História Burn FireBlaze - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias High School DxD, Naruto
Exibições 821
Palavras 2.712
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vey tava passando e parei para ler: Por uma Vida Menos Incestuosa!

Mano... Que coisa estranha... Já faz um ano e sete meses, mesmo assim me lembro como ontem quando escrevi! Que coisa louca louca.... Que saudade dessa época... Parece até um sonho ou coisa parecida! Eu precisava falar isso para alguém... Mano... que loucura. Me sinto tão nostalgico agora... E cm nojo de mim mesmo! Que coisa horrivel que eu escrevi! Uma mãe, filho e filha/neta... Tantos erros de portugues e coisas pouco explicadas... E o hentai... arg... horrivel! Acho que vou reescrever essaa merda!

Capítulo 3 - Dois Pássaros Que Se Amam


-Ten... Tenho que falar algo com você primeiro. - Ela disse séria, antes de mover seu corpo e o dele, ao ponto onde os dois estavam agora sentados. Um de frente para o outro.

Ela podia ver a excitação de Naruto, e isso só tornava a dela ainda maior.

-O-O que você quer me dizer, Akeno? - Ele perguntou, um pouco preocupado.

-É-É um pouco dificil de dizer... Então irei lhe mostrar primeiro, e depois... Irei explicar pouco a pouco. - Ela disse, se aproximando dele, e o abraçando. Sua cabeça apoiada no seu ombro, de forma que ele não podia ver seu rosto, enquanto suas mãos apertava-se fortemente contra suas costas, tornando ainda mais forte o aperto entre seus corpos.

Ela suspirou fortemente. Aproveitando o cheiro dele. Ela sabia que poderia, talvez, apenas talvez, ele a rejeitar... E se isso a acontece-se, então... Ela nunca mais teria esse cheiro com ela novamente.

-Naruto-kun... E-Eu... Eu sou... M-Metade... Anjo Cáido. - Ela disse de forma baixa, mas por estar perto do ouvido de Naruto ele ouviu claramente. Ele não entendeu direito, mas logo iluminação bateu no seu rosto, quando as asas de Akeno apareceram detrás dela.

Uma era igual a de uma morcego, uma asa de um Devil.

Mas a outra... Era cheia de penas negras e incrivelmente volumosa. Uma asa de Anjo Caído.

Um silêncio ficou ali, enquanto Naruto apenas observou, um pouco surpreso. Uma de suas mãos foi em direção a asa e a tocou, como se não acreditasse.

Sentindo o toque em sua asa, Akeno se tornou um pouco mais nervosa do que já estava.

Lágrimas fluiam de seu rosto.

-Elas são horriveis, não é? - Ela falou, a voz cheia de ressentimento e dor. - São sujas e feias... E eu tenho as duas... Não sou nem diabo nem Anjo caído, sou uma mistura nojenta dos dois...- Ela riu lamentavelmente. Como se risse de sua própria desgraça. - Você é um dos 72 Pilares, eu uma hibrido Anjo Caído e Diabo. Isso é impossivel, eu não posso estar com você. - Ela riu mais uma vez. - Você pode me perdoar? Por ser nojenta? Eu entendo se você não quiser, afinal, quem iria querer? Ainda mais alguém como você... Um Phenex... - Ela riu. - Essas Asas... Essas Malditas Assas... Elas são... Tão... - Ela provavelmente estava indo para amaldiçoar-se ainda mais, quando Naruto a interrompeu.

-Lindas. - Ele falou. Um olhar chocado apareceu no rosto de Akeno.

-O-O que disse? - Akeno perguntou, não acreditando no que tinha escutado.

-Suas asas são lindas, Akeno. - Ele falou, antes de rir. - Elas parecem como as asas de um corvo. Tão lindas quanto a própria noite... Tão belas quanto a existência... Akeno, realmente... Não há nada que eu não idolatre em você... - O loiro falou, enquanto seu polegar limpava as lágrimas que escorriam pelos olhos da morena, que ainda olhava sem acreditar. - Para mim, você é completamente perfeita... E suas asas não são exceção.

