slimpeh -ela.disse

Dei uma joelhada em seu sexo e a mesma me soltou, levantei e vi que não havia Ninguém no pátio e estávamos em um lugar deserto que ninguém poderia nos ver

Pov's Lís on

Estava tentando enforcar Suzanne, ela estava apoiada na árvore e não consegui a se soltar de mim, continuei enforcando ela até senti algo em minhas costas

-LÍS!!!!!!!!!!!! -ouvi Julia gritando, quando fui cair a mesma me segurou e tirou a adaga de minhas costas

-e ae, quem morre primeiro? Vou dar o privilégio de vocês escolherem quem vai primeiro -Suzanne disse

-cala a boca sua puta – Julia.disse se levantando -acha que vai matar uma de nós ? Pois eu te digo que não -ela disse aproximando seu rosto do de Suzanne -AGORA!

Ela gritou e joguei a adaga pra ela e a mesma num movimento rápido, pegou e enfiou na barriga de Suzanne que derramou uma lágrima e caiu no chao

-Suzanne -Alice agachou e começou a chorar -suzanne por.favor não -ela dizia, mas nada adiantava

-Ally... -Suzanne disse e logo fechou os.olhos

-não! Não, eu...eu te amo... -Alice disse 

-você não ama ninguém Alice, no máximo você mesma -eu disse e ela me olhou com lagrimas

-por favor. Eu preciso dela -ela disse quase implorandi

-e o que eu tenho a ver com.isso? – Julia disse

-vocês sabem curar...vocês...vocês sabem fazer magia -Alice.disse entre soluços

-não sabemos do que esta falando -eu disse

-sabem sim, eu vi vocês fazerem isso, eu sei que fazem, você fez isso -ela disse apontando pra mim -eu vi você fazendo magia no quarto de hospital Lís, pra fazer Julia se recuperar logo.-ela disse

-foda-se se fazemos ou não Alice. Não iremos fazer pra essa assassina, aceita, Suzanne Snow esta morta -Julia disse e Alice avançou pra mesma, mas eu empurrei ela pra trás

Pov's Cassia on

Estava naquela sala, ouvindo o professor falar e sozinha, sem meu irmão ou Lola, então depois da chamada Lola saiu da sala e aproveitei esse momento

-professor posso ir só banheiro? -perguntei e o mesmo balançou a cabeça positivamente

Sai da sala e procurei Lola pelos corredores, então a achei na sala de musica, sozinha, tocando notas no violao

-oi -eu disse e quando ela viu que era eu se levantou e disse:

-eu ja estava de saída, pode ficar ai -ela disse e isso me entristeceu

-eu...queria conversar -Eu disse e ela me olhou e sorriu sarcasticamente

-quer conversa?? Sobre o que?? Sobre como.foi a merda daquele beijo que rolou entre você e meu irmão? Ou sobre sua filha da putagem comigo ou simplesmente perguntar se meu dia ta sendo legal? -ela disse e aquilo.doeu

-eu sinto muito se beijei seu irmão, você havia mentido pra mim e eu estava com ra...

-cala a boca! Cala a Boca! Eu nunca menti pra você Cassia -ela disse gritando

-você mentiu sim!! -eu gritei mais

-NÃO EU NÃO MENTI PRA VOCE NEM PRA NINGUEM PORRA! EU ODEIO TE AMAR – ela disse e a empurrei

-nem eu querendo conversar normal você não para de mentir -eu disse

-vai se foder Cassia -ela.disse saindo, mas eu não queria que ela saisse

-Lola espere -eu sai correndo e Fechei a porta rápido, que na estava aberta pois Lola na iria sair

- o que quer Cassia?? -ela disse impaciente

-por favor, vamos conversar -eu disse

-se for pra me chamar de mentirosa não to afim -ela disse

-juro que não

-okay -ela.virou de.costas e sentou no puf e eu fiz o mesmo, sentando de frente pra ela

-Lola, eu...quero te pedir desculpas, por hoje e por aquele dia, eu fui errada em ter beijado seu irmão, eu beijei ele porque lembrei de você, e...peço desculpas. Estava num momento de raiva mas mesmo assim eu fiquei com.o.coração partido de saber que desmaiou e ficou mal -eu disse e ela abaixou a cabeça

-ta bem -ela.disse

-então...me perdoa?

