História Bunny hybrid — jeongguk - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Fluffy Coelhinho Kook
Visualizações 438
Palavras 1.523
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Deixo esse último capítulo com vocês...irei apagar essa fic...assim como as outras...eu sinto muito...

Capítulo 6 - Cap.6


Fanfic / Fanfiction Bunny hybrid — jeongguk - Capítulo 6 - Cap.6

         :Pov kookie:


Acordei com S/n ainda no meu peito, alisei de leve os seus cabelos, ela dormia feito um anjo, aquela noite...eu nunca mais vou esquecer.

A luz do sol iluminou todo o quarto, meus olhos ficaram sensíveis e quando tento me levantar, acidentalmente deixo cair a S/n:

— aii o que aconteceu? — perguntou a S/n com a mão na cabeça

— ah...n-nada, nada...v-você foi virar para o outro lado e acabou caindo!

— ah...tá...sei! Bom acho que está na hora de me arrumar, não posso me atrazar!

— ah o kookie vai ficar sozinho de novo? — fiz uma carinha de birra

— Infelizmente sim kookie...eu não posso te levar para a escola...mas eu vou tentar chegar mais cedo hoje tá? 

— tá! 

— mas por favor! — ela segurou meu queixo — não coloca mais naquele canal tá? 

— ué mas por quê? 

— É que...o garoto que te mostrou esse canal...não pensa direito nas consequências que ele pode trazer para você!

— como assim? — perguntei sem entender nada

— aquele garoto não sabe fazer as coisas direito!

— ah então...tudo bem!

— vou tomar um banho e já vou, não sai tá bom?

— Tá! — ao dizer isso ela entra no banheiro.

    5 minutos depois...


— Você...já vai? 

— sim kookie! — ela vai deixar o kookie sozinho de novo... — virei meu rosto na direção oposta:

— não fica triste kookie! — disse S/n segurando o meu queixo e virando o meu rosto — eu vou voltar para ficar com você! 

— antes de sair,  me dá um beijinho? — perguntei fazendo biquinho

— dou sim meu coelhinho mais fofo do mundo! — S/n segura o meu rosto e me dá um beijo demorado — pronto, agora tenho que ir, até mais tarde kookie, se quiser comer, tem pudim na geladeira! — disse S/n fechando a porta.

            :Pov S/n:


Agora...eu tenho um problema bem maior para resolver...vou ter uma conversinha bem séria com o senhor Min yoongi! Eu sei que...até que eu gostei mas...isso foi muita sacanagem dele!

Fui correndo até a sua casa, eu já estava queimando de raiva, bati com força na porta afim de descarregar tudo nele:

— aii o que foi, já começou logo de manhã? — disse o suga ainda sonolento

— ah já pode parar suga, eu já sei o que você fez!

— mas o que foi que eu fiz?

— você mostrou aquele canal para o kookie!

— mas...q-que canal? — suga começou a fazer gestos estranhos e a dar um sorriso falso, já dava para ver que foi ele mesmo que tinha feito isso:

— yoongi...como pôde? Ele é só um coelhinho, é muito novo para saber dessas coisas! 

— muito novo? Aquele coelho é enorme, você sabe a idade dele?

— n-não...mas deve ser novo, o que importa é: foi muita sacanagem sua fazer aquilo com o meu kookie! — Respondi com um olhar de reprovação:

— seu kookie? — ele deu uma risada sarcástica — você achou ele a pouco tempo na porta da sua casa como se fosse um lixo qualquer e você já diz que ele é seu? — se ele soubesse tudo o que fizemos, não iria dizer isso:

— ele não tinha ninguém então...eu resolvi cuidar dele...agora, já que ninguém se preocupou em procurá-lo, ele é meu!

— ah tá,  se pensa assim! 

— por que diz isso Min yoongi? — perguntei o estranhando

— nada, nada, esquece, você não vai para a escola?

— e você também não? 

— acho melhor você ir sozinha hoje, eu estou muito cansado e...eu ainda nem me troquei! 

— ahh yoongi...— suspirei — você não muda mesmo né? — acenei para ele e saí. 

  

Quinta-feira, 23 de fevereiro de 2015,escola de Seul

          (08:30 A.M)


A aula estava uma chatice, até o suga é mais divertido( peraí, eu disse mesmo isso? )e o pior de tudo, é que eu esqueci os meus fones! — tentei de todas as formas não dormir, a professora falava um monte de coisas que eu não fazia ideia do que era, todos pareciam estar prestando atenção, só eu que quero dormir? 

— bom, para a próxima aula, quero que me apresentem um trabalho falando sobre o jovem no mercado de trabalho,  agora irei formar os grupos:

Camila, Lucas e Sarah

Jimin, Lara e Carlos 

E por último,  S/n, Namjoon e Seokjin!

Ah não, é sério isso? Por que só eu que tenho que ficar com essa dupla do terror?

— ah, professora,  pode me colocar em outro trio, eu trabalho melhor sozinha!

— essa apresentação é em trio, não individual, entendeu?