Um longo silêncio passou, antes que Akeno veio a entender que Naruto realmente não há tinha a rejeitado. Ele tinha aceitado, e ainda mais: Tinha elogiado suas asas. As asas que ela amaldiçoou desde sempre e que sempre pensou ser um empecilho na sua vida.

Naquele momento, Akeno entendeu que realmente nasceu para ficar ao lado de Naruto, e que não havia mais motivo para manter tal coisa em segredo.

-... Eu te amo. - Ela disse surpresa, fazendo Naruto olhar para ela também surpreso, antes de rir.

-Eu sempre pensei que seria o primeiro a dizer isso. - Ele falou, com um sorriso. - Também te amo, Akeno. - Ele disse, antes de beijar ela novamente.

Os dois se beijaram fortemente, desejosamente, e principalmente, de forma apaixonada. Eles só queriam que um soubesse que o outro o amava, que eles se amavam, e que tinham nascidos para estarem juntos.

Foi quando abruptamente, Akeno parou o beijo.

-Naruto. - Ela disse, ofegante. - Eu te quero... Agora. - Ela falou. Seus olhos estavam quase como uma suplica, que na verdade transmitia seu real desejo corporal. Ela podia sentir seu corpo tão quente, que quase parecia como fogo branco celestial queimando-a por dentro. E ela também sabia, que apenas Naruto poderia apagar esse fogo que ela tinha.

-Ara? - O loiro sorriu. - Mas nós apenas começamos, Akeno-chan. - Ele disse sorrindo. - Temos muitas coisas a experimentar antes disso... - Assim que ele terminou de dizer, Naruto empurrou Akeno de leve, que caiu na cama deitada.

O loiro sorriu, enquanto se aproximando rapidamente prendeu as duas mãos dela acima da cabeça da morena com uma de suas mãos, enquanto a outra se encontrava apertando o seio dela. Akeno olhou para Naruto surpresa, antes que com mais um apertão forte, um gemido saiu de sua boca.

Vendo a cena em que estava, Akeno não pode ajudar, mas sorriu de forma prazerosa.

-Naruto-kun, você pretende me dominar? Ufufu, que interessante... - Ela ia rir, só que mais uma vez Naruto apertou seu peito mais forte, e ela acabou soltando um gemido no lugar da risada.

O loiro sorriu ao ouvir tal gemido. Foi ainda mais prazeroso do que os anteriores, por isso, ele decidiu continuar seu plano. Ele apertou os peitos dela, espremeu, brincou e se divertiu com eles, antes de parar e fazer sua mão começar a descer.

Akeno não disse nada. Ela sabia que agora estava sob total controle de Naruto.

-Acho que seus peitos já estão muito bom, não acha? - Ele perguntou, sorrindo. Ele não esperou resposta, logo fez sua mão começar a descer pela barriga da morena, se dirigindo para sua intimidade. - Bem, bem, acho que aqui seria um alvo muito melhor, você não acha?

Ele nem sequer esperou qualquer resposta, sua mão logo entrou pela calcinha, e tocou a bucetinha molhada de Akeno, que gemeu, olhando para ele.

-N-Naruto-kun... - Ela falou, vermelha. Ela ia dizer mais, só que nesse momento, o dedo de Naruto fez um pouco de pressão sobre seu clitóris, fazendo ela gemeu mais alto, e se contorcer dentro da mão de Naruto.

Vendo como Akeno estava, o loiro decidiu continuar. Ele passou o dedo pelas bordas, pela abertura, e principalmente pelo clitoris, mas se recusou a penetrar realmente seu dedo nela.

O peito de Akeno subia e descia descontroladamente, enquanto ela tinha sua língua do lado de fora da boca. Seus olhos estavam turvos, e sem foco, enquanto ela encarava Naruto.

Vendo como ela estava, ele decidiu que já estava muito bom assim, e por isso partiu para a próxima fase.

-Bom, então vamos começar com um dedo... - O loiro falou, enquanto um dedo enfiou-se completamente dentro dela. As costas de Akeno se arqueraram, enquanto ela soltou um gemido silencioso. Sua falta de energia anterior causada pela tortura, foi completamente retirada, enquanto um olhar de prazer cruzou seu rosto vermelho, enquanto ela encarava Naruto ofegante.