-sabe...a gente conta a verdade, a gente senti algo pela.pessoa, a gente se apega, a gente mostra ser diferente e mesmo assim, o que recebemos em troca é desconfiança, é dor e sofrimento -ela disse e lágrimas vieram a tona -e quando você diz a verdade e a pessoa não acredita você pede perdão. Porque? Porque você não quer ficar longe dessa pessoa, mas mesmo assim ela.não aceita seu perdão e te julga. -quando.da parou de falar, limpou as lágrimas e olhou pra mim -porque devo te perdoar? Você não.me perdôo, você.me fez.sofrer, você beijou meu irmão e você nem sequer lembra da noite.maravilhosa que tivemos -ela disse e quem se quebrou fui eu

-eu...eu peço desculpas -disse

-eu também peço, mas não vou te perdoar -ela.disse e se levantou saindo Daquela sala e se direcionando pra sala de aula me deixando alí desnorteada

Pov's Lola on

Sai daquela sala de musica, e fui pra sala de aula, no caminho trombei com Bryan

-des-desculpe -eu disse quase chorando

-ta tudo bem Cassia?? -ele.me perguntou e coloquei minha cabeça em seus ombros começando a chorar, ele começou a acariciar minhas costas

-ei...fica calma -ele dizia acariciando minhas costas e.meus cabelos

-eu não consigo -dizia chorando mais e mais.

Bryan então me afastou e pegou meus pulsos me levando pra sala de reunião e trancando a porta

-o que houve Lola?? Porque esta assim? Pode falar, ninguém vai ouvir -ele disse e eu assenti

-Cassia Bryan, ela...pediu perdão,.mas não a perdoei -eu disse

-mas porque? -perguntei

-porque...porque... -fui correndo até ele e o abracei de novo, eu não conseguia falar, eu tava pessima

-calma Lola, eu to aqui ta -ele.disse e eu assenti, ainda com minha cabeça em seu peito, pois o mesmo era mais alto que eu

Depois de alguns minutos chorando mas afastai e resolvi dizer logo

-Porque ela me machucou, não acreditou em mim, e não me perdoou mesmo eu estando pedindo perdão por algo que não fiz -eu dissd

-olha, você tem que encontrar outra pessoa, do mesmo jeito que eu vou tentar encontrar outra pessoa -ele disse e eu assenti

-desistiu do meu irmão? -perguntei

-sim e tem que desisti de Cassia Lola -ele disse e eu voltei a abraçar ele e o mesmo voltou a acariciar meus cabelos

Então eu olhei para aqueles olhos e por um impulso encostei meus lábios no seus, e então, comecei a iniciar um beijo e o mesmo retribuiu, pedi passagem com a língua e ele cedeu. Quando o ar se fez necessario nos separamos e ele me olhou confuso

-desculpe -eu disse

-por que fez isso? -ele.perguntou

-sei lá. Por que retribuiu? -ele então sorriu

-sei la

Demos risada e ele chegou bem próximo de mim e disse:

-quer ficar.comigo?

-talvez -eu disse

-hmmm talvez é sim -ele disse e pegou minha nuca me beijando novamente

"Parece que o jogo virou não é mesmo?"

              Pov's Catarina on

Estava na sala e até agora nem Julia nem Lís vieram, eu vi elas agora pouco.na entrada

"Será que aconteceu algo"


Isso martelava em minha cabeça, mas não podia simplesmente sair e rodar a escola atrás dela, estava com diretores porque pegaram Cassia cabulando na sala de musica, pelo jeito ela se ffudeu

                    Pov's Beatriz on

Estava na sala quando o diretor entra e chama meu nome pra descer até a Diretoria

Desci até a diretoria e o diretor pediu pra que eu me sentasse, sentei de frente pra ele, de costas pra porta e ele começou:

-bom...senhorita Bubblegum Abadeer, eu vou ter de mudar você de sala, porque a sua esta muito cheia, então você ira pra sala 4 -ele disse

-mas...fica um andar acima da sala de.onde eu tava -disse

-sinto muito, mas não posso fazer nada -eu fiquei puta com isso mano

-e porque o senhor vai me mudar? -Perguntei

-porque acho que deve ficar numa sala melhor e chega de perguntas, hoje é seu último dia naquela sala de aula -ele disse e eu bufei

-ta legal -eu disse -posso ir agora? -Perguntei

-claro que sim

Sai daquela sala com vontade de chutar tudo. Fui pra minha sala e sentei na cadeira nervosa

-o que houve? - Lola perguntou se aproximando de mim, até que enfim ela chegou nessa merda de sala, tava demorando

-fui transferida, vou pra sala 4, lá encima -eu disse

-aff que merda! -ela disse

-sim, eae, o que eu perdi? -perguntei

-to ficando com Bryan -ela disse e eu sorri

-finalmente esqueceu aquela vaca -eu disse e ela deu risada

-não totalmente, mas to tentando hahahaha




Notas Finais


Espero que tenham gostado e um aviso: enquanto Suzanne, Julia, Lís e Alice brigavam, tudo.isso aconteceu Blz?

E...comentem ai o que acharam beijuuuuusss babyeeez


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...