— não suporto esse "entendeu"! — cochichei para mim mesma e saí. 

Fiquei rodeando os corredores tentando acabar com aquele tédio, tofo mundo estava sentado em grupo conversando, o suga era o único que ficava comigo nas horas vagas, tudo culpa da sua preguiça! Me sentei em um dos bancos ao lado de outra sala e...sei lá...fiquei olhando as coisas alheias,  não tinha nada para fazer:

— você sabe que não iremos ajudar você em nada né? — me virei e vi que era o Jin e o Namjoon, vieram tirar a minha paz de novo!

— Sim...infelizmente eu sei!

— Então trate de fazer logo esse trabalho, e quando estiver pronto, traz para gente ver e apresentar! 

— ah e vocês ganham a nota sozinhos? Mas nem morta, façam vocês mesmos! — Quando me levantei para sair, os dois me puxam me fazendo sentar de volta no banco:

— Você vai fazer sim, ou se não,  iremos fazer da sua vida um inferno! 

— e tem como ficar pior perto de vocês dois? — Perguntei num tom sarcástico 

— Não duvide!  — o sinal bateu(graças a deus) e eu voltei para a sala.

Peguei meu diário e comecei a anotar algumas coisas, como eu não tenho ninguém para desabafar:

Minha vida tem sido um completo desastre, dois garotos insuportáveis não me deixam em paz, agora eu tenho que fazer trabalho com eles, dá para acreditar?

Bom...mas pelo menos eu tenho o kookie...ele é o único com quem eu posso contar, mesmo ele não sabendo de tudo:

— ah, S/n, eu espero que o que esteja anotando tenha a ver com a aula! — era o professor me chamando a atenção de novo...

— ah...c-claro professor! 

— Então fala! — 

Ai meu deus e agora?

— É...— quando eu "pensei em falar,  o sinal bateu, aii graças a deus:

— ahh que pena! — disse na maior cara de pau —  talvez na proxima professor!

— ah, dessa vez você se safou S/n, mas na proxima vez, não tem perdão! 

— ah tanto faz!  — peguei minha mochila e saí. 

Cheguei em casa cansada dos pés a cabeça, como pode ter tanta chatice em um dia? Girei a maçaneta bem devagar e entrei,  kookie estava assistindo tv ( no canal normal de desenhos dessa vez!) joguei minha mochila na mesinha ao lado e fui para o meu quarto:

— ebaaa, S/n chegou! — disse o kookie vindo em minha direção me abraçando forte:

— kookie...eu vou tomar um banho tá? 

— ah, deixa o kookie tomar banho com a S/n? — meu deus, para um coelho, ele é muito safado:

— mas kookie...

— por favor deixa, deixa, deixa! — kookie ficou de joelhos e juntou as duas mãos 

— aii tá bom kookie! 

— ebaa! — ele pulou no meu colo, ah meu deus, que coelho pesado! — entramos no banheiro, nos despimos entramos no chuveiro:

— nossa...

— o que foi kookie?

— S/n tem um corpo tão bonito...— ele não já viu? 

Ele me puxa pela cintura e me dá um beijo calmo, mas intenso. Ele aperta a minha cintura com força e massageia a minha intimidade:

— ahhh....k-kookie...v-vamos sair logo...— falei entre os gemidos, ele cessou o beijo e desceu até a minha intimidade e a chupando com força:

— k-kookie...p-para! — ele mordiscava, chupava e beijava a minha intimidade, eu dava leves puxões em seu cabelo e mordia os lábios tentando conter os gemidos:

— k-kookie...e-eu preciso comer...v-vamos sair logo daqui! 

— depois a gente continua né? 

— Tá bom kookie! — me enxuguei, vesti uma roupa qualquer  e saímos:

— vou preparar alguma coisa para a gente comer, fica aí assistindo tá?  — ele assentiu com a cabeça e eu fui para a cozinha. Preparei um prato simples e coloquei no microondas, depois de pronto, o peguei e levei para a mesa:

— kookie, vem comer! — ele veio correndo para a mesa  e se sentou no meu colo, encostando a cabeça nos meus seios, que safado! — dei comida em sua boca, o mesmo brincava as vezes mas eu o repreendia. Depois que terminamos,  fomos assistir tv.

     Horas depois...

Quando eu estava quase perto de dormir, alguém bate na porta:

— quem será agora? — me levantei e fui até a porta:

— ah e aí retardada? — eram...aqueles dois?

— mas, como vocês descobriram o meu endereço?

— Nós temos nossos meios, então,  viemos fazer logo esse trabalho!

— mas, vocês não disseram que...

— ah esqueça o que dissemos! — eles me empurraram e entraram, que mal educados: 

— S/n, kookie quer...ah não! 

— o que foi kookie? — ele correu e me abraçou:

— s-são eles! 

— eles quem kookie?

— olha só namjoon, é aquele coelho imundo!

— Homens maus,  querem matar o kookie!

— agora finalmente te achamos, coelho imundo! — disseram os dois se aproximando do kookie.



Notas Finais


E agora?
Bom...adeus...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...