-N-Naruto-kun... - Ela gemeu, enquanto sentia o dedo dele entrando e saindo de dentro dela a uma alta velocidade. Ela tentava soltar suas mãos, enquanto dobrava todo seu corpo em posições “impossiveis”, mas não conseguia soltar suas mãos. A única coisa que ela podia fazer ela apreciar, como Naruto tinha dito. - Arh... Arh... Arh... E-Eu estou... - Antes que ela pudesse realmente gozar, Naruto parou e tirou o dedo de dentro dela. - Nãooo! - Ela falou indiginada, enquanto olhou para o loiro que apenas sorriu.

-Desculpa, Akeno-chan. - Ele riu de leve. - Você não me deixou experimentar seu gostinho antes, eu estava curioso. - Terminando de falar, ele levou seu dedo que escorria os liquidos de amor de Akeno por ele, até sua boca, e chupou. Ele fez uma cara de prazer, enquanto olhou para ela, sorrindo. - Você tem um gostinho muito bom, Akeno-chan.

Akeno vendo isso, não pode deixar de sorrir amargamente.

-Ara, você acha mesmo, Naruto-kun? - Ela perguntou, apesar de ainda ter uma carranca no rosto. Ela sentia que sua bucetinha estava implorando para ser tocada novamente.

Vendo como Akeno estava, Naruto não pode deixar de rir.

-Tudo bem, tudo bem... - Ele disse, fazendo sua mão voltar para perto da bucetinha de Akeno, só que dessa vez ao invés de um, dois entraram dentro dela. Ela mais uma vez gemeu alto, enquanto olhou para Naruto, quase como um agradecimento.

O loiro apesar de ser inexperiente, sabia que apenas “dedar” Akeno não ia ser o suficiente, por isso ele brincava dentro dela, fazendo movimentos de tesoura, ou seja, abrindo e fechando os dedos dentro dela, forçando a bucetinha dela ainda muito apertada a se abrir pouco a pouco. E ao mesmo tempo que fazia isso, sua boca estava conectada com a dela, a beijando profundamente.

Por isso, não demorou tanto para Akeno mais uma fez chegar ao climax. A bucetinha dela começou a se contrair rapidamente, enquanto ondas de tremor percorriam seu corpo. Ela ainda beijando Naruto, fechou as pernas com força sobre a mão dele, enquanto arquendo o corpo, ela soltou um gemido profundo, que foi tampado pela boca do loiro.

A bucetinha dela soltou um guicho de suco de amor, que melou sua coxas, a cama, e a mão de Naruto profundamente. Ela ficou cerca de 15 segundos nessa posição, antes de deixar seu corpo cair com um baque suave na cama. Nesse momento, ele a soltou e deixou descansar rapidamente.

O loiro sorriu, enquanto viu Akeno ofegante, sem mal conseguir manter os olhos abertos. Ele olhou para sua mão molhada em seguida, e então levou em direção da boca da morena, que sem força recebeu os dedos dele dentro dela.

Seus olhos se abriram um pouco, enquanto sua língua chupou os dedos, ao ponto deles sairem quase sem suco de amor neles. Quando ela fez isso, ela riu suavemente.

-Você tinha razão, Naruto-kun, eu tenho um gostinho muito bom mesmo... - Ela falou, com um sorriso. - Mas acho que ele ainda não é o suficiente para mim... Acho que o prato principal me satisfaria mais. - Ela disse, enquanto se levantando colocou as mãos ao redor do pescoço de Naruto e o puxou para si, enquanto iniciava um contato entre seus lábios.

Os dois se trancaram em um beijo profundo, se preparando para o próximo ato.

Naruto puxou as coxas de Akeno com força, enquanto suas mãos se enrolaram ao redor dela. O beijo nunca parando, enquanto eles giraram de um lado para outro na cama. Nessas voltas, a cueca de Naruto já havia sido retirada de seu corpo, fazendo os dois nus, enquanto colado juntos.

Agora, eles já estavam parados novamente. Ela deitada de costas na cama, com as pernas abertas entrelaçadas de leve ao redor da cintura de Naruto, que entre suas pernas, a encarava com um sorriso. Ela retribuiu o gesto, enquanto acariciando o rosto dela com o polegar, ele se declarou mais uma vez.

-Eu te amo. - Ele disse, com sinceridade.

-Também te amo, Naruto-kun. - Ela falou, sorrindo. - Por isso, prometa-me, que irá com tudo. - Ela disse, ainda sorrindo. Naruto se surpreendeu. - Não vá devagar, por favor, não se segure. Dê tudo que você tiver para mim. Deixe-me ser sua mulher por completa. Eu quero sentir toda a dor que eu tiver que sentir. - O loiro olhou para ela, com pura surpresa em seu rosto, antes de com um suspiro sorrir.

-Você é realmente uma masoquista, não é? - Ela riu de leve.

-Sim, mas apenas sua masoquista. - Ela falou. - Da mesma forma que você é apenas meu sádico.

-Bem, bem... Se você quer isso mesmo... - Ele sorriu de forma quase predatoria. - Então não vou me segurar. - Na mesma hora, seu membro que roçava a entrada de Akeno, penetrou com força.

O himen se rompeu em uma só investida rápida, enquanto toda a buceta antes apertada foi porçada a se esticar. Sangue rompeu manchando a cama, enquanto um gemido de puro prazer escapou dos lábios de Akeno, que plantou suas unhas profundamente nas costas de Naruto, que apenas se regenerou.

Mesmo assim, o loiro não parou. Ele retirou seu pau, e socou de novo. Mais um gemido de prazer escapou dos lábios de Akeno, junto de palavras cortadas pela sua respiração ofegante.

-E-E-Eu te a-a-amo Naruto-kun! - Ela gritou, em delirio, enquanto suas mãos largaram as costas do loiro, e se afundaram no cabelo dele, o puxando para si e o beijando profundamente. A língua dos dois brincaram uma com a outra, enquanto mais e mais investidas rápidas de Naruto abria Akeno.

A morena, cruzou as pernas com força ao redor da cintura de Naruto, afroxando na hora dele se afastar, e apertando na hora de socar dentro dela, de modo que a velocidade e força foram ampliadas.

-Fucking! - Ele chingou em inglês. - Sua buceta esta tentando esmagar meu pau, Akeno! - Ele disse, também dentro de um delirio de prazer.

-E seu pau esta me partindo ao meio, Naruto! - Ela falou. - Então não para! Não para! Eu te mato se você parar!

Ela não pode continuar a falar, Naruto já tonha passado a atacar novamente a boca dela.

Aquela forma de sexo para uma primeira vez seria extremamente doloroso para uma garota normal, mas para Akeno, estava sendo como O Paraíso da Lúxuria.

-Eu te amo Akeno. - Naruto falou depois de largar a boca dela, e partir para o pescoço, que ele chupou e mordeu repetidas vezes. A morena gemia ainda mais forte aos pés do ouvido de Naruto.

-Arh... Arh... Arh...! - Ela falava descontroladamente, enquanto sentia mais uma vez suas bucetinha se apertando contra o pau de Naruto. - Oh my god! Eu vou gozar! - Ela gritou sem vergonha alguma, enquanto ao mesmo tempo Naruto também começou a sentir seu pau latejar com força, fazendo ele aumentar o numero de investidas por segundo.

-Vou gozar! - Ele também disse, menos de um segundo antes de um jato de porra sair de dentro de seu pau, melando o interior de Akeno, que também começou a despejar um jato de liquido de amor para fora dela. Os dois liquidos se misturaram dentro dela, enquanto o esperma de Naruto investiu profundamente dentro do útero da morena, que tinha as pernas presas ao redor dele, da mesma forma que as mãos. Ela apertava-se tão forte a ele, que parecia que os dois iam se fundir em um só.

Durante 20 segundos de puro excstasy, os dois não se largaram antes que o sentimento passou. Quando isso aconteceu, eles dois com os musculos ainda doloridos se separaram, e ficaram encarando o teto.

Um minuto foi o tempo que demorou para eles recuperarem o fôlego, e se virar um para o outro.

-Você... É incrivel. - Akeno disse, procurando a palavra que melhor se encaixava.

-E você é perfeita. - Nenhuma outra palavra se adequava se não essa.

Depois disso, os dois juntaram as mãos cruzando os dedos, e fecharam os olhos, querendo dormir.

Nem mesmo 7 minutos depois, Akeno abriu os olhos, mas Naruto foi o primeiro a falar.

-Quer ir de novo? - Ele perguntou, sorrindo mesmo de olhos fechados.

-Ara? - Ela sorriu. - Um pouco pervertido não?

-É impossivel não ser com você por perto. - Ele falou, alargando o sorriso.

-... Ufufu, conquistador. - Ela disse. - Ok, eu fico por cima dessa vez. - Ela disse virando-se sobre o loiro, e sentando-se em cima do membro dele.

Ela segurou o pau dele na mão, e encaixou em sua bucetinha, enquanto lentamente desceu, se acostumando com a sensação de estar por cima. Suas mãos descansavam agora no peito de Naruto, enquanto seus peitos subiam e desciam acompanhando suas cavalgadas.

Foi nesse momento, que a porta se abriu.

-Onii-sama...! - A voz chocada de Ravel chegou ao ouvido dos dois, que apenas puderam virar o rosto para ver jovem garota Phenex olhando os dois com uma vermelhidão intensa no rosto. - P-Pervertidos! - Ela gritou extremamente alto, enquanto jogando uma bola de fogo em cima de Naruto, ela correu para fora da sala.

O loiro e Akeno observaram chocados o que aconteceu, antes de darem de ombros e continuarem sua sessão de sexo, que dessa vez durou o resto da noite, e a madrugada.


Notas Finais


Mano... Já faz um ano e sete meses, mas eu me sinto como se tivesse sido ontem! Cm isso é possivel! Dois anos se passaram tão rapidamente?! Parece que foi ontem que eu tbm fiz minha conta, fracassei na minha prmeira fic, consegui concluir uma, e em seguida escrevi várias e excluir várias! SAUDADES! QUANTOS SENTIMENTOS CONFUSOS!
VEY! QUEM AI ME SEGUE DESDE O PRIMEIRO CAPITULO DE GRIMOIRE DRAGON?! OU PRIMEIRO CAPÍTULO DE KOKURO NO JAAKU?
Então, comentem nao sobre a história (ou sim, tanto faz), mas falem sobre essa nostalgia estranha. Sobrw quando vocês conheceram o GodFallen, sobre o que vocês pensam sobre esses dois anos que já se passaram, e sobre sei lá... o tempo, que é imutavel e segue em uma corrente sem volta! DOIS ANOS! EU ESCREVO A MAIS DE DOIS ANOS!

Eu ainda me lembro de quando cheguei na portaria do meu condominio com a ideia de escrever Kokuro no Jaaku. Não tinha nenhum plano, mas simplesmente sentei na cadeira do pc e comecei a escrever. Naquela epoca eu seguia algumas pessoas, hoje, elas me seguem! Que loucura! AMO VCS!
QUANDO COMEÇARAM A ME SEGUIR?! QUAL CAPÍTULO! QUAL HISTÓRIA?! QUAL VOCÊ MAIS AMOU, E O QUE ACHOU DE TUDO ISSO?! QUEM ME SEGUE A DOIS ANOS INTEIROS?! EU AINDA LEMBRO O NOME DOS MEUS PRIMEIRO SEGUIDORES, MAS QUERO QUE ELES SAIAM DE SUAS TOCAS! VEY... Antes o pessoal do social era tão mais aberto...
Eu lembro que passei uma madrugada conversando e discutindo sobre alguma coisa em um comentario, que no finl teve acho que mais de 150 respostas. Ou daquelas brigas idiotas que eu tinha, pq não aceito bem criticas não construtivas... e tals... saudades vey!
Saudades do Vinilu postando toda semana, do Kaguyama e suas fics fodas! De um cara que plagiava fics e dizia ser suas! Eu gostava do maluco, pena que perdeu a conta.
Sei lá vey... Só queria desabafar... Tempo passa rapido demais...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...